Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Teste do processador Ryzen 9 3900X


         51.067 Visualizações
 Testes    26 comentários
Teste do processador Ryzen 9 3900X
Produto Recomendado

Introdução

Testamos o processador Ryzen 9 3900X, que tem 12 núcleos e 24 threads, fazendo parte da terceira geração dos processadores Ryzen, com processo de fabricação de 7 nm. Confira!

Em junho passado, a AMD anunciou a terceira geração de processadores Ryzen, baseada na arquitetura Zen 2 e núcleos Matisse. A grande novidade desses processadores é o uso de chiplets, ou seja, pequenos chips com diferentes finalidades dentro do mesmo processador. Assim, um processador Ryzen de terceira geração é composto por um chiplet de entrada e saída chamado IOD (input/output die), fabricado em processo de 12 nm e que faz funções como controlador de memória, portas e pistas PCI Express, e um ou dois chiplets chamados CCD (core chiplet die) contendo os núcleos de processamento propriamente ditos, fabricado em 7 nm. Cada CCD tem dois CCX (core complex), até oito núcleos e 32 MiB de cache L3. Os chiplets são interligados utilizando o barramento Infinity Fabric.

Outra novidade desta geração é o uso do padrão PCI Express 4.0, que possibilita o dobro da largura de banda do PCI Express 3.0.

Além disso, a arquitetura Zen 2 ainda tem outras melhorias sobre as arquitetura anteriores, como instruções AVX de 256 bits, cache de micro-operações duas vezes maior, novo preditor de desvios, maior largura de banda de carga e armazenamento, cache L3 com o dobro da capacidade e menor latência, dentre outras otimizações. Com isso, segundo a AMD, esta arquitetura trouxe um ganho no IPC (Instructions per Cycle, isto é, instruções por pulso de clock) de cerca de 15%.

O processador Ryzen 9 3900X tem um IOD e dois CCDs, cada CCD com seis núcleos habilitados (dos oito disponíveis), desta forma oferecendo 12 núcleos, 24 threads (graças à tecnologia SMT), 6 MiB de cache L2 (512 kiB por núcleo) e impressionantes 64 MiB de cache L3. Ele tem clock base de 3,8 GHz e clock boost de 4,6 GHz e TDP de 105 W.

Ele não traz vídeo integrado e, como todos os processadores Ryzen, é desbloqueado para overclock. O modelo vem com o cooler Wraith Prism RGB, que nós já testamos e mostrou-se uma excelente solução de refrigeração.

Na Figura 1 vemos a embalagem do processador Ryzen 9 3900X testado.

Ryzen9-3900X-01.jpg

Figura 1: caixa do Ryzen 9 3900X

A Figura 2 mostra o conteúdo da embalagem: o cooler Wraith Prism RGB, o processador propriamente dito e um pequeno manual.

Ryzen9-3900X-02.jpg

Figura 2: conteúdo da embalagem

Podemos ver o Ryzen 9 3900X na Figura 3.

Ryzen9-3900X-03.jpg

Figura 3: o processador Ryzen 9 3900X

O processador testado é o primeiro modelo a utilizar a nomenclatura Ryzen 9, o que deixa claro que ele pretende concorrer diretamente com o Core i9 da Intel, e o Ryzen 9 3900X concorrente diretamente com o Core i9-9900K. Assim, compararemos estes dois modelos.

Além disso, incluímos no comparativo o Core i9-7900X, que tem dez núcleos, para termos uma ideia da diferença entre um processador atual da plataforma principal e um processador (mais caro) da plataforma HEDT (high end desktop) de dois anos atrás. Também incluímos o Ryzen 7 3700X, o Ryzen 7 2700X, e o Core i7-9700K, que são processadores mais baratos, no comparativo de desempenho.

Também convém lembrar que o Ryzen 9 3900X já vem com um cooler, enquanto o Core i9-9900K vem sem cooler, o que significa que se você adquirir o modelo da Intel, ainda precisa comprar um bom cooler.

Utilizamos uma GeForce RTX 2080 Ti, que é a placa de vídeo mais topo de linha disponível no momento, em todos os testes. Com isto, esperamos que o desempenho dos jogos e programas seja limitado pelo processador, o que nos permite ver a diferença de desempenho entre os processadores.

Vamos comparar as principais especificações dos processadores testados na próxima página.


  • Curtir 8
  • Obrigado 1
  • Amei 3

Comentários de usuários

Respostas recomendadas



"HEDT (high end desktop) de dois anos atrás. Também incluímos o Ryzen 7 3700X, o Ryzen 3 2700X, e o Core i7-9700K, que são processadores mais baratos, no comparativo de desempenho."

 

Erro na descrição do processador, Ryzen 3 2700X seria o Ryzen 7 2700X.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
  • Membro VIP
12 minutos atrás, ViniciusTP disse:

"HEDT (high end desktop) de dois anos atrás. Também incluímos o Ryzen 7 3700X, o Ryzen 3 2700X, e o Core i7-9700K, que são processadores mais baratos, no comparativo de desempenho."

 

Erro na descrição do processador, Ryzen 3 2700X seria o Ryzen 7 2700X.

Corrigido, obrigado.

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Depois de muito tempo vendo a intel dominar o mercado de processador e incrível ver uma empresa se reerguer trazendo um produto que traz um desempenho maior que a do seu concorrente é com o preço mais em conta, estou ansioso para ver a resposta da intel com a decima geração, espero que venha com litografia entre 10 e 7nm, alto desempenho e claro, com o preço mais camarada é que eles tragam mais processadores sem IGPU.

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
  • Membro VIP
36 minutos atrás, Kleber Peters disse:

@Rafael Coelho Deu erro na paginação, e ficou tudo numa página só. Não se se vocês tem interesse em contagem de page view, mas pra mim ficou melhor assim, sem precisar avançar as páginas para ver todo o teste. 

Em tempo, que monstro de processador!!! 

Obrigado, já estamos verificando. Para algumas pessoas pode ficar melhor, mas o artigo em uma página só prejudica quem está usando uma internet mais lenta ou limitada, além de, também, prejudicar o site em termos de receita.

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
  • Administrador
12 horas atrás, Kleber Peters disse:

Deu erro na paginação, e ficou tudo numa página só. Não se se vocês tem interesse em contagem de page view, mas pra mim ficou melhor assim, sem precisar avançar as páginas para ver todo o teste. 

 

Problema corrigido, obrigado por nos avisar.

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
  • Membro VIP
2 horas atrás, Roberval Taylor disse:

AMD chegou com força!

E ainda tem uma penca de novas CPU AM4 chegando, como o 3900,  3700 e 3500 (todos sem X), além do monstro 3950x !

Pensei em trocar meu R5 2600x, mas o bichinho já roda tudo tão bem... 

 

Confirmado o 3700 sem X? Se chegar no fim de ano com preço condizente por aqui, eu pego um.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
  • Administrador
2 horas atrás, Inferos disse:

Me digam uma coisa: por qual motivo o 3900X é mais caro que o 9900K?

 

Isto é algo que você deve perguntar à AMD: política de preços é algo que só a empresa mesmo tem como te responder.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Incrivel ver a AMD finalmente passando em performance a Intel.

 

Mas pra mim esse teste me mostrou algo incrivel do ponto de vista usuário: Que para ter um desktop muito bom e com preços de processador "aceitaveis", o Ryzen 7 3700X é incrivel! Pouca coisa inferior aos topos de linha com uma performance brilhante! Isso claro, fora do Brasil.

 

porque aqui... 2000 reais é impensavel ao meu ver. Mas aí vejo que o artigo já indicou as opções de custo x beneficio em preço. 

 

Mas eu escolheria ele se morasse nos EUA sem duvida alguma.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Em 09/08/2019 às 08:39, Inferos disse:

Me digam uma coisa: por qual motivo o 3900X é mais caro que o 9900K?

Pelo o que foi apresentado pela CEO da amd Lisa Su, o ryzen 9 3900x veio para competir com o i9 9920X, e o ryzen 7 3800 para competir contra o i9 9900K.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Em 09/08/2019 às 12:00, eds2008 disse:

Incrivel ver a AMD finalmente passando em performance a Intel.

 

Mas pra mim esse teste me mostrou algo incrivel do ponto de vista usuário: Que para ter um desktop muito bom e com preços de processador "aceitaveis", o Ryzen 7 3700X é incrivel! Pouca coisa inferior aos topos de linha com uma performance brilhante! Isso claro, fora do Brasil.

 

porque aqui... 2000 reais é impensavel ao meu ver. Mas aí vejo que o artigo já indicou as opções de custo x beneficio em preço. 

 

Mas eu escolheria ele se morasse nos EUA sem duvida alguma.

Não sou nem um pouco estudioso nesses assuntos, nem sequer acompanho a não ser quando quero trocar de equipamento como agora, mas também notei que esse Ryzen 7 3700X possue uma pontuação excelente mas não foi mencionado, para mim pareceu muito próximo do Ryzen 9 que inflacionaram o preço dele por aqui, se nos exterior custa na base de U$ 500 porque tá quase R$ 4.000,00?

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
  • Administrador
19 horas atrás, misterjohn disse:

se nos exterior custa na base de U$ 500 porque tá quase R$ 4.000,00?

 

O custo de importação é na faixa de 100%. US$ 500 = R$ 2.000 x 2 (custo Brasil) = R$ 4.000. Neste vídeo eu mostro o cálculo em detalhes:

 

 

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Assisti o vídeo, não vou dizer que entendi porque não sou economista, mas deu para compreender porque algo que custa x no exterior, chega para nós quase  10 x, o problema é que aqui no Brasil se cria dificuldade para vender facilidades...isso acima expôsto vale para todos produtos importados ou mesmo se tratando de informática, existem critérios diferentes? Digo isso porque o Ryzen 9 está beirando os R$ 4.000,00 inclusive no mercado livre, no entanto o i9 da Intel não atingiu valores absurdos como o Ryzen, se o custo de importação vale igual para todos produtos, parece que no caso do processador da AMD alguém extrapolou.

O preço do Ryzen 9 estava por volta de R$ 2.800,00 à vista, hoje está por volta de R$ 3.800,00 qual a razão disso uma vez que no exterior o preço é estável e os encargos aqui no Brasil também não mudaram.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Desculpe insistir no tema, vi o seu vídeo, e realmente fala que o impôsto não é um só para todos os produtos, mas o que eu estou me referindo a processadores.

Então processador Intel teria uma carga tributária e AMD outra? Haveria uma escala com impôsto proporcional a capacidade do processador, como  por exemplo um i3 seria X e um i7 seria y apenas porque tem capacidades diferentes?

Ao ver  seu vídeo eu imaginei que o imposto é inserido de acordo com a familia de materiais, como no caso concreto processador que seja X % para qualquer capacidade e para qualquer marca, o mesmo para placa-mãe.

Um processador Intel i9 9900X custa U$ 485 nos EUA enquanto o Ryzen 9 3900X custa U$ 500, considerando que são produtos similares e pela lógica teriam a mesma carga tribútária, o i9 custa R$ 2.699,90 na Kabum e o Ryzen 9 3900X custa R$ 3.299,90 na mesma loja que vende o Intel, o que sugere ser comprado do mesmo distribuidor, não necessariamente. 

 Se for pura ganância, porque isso não se aplica aos processaores da Intel que continuam com seus preços nos mesmos patamares já o Ryzen 9 até pouco tempo era vendido por R$ 2.700,00 na média aqui no Brasil.

Se no EUA o Ryzen custa U$ 15 à mais do Intel i9 nos EUA e considerando que as taxas alfandegárias sejam iguais para todos processadores, porque aqui no Brasil o i9 custa R$ 2.700,00 e o Ryzen custa entre R$ 3.300,00 a R$ 3.800,00 isso em lojas tradicionais e beirando ao absurdo de quase R$ 8.000,00 em um local que sempre foi mais barato do que lojas ou sites conhecidos?

https://produto.mercadolivre.com.br/MLB-1271393850-processador-amd-am4-ryzen-r9-3900x-38ghz-_JM?quantity=1#position=46&type=item&tracking_id=ca1564f0-26bb-4735-a107-0b26853a30fa

 

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
  • Administrador

@misterjohn Sim, a alíquota do imposto é referente ao tipo de produto e não ao modelo/marca do produto. Seu entendimento está correto. Em relação ao motivo de dois produtos similares terem preços parecidos nos EUA mas diferentes no Brasil é algo que, para saber a resposta exata, você teria de perguntar à loja em questão... Eu não vejo motivo técnico para tal diferença.

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
  • Membro VIP
38 minutos atrás, Gabriel Torres disse:

@misterjohn Sim, a alíquota do imposto é referente ao tipo de produto e não ao modelo/marca do produto. Seu entendimento está correto. Em relação ao motivo de dois produtos similares terem preços parecidos nos EUA mas diferentes no Brasil é algo que, para saber a resposta exata, você teria de perguntar à loja em questão... Eu não vejo motivo técnico para tal diferença.

@misterjohn A diferença de preço no Brasil, entre produtos que nos EUA têm o mesmo valor, depende de vários valores, como por exemplo a cotação do dólar na data que cada um deles foi importado. Mas, até onde sei, a maior diferença é por causa de negociação entre importadores, distribuidores e lojas.

Se um importador traz uma quantidade enorme do produto X e apenas uns poucos exemplares do produto Y, o produto X vai ser mais barato no Brasil, mesmo que ambos tenham o mesmo preço nos EUA.

  • Curtir 1
  • Obrigado 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Acredito que tenha um pouco da questão básica de procura e demanda envolvida. Depende do quão disponível o produto em questão está e quanto as pessoas estão dispostas a pagar. A RX 570, por exemplo, há poucas semanas se encontrava de balde e a R$ 600 ou até menos. Com o fim da produção e, conforme minguam os estoques, a mais barata que se encontra agora já está R$ 680 e não se vê mais com frequência os preços anteriores. Mesmo que com o lançamento de novas placas ela vá cada vez valendo menos a pena. Maravilhas do capitalismo.

  • Curtir 1
  • Obrigado 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Shaman, 

Também aproveito para dizer que além da demanda, tem a questão mercadologica da marca. As vezes ela comercialmente vende menos, mas é a que está na boca do povo. Ou seja, a marca por vezes teve um produto muito bom, competitivo mas sua marca é ainda mais impactante. Veja o exemplo do meu comentário: Eu achei incrivel a AMD realmente superar a Intel que sempre foi dominante quanto a performance de forma que a procura sempre foi maior pelos processadores da mesma.

 

Só traçando um paralelo, vamos colocar de modelos da Intel, o "Pentium". Até hoje falar que é um processador "Pentium" para muita gente é sinonimo de performance e qualidade. E vai ver... é apenas uma linha da intel e de entrada. 

 

Aí você cita os core iX da vida, muitos ainda não sabem por serem leigos. E sabemos que são muito superiores.

 

Enfim, creio que esse momento com os processadores Ryzen, a AMD tem um certo destaque principalmente porque os processadores da mesma tendo uma "GPU" não deixa a desejar e é muito superior aos intel. Isso também tem ajudado na venda. E acaba que a procura (aí falamos da demanda) além da marca que ajuda a ter um custo maior.

 

As vezes pode ser culpa sim de negociação o valor a maior, mas certamente que o peso da marca nesse momento com diversos benchmarks e testes de sucesso ajudam a alavancar o produto. 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora



Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas comunidades sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

GRÁTIS: ebook Redes Wi-Fi

EBOOK GRÁTIS!

CLIQUE AQUI E BAIXE AGORA MESMO!