Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Teste da Fonte de Alimentação BlueCase de 500 W

       
 303.764 Visualizações    Testes  
 33 comentários

Testamos mais uma fonte de alimentação de marca nacional, desta vez o modelo de 500 W “reais” e 520 W “de pico” da BlueCase. Será que podemos confiar? Confira.

Teste da Fonte de Alimentação BlueCase de 500 W
Produto Bomba

Produto Bomba

Testes de Carga

Nós fizemos vários testes com esta fonte de alimentação, conforme descrito em nosso artigo “Nossa Metodologia de Testes de Fontes de Alimentação”.

Como com fontes de marcas nacionais de baixo custo nunca temos como saber de antemão se elas vão conseguir entregar suas potências rotuladas ou não, nós as testamos de maneira um pouco diferente. Nós vamos aumentando a carga aos poucos, até descobrirmos o máximo que a fonte é capaz de fornecer. Como sempre, nós puxamos sempre mais corrente/potência das saídas de +12 V, pois isso reflete melhor o uso de um computador moderno, visto que o processador e a placa de vídeo são conectados a esta saída.

Se você somar todas as potências listadas para cada teste você pode encontrar um valor diferente do que publicamos na linha “Total” abaixo. Como cada saída pode ter uma pequena variação (por exemplo, a saída de +5V trabalhando a 5,10 V) a quantidade total de potência sendo fornecida é um pouco diferente do valor calculado. Na linha “Total” estamos usando a quantidade real de potência sendo fornecida, medida pelo nosso testador de carga.

+12VA e +12VB são as entradas independentes de +12 V do nosso testador de carga e como esta fonte só possui um único barramento ambas foram conectadas ao único barramento existente. O conector ATX12V foi ligado à entrada +12VB enquanto todos os demais conectores foram ligados à entrada +12VA do nosso testador.

Entrada

Teste 1

Teste 2

Teste 3

Teste 4

+12VA

3 A (36 W)

3,5 A (42 W)

4,25 A (51 W)

5,5 A (66 W)

+12VB

2,5 A (30 W)

3,25 A (39 W)

4,25 A (51 W)

5,5 A (66 W)

+5 V

1 A (5 W)

1 A (5 W)

1,5 A (7,5 W)

1,5 A (7,5 W)

+3,3 V

1 A (3,3 W)

1 A (3,3 W)

1,5 A (4,95 W)

1,5 A (4,95 W)

+5VSB

1 A (5 W)

1 A (5 W)

1 A (5 W)

1 A (5 W)

-12 V

0,5 A (6 W)

0,5 A (6 W)

0,5 A (6 W)

0,5 A (6 W)

Total

85,4 W

100,2 W

125,3 W

156,0 W

% Carga Máx.

17,1%

20,0%

25,1%

31,2%

Temp. Ambiente

44,4° C

43,5° C

42,9° C

42,9° C

Temp. Fonte

52,8° C

51,4° C

50,2° C

49,8° C

Regulação das Tensões

Reprovada em +5 V

Reprovada em +5 V

Reprovada em +5 V

Reprovada em +5 V

Oscilação e Ruído

Aprovada

Aprovada

Aprovada

Aprovada

Potência CA

112,4 W

130,9 W

163,5 W

204,4 W

Eficiência

76,0%

76,5%

76,6%

76,3%

Tensão CA

115,0 V

114,4 V

113,1 V

112,4 V

Fator de Potência

0,645

0,660

0,667

0,675

Resultado Final

Reprovada

Reprovada

Reprovada

Reprovada


Entrada

Teste 5

Teste 6

Teste 7

Teste 8

+12VA

6,25 A (75 W)

7,25 A (87 W)

8 A (96 W)

9 A (108 W)

+12VB

6,25 A (75 W)

7,25 A (87 W)

8 A (96 W)

9 A (108 W)

+5 V

2 A (10 W)

2 A (10 W)

2,5 A (15 W)

2,5 A (12,5 W)

+3,3 V

2 A (6,6 W)

2 A (6,6 W)

2,5 A (8,25 W)

2,5 A (8,25 W)

+5VSB

1 A (5 W)

1 A (5 W)

1 A (5 W)

1 A (5 W)

-12 V

0,5 A (6 W)

0,5 A (6 W)

0,5 A (6 W)

0,5 A (6 W)

Total

175,6 W

197,8 W

221,4 W

243,3 W

% Carga Máx.

35,1%

39,6%

44,3%

48,7%

Temp. Ambiente

43,2° C

43,6° C

45,2° C

45,9° C

Temp. Fonte

49,7° C

50,0° C

52,3° C

53,1° C

Regulação das Tensões

Reprovada em +5 V

Reprovada em +5 V

Reprovada em +5 V

Reprovada em +5 V

Oscilação e Ruído

Aprovada

Aprovada

Aprovada

Aprovada

Potência CA

230,4 W

261,7 W

299,5 W

334,5 W

Eficiência

76,2%

75,6%

73,9%

72,7%

Tensão CA

112,3 V

112,8 V

112,4 V

110,8 V

Fator de Potência

0,678

0,681

0,683

0,683

Resultado Final

Reprovada

Reprovada

Reprovada

Reprovada


Entrada

Teste 9

Teste 10

Teste 11

Teste 12

+12VA

10 A (120 W)

11 A (132 W)

12 A (144 W)

13 A (156 W)

+12VB

10 A (120 W)

11 A (132 W)

12 A (144 W)

13 A (156 W)

+5 V

3 A (15 A)

3 A (15 A)

3,5 A (17,5 W)

3,5 A (17,5 W)

+3,3 V

3 A (9,9 W)

3 A (9,9 W)

3,5 A (11,55 W)

3,5 A (11,55 W)

+5VSB

1 A (5 W)

1 A (5 W)

1 A (5 W)

1 A (5 W)

-12 V

0,5 A (6 W)

0,5 A (6 W)

0,5 A (6 W)

0,5 A (6 W)

Total

268,4 W

289,4 W

313,4 W

322,4 W

% Carga Máx.

53,7%

57,9%

62,7%

64,5%

Temp. Ambiente

47,6° C

49,5° C

40,4° C

45,7° C

Temp. Fonte

55,4° C

57,9° C

52,2° C

55,5° C

Regulação das Tensões

Reprovada em +12VB e +5 V

Reprovada em +12 V e +5 V

Reprovada em +12 V e +5 V

Reprovada em +12 V e +5 V

Oscilação e Ruído

Aprovada

Aprovada

Aprovada

Reprovada em + 12 V, +5 V e -12 V

Potência CA

379,4 W

418,7 W

462,0 W

533,0 W

Eficiência

70,7%

69,1%

67,8%

60,5%

Tensão CA

110,7 V

111,0 V

110,0 V

109,1 V

Fator de Potência

0,684

0,686

0,683

0,686

Resultado Final

Reprovada

Reprovada

Reprovada

Reprovada

Nós só conseguimos puxar até cerca de 320 W da BlueCase de 500 W “reais” (o retificador de +12 V queimou após coletarmos os dados do teste 12). E este é o menor dos problemas desta fonte. Ela conseguiu a proeza de ser reprovada em todos os nossos testes.

A eficiência desta fonte chegou ao fundo do poço em 60,5%, sendo uma das menores eficiência que já vimos até hoje em uma fonte de alimentação chaveada. Ao que tudo indica, esta é uma fonte que foi originalmente projetada para ser um produto de 230 W, visto que a partir desta potência a eficiência começa a cair abaixo de 74%.

A saída de +5 V ficou sempre acima do máximo permitido, o que poderá sobrecarregar componentes do seu computador e até mesmo, em casos extremos, queimá-los. Ver tabelas abaixo. A especificação ATX12V permite que todas as tensões positivas fiquem em até 5% de seus valores nominais e as tensões negativas em até 10% de seus valores nominais. Marcamos em vermelho os valores fora da faixa de operação adequada.

Entrada

Teste 1

Teste 2

Teste 3

Teste 4

Teste 5

Teste 6

+12VA

≤ 3%

≤ 3%

≤ 3%

≤ 3%

≤ 3%

≤ 3%

+12VB

≤ 3%

≤ 3%

≤ 3%

≤ 3%

≤ 3%

≤ 3%

+5 V

+5,30 V

+5,31 V

+5,30 V

+5,31 V

+5,31 V

+5,33 V

+3,3 V

≤ 3%

≤ 3%

≤ 3%

≤ 3%

≤ 3%

≤ 3%

+5VSB

≤ 3%

≤ 3%

≤ 3%

≤ 3%

≤ 3%

≤ 3%

-12 V

-11,42 V

-11,45 V

-11,60 V

≤ 3%

≤ 3%

≤ 3%


Entrada

Teste 7

Teste 8

Teste 9

Teste 10

Teste 11

Teste 12

+12VA

≤ 3%

+11,59 V

+11,51 V

+11,37 V

+11,31 V

+10,81 V

+12VB

≤ 3%

+11,51 V

+11,39 V

+11,22 V

+11,17 V

+10,61 V

+5 V

+5,31 V

+5,34 V

+5,35 V

+5,38 V

+5,37 V

+5,49 V

+3,3 V

≤ 3%

≤ 3%

≤ 3%

≤ 3%

≤ 3%

≤ 3%

+5VSB

≤ 3%

≤ 3%

≤ 3%

≤ 3%

≤ 3%

≤ 3%

-12 V

≤ 3%

≤ 3%

-12,47 V

-12,65 V

-12,66 V

-12,71 V

Vamos discutir os níveis de oscilação e ruído na próxima página.

Compartilhar

  • Curtir 2


  Denunciar Artigo

Artigos similares


Comentários de usuários




E aí, ela cumpre o que promete?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
E aí, ela cumpre o que promete?

só olhar o teste '-'

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Quando que as marcas brasileiras vão criar vergonha na cara e fazer produto bom?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
A eficiência desta fonte chegou ao fundo do poço em 60,5%, sendo a menor eficiência que já vimos até hoje em uma fonte de alimentação chaveada.

Isso está na página 7, mas não é o pior índice de eficiência que vocês já viram. A pior eficiência continua sendo a da Casemall Powerex 500W, com eficiência de 59% no teste de carga de 335 W.

https://www.clubedohardware.com.br/artigos/Teste-da-Fonte-de-Alimentacao-Casemall-Powerex-500-W/1898/7

Seguida pela Jitek de 500 W, que ficoui com 59,6%

https://www.clubedohardware.com.br/artigos/Teste-da-Fonte-de-Alimentacao-Jitek-de-500-W/1740/7

É bom lembrar também que fontes de eficiência desse tipo podem ser reprovadas apenas com base na eficiência. A especificação ATX determina que essas fontes tenham um mínimo de 70% de eficiência a 100% de carga, 72% de eficiência a 50% de carga e 65% em cargas leves. Veja que se trata do mínimo. Já o recomendado é de 80% em qualquer carga (a partir da 2.31, já a 2.2 é um pouco diferente nesse aspecto).

Quando que as marcas brasileiras vão criar vergonha na cara e fazer produto bom?

Infelizmente só no dia de São Nunca.

Corrida_Saonunca8_clip_image001_0009.jpg

mas quem sabe, estamos em 2012, então tudo pode acontecer... Até o Corinthiians ganhou a Libertadores, então quem sabe desistam de importar essas bombas...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Quando que as marcas brasileiras vão criar vergonha na cara e fazer produto bom?

Só quando brasileiro deixar de adorar bomba de "500 watts reais". E quase sempre para alimentar computador que consome menos de 200W. Essa BlueCase só não está na lista das fontes mais vendidas na Kabum porque a Kabum não tem ela em catálogo. Mas Ice Age 500, Leadership 500 e Duex 500 lá estão, no top de vendas. A Blue Case é campeã no Mercado Livre.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
A Blue Case é campeã no Mercado Livre.

É isso ai ataquem a Mymax e High Power, valeu CHD por desmascarar mais essa fonte, essa eu pensava que era ruim mas nem tanto assim.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Essa deveria se chamar Red Case ou Black case...

Só de ver aquela chaveta de seleção de tensão eu já passo longe...

"Nunca antes na história desse País se viu uma fonte de energia tão boa companheiros"

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Um erro na página 9 nas especificação

A eficiência está escrita que foi entre 64,5% e 76,6% em 115 V sendo que foi 60,5% e 76,6%

quando a fonte lamentável e digna de processo,

Apressa-te Inmetro

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Isso está na página 7, mas não é o pior índice de eficiência que vocês já viram. A pior eficiência continua sendo a da Casemall Powerex 500W, com eficiência de 59% no teste de carga de 335 W.

https://www.clubedohardware.com.br/artigos/Teste-da-Fonte-de-Alimentacao-Casemall-Powerex-500-W/1898/7

Seguida pela Jitek de 500 W, que ficoui com 59,6%

https://www.clubedohardware.com.br/artigos/Teste-da-Fonte-de-Alimentacao-Jitek-de-500-W/1740/7

Valeu, acabei de modificar o texto para ficar adequado!

Um erro na página 9 nas especificação

A eficiência está escrita que foi entre 64,5% e 76,6% em 115 V sendo que foi 60,5% e 76,6%

quando a fonte lamentável e digna de processo,

Apressa-te Inmetro

Valeu, erro de digitação corrigido!

Um comentário final: só para vocês verem que essa coisa de "potência real" (que, aliás, só existe no Brasil) é pura balela.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Essas fontes nacionais manda o santo benzer para funcionar sem queimar nenhum componente do micro.

Eu já vi isso o padre aqui benzeu uma bomba da duex 500(watts paraguaios) e até hj ela mantem um micro athlon x2 4500 já faz 1 ano e 5 meses kkkkkkk piada

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Tecnologia de watts reais... é pra rachar o bico de escutar uma coisa esdrúxula...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Bomba.

Mas ainda sonho com o dia em que teremos fontes de 150~200W e com pfc ativo a menos de R$ 50...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Bomba.

Mas ainda sonho com o dia em que teremos fontes de 150~200W e com pfc ativo a menos de R$ 50...

eu tb estou na espera

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Achei que seria pior.

Esta empresa faz parte e são os mesmos socios da hoje grande spacebr.

Fora que tem muitas outras informação que é complicado postar.

Bom teste.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Bomba.

Mas ainda sonho com o dia em que teremos fontes de 150~200W e com pfc ativo a menos de R$ 50...

Quando o dolar tiver 0,50R$ e abolirem os impostos isso pode acontecer, nos proximos 5 anos senão só em 2050 quando essa tecnologia tiver bem defasada. :D

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Desmascarada mais essa, o povo passa a correr atrás da Fortrek 500, Advanced 500, Mymax 500 e outras que ainda não foram desmascaradas, a fim de alimentarem seus PCs com consumo máximo de 240W. E duvidam e contestam se lhes for dito que compraram uma bomba, afinal "está aguentando meu PC com uma 9800GT sem nenhum problema".

No caso da BlueCase, foram só 438 patos até o momento, e neste único anúncio:

http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-430784491-fonte-atx-bluecase-500w-reais-24-pinos-pci-e-2-sata-nf-_JM

Até a imagem do produto os vendedores mais espertos trocam para dar um melhor aspecto.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Agora já foram mais 6 :D

realmente colocaram a foto de um fonte que parece ter PFC ativo, ja que não aparece a chave de tensão.

É isso ai ataquem a MyMax e a clone HighPower que ja tem juntando tudo mais de 600 vendas no mercado livre.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Estava montando um micro novo e comprei esta fonte ano passado, devido ao seu preço e aparência... Paguei R$ 70,00 + frete. Além de não entender nada sobre o assunto, achei que pelo menos algum orgão regulamentasse e fiscalizasse a produção das fontes de alimentação, como acontece com outros produtos.

Ainda bem que logo em seguida começei a pesquisar sobre fontes e descobri que provavelmente era uma bomba, apesar de não existir nenhum teste na época.

A usei por cerca de 1 mês e agora estava guardada, esperando algum teste. Agora que saiu, confesso que até imaginava que fosse ruim, mas nem tanto.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Ta ai uma marca que ta conseguindo ser pior que a C3 tech. Mas afinal a pessoa tem que ser leiga ou muito ingênua para acreditar, que uma fonte de 91 reais vai fornecer 500W.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Boa tarde, 

 

Quero saber como posso fazer, uma giga de testar fonte ATX, com carga 

?]

 

Se alguém poder me passar os valores do resistores e o circuito por gentileza.....

 

 

Jonatas

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

olá amigos, também fui derrotado por essa fonte, comprei ela no mês 08/2015 e em DEZEMBRO ela queimou e me custou R$96,00 reais, estou em 02/02/2016 e fiquei sabendo do "clube" onde sempre estarei ligado em assuntos que se relacionam a COMPUTADORES e outras TECNOLOGIAS. bem vamos lá, esta "BOMBA" por um triz não queimou também o meu computador que reiniciava sozinho varias vezes em uso e apareciam umas listras parece do filme "MATRIX", chamei um amigo técnico que me informou que tudo poderia ser causado por super aquecimento da fonte "BOMBA" e por sua vez não quis acreditar no amigo por ela esta nova, e infelizmente ela queimou e digo mas, agora ela esta com cabo de proteção de nylon, ou seja, desde o teste até a data de hoje foi o mudou na bomba, e agora eu pergunto? alguém pode me indicar qual uma das melhores FONTE ATX REAL da atualidade pro rodar em um PC Pentium(R) Dual-Core PCU  E5700  @ 3.00GHz  2.99 GHz com MEMORIA RAM DE 4,00 GB  com SISTEMA OPERACIONAL WINDOWS 10 32 BITS, se alguém poder me ajudar ficarei grato, obrigado atenciosamente.

 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@ALEXANDRE BARROS DA SILVA seja bem-vindo ao nosso Fórum e obrigado pelo seu testemunho, que só corrobora os resultados do nosso teste. Espero que você continue participando de nossa comunidade. Abraços!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Opa @Gabriel Torres, quase comprei essa fonte hoje... rs. Acabei aqui por um link do Google; ainda bem.

 

Esse teste é 2012. Você acha que as novas estão melhores ou é tudo lixo mesmo? Me indica qual? Na verdade não vou usar nada demais (Asus H110M-K, Core i5 6500, 16 Gb DDR4 2400, Hd Seagate 1Tb Barracuda 7200rpm e gravadora de DVD Asus).

 

Abraços.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
9 horas atrás, afalves disse:

Opa @Gabriel Torres, quase comprei essa fonte hoje... rs. Acabei aqui por um link do Google; ainda bem.

 

Esse teste é 2012. Você acha que as novas estão melhores ou é tudo lixo mesmo? Me indica qual? Na verdade não vou usar nada demais (Asus H110M-K, Core i5 6500, 16 Gb DDR4 2400, Hd Seagate 1Tb Barracuda 7200rpm e gravadora de DVD Asus).

 

Abraços.

 

Continua a mesma coisa, Bluecase é sinônimo de fonte genérica. Passe longe.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, Internet disse:

 

Continua a mesma coisa, Bluecase é sinônimo de fonte genérica. Passe longe.

 

beleza. Indica alguma para a configuração acima?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

Aprenda_a_Ler_Resistores_e_Capacitores-capa-3d-newsletter.jpg

ebook grátis "Aprenda a ler resistores e capacitores", de Gabriel Torres

GRÁTIS! BAIXE AGORA MESMO!