Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Influência da velocidade da memória no Ryzen 9 3900X

       
 29.235 Visualizações    Testes  
 5 comentários

O processador Ryzen 9 3900X suporta memórias DDR4-3200 ou mais rápidas, mas vale a pena gastar com memórias de clock alto? Vamos descobrir.

Influência da velocidade da memória no Ryzen 9 3900X

Introdução

Quando a AMD lançou os processadores Ryzen de terceira geração, uma das novidades anunciadas foi o suporte oficial a memórias de até 3.200 MHz, e a possibilidade de utilizar clocks de memória ainda mais altos, como 5.000 MHz ou mais. Vamos ver se a utilização de memórias de clock mais elevado realmente aumenta o desempenho do sistema na prática.

Os Ryzen de primeira geração suportavam memórias até DDR4-2666, e os modelos de segunda geração, até DDR4-2933. Chegamos a testar o Ryzen 7 2700X com diferentes clocks de memória, e você pode ver este teste aqui.

Os processadores Ryzen utilizam um barramento interno chamado Infinity Fabric para a interligação dos componentes do processador, e nos modelos de terceira geração, este barramento trabalha no mesmo clock das memórias até o clock de 3.733 MHz. Se as memórias forem configuradas com um clock acima deste valor, o Infinity Fabric passa a trabalhar na metade do clock das memórias, de forma que não é recomendado utilizar memórias a mais de 3.733 MHz, já que pode haver perda de desempenho. A AMD considera que a melhor opção é utilizar as memórias a 3.600 MHz.

Por conta desta sincronia entre memória e barramento interno, os Ryzen de terceira geração beneficiam-se duplamente por utilizar memórias mais rápidas: primeiro, pelo próprio acréscimo na largura de banda de memória e, segundo, pela comunicação mais rápida entre os diferentes blocos do processador.

Para verificarmos se há ganho de desempenho na prática ao utilizar memórias mais rápidas, fizemos um teste comparando o desempenho do processador, em programas e jogos, com memórias a 2.133 MHz, 2.400 MHz, 2.666 MHz, 2.933 MHz, 3.200 MHz e 3.600 MHz.

Para esse testes, utilizamos um kit de memórias G.Skill Trident Z Royal, modelo F4-3600C16D-16GTRG, que vem com dois módulos de 8 GiB DDR4-3600, com iluminação RGB.

Na Figura 1 vemos o kit utilizado, que tem dissipadores dourados extremamente polidos.

Memoria-R9-3900X-01.jpg

Figura 1: as memórias utilizadas no teste

A Figura 2 mostra o kit ligado, com seus LEDs RGB acesos. Esses LEDs são cobertos por peças de acrílico irregulares, que formam um visual muito bacana.

Memoria-R9-3900X-02.jpg

Figura 2: LEDs RGB ligados

Na próxima página, vemos ver qual foi a configuração utilizada nos testes.

Compartilhar

  • Curtir 12


  Denunciar Artigo

Artigos similares


Comentários de usuários


Rafa, no teste foi utilizado módulo de 3600 que teve o clock reduzido para as demais frequências. A dúvida é se pegar um módulo de velocidade inferior e subir a frequência, será que o desempenho seria o mesmo, considerando variáveis como tensão de alimentação, temperatura, etc? 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
8 minutos atrás, Kleber Peters disse:

Rafa, no teste foi utilizado módulo de 3600 que teve o clock reduzido para as demais frequências. A dúvida é se pegar um módulo de velocidade inferior e subir a frequência, será que o desempenho seria o mesmo, considerando variáveis como tensão de alimentação, temperatura, etc? 

Se funcionar com estabilidade com clock mais alto e as latências forem as mesmas, o desempenho será similar.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

A conversão de vídeos no handbrake reflete uma renderização de vídeos em programas como Premiere Pro ou DaVinci Resolve 16?

Caso não, qual o teste pode ser considerado para isso? Além do próprio teste nesses programas?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Como imaginava para esses novos Ryzen memória acima de 3200MHz não faz muita diferença e no caso é melhor apostar em memórias com menores latência de preferência com chips Samsung B-Die, mas se a grana estiver apertada memórias 2666MHz não vai devendo em nada.

 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Analisando todos os testes que vi. Chego a conclusão que nada estressa mais o computador que um jogo, afinal o jogo faz com que todas as peças funcionem com o máximo desempenho.

Isso monstra como a placa de vídeo é dependente dos dados do jogo que ficam armazenados na memória, afinal programas de teste usam em geral dados menores que cabem na própria placa de vídeo já o jogo por ser tão grande, faz com que a RAM sejam tão necessárias quanto uma boa placa de vídeo.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

GRÁTIS: minicurso “Como ganhar dinheiro montando computadores”

Gabriel TorresGabriel Torres, fundador e editor executivo do Clube do Hardware, acaba de lançar um minicurso totalmente gratuito: "Como ganhar dinheiro montando computadores".

Você aprenderá sobre o quanto pode ganhar, como cobrar, como lidar com a concorrência, como se tornar um profissional altamente qualificado e muito mais!

Inscreva-se agora!