Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Teste do Headset Siberia V2 Cross-Platform da SteelSeries

       
 27.937 Visualizações    Testes  
 0 comentários

A consagrada linha Siberia V2 ganha modelo de headset que funciona no PC e nos consoles Xbox 360 e PlayStation 3. Confira nossa avaliação.

Teste do Headset Siberia V2 Cross-Platform da SteelSeries

Testando o Siberia V2 Cross-Platform

Já pontuamos um detalhe em outros testes de headsets estéreo: quem opta por modelos do gênero abre mão da imersão sonora da mixagem em seis canais do sistema 5.1. Jogos como Battlefield 3 fazem uso excelente da trilha em som surround, cujos efeitos se perdem em headsets simplesmente estereofônicos. Com esse detalhe em mente, vamos analisar o desempenho do Siberia V2 Cross-Platform.

Não há como reclamar de graves anêmicos quando se tem um alto-falante de 50 mm. Com o ouvido (praticamente) todo coberto, a sensação de explosões, tiros e ronco de motores é bem forte. Músicas baseadas em frequências baixas, como hip-hop e eletrônica, também ganham registro possante. Caso o jogo tenha opções de áudio, é bom conselho selecionar som estéreo 2.0 para evitar cacofonia. O que mais impressiona no Siberia V2 é o registro de voz, tanto pelo microfone que praticamente pode ser colocado dentro da boca, quanto pela função LiveMix, que destaca a voz dos colegas na conversa sem tornar ensurdecedora a experiência sonora do jogo. Chega de mandar os amigos falarem mais baixo para se conseguir ouvir as instruções dos personagens na tela.

Siberia V2
Figura 8: Siberia V2 Cross-Platform na cabeça

Quanto ao conforto, dá para entender por que o Siberia V2 Cross-Platform é um dos carros-chefes da Steelseries. É levíssimo na cabeça, apesar do tamanho, e extremamente confortável. A alça suspensa evita que um único ponto sirva de apoio ao peso do headset, pois o usuário pode movê-la mais para frente ou para trás do cocoruto. A única questão desse design mais leve e aberto é que os alto-falantes não vedam totalmente o ouvido, apesar de a Steelseries divulgar que eles promovem isolamento acústico. Pelo menos a entrada de ar refresca as orelhas em horas de jogatina, uma vez que o headset é tão confortável que o tempo passa e o usuário não sente o peso na cabeça.

Finalmente, vamos à principal característica do produto, que é atender a várias plataformas de jogos. Apesar dos vários adaptadores e cabos, cada um tem sua função, seja no PC ou em consoles, e os diagramas no manual apontam rapidamente como fazer as conexões. Testamos em nosso PC e PlayStation 3, e contamos com a colaboração de um amigo dono de um Xbox 360 para ver se o Siberia V2 realmente cumpria a promessa de funcionar nas três plataformas. Foi tudo simples e descomplicado – e o grande fio de 3 metros chega ao televisor e ao console sem problemas (atenção, donos de gatos: o fio SERÁ motivo de curiosidade e brincadeiras indevidas).

A única reclamação quanto ao uso é o fato de os controles de volume no AudioMixer serem pequenos e difíceis de achar no escuro. Um LED cairia bem, especialmente para diferenciar visualmente entre as rodas de volume de voz e do som do jogo em si.

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


Muito obrigado equipe do CDH por mais um teste de produto de alta qualidade. Foram muito objetivos mostrando exatamente (pelo menos no meu caso) o que deve ser mostrado. Muito obrigado!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×