Ir ao conteúdo
  • Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.

MOR

Membros Plenos
  • Total de itens

    1.397
  • Registro em

  • Última visita

  • Qualificações

    0%

Reputação

820

1 Seguidor

Sobre MOR

  • Data de Nascimento 23-06-1952

Informações gerais

  • Cidade e Estado
    Mangaratiba, RJ
  • Sexo
    Masculino
  1. Ponte h com sg 3525 e drive ir2110

    @EDNER DI SESSA ...gostaria de saber qual é a funçao do resistor de gate de 10r . Não sei se é exatamente isso, mas baseado na teoria e analisando o circuito, acho que é por este motivo. Vamos lá! Os gates dos mosfets de potência possuem uma capacitância intrínseca, assim como todas as entradas de todos os semicondutores. Mas o detalhe é que a capacitância dos gates dos mosfets, em particular, possuem um valor acima dos outros componentes ativos. No instante da aplicação do pulso no gate, esta capacitância se encontra descarregada e o pulso vai ter que carregar. Então, durante um breve período, o drive terá que fornecer uma boa corrente, que pode ser maior que o projetado para aguentar. Um resistor em série com o gate TERÁ QUE LIMITAR o pico de corrente inicial para valores suportáveis do drive. Então a conta é a seguinte. Ache, no manual do drive, a máxima corrente (I0) que ele pode fornecer em sua saída. Observe que não é a máxima ABSOLUTA, que aparece em uma das primeiras tabelas do manual. Verifique a tensão (V0) que o drive envia para o gate. Rgate > = V0 / I0. Por outro lado, não aumente muito este valor de resistor, já que ele contribui para aumentar o tempo de transição, pois o resistor R0 e a capacitância Cgate formam um filtro passa-baixas frequências. O aumento do tempo de transição faz com que a tensão e a corrente entre dreno e source dissipem mais potência, por passar mais tempo na região linear do mosfet. Esta região produz mais consumo de potência (aquece mais) no mosfet, o que é indesejável, pois exige um aumento do dissipador. Finalmente. Não sei se a inclusão do diodo em paralelo com o resistor de 10 ohms consegue ter uma resistência dinâmica menor que o próprio resistor de 10 ohms. Supostamente a função do diodo é a de descarregar a capacitância de gate do mosfet mais rapidamente, para que o mosfet corte rápido. MOR_AL
  2. Ponte h com sg 3525 e drive ir2110

    Tente aumentar o tempo morto no SG3525 durante os testes só por proteção dos mosfets. É óbvio que o Ton do SG3525 fica limitado em 50%. É o limite para que os quatro mosfets não conduzam ao mesmo tempo. Tenho quase certeza que, em funcionamento normal, os capacitores de bootstrap não controlam a tensão de saída. A função deles é prover uma tensão CC de gate para os mosfets conectados ao positivo de Vcc. Baixar o valor deles pode ou baixar a tensão cc usada para alimentar os gates, ou produzir uma tensão irregular. Procurei no manual, mas não encontrei menção sobre o valor dele. É função da frequência de chaveamento. Um valor muito alto deste capacitor vai demorar a gerar a tensão cc, usada para alimentar os gates. Tem uma faixa de utilização. Pesquise em "Application Notes" ou Notas de aplicação do fabricante do CI. Em algum local tem que constar a tal faixa de valores dele. Não é que a tensão cc vai ser aplicada aos gates dos mosfets superiores. Esta tensão alimentará o circuito que gera os pulsos de gate. Um eletrolítico com o positivo perto (não muito) dos drenos dos mosfets superiores e com o negativo perto dos sources dos mosfets inferiores. O mesmo para o capacitor de 100nF, com ligações o mais curtas possível. É este capacitor, que vai filtrar a tensão Vcc dos picos de alta corrente produzidos pelas comutações dos mosfets. A tensão de ruptura dos capacitores tem que ser aproximadamente 25% superior à tensão a que eles são submetidos, ou cerca de 125% de Vcc. Se não houver isolamento galvânico entre a rede e o terra do seu circuito, o osciloscópio poderá queimar. Tome cuidado, pois isso já ocorreu comigo. E o osciloscópio tem que poder responder até umas 10 vezes a frequência de comutação dos mosfets. Só assim é que vai dar para observar, sem erros, as formas de onda. Mesmo assim, não vai dar para observar os pulsos instantâneos, que poderão ocorrer durante as comutações. Nestes casos a resposta do osciloscópio deveria ser maior ainda, mas nem sempre ocorrem estes pulsos. Ok! Ok! MOR_AL
  3. Ponte h com sg 3525 e drive ir2110

    Bom. 1 - O seu circuito EDMER.pdf na postagem #14 não está claro em um detalhe. Observe que a numeração dos pinos 10 e 12 estão corretas, mas a nomenclatura do pino 12 do CI à esquerda mostra LIN. Verifique se sua montagem está correta. 2 - Se você tiver um osciloscópio para vermos a forma de onda na carga seria ótimo. Como você está tendo problemas com este circuito, seria melhor separá-lo em partes para eliminar cada possível problema. Daí a necessidade de um osciloscópio. Como ainda estão queimando componentes, primeiramente retire a carga com o transformador e a substitua por um resistor ou melhor ainda, por uma lâmpada incandescente para 220Vca, de baixa potência. Algo como até 10W. No seu PWM não ultrapasse cerca de 25% tanto para Ton positivo, como Ton negativo do período total. Ou seja, você terá no mínimo dois tempos mortos intercalados entre os dois Tons com 25% do período total. Você controla isso com o SG3525 (eu acho). 3 - Com frequências de chaveamento elevadas e com potência, como ocorre no seu caso, a montagem do circuito é um fator importante. Não use Proto-Board ou similares. Use placa de circuito impresso para a parte sem potência (tudo menos os MOSFETs). Os resistores de 1K de gate podem ficar localizados junto aos mosfets e a placa de circuito impresso deve ficar próximo aos mosfets e com ligações curtas e diretas. 4 - Entre Vcc e o terra, na parte dos mosfets, tem que haver tanto um capacitor eletrolítico, que pode ser o da fonte de alimentação e um capacitor de 100nF junto com o eletrolítico. Atenção para as tensões de ruptura dos capacitores conectados em Vcc. 5 - Com o osciloscópio se poderia observar, primeiramente, a tensão na carga. Posteriormente deve-se observar a corrente na carga. 6 - Uma foto de sua montagem é sempre útil. MOR_AL
  4. Programar RTC comprado no Ebay

    @Isadora Ferraz Isa, você sabe que só estava zoando, né/ @Ricardo S Ferreira Não espalha, não, mas eu cheguei a aprender válvula em 1974 na faculdade. Fiz até um amplificador de potência com 12AU7 (ou 12AX7) e um par de EL-34. EL-34 tinha grade banhada a ouro. MOR_AL
  5. Programar RTC comprado no Ebay

    Pô! Ficar só projetando o circuitinho de identificação e acionamento???? Qual seria a graça disso? ... E a bateria, já velha, teria que estar conectada com o carregador na rede como no temporizador. ... E o tempo destinado a fazer o programa em Assembler? Teria ele livre. Sem ter o que fazer ... Ficaria tomando cervejas ... A barriga aumentando ... Nada bom. Se minha patroa descobrir, logo logo me arranjaria alguma coisa pra fazer!!! Você quer que eu troque a eletrônica por tarefas de casa? Você já pensou nisso tudo que envolve essa sua solução? Tá louca. Não desejo este mal nem para o meu pior inimigo. MOR_AL
  6. Programar RTC comprado no Ebay

    É! Eu também me enganei. Esse produto não é um temporizador, mas pode ser usado para contar um período. O chato dele é que você tem que programar o instante (hora, e minuto) em que o período começa e o instante (hora e minuto) que ele termina. No meu caso preciso de um contador decrescente. Além de não poder programar os segundos, que são importantes no meu caso, você não programa como um temporizador de contagem regressiva. Por exemplo: O período ótimo de sensibilização para o meu layout com luz UV é de 3 minutos e 30 segundos para um filme e de 3 minutos para outro filme. Tenho um temporizador sem relé e com LCD, que marco estes tempos. Como o processo é feito com pouca iluminação ambiente, o LCD fica quase invisível. Daí um mostrador 7 seg a leds ser uma escolha boa. Um relé para ligar e desligar a lâmpada seria o ideal. Estou já na fase de montagem dos componentes na PCI. Na Proto-Board já quase funcionou, bastando algum ajuste na programação do PIC 16F628. Quando comprei este produto no Ebay, pensava que era um temporizador com contagem regressiva. Foi esse o problema todo. Falta de atenção. MOR_AL
  7. Programar RTC comprado no Ebay

    @Sérgio Lembo É mesmo. Deve ter tido um projetista que fez o aparelho e muitos copiaram, só que o manual se perdeu. Mas também foi um pouco de bobeira minha. Estava querendo um temporizador. Daqueles com contagem regressiva. Eu tenho um com LCD e sem relé. Aí pensei em projetar um semelhante, porém com mostrador a led 7 segmentos e relé. Daí, como acontece com muita gente, o projeto parou no meio. Vi o produto no Ebay e nem pensei direito. Por cerca de 12 Temers comprei. A minha surpresa ao receber, é que era um RTC. Mas hoje decidi levar adiante a montagem do meu temporizador, vamos ver no que dá. @Isadora Ferraz Sua intuição estava correta, mas sua atenção não. Hehe! Observe a coluna "DURANTE" da tabela que eu postei. Em duas linhas o período da tecla pressionada tem que ser maior que 2 segundos. MOR_AL
  8. Programar RTC comprado no Ebay

    Os vídeos não ajudaram e as instruções do outro modelo são confusas. Aí, clica aqui, clica alí e, depois de uma hora, consegui identificar como programar para o relé acionar durante um período diário. Tem muito mais coisas, mas são continuações, que agora, devem ser menos trabalhoso conhecer. Segue o que eu descobri, caso alguém se aventure em comprar este módulo. MOR_AL
  9. Programar RTC comprado no Ebay

    @Ricardo S Ferreira e @Isadora Ferraz Vou ver os outros vídeos, os arquivos que baixei e chutar, vamos ver no que dá! Neymar que se cuide, hehehe. Se descobrir algo, aviso. MOR_AL
  10. Programar RTC comprado no Ebay

    @Ricardo S Ferreira Agradeço pelo auxílio. Já tinha observado este tutorial. Aliás há outros semelhantes, porém eles tratam de um produto com as mesmas funções, mas diferente em programação. Neste, o relé fica acima dos mostradores, no meu o relé fica ao lado. Deveria ter comprado deste, pois há literatura e vídeos. Bom. Vivendo e aprendendo. Tenho que pesquisar por documentação ANTES de comprar. MOR_AL
  11. Pessoal! Comprei no Ebay o "Real-time Timing Switch Relay Module Control Clock Synchronization Delay Timer". Só que não encontro em lugar nenhum (Ebay, Amazon etc) como programa-lo. Já procurei nos diversos anúncios deste produto de diversos vendedores e nenhum tem algum arquivo que ensina a programar. Já procurei no YouTube também. Alguém saberia onde encontro algum tutorial de como programar? Grato. MOR_AL
  12. Subistituto transistor MJ13009 700v

    Eu não montaria este circuito. MOR_AL
  13. Queda de tensão em circuito elétrico de portas lógicas

    @MOR Obrigado pelo complemento, MOR. Foi construtivo, mas não entendi o que não está correto no pensamento. Se alguma parte do que eu escrevi estiver errado, por favor, me diga. Na verdade não foquei muito em sua resposta. Parei quando você aterrou a saída. Minha resposta focou apenas nos circuitos lógicos. Ah, a variação dos valores da saída possíveis, tanto para valor ALTO quanto BAIXO é menor do que a variação dos valores de entrada respectivos tanto para CMOS quanto para TTL, então o que você está me dizendo é que é importante que toda lógica, seja essa de diodos e resistores ou qualquer outra, tenha uma faixa de tensão menor do que para a entrada, certo? Obrigado pelo complemento. É quase certo. Releia os detalhes de minha resposta anterior. Além da variação das saídas serem menores que a variação da entrada, elas (as variações das saídas) TÊM que se situar dentro das variações das entradas. Somente assim é que os circuitos funcionarão corretamente. Você está dizendo para não esquecer do fan-out da porta lógica. Beleza. Eu gosto de conversar sobre as diversas partes envolvendo a matéria para que os conceitos fiquem mais fixos e familiares. Porém, minha dúvida é mais sobre a análise do circuito elétrico, quase esquecendo que é uma porta lógica. Eu coloquei no título "circuitos digitais", então claro que vocês que responderam iam focar bastante nisso. Ok, então! Sugiro ler o tópico MOR_AL
  14. Olá pessoal! Incluí no Youtube 4 vídeos sobre o Projeto de um Comparador com Histerese Não Inversor. Seguem os links: https://www.youtube.com/watch?v=6Q0gZeXc_8M&t=56s https://www.youtube.com/watch?v=TANVq4In1CI&t=11s https://www.youtube.com/watch?v=5DDC0MHb0RA&t=9s https://www.youtube.com/watch?v=z8XRYNfzjHs&t=25s MOR_AL
  15. Queda de tensão em circuito elétrico de portas lógicas

    Seu pensamento está quase todo correto. Estes são circuitos lógicos. Cada um deles têm faixas de tensões que definem saídas e entradas em "0" e em "1". Apesar dos seus circuitos serem alimentados por 5V, eles são lógicas a diodos e resistores e não Transistor Transistor Logic (TTL) e nem outra lógica. O importante é que o nível "0" de saída possua uma faixa de tensão menor que o nível "0" de entrada. Assim, uma saída será identificada, quando esta for conectada na entrada da mesma lógica. O mesmo é válido para o nível "1" de saída, que deve possuir uma faixa de tensão superior à faixa de tensão de entrada em "1". Assim, uma saída em "1" sempre será identificada na entrada de um circuito da mesma lógica. Ou seja: A lógica tem que considerar a carga. Por exemplo. Se ainda me lembro, as saídas TTL do tipo 74xx, suportavam até 10 entradas TTL 74xx. Acima disso, o fabricante não garantia o correto funcionamento. MOR_AL

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×