Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Placa-Mãe DFI NB76

       
 47.680 Visualizações    Testes  
 0 comentários

Teste com a placa-mãe DFI NB76, baseada no chipset Intel 845G, para a plataforma soquete 478.

Placa-Mãe DFI NB76
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Desempenho de vídeo 3D

Hoje em dia a melhor forma de se realmente testar o desempenho de uma máquina é através de seu desempenho 3D, já que este tipo de teste exige o máximo de processamento, processamento matemático, vídeo e disco. Usamos três programas para testar o desempenho 3D: o 3DMark2001, o GLMark e o Quake III.

No caso da DFI NB76, o desempenho 3D de seu vídeo on-board foi ruim em todos os três programas, como é normal acontecer com placas-mães com vídeo on-board. Ou seja, o vídeo on-board dela é 3D, mas só para dizer que tem. Se você for rodar jogos 3D com essa placa, prefira instalar uma placa de vídeo decente nela.

3DMark2001

No 3DMark2001, o vídeo on-board da DFI NB76 obteve somente 1321 3DMarks, um resultado 86,85% melhor que o do vídeo on-board da VIA P4MA e apenas 1,15% maior que o da EPoX 4G4A+, mas ainda menos da metade do desempenho de nossa GeForce 2 GTS. A pior placa-mãe de nossos testes, a PCChips M930 com memória SDRAM, obteve um desempenho 3D 90,92% maior, enquanto que a ECS L4IBAE, que foi a placa que obteve o melhor resultado no 3DMark2001 em nossos testes, obteve um desempenho 150,19% maior. É claro que essas duas placas estavam equipadas com uma GeForce 2 GTS.

Por outro lado, quando instalamos a nossa GeForce 2 GTS o desempenho 3D da DFI NB76 foi a um nível "normal", obtendo desempenho semelhante ao da placas-mães ASUS P4S333, sendo colocada com uma das melhores placa-mãe para Pentium 4 no 3DMark2001.

Placa-Mãe DFI NB76


Legenda:
(1) Com vídeo on-board
(2) Sem vídeo on-board

GLMark

No GLMark, que testa o desempenho 3D usando a API OpenGL, o mesmo fenômeno ocorreu. O vídeo on-board da EPoX 4G4A+ só conseguiu gerar uma média de 28 quadros por segundo. Esse resultado foi 81,82% maior que o do vídeo on-board da VIA P4MA e 8,11% maior que o da EPoX 4G4A+. Mas a PCChips M930 com memória DDR obteve um desempenho 3D 17,50% superior, enquanto que a Gigabyte GA-8IRXP obteve um desempenho 3D 57,86% superior, lembrando que essas duas placas estavam equipadas com uma GeForce 2 GTS.

Quando instalamos a nossa GeForce 2 GTS nessa placa-mãe, ela obteve um desempenho similar ao da ECS L4IBAE e ao da Intel D845WN, 8,37% inferior ao da Gigabyte GA-8IRXP.

Placa-Mãe DFI NB76


Legenda:
(1) Com vídeo on-board
(2) Sem vídeo on-board

Quake III

No Quake III o vídeo on-board da DFI NB76 obteve mais uma vez um baixo desempenho 3D: 75,4 quadros por segundo no Demo 1. Esse resultado foi 47,86% maior do que o do vídeo on-board da VIA P4MA e 4,43% maior que o do vídeo on-board da EPoX 4G4A+. A PCChips M930 com memória SDRAM dotada da placa GeForce 2 GTS obteve 136,4 quadros por segundo (o pior resultado que obtivemos com essa placa de vídeo), ou seja, um desempenho 80,90% acima do desempenho do vídeo on-board da DFI NB76. Já a ECS L4IBAE, que foi a placa-mãe para Pentium 4 que obteve o melhor resultado no demo 1 do Quake III - 199 quadros por segundo - teve um desempenho 163,93% maior.

Já quando instalamos a placa de vídeo GeForce 2 GTS na DFI NB76, a grande surpresa: foi a segunda placa-mãe para Pentium 4 que testamos que rompeu a barreira dos 200 quadros por segundo no Quake III (a primeira foi a EPoX 4G4A+), tendo sido a placa-mãe soquete 478 mais rápida que testamos no Quake III! Ela bateu a ECS L4IBAE por muito pouco (201,9 FPS vs. 199 FPS).

Placa-Mãe DFI NB76


Legenda:
(1) Com vídeo on-board
(2) Sem vídeo on-board

 

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Artigos similares


Comentários de usuários


Não há comentários para mostrar.



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×