Ir ao conteúdo

Placa-mãe ASUS TUF H310M-PLUS GAMING/BR

       
 17.544 Visualizações    Primeiras Impressões  
 3 comentários

Analisamos a ASUS TUF H310M-PLUS GAMING/BR, placa-mãe para processadores Intel Core i de oitava geração, baseada no chipset H310 e fabricada no Brasil. Confira!

Placa-mãe ASUS TUF H310M-PLUS GAMING/BR
Rafael Coelho Editor-chefe do Clube do Hardware

Introdução

A ASUS TUF H310M-PLUS GAMING/BR é uma placa-mãe soquete LGA1151 de entrada fabricada no Brasil, baseada no novo chipset Intel H310, suportando os processadores Core i de oitava geração (Coffee Lake). Ela traz um slot PCI Express 3.0 x16, dois soquetes para memória DDR4, quatro portas SATA-600 e um slot M.2. Vamos dar uma boa olhada nela!

O novo chipset H310 é o modelo mais básico da série da Intel para os processadores Coffee Lake (Core i de oitava geração). As principais diferenças do H310 em relação aos modelos intermediários B360 e H370 são o suporte a apenas seis pistas PCI Express 2.0 controladas pelo chipset (o B360 tem 12 pistas PCI Express 3.0, enquanto o H370 tem 20, também 3.0), quatro portas USB 3.0 (o B360 suporta seis portas USB 3.0, e o H370, oito), apenas quatro portas SATA-600 (os demais chipsets oferecem seis), a ausência de suporte a portas USB 3.1 geração 2, à tecnologia RST (que permite usar um SSD como cache para o disco rígido) e à tecnologia Optane. Outra diferença é o suporte a apenas dois módulos de memória no H310.

Assim como o B360, o H310 não permite dividir as linhas do slot PCI Express 3.0 x16 em dois ou mais slots trabalhando a x8/x8 ou x8/x4/x4, não oferece suporte a overclock em processadores desbloqueados (o Z370 é o único que oferece este recurso para esta geração) e também não suporta RAID.

Tanto o H310 quanto o B360 oferecem suporte à conectividade CNVi, ou seja, ele integra parte do hardware necessário para uma interface Wi-Fi IEEE 802.11ac, bastando apenas um módulo de RF para implementar a rede sem fio. A placa-mãe, porém, precisa oferecer o slot para este módulo.

A linha TUF (The Ultimate Force) da ASUS diferencia-se por utilizar componentes (bobinas, capacitores e MOSFETs) com certificação de nível militar, o que segundo o fabricante traz maior durabilidade à placa-mãe. A placa-mãe analisada é um dos primeiros modelos da linha TUF fabricados no Brasil.

Você confere a placa-mãe ASUS TUF H310M-PLUS GAMING/BR na Figura 1. Ela usa o padrão microATX, medindo 226 x 208 mm.

ASUS-TUFH310MPLUS-GAMINGBR-01.jpg

Figura 1: placa-mãe ASUS TUF H310M-PLUS GAMING/BR

Compartilhar

  • Curtir 3


  Denunciar Artigo

Comentários de usuários


Se tivesse um pci-1x mais afastado e dois conectores de ventoinhas para gabinete seria perfeita. O preço infelizmente só vai valer a pena se estiver abaixo dos R$400,00.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
6 horas atrás, RBMA disse:

Se tivesse um pci-1x mais afastado e dois conectores de ventoinhas para gabinete seria perfeita. O preço infelizmente só vai valer a pena se estiver abaixo dos R$400,00.

 

O duro é fazer isso numa mATX. :mellow:

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
22 horas atrás, Evandro disse:

 

O duro é fazer isso numa mATX. :mellow:

 

A minha é assim (gigabyte a320ma-m.2).

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×