Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Teste do Gabinete Zalman Z7 Plus

       
 47.997 Visualizações    Testes  
 7 comentários

A Zalman estreará no mercado de gabinetes para PCs de baixo custo com o lançamento da série Z7. Vejamos se o Z7 Plus é uma boa opção de compra.

Teste do Gabinete Zalman Z7 Plus
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

Se você nunca comprou um gabinete da Zalman por achar que eles são muito caros, nós temos uma boa notícia para você. A Zalman lançará em março uma série de gabinetes de baixo custo (para os padrões americanos, é claro), a Z7. Inicialmente esta série será formada por dois modelos: Z7 (preço sugerido de US$ 65, nos EUA) e Z7 Plus (preço sugerido de US$ 75, nos EUA). Nós tivemos o privilégio de testar o modelo Z7 Plus um mês antes do seu lançamento oficial. Vejamos se este produto será uma boa opção de compra e se traz consigo a reputação de qualidade da Zalman.

A diferença entre os modelos Z7 e Z7 Plus é a presença de um painel lateral gradeado no Z7 Plus, que vem com uma ventoinha de 120 mm instalada e um local para a instalação de uma segunda ventoinha de 120 mm (que vem com o produto) e um controlador que permite a você controlar a velocidade de rotação dessas duas ventoinhas. O interessante é que não há outro local para a instalação desta segunda ventoinha de 120 mm, que vem com o gabinete. Por que será que a Zalman não vende este gabinete com esta ventoinha já instalada? (A Zalman nos explicou que dependendo da altura do cooler do seu processador esta segunda ventoinha não pode ser instalada, e por isso eles decidiram vender este gabinete com esta ventoinha desinstalada). Essas ventoinhas giram até 1.100 rpm, produzindo um fluxo de ar de até 44,72 cfm e um nível de ruído máximo de 22 dB. Você pode, caso queira, substituir as ventoinhas laterais. Os dois locais disponíveis suportam modelos de 80 mm, 92 mm, 120 mm e 140 mm. Na versão Z7 você pode instalar as duas ventoinhas laterais, mas ele não tem controle de velocidade de rotação.

Outra diferença entre o Z7 e o Z7 Plus é a presença de uma porta eSATA no Z7 Plus.

Zalman Z7 Plus
Figura 1: Gabinete Zalman Z7 Plus.

Zalman Z7 Plus
Figura 2: Gabinete Zalman Z7 Plus.

O Z7 e o Z7 Plus têm nove baias externas de 5,25”, e na configuração padrão desses gabinetes as quatro baias superiores são usadas por dispositivos de 5,25” (unidades ópticas e soluções de refrigeração líquida), a baia inferior é usada por um dispositivo de 3,5” externo, um disco rígido ou uma unidade SSD, e as outras cinco baias são usadas pela gaiola do disco rígido. Nós falaremos mais sobre as configurações possíveis depois. Todas as baias possuem tampas gradeadas equipadas com filtros de ar.

O gabinete vem com uma ventoinha de 120 mm instalada na gaiola do disco rígido, que brilha em azul quando ligada. Esta ventoinha usa um conector de alimentação padrão para periféricos e por essa razão não pode ser instalada na placa-mãe para ter sua velocidade de rotação monitorada. As especificações técnicas dessa ventoinha são as mesmas das ventoinhas laterais.

Zalman Z7 Plus
Figura 3: Painel frontal.

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Artigos similares


Comentários de usuários


Boa tarde pessoal CdH!

O gabinete é bonito e parecer ter uma relativa boa qualidade (conforme os negativos da matéria). Porém, reforçando a mensagem que enviei pelo Twitter, acredito que faltou um ponto negativo neste gabinete de baixo custo:

A localização da fonte em cima, é um projeto defasado e obsoleto.

Utilizando a fonte embaixo, eles poderiam economizar ainda mais e cobrar menos aproveitando os moldes dos novos produtos, alterando a composição de materiais, tipo de pintura e retirando alguns "opcionais" como quantidade e tipos de conectores frontais, quantidade de coolers etc.

Abraços.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Depois de ver o teste do Storm Sniper é até brochante ver o teste desse gabinete, mas aparentemente ele é bom, como a maioria dos produtos da Zalman. Outro ponto a se colocar é o que o Nervouz escreveu: fonte em baixo. Poxa, o CM690 é um pouco mais barato e tem fonte em baixo.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Gostei do gabinete.

Fonte em cima é um "problema" ( trabalha com ar quente, "pior" organização de cabos, "rouba" espaço ).

Fonte em baixo trabalha com ar "frio" ( se tiver um "buraco" em baixo do gabinete e a fonte estiver de "cabeça para baixo" ), mas suga bem mais poeira, e a grande maioria dos gabinetes que vem com essa possibilidade custam mais caro.

Tudo depende de quanto ele vai custar aqui no Brasil.porque se chegar com preço proximo do CM-690, a grande maioria vai com o CM.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Ele é mais barato que o CM-690 (cerca de R$ 50,00). Mas, prefiro o Z9 Plus, que é melhor e ainda mais barato. Hoje, na Waz:

CM-690: R$ 299,00

Z-7 Plus: R$ 259,00

Z-9 Plus: R$ 199,00

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Só para manter a galera atualizada ... na Kabum ele está em queima de estoque ... R$ 161,41 ... com esse preço ele é imbatível.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×