Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Teste do SSD Crucial P1 de 1.000 GiB

       
 16.164 Visualizações    Testes  
 2 comentários

O Crucial P1 de 1.000 GiB é um SSD formato M.2 com interface PCI Express 3.0 x4, que utiliza memórias QLC. Vamos ver como é o seu desempenho.

Teste do SSD Crucial P1 de 1.000 GiB
Produto Recomendado

Produto Recomendado

Introdução

Testamos o Crucial P1, SSD de baixo custo que usa formato M.2, interface PCI Express 3.0 x4 e memórias QLC. Vamos ver como o modelo de 1.000 GiB se sai comparado com outros SSDs de mesma capacidade.

O Crucial P1 pode ser encontrado em capacidades de 500 GiB e 1.000 GiB, ambas no formato M.2 2280. O modelo testado é o de 1.000 GiB, cujo código é CT1000P1SSSD8.

Antes de prosseguirmos com este teste, sugerimos a leitura do tutorial “Anatomia das unidades SSD”, onde você encontrará informações sobre essas unidades.

Assim como o Intel 660p, o Crucial P1 utiliza os recentes chips de memória QLC, que armazenam quatro bits por célula, enquanto as memórias mais utilizadas atualmente são do tipo TLC, que armazenam três bits por célula. O uso desse tipo de memória barateia o custo do SSD, mas o desempenho e a durabilidade são prejudicados.

O Crucial P1 (como o Intel 660p) possui um cache SLC dinâmico. Como as memórias QLC são mais lentas para gravação do que os demais tipos, o chip controlador aloca parte das células de memória para funcionarem como se fossem do tipo SLC, ou seja, armazenando um bit por célula. Quando você grava informações no SSD, eles são gravados nestas células e, posteriormente (quando o SSD estiver ocioso), transferidos para outras, aí sim gravando quatro bits por célula (que é um processo mais lento). Isto acelera muito a gravação, desde que a quantidade de dados sendo gravada seja menor do que o tamanho de cache disponível.

O tamanho deste "cache SLC" é variável, dependendo da quantidade de espaço disponível no SSD. Assim, é de se esperar que o desempenho de escrita de grande quantidade de dados seja maior quando o SSD está vazio do que quando está quase cheio.

Além disso, o Crucial P1 é um dos poucos SSDs de baixo custo a utilizarem protocolo NVMe e interface PCI Express 3.0 x4, já que, normalmente, este tipo de interface é utilizada por SSDs topo de linha, enquanto a maioria dos SSDs de baixo custo utilizam interface SATA-600. Na prática, o P1 tem um patamar de preço similar ao de modelos de entrada de mesma capacidade com interface SATA-600.

O Crucial P1 de 1.000 GiB tem velocidade máxima nominal de leitura de 2.000 MiB/s e de escrita de 1.700 MiB/s, mais de três vezes superior aos valores típicos dos modelos SATA.

Para termos uma ideia de seu desempenho na prática, comparamos o Crucial P1 de 1.000 GiB ao Intel 660p de capacidade semelhante. Além disso, incluímos o WD Blue de 1.000 GiB (que utiliza interface SATA-600) e o WD Black de 1.000 GiB (que utiliza interface PCI Express 3.0 x4). Note que o concorrente direto do Crucial P1 é o Intel 660p, já que ambos têm preços e características similares. O WD Blue também pode ser considerado um concorrente direto do P1, já que tem um preço semelhante, enquanto o WD Black, apesar de algumas características similares, é um modelo bem mais caro e, portanto, não é um competidor direto do modelo da Crucial; nós só o incluímos no comparativo para ilustrar como é o desempenho de um modelo topo de linha.

Todas as unidades testadas têm, na verdade, 1 TiB (1.024 GiB) de memória total, mas nos modelos de 1.000 GiB, 24 GiB são reservados para uso interno (“overprovisioning”), usados pelos mecanismos de coleta de lixo e balanceamento de desgaste.

O total de bytes gravados (TBW, que significa a quantidade de dados gravados na unidade até que a mesma possa ter problemas por desgaste) do Crucial P1 é de 200 TiB, igual ao do Intel 660p e inferior ao dos demais modelos testados, o que é uma característica negativa das memórias QLC. Para saber mais sobre o que significa esta informação, assista ao nosso vídeo sobre durabilidade de SSDs.

Na tabela abaixo comparamos as unidades testadas. Os preços foram pesquisados no dia da publicação deste teste.

Fabricante Modelo Código do Modelo Capacidade Nominal Formato Interface Preço nos EUA
Crucial P1 CT1000P1SSSD8 1.000 GiB M.2 2280 PCI Express 3.0 x4 US$ 99
Intel 660p SSDPEKNW010T8X1 1.024 GiB M.2 2280 PCI Express 3.0 x4 US$ 95
Western Digital WD Blue WDS100T1B0A 1.000 GiB 2,5 polegadas SATA-600 US$ 110
Western Digital WD Black WDS100T2X0C 1.000 GiB M.2 2280 PCI Express 3.0 x4 US$ 239

Na tabela abaixo, fornecemos um comparativo de detalhes técnicos das duas unidades. TBW (Total Bytes Written) significa a quantidade de dados que podem ser gravados na unidade até que a mesma possa ter problemas por desgaste.

Modelo Controlador Buffer Memória TBW
Crucial P1 Silicon Motion SM2263EN 1 GiB 2x 512 GiB Micron NW947 200 TiB
Intel 660p Silicon Motion SM2263EN 256 MiB 2x 512 GiB Intel 29F04T2ANCQH1 200 TiB
WD Blue Marvell 88SS1074 1 GiB 8x 128 GiB SanDisk 05478 400 TiB
WD Black SanDisk 20-82-00700-A1 1 GiB 2x 512 GiB Sandisk 05561 600 TiB

Compartilhar

  • Curtir 6


  Denunciar Artigo

Artigos similares


Comentários de usuários


O desempenho é fantástico, pelo mesmo valor eu comprei um OCZ Vector 256GiB há 5 anos, e era o melhor SSD que existia na época, estou com ele até hoje, e hoje podemos comprar 4x mais capacidade e 4x mais velocidade com o mesmo orçamento, as coisas estão evoluindo muito rápido e o mais importante é que sim está cada vez mais acessível.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Fantastico! Fico feliz de ver esse teste, pois possou o modelo de 500gb deste. E realmente ele é bem rápido!

 

Na pratica com copia de grandes conteudos você sente mesmo a queda de performance, assim como vejo em HD mecanico quando esquenta... parece perder boa parte de performance. Mas estou muito satisfeito. 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

GRÁTIS: minicurso “Como ganhar dinheiro montando computadores”

Gabriel TorresGabriel Torres, fundador e editor executivo do Clube do Hardware, acaba de lançar um minicurso totalmente gratuito: "Como ganhar dinheiro montando computadores".

Você aprenderá sobre o quanto pode ganhar, como cobrar, como lidar com a concorrência, como se tornar um profissional altamente qualificado e muito mais!

Inscreva-se agora!