Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

IDF Fall 2004 - 2º Dia

       
 62.936 Visualizações    Artigos  
 0 comentários

Cobertura completa do segundo dia de eventos da IDF Fall 2004, leia sobre as novas tecnologias NCQ, barramento de 1066Mhz e memória DDR2 e DDR3.

IDF Fall 2004 - 2º Dia
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Teste do NCQ

Em nosso segundo dia no IDF nós participamos de um laboratório para testarmos na prática o novo recurso presente na especificação Serial ATA II, chamado NCQ (Native Command Queuing). Nós já havíamos aprendido sobre este recurso no IDF Spring 2003, ou seja, há um ano e meio atrás, mas não tínhamos ainda o visto na prática.

Este recurso aumenta o desempenho do disco rígido quando uma série de comandos de leitura de pontos distantes um do outro é enviada pelo computador. O disco rígido pega esses comandos e os reordena, de forma que ele consiga ler o máximo de dados do disco rígido com apenas uma rotação do disco. Veja na Figura 1. O computador pediu para o disco ler as posições A, B, C e D. Sem este recurso, o disco levará 2 voltas e meia para ler todos os dados pedidos (linha amarela). Já com a reordenação, o disco irá modificar a ordem para B, D, A e C, levando apenas uma volta para ler todos os dados pedidos (linha laranja).

IDF Fall 2004 - 2º Dia
Figura 1: Funcionamento do NCQ.

A Intel colocou à nossa disposição um micro com um disco rígido Serial ATA com este recurso (Seagate ST3160023AS, de 160 GB). A configuração do micro era: Pentium 4 3,2 GHz, 1 GB de memória RAM, placa de vídeo GeForce 6800 e placa-mãe Intel. Rodamos dois programas, o PCMark04 e o IOMeter em duas situações, com o NCQ desabilitado e com este recurso ativado.

Os resultados que obtivemos no PCMark04 foram os seguintes: o uso do disco rígido (HDD Usage) aumentou de 5.978 MB/s para 6.112 MB/s, um aumento de apenas 2,24%; já o desempenho do carregamento do Windows XP (XP startup) aumentou 9,76%, pulando de 8.947 MB/s para 9.821 MB/s.

Já com o IOMeter, sem o NCQ o desempenho foi de 119, pulando para 142 com este recurso ativado, ou seja, um aumento de 19,32% no desempenho de disco da máquina. Nada mal.

A diferença de desempenho entre o IOMeter e o PCMark04 é facilmente explicada. O recurso NCQ só aumenta o desempenho quando o disco recebe uma série de comandos fora de ordem. No caso do PCMark04, o mais provável é que o seu teste de leitura do disco (HDD Usage) seja seqüencial, enquanto que o IOMeter faz leituras aleatórias de áreas do disco, daí o melhor resultado neste programa. Além disso, o carregamento do Windows XP – que necessita a leitura de vários arquivos espalhados pelo disco – melhorou consideravelmente, de acordo com o PCMark04.

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Artigos similares


Comentários de usuários


Não há comentários para mostrar.



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×