Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Converta seus LPs em CDs

       
 257.140 Visualizações    Tutoriais  
 5 comentários

Aprenda passo a passo a converter LPs em CDs! Atualizado!

Converta seus LPs em CDs
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

Nesse tutorial mostraremos a você um guia passo-a-passo de como converter sua coleção de discos de vinil em CDs, incluindo como conectar o seu toca-discos ao computador e como remover o ruído das gravações. Para isso, você precisará dos seguintes componentes:

  • Um toca-discos;
  • Um receiver;
  • Um computador com placa de som instalada;
  • Um cabo RCA estéreo com fio terra para conectar o toca-discos ao receiver;
  • Um cabo com conector mini (P2) estéreo em uma das pontas e na dois conectores RCA na outra para conectar o receiver ao computador;
  • Caixas acústicas para monitorar o que está sendo gravado;
  • Mídias CD-R virgens;
  • Software de gravação de áudio;
  • Software para remoção de ruído;
  • Software de gravação de CD.

Falaremos sobre cada um desses componentes durante nosso tutorial.

Primeiramente, gostaríamos de deixar bem claro para você que por melhor que seja feita essa conversão, a qualidade nunca ficará igual à de um CD profissional. O grande vilão dessa história é o ruído, e tomaremos algum tempo explicando esse problema. Assim, se você é um audiófilo, prefira comprar a versão em CD dos seus discos favoritos do que fazer esse tipo de conversão.

É claro que existem casos em que a conversão é vantajosa. O mais óbvio é quando o disco de vinil que você possui é raro e nunca foi lançado no mercado em CD. Outro caso é o custo. Sai muito mais barato converter sua coleção inteira de LPs em CDs do que comprar toda a sua coleção de discos novamente em CD. Nesse caso, a conversão de LPs em CDs é vantajosa, especialmente se você não é um audiófilo preocupado com baixos níveis de ruído.

Uma outra desvantagem da conversão é que você terá os discos gravados em mídias de CD-R, sem capa nem encarte. Se você é do tipo que realmente curte ter um CD completo, com capa e encarte, então prefira comprar o CD na loja a converter o seu equivalente de vinil.

Mas voltando ao ruído, existem dois tipos de ruído que são gerados durante o processo de conversão de um disco de vinil em um CD. O primeiro tipo de ruído é o ruído proveniente do próprio disco de vinil, tal como estalidos causados por pequenos arranhões existentes na superfície do disco. É possível apagar esse tipo de ruído através do computador e em outro momento nós veremos como isso é feito.

O segundo tipo de ruído é o ruído causado pelo próprio equipamento, chamado ruído branco. O ruído branco pode ser proveniente de vários locais: do toca-discos, do amplificador (receiver), da placa de som, dos cabos usados nas conexões, etc. Para entender o que é o ruído branco, faça a seguinte experiência em casa: em um aparelho de som com toca-fitas, coloque uma fita para tocar. Pressione a tecla pause e deixe-a pressionada. Aumente o volume do amplificador. Você escutará claramente um ruído (chiado) que não está sendo gerado pela fita cassete, mas sim pelo próprio toca-fitas. Este é o ruído branco. Obviamente quando convertermos o nosso disco de vinil para um CD não queremos a presença desse tipo de ruído.

A quantidade de ruído que um aparelho de áudio gera é chamado relação sinal/ruído ou SNR (Signal-to-Noise Ratio), que é medida em uma unidade chamada decibel. Quanto maior essa relação, melhor. Um aparelho de CD, por exemplo, possui uma relação sinal/ruído maior do que um toca-fitas. Se você fizer a mesma experiência que descrevemos acima com um CD player em vez de um toca-fitas, você perceberá que a quantidade de ruído será menor – praticamente imperceptível, se você tiver um bom aparelho de som.

Por isso, um dos principais fatores para que o resultado da sua conversão de LPs em CDs seja o mais próximo possível da perfeição é a ausência de ruído. A escolha de uma placa de som com um baixo nível de ruído (uma relação sinal/ruído alta) é o ponto de partida para a inexistência do ruído branco. Na próxima página explicaremos mais sobre esse assunto.

Editado por Gabriel Torres

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Artigos similares


Comentários de usuários


aí galera muito obrigado mesmo pelo tutorial vou comprar uma placa de som para mim e converter alguns Discos de vinis para mp3

Mais aí e possivel converter aquelas fitinhas antigas??

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

muito bom o artigo, mostra com detalhes as conexões, muitos usuarios de computador não sabem ligar o aparelho de som no computador! :ahh:

Só pecou em somente citar programas comerciais, seria uma boa se citassem freewares ou opensorce também, existem vários com boa qualidade

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Muito bom esse artigo heim !!

Agora... segue uma sugestão para artigos desse tipo. Se fosse possível incluir uma ideia média de custo pra isso, isto é, claro que existem um milhão de opções mas poderia incluir uma ideia básica de custo pra quem está querendo começar e está completamente perdido, por exemplo:

Receiver : Variando entre 300 e 1000 (ou coisa do tipo)

Cabos: 10 a 50 reais

Pickup + agulha: 500

Placa de som semi profissional: 200 reais

PC: Proc. Acima de 1 Gb, 512 RAM e 20 Gb livres. (uma recomendação de hardware e SW mínima)

É só uma sugestão.. sei que é complicado passar essas informações pois como é citado na parte de SW... cada um escolhe o que gosta... !!

Mas fica ai a ideia !!

Abraço e parabéns pelo artigo !!!

Caverna

:bandeira:

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Muito bom o tutorial mesmo. Só achei que faltou um pouco mais de informações técnicas para escolher o receiver. Na verdade, pelo que eu andei pesquisando, existem aparelhos mais simples, próprios para essa função de converter vinil para CD, e também mais baratos, mas fiquei meio no escuro para ver a qualidade deles.. Se alguém souber como escolher um bom receiver (ou pré-amplificador), que não tenha muitos recursos extras desnecessários para esse tipo de conversão, dá um toque ai.

falou, abraço.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Alguém saberia se o meu problema é "resolvível" sem eu ter que comprar uma placa de som?

O que acontece é o seguinte: Eu consigo ouvir perfeitamente os sons do toca discos no pc, porém, na hora de gravar, fica em branco (sem som). No meu pc antigo eu conseguia gravar perfeitamente (Era um pentium 100mhz, com uma SB16 - ISA). Já com minha atual placa on board - P5P800S com o i848P - isto não é possível. Alguém poderia ajudar? Ahh, desculpem-me se este for o local inadequado para postar dúvidas, mas, talvez por ser novo aqui não consigo encontrar o local adequado.

Obrigado.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×