Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Teste da Fonte de Alimentação DexPC PX300RMG


         36.915 Visualizações    Energia    Testes    4 comentários
Teste da Fonte de Alimentação DexPC PX300RMG
Produto Bomba

Análise do Secundário

Esta fonte usa três retificadores em seu secundário.

A corrente máxima teórica que cada linha pode fornecer é dada pela fórmula I / (1 - D), onde D é o ciclo de trabalho usado e I é a corrente máxima suportada pelo diodo de retificação. Como esta fonte usa o projeto meia-ponte, o ciclo de trabalho é de 50%, ou seja, basta somar a corrente máxima de todos os diodos de cada saída.

A saída de +12 V usa um retificador F12C20C (12 A, 6 A por diodo interno a 125° C, queda de tensão máxima de 1,30 V, que é altíssima – isto é, ruim) e, portanto possui uma corrente máxima teórica de 12 A ou 144 W. Importante notar que este retificador não é do tipo Schottky e sim do tipo “rápido”, que apresenta maior queda de tensão e, portanto, menor eficiência.

A saída de +5 V usa um retificador Schottky S20C40C (20 A, 10 A por diodo interno a 125° C, queda de tensão máxima de 0,65 V), o que nos dá uma corrente máxima teórica de 20 A ou 100 W.

A saída de +3,3 V é produzida a partir da saída de +5 V, usando um transistor MOSFET CEP3120 como regulador de tensão. Esta era a arquitetura usada pelas primeiras fontes de alimentação ATX; fontes de alimentação atualmente usam um circuito separado (retificadores separados) para a produção desta saída.

Esta configuração é exatamente a mesma usada na fonte Pixxo PX-200R-NF00.

Note como esta fonte usa um retificador mais forte na saída +5 V em vez de na saída +12 V, um cenário típico de fontes projetadas 10 anos atrás.

Esses valores são valores máximos teóricos e a potência máxima que a fonte poderá fornecer dependerá de outros componentes.

DexPC PX300RMG
Figura 12: Retificadores de +5 V e de +12 V e o transistor da saída +3,3 V

Observando atentamente o secundário desta fonte algo nos chamou a atenção: esta fonte não tem as bobinas de filtragem, o que acarretará em altos níveis de oscilação e ruído.

DexPC PX300RMG
Figura 13: Esta fonte não tem bobinas em seu estágio de filtragem

O controlador PWM mostrado na Figura 11 também monitora as saídas da fonte, trazendo proteções contra sobretensão (OVP) e subtensão (UVP).

Os capacitores que filtram as saídas da fonte são da ChengX rotulados a 105° C, como de costume.


Comentários de usuários

Respostas recomendadas



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisa ser um usuário para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas comunidades sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

Aprenda a ler resistores e capacitores

EBOOK GRÁTIS!

CLIQUE AQUI E BAIXE AGORA MESMO!