Ir ao conteúdo
  • Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.

ksio.amaral89

Membros Plenos
  • Total de itens

    119
  • Registro em

  • Última visita

  • Qualificações

    0%

Reputação

31

Sobre ksio.amaral89

  • Data de Nascimento 28-08-1989

Informações gerais

  • Cidade e Estado
    Fortaleza
  1. Pessoal, como faço para reproduzir o áudio via Bluetooth do meu aparelho Android no Windows 10? Eu já emparelhei o meu smartphone com o laptop, e ele está listado em Configurações>Bluetooth e outros dispositivos, ele aparece como "Emparelhado", mas não tem em lugar algum a opção de reproduzir o áudio via Bluetooth do dispositivo Android. Eu já fui até o Dispositivos e Impressora, abri a janela de Propriedades do meu aparelho Android, abri a aba Serviços", e a caixa "Advanced Audio" está marcada, que nada mais é que o protocolo de transmissão de áudio A2DP. Já emparelhei outro telefone Android, e o mesmo problema, não aparece a opção de reproduzir áudio via Blueooth. Já testei os dois aparelhos em outro notebook, e idem, é coisa do Windows mesmo. Tanto o notebook quanto o meu smartphone Android suportam Bluetooth 4.0. Está assim no meu notebook: Alguma ideia de com fazer para o Windows reproduzir áudio Bluetooth a partir do meu Android? Estou rodando a edição Home Single Languagem, versão 1703, build mais recente, 15063.540. Obrigado desde já.
  2. Mitos do hardware #11: estabilizadores de tensão

    Gaças ao lendário Faller do tópico de energia no fórum, eu comprei dois supressores de surto (odeio o termo "filtro de linha") de qualidade, o Clone F1087 Professional. Filtro bom, com três varistores adequados, fusível térmico e outros componentes de proteção, paguei 32 reais em cada no começo de 2013, até hoje não acredito que comprei algo tão bom por um preço tão baixo. O Faller desmontou e analisou o filtro e gostou muito do que viu, foi o suficiente para me convencer e comprar um par deles. Tinha outro da Microsol, se não me engano, que era tinha custo/benefício benefício também. Como já esperava, poucos meses depois esses supressores de surto bons e baratos sumiram do mercado brasileiro, visto que deixaram de ser importados da China. Hoje você tem que pagar uma pequena fortuna em um Clamper ou Upsai para ter um supressor de surtos de qualidade. Brasil-sil-sil-sil...
  3. Pelo que eu li, a diferença seria principalmente na questão de drivers, que para as placas de vídeo destinadas ao uso profissional, seriam muito mais otimizados e estáveis que os para uso doméstico, uma vez que quem compra esses produtos são profissionais. Além disso, o suporte deve ser muito mais abrangente, e o custo é embutido no preço dessas placas de vídeo voltadas para profissionais. Em questão de hardware, como já mencionado, placas voltadas para profissionais geralmente têm uma quantidade muito maior de memória. Mas essas WX 2100 e WX 3100 são bem low-end, por mais otimizadas que sejam para uso em workstations, a quantidade de VRAM e largura de banda de memória parecem bem poucas. Mas quem sou, mero leitor do CdH, para contestar a AMD kkkk, ela não ia lançar essas GPUs sem ter certeza de que não iam dar conta do recado. A minha opinião é que essas duas placas aí não valem o que a AMD está cobrando. Aliás, placa de vídeo para uso profissional é algo que nunca me convenceu muito. Ainda acredito que na maioria das vezes vale mais a pena comprar uma placa de vídeo top mainstream, mesmo com estabilidade e otimização de drivers inferiores.
  4. Validade dos cartuchos de tinta Canon

    Muito obrigado pela resposta. Realmente não me recordo de ter visto prazo de validade nas embalagens dos cartuchos. Bom, acabei comprei mais um par de cartuchos para guardar, acredito que fechado na embalagem, dure bastante tempo. Sobre os 6 meses de validade após o cartucho ser aberto, acredito que ele esvazie antes de completar esse prazo. Novamente, agradeço-o pelas respostas.
  5. Recentemente comprei uma multifuncional Canon PIXMA E481, que usa o cartucho PG-44 (preto) e PG-52 (colorido). Aproveitei e comprei junto dois cartuchos PG-44XL de alta capacidade, que estão em promoção na loja da Canon na internet. Eu penso em comprar vários cartuchos para estocar, mas não sei qual validade deles. Alguém saberia dizer qual a validade dos cartuchos da Canon fechados na embalagem? Já perguntei nas páginas da Canon no Twitter, no Facebook e até no Youtube, mas não obtive resposta. Obrigado desde já.
  6. Teste do processador Ryzen 7 1700

    Nem me decepcionei muito com a performance inferior dos Ryzen em jogos e relacão aos Kaby Lake, já meio que esperava. Gosto dos produtos da AMD e sei que ela faz milagre com o orçamento limitado e competindo ao mesmo tempo com gigantes como a Intel e a nVidia, mas ela insiste em morder a própria língua. Ela faz um marketing danado, promete mundos e fundos, e quando lança o produto não chega nem perto do que fora anunciado. Aí vem as mesmas desculpas de sempre: falta "otimização" pelo Windows, pelos jogos, pelos programas etc, BIOS, memória etc. Se a AMD prometesse menos eu nem ligaria muito, mas a AMD persiste em falar muito e mostrar pouco. A Intel pode ficar tranquila, porque para mim a AMD falhou mais uma vez em entregar o anunciado.
  7. Vale a pena pagar mais por uma pasta térmica cara?

    Ultimamente tenho usado a Akasa AK-450-5G, que possui prata em sua composição. O coeficiente de condutividade térmica dela é de 9,24 W/m.K, o que me parece ser muito bom. Um tubo com 5 g (é bastante) custou cerca de 25 temers numa loja local, e abaixou uns 5 °C a temperatura em carga total (jogos 3D) da GPU do meu notebook da Dell, que tem uma Radeon HD 8850M GDDR5 overclockada para a 8870M, isso em relação à pasta da Implastec. No meu desktop baixou uns 4 °C a temperatura da CPU em carga máxima em comparação com a pasta da Implastec. Eu não pago uma fortuna numa Arctic Silver e MX-4 da vida, mas também não compro uma pasta ordinária pra usar no notebook que já trabalha no limite da capacidade de refrigeração.
  8. Estou com o Windows 10 Home e meu X550LN não está funcionando a suspensão. Quando ele acorda, ele reinicia, realizando todo o o processo de boot, em vez de retornar imediatamente para a área de trabalho após apertar alguma tecla ou tocar no touchpad. O driver ATK Package para Windows 10 já está instalado. Alguém mais com esse problema, vocês têm alguma ideia de como fazer esse notebook retornar da suspensão corretamente?
  9. Versões do DirectX

    Eu acho que tem muito é marketing da Microsoft como sempre sobre o DirectX Direct3D 12, pra estimular venda de placa de vídeo. Esse lance dos feature levels acabou foi me confundindo, ainda mais depois do anúncio do desenvolvedor da AMD afirmando que não existe nenhuma GPU no mercado com suporte 100% a todos os recursos do D3D 12. E realmente é irritante essa "venda casada' de uma nova versão do DirectX com uma nova versão do Windows.
  10. Tabela comparativa dos chips Radeon da AMD (notebooks)

    Gabriel, gostaria de fazer algumas correções: A Radeon HD 8830M tem somente memória DDR3 e possui 128 bits de barramento, não 256. Até porque é a GPU de entrada da série 88x0M, não faz o mínimo sentido ela possuir 256 bits. a Radeon HD 8850M possui duas variantes: uma com memória DDR3, que possui parâmetros idênticos à 8870M, exceto pelo clock efetivo de memória (2 GHz), que a faz ter 32 GB/s de largura de banda como corretamente informado no gráfico. Já os valores de clock informados na tabela para a 8850M são na verdade da 8850M GDDR5, que possui 72 GB/s de largura de banda, de acordo com o cálculo: 128 bits/8 x clock memória efetivo (1125 MHz x 4 = 4,5 GHz efetivos)/1000 = 72 GB/s. A 8870M tem somente memória GDDR5 e possui barramento de 128 bits e não 256 bits, o que acarreta em uma largura de banda de 72 GB/s. Sem querer abusar mas já abusando da boa vontade, seria legal também mencionar a configuração da GPU, isto é a quantidade de unidades processadoras, como no exemplo da 8830M/8850M/8870M: 640:40:16 => 640 unidades sombreadoras:40 unidades de textura:16 ROPs fonte: http://www.amd.com/Documents/AMD-Radeon-HD-8000M-Series-GPU-Specs.pdf http://www.notebookcheck.net/AMD-Radeon-HD-8850M.87118.0.html Parabéns novamente a você e aos demais colaboradores do CdH pelo incansável trabalho em compilar essas tabelas!
  11. Tudo o que você precisa saber sobre o padrão Ultra HD

    Tão importante quanto a disseminação do UHD é a adoção do esquema de compressão HEVC/H.265 e decoficação via hardware. Nesse quesito a AMD (somente OpenCL) está bem atrasada, pois a Intel já implementou uma solução híbrida (SW e HW) desde o Haswell, enquanto a nVidia já dá suporte total por hardware na Maxwell 2.0, isto é, a série 9xx.
  12. Rádio CdH - Programa 047

    Então somos 2. Não nego que SSD é infinitamente superior a HDD, mas também não vejo sentido em gastar uma nota ao adquirir um SSD só para ganhar alguns segundos ao iniciar o Windows. No meu Inspiron troquei o HD de 1 TB da Toshiba de 5400 RPM e 8 MB de cache por um da HGST de 500 GB 7200 RPM e 32 MB de cache, e reinstalei o Windows em modo UEFI + GPT, e notei um ganho muito alto de velocidade ao fazer o boot e até em carregar alguns jogos. Reiniciar o computador após hibernar é quase instantâneo, e ao transferir dados do e para o HD externo via USB 3.0 está razoável. SSD que caiba os jogos tem um preço obsceno no Brasil. Nos EUA até dá para você usar o SSD como armazenamento geral, mas qualquer HD de 240 GB comprado por vias legais no Brasil tá impraticável. Eu queria um SSD que tivesse velocidade de 7200 RPM e quantidade de cache adequada (64 MB por exemplo), mas que fosse mais barato, pois o que me atrai mesmo nos SSDs é a alta confiabilidade por não ter partes móveis.
  13. Recomendação de filtro de linha

    Os LEDs de indicação de 220 e 127 V de um dos Clone F1087 que uso aqui queimaram (talvez o de aterramento também) Será que dá para substituir por LEDs novos, alguém sabe a especificação deles? Ou não é trabalho para quem não é especialista em soldagem de componentes eletrônicos? Tenho um ferro de solda (30 W) e algumas outras ferramentas aqui (sugador etc.)
  14. Recomendação de filtro de linha

    Hoje durante a madrugada e a manhã inteira, choveu muito na minha cidade, e durante a tempestade. caíram muitos raios. O prédio onde moro é antigo (início dos anos 80), e não possui pára-raios ou qualquer outro dispositivo de proteção, creio quen nem mesmo aterramento básico possui (tipo alguma barra de metal fincada no solo ou similar). Em uma tomada no meu quarto, estava plugado um filtro de linha Clone F1087 Professional (o recomendado pelo Faller), no qual todos os equipamentos eletrônicos (monitor LED, notebook, multifuncional, conjunto de som 2.1 e um celular carregando) estavam plugados, exceto o modem-roteador que estava plugado no outro soquete da tomada. Eu tinha acabado de acordar quando soou um trovão e uma descarga de um raio atingiu ou se propagaou até um poste de linha telefônica que fica bem em frente ao meu quarto, pois vi um clarão muito forte, logo depois desligando toda a energia do meu apartamento. Após passar a tempestade, constatei que o modem havia queimado, mas os aparelhos conectados ao supressor de surtos da Clone, não. Chequei o fusível do supressor e o filamento do mesmo estava intacto, e o filtro ligou normalmente. O que será que deve ter havido: o filtro, embora desligado, protegeu os equipamentos da oscilação elétrica extrema (após o clarão), ou a oscilação elétrica se propagou pela fiação telefônica e fritou o modem? No último caso, não deveria ter queimado o telefone fixo também? E se o modem também estivesse conectado ao filtro de linha, teria o risco de um possível surto se propagar pelo cabo telefônico, pelo próprio modem e pelo filtro e queimar todos os demais aparelhos conectados a esse? Um desses filtros com entrada para cabo de rede/telefone (RJ11/RJ45) protegeria o modem nesse caso?
  15. Vídeo: diferença de desempenho de HD vs. SSD na prática

    @ Gabriel Torres, e uma unidade SSD comparada a um HD tradicional de notebook mas de alta perfomance (7200 RPM), teria muita diferença? No vídeo acho que você comparou com um Western Digital Blue, que é bem lento por ser de 5400 RPM e por ter apenas 8 MB de cache, aí é covardia hehe. Eu recentemente comprei um um HD de 320 GB da Hitachi (HGST) de 7200 RPM, SATA-III e 32 MB de cache (sendo que o meu notebook tem o chipset Intel HM86 que suporta esse padrão), e senti uma melhora absurda na velocidade de gravação/leitura de dados, como inicialização do Windows, carregamento de jogos, transferência de arquivos etc. a diferença é notável. Gostaria de saber se em um SSD o aumento de perfomance do HD vai ser muito grande se comparado a um HD tradicional de notebook um pouco mais rápido como esse que adquiri. Para quem mora nos EUA realmente compensa substituir o HD tradicional por uma unidade SSD. Já aqui no Brasil, tá difícil, acho que só mesmo para instalar o sistema operacional e um ou outro aplicativo, porque qualquer HD de 128 GB pra cima ainda custa um absurdo. E como o usuário denisonknob mencionou, eu acho mais interessante colocar o SSD no slot principal, e retirar o drive DVD/BD-ROM e substituir por um caddy com o HD antigo dentro com os arquivos do usuário, pois se não me engano, as portas SATA de drive ópticos de notebook são somente SATA-II, pois a velocidade do drive não chega nem perto de saturar a banda disponível, logo não há necessidade de SATA-III. Além disso parece que alguns notebooks não aceitam boot a partir da unidade usando a porta SATA destinada originalmente a drive óptico, e outros nem mesmo reconhecem um drive instalado ali.

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×