Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Entre para seguir isso  

Configurando o Config.sys

       
 127.838 Visualizações    Tutoriais  
 1 comentário

Aprendendo a configurar o config.sys de forma correta.

Configurando o Config.sys
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

Todo sistema operacional possui um arquivo de configuração no diretório raiz chamado Config.sys. É através deste arquivo que o sistema operacional é configurado em sua forma mais básica.

Nos sistemas Windows 95, Windows NT e OS/2, o configuração deste arquivo não é tão problemática, pois raramente necessitam que o usuário altere o seu conteúdo. O mesmo, porém, não ocorre no MS-DOS.

Como o MS-DOS é um sistema operacional extremamente rudimentar, ele por si só não conhece periféricos modernos - tais como unidades de cd-rom e placas de som. Você deverá "ensinar" ao sistema como lidar com estes recursos "extras". Este é o papel do driver, um pequeno programa carregado em memória que "ensina" ao sistema como trabalhar com um determinado periférico. No MS-DOS, os drivers são carregados geralmente pelo Config.sys. Eles também podem ser carregados pelo Autoexec.bat, mas iremos ver isto depois, no dia em que falarmos sobre este arquivo. No Config.sys, drivers são carregados através do comando Device= ou Devicehigh=.

Além disso, o MS-DOS possui outro grande inconveniente, que deve ter ficado claro para todos que acompanharam a série sobre configuração de memória: ele trabalha em modo real e por isto reconhece somente 640 KB de memória RAM.

Outro problema ocorre: cada vez que um driver é carregado em memória, menos memória convencional (a área que o MS-DOS "enxerga") disponível haverá para programas. A solução para isto é fazer com que o driver seja carregado na área de memória acima de 640 KB, chamada de memória superior, fazendo com que a memória convencional não fique muito ocupada. Isto é feito através do comando DEVICEHIGH=.

A edição do Config.sys não é tão difícil, basta utilizar o comando EDIT do MS-DOS. No prompt do MS-DOS, entre: EDIT C:[:backslash:][:backslash:]Config.sys.

Os comandos existentes no Config.sys são exclusivos. Isto quer dizer que você não pode entrar um comando do Config.sys diretamente no prompt do MS-DOS. Além disso você pode ter um mente que o Config.sys só é lido uma única vez, quando o sistema operacional é carregado. Por este motivo, após qualquer alteração que efetuar você deverá reiniciar o sistema. Ah! Não se esqueça de gravar as alterações que você fizer! Utilize o comando "Salvar" presente no menu "Arquivo" do comando EDIT.

Em geral, para que o seu micro fique "no ponto", você deve editar o Config.sys da seguinte forma:

  • Todo Config.sys deve começar pelos comandos
DEVICE=C:[:backslash:][:backslash:]DOS[:backslash:][:backslash:]HIMEM.SYS
DEVICE=C:[:backslash:][:backslash:]DOS[:backslash:][:backslash:]EMM386.EXE NOEMS
DOS=HIGH,UMB

Se você tiver algum programa que necessite da técnica de memória expandida (joguinhos antigos e sistemas baseados em DBase/Clipper), basta trocar o parâmetro "NOEMS" presente na segunda linha por "RAM".

  • Substitua todos os comandos "DEVICE" por "DEVICEHIGH", menos as linhas que carregam o HIMEM e o EMM386. É importante notar que nem todos os drivers podem ser carregados com DEVICEHIGH - em especial o gerenciador Plug and Play dos novos Kits Multimídia. Para saber que drivers podem ser ou não carregados com DEVICEHIGH, substitua todos os comandos "DEVICE" por "DEVICEHIGH", não se importando com este detalhe. Salve o Config.sys e dê um "reset" no micro. Se ele travar durante o boot, dê um "reset" novamente e pressione a tecla [F8] quando aparecer a mensagem "Iniciando o MS-DOS..." na tela. Isto fará com que o Config.sys seja executado passo a passo. Vá confirmando linha por linha do Config.sys. Quando o micro travar, a última linha executada estará impressa na tela. É justamente esta linha que está fazendo o seu micro travar. Basta você dar um "reset", pressionando agora a tecla [F5] quando aparecer a mensagem "Iniciando o MS-DOS...". Edite o Config.sys e substitua o comando "DEVICEHIGH" por "DEVICE" na linha problemática.

Caso um dia você precise criar um Config.sys básico mas não saiba como ele deve ser, utilize o exemplo abaixo.

device=c:[:backslash:][:backslash:]dos[:backslash:][:backslash:]himem.sys
device=c:[:backslash:][:backslash:]dos[:backslash:][:backslash:]emm386.exe noems
dos=high,umb
stack=9,256
files=40
buffers=20
country=055,,c:[:backslash:][:backslash:]dos[:backslash:][:backslash:]country.sys
devicehigh=c:[:backslash:][:backslash:]dos[:backslash:][:backslash:]display.sys con=(,850)
devicehigh-c:[:backslash:][:backslash:]windows[:backslash:][:backslash:]ifshlp.sys

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Artigos similares


Comentários de usuários


Adorei o seu tutorial!

Muito claro e bem articulado, mas... tenho instalado o windows 2000 sp3.

O que ele tem em estabiidade (proncipalmente num pc em que muita gente mexe!) em tem em bloqueios de qualquer configuração.

Foi isso que aconteceu comigo ao tentar editar o config.sys! bloqueio, bloqueio, bloqueio... :("erro desconhecido... erro 123"

Acontece que o meu problema é exatamente rodar aqueles joguinhos antigos, base DOS, que, em alguns casos, até iniciam, mas ao menor movimento do mouse TRAVAM!

Gostaria de saber se você pode me ajudar, ou a alterar o config, já que suspeito ser um problema de memória a impossibilidade de rodar os jogos, ou com outra possibilidade/ideia do que pode ser esse problema.

Obrigada, e não pela ajuda, pelo tutorial muito bem escrito!

Juliana Franco

:palmas:

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×