Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Placa-mãe ASRock Z390 Phantom Gaming X

       
 7.771 Visualizações    Primeiras Impressões  
 4 comentários

A ASRock Z390 Phantom Gaming X é uma placa-mãe topo de linha para processadores Intel Core i de oitava e nona geração, que oferece, dentre outros recursos, Wi-Fi 6 e placa de rede de 2,5 Gbps. Confira!

Placa-mãe ASRock Z390 Phantom Gaming X
Rafael Coelho Editor-chefe do Clube do Hardware

Periféricos on-board

O chipset Intel Z390 é uma solução de apenas um chip, também conhecido como PCH (Platform Controller Hub ou hub controlador de plataforma). Esse chip oferece seis portas SATA-600 controladas pelo chipset, suportando RAID (0, 1, 5 e 10). A placa-mãe traz estas seis portas SATA, mais duas portas SATA-600 geradas por um chip ASMedia ASM1061.

Todas as portas SATA são instaladas na extremidade da placa-mãe e rotacionadas em 90 graus, de forma que a instalação de placas de vídeo não as bloqueie.

ASRockZ390PhantomGX-07.jpg

Figura 7: as portas SATA-600

O chipset Intel Z390 suporta 14 portas USB 2.0, dez portas USB 3.0 (agora chamadas USB 3.2 geração 1) e seis portas USB 3.1 geração 2 (agora chamadas USB 3.2 geração 2). A ASRock Z390 Phantom Gaming X oferece três portas USB 2.0, disponíveis em dois conectores localizados na placa-mãe. Há oito portas USB 3.0 (USB 3.2 geração 1), todas controladas pelo chipset, sendo quatro delas no painel traseiro e quatro disponíveis em dois conectores. Há ainda cinco portas USB 3.1 (USB 3.2 geração 2), quatro no painel traseiro (uma tipo C e três tipo A) e uma localizada em um conector na placa-mãe, geradas por um chip ASMedia ASM1562.

Esta placa-mãe suporta áudio no formato 7.1, gerado pelo chipset usando um codec Realtek ALC1220, que oferece uma relação sinal/ruído de 120 dB para as saídas analógicas e 108 dB para as entradas analógicas, resolução de 32 bits e taxa de amostragem de 192 kHz. Trata-se de um codec topo de linha e essas especificações são excepcionais até mesmo para o usuário que pretende trabalhar profissionalmente capturando e editando áudio analógico. Além disso, o circuito de áudio utiliza capacitores específicos para áudio japoneses da Nichicon e amplificador para fones de ouvido TI NE5532. A placa-mãe também vem com o software Creative Sound Blaster Cinema 5.

As saídas de áudio analógico são independentes e banhadas a ouro, e a placa-mãe também vem com uma saída SPDIF óptica on-board.

A seção de áudio da placa-mãe é fisicamente separada do resto da placa para diminuir o nível de ruído e ajudar com que o codec atinja a sua relação sinal/ruído teórica.

Um dos destaques da placa-mãe analisada é a presença de uma porta Ethernet 2.5G, controlada por um chip Realtek RTL8125AG. Este tipo de porta pode oferecer uma taxa de transferência de até 2.500 Mbps, 2,5 vezes superior à da tradicional porta Gigabit Ethernet, mas obviamente esta velocidade só será alcançada se o seu computador estiver conectado a um switch compatível com este novo padrão, o que ainda é muito difícil de se achar.

Além disso, ainda há duas portas Gigabit Ethernet, uma controlada por um chip Intel I219V e outra controlada por um chip Intel I211AT.

A ASRock Z390 Phantom Gaming X também oferece uma placa de rede sem fio, modelo Intel AX200, compatível com o padrão Wi-Fi 6 (também chamado de 802.11ax), capaz de trabalhar em modo 2x2 a até 2,4 Gbps. Ela também suporta Bluetooth 5. Esta placa já vem instalada em um slot M.2 no painel traseiro da placa-mãe. Você a confere na Figura 8, com sua proteção metálica contra interferências aberta.

ASRockZ390PhantomGX-08.jpg

Figura 8: placa de rede sem fio

Na Figura 9, podemos ver o painel traseiro da placa-mãe, que traz o espelho traseiro incorporado. Aqui vemos um botão "clear CMOS", os conectores para as antenas da placa de rede sem fio, conector PS/2 compartilhado para teclado ou mouse, duas portas USB 3.0, uma saída HDMI, uma saída DisplayPort, uma porta Ethernet 2.5G, mais duas portas USB 3.0 (USB 3.2 geração 1), duas portas Gigabit Ethernet, quatro portas USB 3.2 geração 2 (três tipo A e uma tipo C), saída SPDIF óptica e os conectores de áudio analógico.

ASRockZ390PhantomGX-09.jpg

Figura 9: painel traseiro

Compartilhar

  • Curtir 5
  • Amei 1


  Denunciar Artigo

Artigos similares


Comentários de usuários


Essa ideia da placa protetora é algo maravilhoso. Será que encarece tanto assim? 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Como funciona a alimentação EPS12V + ATX12V ?

Poderia conectar somente o conector EPS12V ? Visto que poucas fontes de alimentação contém os dois padrões.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@bfnavogin

3 horas atrás, bfnavogin disse:

Como funciona a alimentação EPS12V + ATX12V ?

Poderia conectar somente o conector EPS12V ? Visto que poucas fontes de alimentação contém os dois padrões.

A placa-mãe funciona perfeitamente apenas com o conector EPS12V ligado. O conector ATX12V é auxiliar e serve para ajudar na estabilidade em overclock extremo.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

No painel traseiro já se pode perceber a confusão da nova nomenclatura USB.

Pelo novo padrão entendo que todas as portas seriam USB 3.2. Porém como nem todas as portas ali são USB 3.2 Gen 2, o fabricante optou por usar o termo "USB" na que é USB 3.2 Gen 1.

Se não é para seguir a nomenclatura "oficial", o mais coerente seria usar os termos USB 3.0 e USB 3.1.

Só que nenhum fabricante vai querer perder a oportunidade de usar o novo termo USB 3.2, já que agora é "oficial".

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

GRÁTIS: minicurso “Como ganhar dinheiro montando computadores”

Gabriel TorresGabriel Torres, fundador e editor executivo do Clube do Hardware, acaba de lançar um minicurso totalmente gratuito: "Como ganhar dinheiro montando computadores".

Você aprenderá sobre o quanto pode ganhar, como cobrar, como lidar com a concorrência, como se tornar um profissional altamente qualificado e muito mais!

Inscreva-se agora!