Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Teste da Unidade SSD Intel 320 Series de 160 GB


         44.397 Visualizações    Armazenamento    Testes    6 comentários
Teste da Unidade SSD Intel 320 Series de 160 GB
Produto Recomendado

Introdução

A maioria dos fabricantes de unidades SSD desenvolve os seus produtos com capacidades padrões de 64 GB, 128 GB e 256 GB. A Intel é uma exceção à regra, com unidades SSD variando entre 40 GB e 600 GB. Hoje nós testaremos o modelo Intel 320 Series de 160 GB, que vem com um pouco mais de espaço para armazenamento do que as unidades de 128 GB oferecidas pela maioria dos fabricantes.

Antes de prosseguirmos, sugerimos a leitura do nosso tutorial Anatomia das Unidades SSD, que oferece todas as informações que você precisa saber sobre o assunto. As unidades usadas neste teste utilizam chips de memória MLC.

Muitas pessoas gostariam de atualizar os seus notebooks com uma unidade SSD, mas não podem pagar por uma que ofereça espaço de armazenamento o suficiente para os seus programas e arquivos. Com esta unidade de 160 GB, a Intel oferece uma solução que se encaixa entre os modelos de 128 GB e 256 GB, ideal para as pessoas que acham que 128 GB é pouco, mas que não podem comprar uma unidade de 256 GB. Para usuários de micros de mesa, ter uma unidade SSD com grande capacidade de armazenamento é menos relevante, já que a unidade SSD pode ser combinada com um disco rígido para ter espaço de armazenamento extra para os programas, músicas, fotos e jogos.

Como a Intel 320 Series é de 160 GB, vamos compará-la com duas unidades SSD de 128 GB, a Patriot Torqx 2 e a Kingston V100, ambas já testadas aqui no Clube do Hardware. Na tabela abaixo nós listamos as unidades SSD testadas. Todas elas são modelos de 2,5” e utilizam interface SATA-300.

Fabricante Modelo Número do Modelo Capacidade Preço nos EUA
Intel 320 Series SSDSA2CW160G310 160 GB US$ 290
Kingston SSDNow V100 SV100S2D/128GZ 128 GB US$ 226
Patriot Torqx 2 PT2128GS25SSDR 128 GB US$ 225

Nós pesquisamos os preços na Newegg.com no dia da publicação deste teste e notamos as seguintes observações: o preço da unidade SSD da Kingston é para a versão “Desktop Bundle” (versão que testamos). A mesma unidade está disponível avulsa ou como parte de um kit “Notebook Bundle” na Newegg.com. Ambas as versões custam US$ 220.

Na tabela abaixo nós fornecemos informações técnicas mais detalhadas sobre as unidades testadas. Por alguma razão a maioria dos fabricantes de chips não divulga em seu site informações específicas sobre esses chips, e por isso estamos colocando link apenas nos chips que encontramos mais informações técnicas.

Modelo Controlador Buffer Memória
Intel 320 Series Intel PC29AS21BA0 64 MB (Hynix H5585162EFR) Intel 29FI6B08CCMEI 
Kingston SSDNow V100 Toshiba JMF618 64 MB (Mira P3R12E4JIFF) Toshiba TH58NVG6D2FTA20 
Patriot Torqx 2 Phison PS3105-S5 128 MB (Hynix H5MS1G22AFR) Toshiba TH58NVG7D2FLA89


Comentários de usuários

Respostas recomendadas

poxa, gostei bastante do produto, pena que é salgado pro meu bolso rsrs

Tem uns errinhos: Na parte das fotos, as duas fotos são identicas, sendo que uma seria superior e a outra inferior (pag.2)

Na tabela onde compara os SSD's todos estão são descritos com 160gb, mas os outros comparados são de 128gb (pag.1)

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Legal terem incluido o PC Mark 7 no teste pra dar uma ideia mais prática de uso no dia-a-dia, por assim dizer, da velocidade de acesso a um ambiente mais comum.

Tenho umas dúvidas em relação ao tamanho dos blocos de leitura.

Sempre vejo os discos sendo mais lentos nos comparativos com blocos de 4kB em relação a blocos maiores, de 512kB e fico me perguntando duas coisas: Porque isso acontece, se em teoria, seria muito mais rápido escrever 4kB de informação do que 512kB e também, quando e porque alguem usaria blocos menores (4kB em vez de 512kB) se nesses casos as velocidades de leitura (especialmente) e mesmo de escrita são tão menores?

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Legal terem incluido o PC Mark 7 no teste pra dar

Tenho umas dúvidas em relação ao tamanho dos blocos de leitura.

Sempre vejo os discos sendo mais lentos nos comparativos com blocos de 4kB em relação a blocos maiores, de 512kB e fico me perguntando duas coisas: Porque isso acontece, se em teoria, seria muito mais rápido escrever 4kB de informação do que 512kB e também, quando e porque alguem usaria blocos menores (4kB em vez de 512kB) se nesses casos as velocidades de leitura (especialmente) e mesmo de escrita são tão menores?

A taxa mostrada nos testes é a taxa de transferência média, então a afirmação de que escrever 4KB é mais rápido não faz sentido.

E entenda blocos de 4KB ou de 512KB como tamanho do arquivo, então se usa blocos de 4KB porque existem arquivos com 4KB.

É mais demorado escrever 256 arquivos de 4KB do que 2 de 512KB, por exemplo, porque no fim de cada bloco, o dispositivo (no nosso caso o SSD) tem que processar a informação de um novo bloco, então a medida que com blocos de 4KB o SSD precisa fazer essa operação 256 vezes, com blocos de 512KB esse processo só será realizado 2 vezes.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
A taxa mostrada nos testes é a taxa de transferência média, então a afirmação de que escrever 4KB é mais rápido não faz sentido.

E entenda blocos de 4KB ou de 512KB como tamanho do arquivo, então se usa blocos de 4KB porque existem arquivos com 4KB.

É mais demorado escrever 256 arquivos de 4KB do que 2 de 512KB, por exemplo, porque no fim de cada bloco, o dispositivo (no nosso caso o SSD) tem que processar a informação de um novo bloco, então a medida que com blocos de 4KB o SSD precisa fazer essa operação 256 vezes, com blocos de 512KB esse processo só será realizado 2 vezes.

Pensei nisso até, mas então, porque usar blocos menores? Pelo menos hoje isso não parece fazer sentido, sendo que arquivos de texto podem ser pequenos, mas na maioria dos casos, como por exemplo no uso do dia-a-dia, onde vão ser escritos muitos arquivos de fotos ou vídeos, jogos e qualquer outra aplicação mais "pesada", blocos de 4kB seriam limitadores de desempenho.

Tem alguma situação em que há benefíco em se usar blocos pequenos em detrimento de blocos maiores?

Mais uma coisa: Já não sei se não to fazendo confusão, mas que decide o tamanho desses "blocos" é o sistema ou nós usuários é que escolhemos isso quando decidimos o "tamanho da unidade de alocação" durante a formatação da unidade?

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

A desvantagem de usar blocos de 512KB seria o espaço em disco ocupado, onde qualquer arquivo ocuparia um múltiplo de 512KB em disco, seja ele um arquivo de 1 byte ou de 1GB. Imagine um sistema operacional como o Windows, onde existem milhares de arquivos pequenos, o espaço ocupado em disco seria muito maior, não valeira a pena.

E vários arquivos hojes tem tamanhos menores que 512KB ou 4KB, na verdade esses arquivos em número são maioria.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisa ser um usuário para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas comunidades sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

Aprenda a ler resistores e capacitores

EBOOK GRÁTIS!

CLIQUE AQUI E BAIXE AGORA MESMO!