Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Entre para seguir isso  

Teste do Disco Rígido Externo à Prova de Desastres ioSafe Solo

       
 53.650 Visualizações    Testes  
 29 comentários

Nós literalmente ateamos fogo neste disco rígido externo à prova d’água e fogo. Será que ele sobreviverá? Confira!

Teste do Disco Rígido Externo à Prova de Desastres ioSafe Solo
Produto Recomendado

Produto Recomendado

Introdução

O Solo da ioSafe é um disco rígido externo desenvolvido para manter os dados seguros em caso de um desastre – especialmente causado por fogo ou enchente. Este produto está disponível em quatro capacidades: 500 GB, 1 TB, 1,5 TB e 2 TB. Nós ateamos fogo no modelo de 500 GB e em seguida jogamos vários litros de água sobre ele. Vejamos se o bicho sobreviveu!

Nos EUA este produto vem com uma garantia de três anos e um serviço grátis de recuperação de dados por um ano. Por US$ 100 você pode comprar uma garantia estendida de cinco anos que inclui o serviço de recuperação de dados pelo mesmo período.

A propósito, a ioSafe tem uma linha de unidades SSD também resistente à impactos – de acordo com o fabricante essas unidades suportam quedas de um prédio de oito andares.

Nas Figuras 1 e 2 você tem uma visão geral do Solo, que vem na cor prata. O produto parece com um bloco de concreto curvado com a logomarca da ioSafe estampada na parte frontal. Os LEDs na parte frontal do ioSafe brilham em azul quando o disco está em uso.

ioSafe Solo
Figura 1: ioSafe Solo.

ioSafe Solo
Figura 2: ioSafe Solo.

Como você pode ver na Figura 2, há apenas uma conexão para um cabo USB 2.0 – embora os modelos SSD sejam compatíveis com o padrão eSATA. Para aumentar a segurança este modelo vem com um orifício na parte traseira do gabinete para a instalação de um dispositivo anti-furto.

ioSafe Solo
Figura 3: Cabos.

Vamos agora dar uma olhada na parte interna do Solo.

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Artigos similares


Comentários de usuários




Legal o teste, mas dizer que o disco é a prova de fogo e água não é bem correto e sim o case onde ele fica armazenado, pois é um disco comum.

Mas achei uma boa ideia dos fabricantes, agora faltou fazer um teste dele funcionando e recebendo uma inundação, tipo jogar em um balde cheio de água com cabo e tudo mas ligado ao pc para ver se algum curto poderia danificar a controladora e etc. só para simular uma enchente em uma empresa em plena operação.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Realmente ele sobreviveria a um incêndio e quando os bombeiros chegassem e apagassem o fogo, os dados ainda estaríam íntegros. Acho que ele é válido para o que é proposto. Agora uma porta eSATA era muito bem vinda para aumentar a performance, como foi dito no teste.

Parabéns ao CDH.

Valeu!!!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Churrasco de HD... :D

Realmente, isso que é resistência.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

parece ser otimo para guardar backups... ja que é muito resistente :D

Mas achei uma boa ideia dos fabricantes, agora faltou fazer um teste dele funcionando e recebendo uma inundação, tipo jogar em um balde cheio de água com cabo e tudo mas ligado ao pc para ver se algum curto poderia danificar a controladora e etc. só para simular uma enchente em uma empresa em plena operação.

ligado eu acho q poderia dar um curto, mais ja nao esta bom ele ficar meia hora no fogo e ainda funcionar??? :lol:

abs...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Alguém além de mim achou que aos 5:24 do video ele estava carregando uma pistola ou espingarda para atirar no HD? (prestem atenção no som)

Belo teste, deve ter sido o mais divertido da história do CdH, hehehe.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

fiquei com uma duvida......

como os conectores e os fios não queimaram ou derreteram depois do fogo ??

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Só faltou jogar ele de um prédio, assim como uma pessoa faria num incêndio XD!!!

Mas tocar fogo, afogar e ainda assim funcionar é F**A!!!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Legal... bom pra quem precisa guardar dados importantes de empresas! Mas só faltou espatifar ele no chão, hehe!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

7kgs! 500GB DHUSAHDUADDHUA

chega a ser engraçado rsrsrs

parece um no-break

falta só ser blindado rárárárárá

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Agora que eu entendi, depois dele pegar fogo parece que o case não presta mais para ser usado, mas o disco dentro dele continua instacto, terá que ser colocado direto em uma CPU

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Visitante: germano95

bela facanha do cdh!

:devil: ideias e o que nao faltam para fazer bobisse com o hd :santo:

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Esclarecendo que os cabos dentro do gabinete estavam completamente derretidos após o teste. A ideia é preservar o disco somente. A carcaça e os cabos ficam inutilizados após um incêndio.

Abraços,

Gabriel Torres.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Acho que na verdade, o objetivo nem é preservar o disco, e sim apenas os dados. Tanto que o fabricante ainda oferece serviço de recuperação de dados incluído no preço do produto.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Boa noite a todos.

Apenas fazendo uma correção no artigo.

Na primeira página, ou seja, na Introdução, em uma das ultimas frases, no fim da página, o texto estava escrito assim:

"Como você pode VER na Figura 2, há apenas uma conexão para um cabo USB 2.0 – embora os modelos SSD sejam compatíveis com o padrão eSATA."

Não sei se mais algum leitor percebeu, mas a palavra ver (destacada no texto em negrito), ficou faltando.

Seria legal ser feita a correção desta palavra, ou melhor, ser feita a correção de sua falta.

Um abraço a todos,

Yago Gomes

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

util pra poucos, mas é bem resistente mesmo, sera que ele dentro de um balde ligado no micro ia funcionar? hehe.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Esse foi o artigo mais hardcore do clubedohardware desde que o Gabriel Torres destruiu o som dele na base da porrada!!!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Esse foi o artigo mais hardcore do clubedohardware desde que o Gabriel Torres destruiu o som dele na base da porrada!!!

Esse aí eu não vi...

Tem o link? :D

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

também queria ver esse, haha esse teste deve ter sido muito da hora mesmo, esse produto é mesmo do cap*ta sobrevive ao fogo ^^ poderia sobreviver também congelado kkk

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Achei a premissa deste bastante interessante, cumpre o que é proposto e seu custo é menor do que contratar empresas especilizadas em recuperar / salvar dados. (dependendo do caso, é claro)

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Realmente, esse foi o teste mais bizarro que já vi no CdH. Colocando fogo em um HD Externo, bem hilário :P

Mas... ótimo este disco, perfeito!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Esclarecendo que os cabos dentro do gabinete estavam completamente derretidos após o teste. A ideia é preservar o disco somente. A carcaça e os cabos ficam inutilizados após um incêndio.

Abraços,

Gabriel Torres.

Gabriel, tem uma foto do interior pra nós aí?, queria ver a destruição do interior

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Link para a destruição do som Aiwa do Gabriel, no post também tem links para outros artigos mais Hardcore. Curioso que depois disso o ClubedoHardware ficou mais comportado, foi bom ver o HD pegando fogo, me lembrou da época que comecei a ler Clube do Hardware.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Tem também um do GT destruindo seu celular Siemens C45, huahuahua :lol:

http://gabrieltorres.blogspot.com/

No caso desse HD estar ligado por cabos a uma máquina, com certeza esses cabos não são a prova de fogo e derreteriam, causando um curto. Porém certamente esse case possui algum mecanismo eletrônico capaz de desligar todo o circuito em caso de incêndio, porque um curto-circuito atingindo o HD fatalmente iria fazê-lo perder todos os dados.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Gabriel, tem uma foto do interior pra nós aí?, queria ver a destruição do interior

Não temos.

Lembrando que não fui eu que escrevi este teste, note bem.

Abraços,

Gabriel.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Tem também um do GT destruindo seu celular Siemens C45, huahuahua :lol:

http://gabrieltorres.blogspot.com/

No caso desse HD estar ligado por cabos a uma máquina, com certeza esses cabos não são a prova de fogo e derreteriam, causando um curto. Porém certamente esse case possui algum mecanismo eletrônico capaz de desligar todo o circuito em caso de incêndio, porque um curto-circuito atingindo o HD fatalmente iria fazê-lo perder todos os dados.

Eu lembro tanto do som quanto do celular.

Bom tempos aqueles...

Estamos todos muito comportados ultimamente.

Quanto ao teste, muito bom.

Pra quem necessita de verdadeira segurança nos dados, mão na roda.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

GRÁTIS: minicurso “Como ganhar dinheiro montando computadores”

Gabriel TorresGabriel Torres, fundador e editor executivo do Clube do Hardware, acaba de lançar um minicurso totalmente gratuito: "Como ganhar dinheiro montando computadores".

Você aprenderá sobre o quanto pode ganhar, como cobrar, como lidar com a concorrência, como se tornar um profissional altamente qualificado e muito mais!

Inscreva-se agora!