Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Entre para seguir isso  

Placa-mãe ASRock Z77 Extreme11

       
 31.127 Visualizações    Primeiras Impressões  
 0 comentários

Vamos dar uma olhada no mais novo lançamento da ASRock, a placa-mãe topo de linha Z77 Extreme11, que vem com rede sem fio, dois chips chaveadores PLX e muito mais.

Placa-mãe ASRock Z77 Extreme11
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Periféricos On-Board

O chipset Intel Z77 é uma solução de apenas um chip, também conhecido como PCH (Platform Controller Hub ou Hub Controlador de Plataforma). Este chip suporta duas portas SATA-600 e quatro portas SATA-300 (RAID 0, 1, 10 e 5).

Um dos destaques da ASRock Z77 Extreme11 é a presença de um chip LSI SAS2308, que oferece oito portas  SATA-600/SAS-600, suportando RAID 0, 1, 1E e 10. Este chip está conectado ao sistema usando uma conexão PCI Express 3.0 x8, o que significa que ele oferece o maior desempenho possível quando várias unidades de armazenamento estão transferindo dados ao mesmo tempo. Normalmente, chips SATA/SAS utilizam uma conexão PCI Express 2.0 x1.

Todas as portas SATA estão localizadas na borda da placa-mãe e rotacionadas 900, de modo que as placas de vídeo não as obstruam. Ver Figura 7.

ASRock Z77 Extreme11
Figura 7: Portas SATA-600/SAS-600 (cinza), portas SATA-300 (preto) e portas SATA-600 controladas pelo chipset (cinza)

Esta placa-mãe apresenta uma porta eSATA-600, que está conectada ao conector SATA3_1, o que significa que estas portas não poderão ser utilizadas ao mesmo tempo.

O Intel Z77 chipset suporta 14 portas USB 2.0 e quatro portas USB 3.0. A ASRock Z77 Extreme11 oferece nove portas USB 2.0 (duas soldadas no painel traseiro da placa-mãe, uma soldada próxima a uma das bordas da placa-mãe e seis disponíveis em três conectores localizados na placa-mãe) e 12 portas USB 3.0 (oito localizadas no painel traseiro da placa-mãe e quatro disponíveis através de dois conectores localizados na placa-mãe próximo ao conector de alimentação principal). As oito portas USB 3.0 adicionais são controladas por dois chips EtronTech EJ188H.

A placa-mãe vem com um painel de 5,25” contendo duas portas USB 3.0 e as antenas da rede sem fio.

ASRock Z77 Extreme11
Figura 8: Painel com duas portas USB 3.0 e as antenas da rede sem fio

A ASRock Z77 Extreme11 apresenta duas portas FireWire, uma soldada ao painel traseiro e uma disponível através de um conector na placa-mãe. Estas portas são controladas por um chip VIA 6315N.

Esta placa-mãe suporta áudio no formato 7.1+2, ou seja, oito canais além de dois canais independentes para streaming de áudio. Nesta placa-mãe o áudio é gerado pelo chipset usando um codec Realtek ALC898, que é um produto topo de linha, apresentando uma relação sinal/ruído impressionante de 110 dB para as saídas analógicas, 104 dB para as entradas analógicas e taxa de amostragem de até 192 kHz para as entradas e saídas, com resolução de 24 bits. Isto significa que, com esta placa-mãe, você será capaz de capturar e editar áudio analógico (por exemplo, converter LP para CD ou MP3, VHS para DVD ou qualquer outro tipo de formato digital) sem adicionar ruído de fundo.

Esta placa-mãe tem uma saída SPDIF óptica on-board. Um conector rotulado “HDMI_SPDIF1” também proporciona uma saída SPDIF, caso você queira instalar uma saída SPDIF coaxial ou transferir áudio digital para placas de vídeo mais antigas (que necessitam de uma conexão física para ter uma saída de áudio em seus conectores HDMI).

As saídas de áudio analógico são independentes somente se você usar um conjunto de caixas de som analógicas 5.1. Para você instalar um conjunto de caixas de som analógicas 7.1, você terá de usar o conector “mic in” ou “line in”.

Esta placa-mãe apresenta duas portas Gigabit Ethernet, uma controlada pelo chipset usando um chip Intel WG82579V para fazer interface com a camada física e um controlado por um chip Intel WG82583V.

A ASRock Z77 Extreme11 vem com uma placa de rede sem fio/Bluetooth. Ver Figura 3. Esta placa suporta os padrões IEEE 802.11a/b/g/n e é um componente de duas bandas, que permite que ele atinja velocidades mais altas que placas de rede sem fio que operam em uma única banda. O componente Bluetooth da placa usa a especificação 4.0.

Na Figura 9 você pode ver o painel traseiro da placa-mãe com um conector PS/2 compartilhado para teclado e mouse, oito portas USB 3.0, botão para limpar o conteúdo da memória CMOS, saída HDMI, duas portas Gigabit Ethernet, duas portas USB 2.0, uma porta FireWire, uma porta eSATA-600, uma saída SPDIF óptica e conectores de áudio analógico.

ASRock Z77 Extreme11
Figura 9: Painel traseiro da placa-mãe

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Artigos similares


Comentários de usuários


Não há comentários para mostrar.



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×