Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Qual o melhor processador para jogos? - setembro/2018

       
 42.219 Visualizações    Testes  
 16 comentários

Testamos 14 diferentes processadores em oito jogos para descobrirmos qual o modelo com melhor relação custo/benefício. Confira!

Qual o melhor processador para jogos? - setembro/2018
Rafael Coelho Editor-chefe do Clube do Hardware

Introdução

Uma das principais utilizações de um computador é para rodar jogos. E muita gente pergunta "qual o processador que eu devo comprar para montar um computador para jogos?" Para responder a esta pergunta, fizemos um comparativo de 14 modelos de processadores atuais disponíveis no mercado. Confira!

Já fizemos um comparativo semelhante no ano passado, comparando vários processadores disponíveis na época. Agora, com a presença de novos processadores Intel Core i de oitava geração (como os Pentium Gold G5xxx) e com a chegada dos Ryzen de segunda geração, já estava na hora de refazermos este teste.

Com tantos novos processadores no mercado, o usuário que está querendo montar um novo computador para jogos (ou atualizar o seu computador atual) pode ficar perdido: qual deles vale mais a pena? Qual apresenta maior desempenho? Qual deles é o campeão na relação custo/benefício?

Assim, vamos comparar o desempenho em jogos de 14 processadores, sete da AMD e sete da Intel, desde modelos de baixo custo até modelos topo de linha, para que você possa se decidir.

melhorCPU-setembro2018-01.jpg

Figura 1: as caixas de alguns dos processadores testados

Do lado da Intel, nós testamos o Pentium Gold G5500, o Core i3-8100, o Core i5-8400, o Core i5-8600K, o Core i7-8700K, o Core i7-8086K e o Core i9-7900X. Já pelo lado da AMD, testamos o Ryzen 3 2200G, o Ryzen 5 1600X, o Ryzen 5 2400G, o Ryzen 5 2600, o Ryzen 7 1700, o Ryzen 7 2700 e o Ryzen 7 2700X.

Utilizamos uma GeForce GTX 1080 Ti, que é uma placa de vídeo topo de linha, em todos os testes. Desta forma, podemos ter uma ideia do desempenho de processamento de cada modelo nos jogos, independente do vídeo integrado (ou da ausência dele) em cada processador.

Preferimos utilizar uma placa de vídeo topo de linha para minimizar o risco de que esta induza um gargalo (saiba o que isto significa clicando aqui), o que causaria resultados semelhantes em todos os processadores.

Por este motivo, também decidimos rodar todos os jogos em resolução Full HD e qualidade gráfica média. Quando se utiliza resoluções maiores ou qualidade gráfica mais alta, em geral apenas a placa de vídeo é mais exigida, de forma que estaríamos medindo mais o desempenho da placa de vídeo do que o do processador.

Rodamos seis jogos nos 14 processadores, utilizando em todos os casos a mesma configuração e os mesmos drivers.

Vamos comparar as principais especificações dos processadores testados na próxima página.

Compartilhar

  • Curtir 16
  • Obrigado 2
  • Amei 1


  Denunciar Artigo

Artigos similares


Comentários de usuários


Achei estranho o desempenho do 1700 aí, o 2700 não tem um clock base tão maior. Ganhou na média apenas do G5500 e 2400G (que perdeu pro 2200G misteriosamente).

Algum fator pode ter influenciado no teste? Como placa-mãe 4xx ou BIOS?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Considero o desempenho do R7 1700 um ponto fora da curva. Deve ter algum fator não identificado que influenciou o resultado. Considero os processadores i5-8400 e R5 2600 os processadores mais eficientes das respectivas gerações, entregando bom poder de processamento sem cobrar muito por isso. Casados com uma GTX1060/RX580 podem proporcionar boa experiência de jogo em fullHD. Eu compraria o 2600, pois não uso o micro só para jogar e ele, por ter mais núcleos e threads, oferece desempenho mais linear, sem falar na possibilidade de overclock. 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
13 minutos atrás, Phoenyx disse:

Achei estranho o desempenho do 1700 aí, o 2700 não tem um clock base tão maior. Ganhou na média apenas do G5500 e 2400G (que perdeu pro 2200G misteriosamente).

Algum fator pode ter influenciado no teste? Como placa-mãe 4xx ou BIOS?

Embora o clock base seja próximo, pode ser que o clock "efetivo" (o clock no qual o processador realmente trabalha) seja bem diferente. Considerando que a diferença de desempenho média entre o Ryzen 7 2700 e o 1700 foi de 9%, está dentro da ideia, já que o clock máximo do 2700 é 11% superior ao do 1700.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Citação

O Core i3-8100 também destaca-se pela excelente relação custo/benefício, e fica claro que, para quem pode gastar um pouco mais, o Core i5-8400 e o Ryzen 5 2600 são ótimas escolhas, entregando um desempenho um pouco maior do que os processadores básicos.

8100 como custo/benefício? O 8400 como ótima escolha? Eu sei que as declarações são a opinião de quem fez a análise, mas eu discordo totalmente delas.

Meus argumentos:

É possível adquirir o R5 2400 por menos que o i3 8100. O R5 2400G é um CPU 4c/8 threads, vídeo integrado decente, cooler decente e a plataforma terá um suporte esperado até cerca de 2020.

 

Sobre o 8400, um canal gringo que eu assisto (Tech Deals), comentou que até mesmo no Battlefield One (um jogo de 2 anos atrás) o 8400 já fica próximo de 100% de uso no multiplayer (sem nada rodando de fundo). Ele duvida que um chip 6c/6t seja capaz de entregar uma experiência "smooth" no multiplayer do BF 5. Ele joga e streama World of Warships num i7 8700K, ele não dá a mínima p/ marca, mas sim em dar a melhor recomendação dentro de uma faixa de preço.

 

P/ botar o último prego no caixão dessas opções da Intel, eles são travados p/ overclock.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Se tirarmos os vídeos integrados dos R3 2200G e do R5 2400G, a diferença é simbólica, apenas o SMT...

Eu ainda acho uma ótima escolha o R5 2400G, que além de ter um ótimo processamento, visto neste teste para um processador de 4 núcleos, vem com uma VGA bem potente para uma VGA integrada, e ainda mais com 65W de TDP no total.

Se ele roda muito bem uma 1080Ti, heheheh, para que mais???

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Se vocês puderem, por-favor façam uma análise parecida, mas com programas de edição de vídeos e imagens, grato!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
36 minutos atrás, felubra disse:

Se vocês puderem, por-favor façam uma análise parecida, mas com programas de edição de vídeos e imagens, grato!

Sugestão anotada, obrigado!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Se for levar em conta fazer stream ou gravar partidas, os r5 2400 e 2600 são a melhor escolha, sobretudo que aceitam rodar nas placas mãe da primeira geração AM4, algo que torna o custo total muito menor.

Alias, fica a dica para o @Rafael Coelho  , seria bem interessante para quem está querendo comprar uma maquina, ter um comparativo de custo médio do kit processador/placa-mãe de cada plataforma. Sei que é meio que comparar limões com maçãs, mas daria de pegar pro exemplo, a placa-mãe mais barata do site da New Egg, ou outra loja de referencia, com chipset "ABC" da Intel e comparar com o preço da placa mais barata do chipset "XYZ" da AMD que seja equivalente. Os demais itens são intercambiáveis entre as 2 plataformas, então não fazem diferença no momento da escolha.

O ponto é que daquela lista testada, tudo pode mudar quando a gente soma uma placa-mãe ao preço da equação.

 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
13 minutos atrás, sdriver disse:

Se for levar em conta fazer stream ou gravar partidas, os r5 2400 e 2600 são a melhor escolha, sobretudo que aceitam rodar nas placas mãe da primeira geração AM4, algo que torna o custo total muito menor.

Alias, fica a dica para o @Rafael Coelho  , seria bem interessante para quem está querendo comprar uma maquina, ter um comparativo de custo médio do kit processador/placa-mãe de cada plataforma. Sei que é meio que comparar limões com maçãs, mas daria de pegar pro exemplo, a placa-mãe mais barata do site da New Egg, ou outra loja de referencia, com chipset "ABC" da Intel e comparar com o preço da placa mais barata do chipset "XYZ" da AMD que seja equivalente. Os demais itens são intercambiáveis entre as 2 plataformas, então não fazem diferença no momento da escolha.

O ponto é que daquela lista testada, tudo pode mudar quando a gente soma uma placa-mãe ao preço da equação.

 

Pensamos em fazer isso, mas como atualmente as placas-mãe para as duas plataformas estão com preços bem semelhantes, então achamos melhor comparar só os preços dos processadores. Fora que placas-mãe básicas para Intel não têm os mesmos recursos das básicas para AMD.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Não sei se pode comentar aqui, mas qualquer coisa mudem aí para algum tópico no cdh...

 

Enfim, gostei da análise, tá melhor que todas as outras e dá para perceber que na maioria dos jogos testado com exceção do GTA V que não foi desenvolvido e nem ganhou patch para rodar em Ryzen; o que faz com que os Intel rodem melhor, é o clock maior e aliado essa diferença de 7% para ipc dos Ryzen. 

 

Um 8700k roda all core 4.3 ghz e turbo 4.7 ghz , enquanto um 2700x roda all core 3.9 ghz e turbo 4.35 ghz.


@Rafael Coelho

 

Sugestão: Incluir alguns jogos de 2018: Shadow of War , Project Cars 2 , Far Cry 5 , qualquer coisa inclui só o Shadow of War vem com bench pronto no jogo e é de 2018 e acho que o Far Cry 5 também vem com bench incluso.

 

Valeu!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Obrigado pelo teste,  a opinião de vocês é sempre muito bem vinda, eu só gostaria de saber em relação ao Pentium G 5500 por favor, por que ele e não Pentium G 5400 ?

 

Pergunto isso pois gostaria de saber se existe alguma diferença significativa de desempenho entre os dois, porque a diferença em preço ta mais de 100 Temers.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
5 horas atrás, Ricardo00v disse:

Obrigado pelo teste,  a opinião de vocês é sempre muito bem vinda, eu só gostaria de saber em relação ao Pentium G 5500 por favor, por que ele e não Pentium G 5400 ?

 

Pergunto isso pois gostaria de saber se existe alguma diferença significativa de desempenho entre os dois, porque a diferença em preço ta mais de 100 Temers.

Quando fomos comprar, o G5400 não estava disponível. Por isso, compramos o G5500.

Só há duas diferenças entre os dois: o clock (0,1 GHz a mais no G5500) e o vídeo integrado, que é o UHD 610 no G5400 e UHD 630 no G5500. O desempenho com placa de vídeo independente é, provavelmente, bem similar.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Depois de vários dias pesquisando desempenhos e preços de CPUs, acabei adquirindo um i3 8100 (minhas últimas foram todas da AMD).

Uso em conjunro com 16 GB 2400 MHz e uma RX 560 4 GB e estou rodando muitos jogos de 2017/2018 em Full HD em 60 FPS em qualidade alta, como Far Cry 5, Project Cars 2.

Já Wolfeinstein 2 na qualidade ultra a 90 FPS.

Opinião minha, o Core i3 8100 4C/4T é, a médio prazo, o melhor custo benefício (tanto que ele "bate de frente" com um i5 7400)

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Acredito que o melhor custo benefício seja o 2600. Esse pentium e até o 2200g sofrem demais no multiplayer do bf1 (esse inclusive deixa um 8400 a 100% o tempo todo) ou no Assasins Creed Origins. Processadores com só 4 threads vão sofrer muito daqui pra frente.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Em 03/09/2018 às 17:38, sdriver disse:

Alias, fica a dica para o @Rafael Coelho  , seria bem interessante para quem está querendo comprar uma maquina, ter um comparativo de custo médio do kit processador/placa-mãe de cada plataforma. Sei que é meio que comparar limões com maçãs, mas daria de pegar pro exemplo, a placa-mãe mais barata do site da New Egg, ou outra loja de referencia, com chipset "ABC" da Intel e comparar com o preço da placa mais barata do chipset "XYZ" da AMD que seja equivalente. Os demais itens são intercambiáveis entre as 2 plataformas, então não fazem diferença no momento da escolha.

O ponto é que daquela lista testada, tudo pode mudar quando a gente soma uma placa-mãe ao preço da equação.

 

 

Para fazer isso seria necessário considerar também as variações de memória (uma vez que há diferenças entre os clocks máximos) e a questão da CPU acompanhar ou não um cooler.

 

Em 03/09/2018 às 17:53, Rafael Coelho disse:

Pensamos em fazer isso, mas como atualmente as placas-mãe para as duas plataformas estão com preços bem semelhantes, então achamos melhor comparar só os preços dos processadores. Fora que placas-mãe básicas para Intel não têm os mesmos recursos das básicas para AMD.

 

Uma opção seria dividir as placas-mãe em duas ou três categorias de recursos.

 

Pode se tornar um pouco complexo considerando as variações de placas-mãe, memórias e até cooler, mas não seria interessante?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×