Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Como Montar um Servidor Web com PHP 5 e Suporte ao MySQL 5

       
 157.172 Visualizações    Tutoriais  
 5 comentários

Montar um servidor web PHP 5 com suporte ao MySQL 5 não é tão fácil como parece. O PHP 5 não vem com suporte nativo ao MySQL, o que dificulta compilar o PHP 5. Leia este tutorial passo-a-passo e evite todos os problemas que você pode encontrar.

Como Montar um Servidor Web com PHP 5 e Suporte ao MySQL 5
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

Montar um servidor web PHP 5 com suporte ao MySQL 5 não é tão simples como parece. Nós descobrimos isso da pior maneira possível: gastamos literalmente um dia inteiro tentando fazer isto. O principal problema é que o PHP 5 não vem com suporte nativo ao MySQL, e o MySQL 5 não oferece um módulo cliente independente pronto para download e instalação. Neste tutorial passo-a-passo nós mostraremos como compilar e instalar o Apache 2, o PHP 5 com suporte ao MySQL 5 e um otimizador e cache para o PHP (Xcache) no Linux. Portanto lendo este tutorial você poderá montar seu próprio servidor web em questão de minutos – e não em questão de horas, como aconteceu conosco.

Nós nos deparamos com várias mensagens de erro ao longo do processo e publicaremos aqui as mensagens de erro mais comuns, de modo que você saiba o que fazer caso se depare com alguma delas.

A coisa mais importante que você precisa fazer é o upgrade da versão do Linux que você estiver usando para a última versão ou pelo menos verificar se o arquivo libstdc++.so.6 está instalado. Este arquivo deve estar no diretório /usr/lib/ (você pode também tentar o comando locate libstdc++.so.6). Se você não encontrar este arquivo, você receberá a seguinte mensagem de erro durante o processo:

error while loading shared libraries: libstdc++.so.6: cannot open shared object file: No such file or directory

Este erro acontece porque seu servidor tem uma versão antiga da biblioteca do C++, provavelmente a libstdc++.so.5. A solução é atualizar a biblioteca do C++. Acontece que como praticamente tudo no Linux depende do C++, você terá de fazer o upgrade de muitas outras coisas. No Debian, a distribuição do Linux que estávamos usando, é simplesmente mais fácil atualizar todo o sistema com os seguintes comandos:

apt-get update
apt-get dist-upgrade

Esses comandos atualizarão não apenas a biblioteca do C++, mas também atualizará seu Debian para a versão mais nova. Nós recomendamos que você execute esses comandos antes de iniciar o processo de instalação e configuração.

Outro truque para usuários do Debian é editar o arquivo /etc/apt/sources.list e verificar de qual servidor o Debian fará o download dos arquivos usando comandos apt, como o apt-get. Por padrão, você verá o http://ftp.debian.org sendo listado, mas este servidor é normalmente sobrecarregado. Você pode comentar as linhas que apontam para o debian.org e adicionar novas linhas apontando para um servidor mais rápido, por exemplo:

deb http://ftp.uwsg.indiana.edu/linux/debian stable main
deb-src http://ftp.uwsg.indiana.edu/linux/debian stable main

Uma lista de servidores disponíveis pode ser encontrada aqui: http://www.debian.org/mirror/list. Role a tela e prefira usar um servidor secundário, já que eles são normalmente menos sobrecarregados, o que facilita seu processo de instalação e upgrade – especialmente para fazer o upgrade de todo o sistema operacional, como recomendamos.

Após essas explicações preliminares, vamos para o nosso tutorial passo-a-passo. Note que os seguintes passos precisam ser feitos na mesma ordem em que escrevemos: você não pode tentar compilar e instalar o PHP 5 antes do MySQL 5 – não vai funcionar.

Editado por

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Artigos similares


Comentários de usuários


Vocês deviam estar rodando uma versão muito antiga do Debian para estar com libc5. Isso porque faz muito tempo que o Linux usa a glibc 2 e por isso não tem sua própria biblioteca de C. A última versão dela foi a libc5, e por isso a glibc 2 se chama libc6 no Linux. Todas as distribuições de Linux atuais vêm com a libc6.

Vocês acabaram fazendo da maneira mais difícil. O jeito ideal e menos trabalhoso de se fazer uma instalação desse porte é utilizar o sistema de gerenciamento de pacotes do seu SO. No caso do Debian e derivados (Kurumin, Ubuntu, Knoppix, etc.), usando o aptitude:

# aptitude install apache2 php5 mysql5

Em outras distribuições o sistema é outro. No Fedora e similares (Red Hat, CentOS, etc.), por exemplo, usa-se o yum:

# yum install <pacotes>

No Mandriva:

# urpmi <pacotes>

No FreeBSD:

# pkg_add -r <pacotes>

No lugar de <pacotes>, é só colocar os nomes dos pacotes (duh!). Assim a instalação é automática e sempre que você usar o gerenciamento de pacotes para atualizar o sistema esses programas serão automaticamente atualizados também (não precisando repetir todo o processo de compilação para atualizar, digamos, o Apache).

Talvez no caso do fórum do Clube do Hardware, como é um site muito acessado, o ideal fosse utilizar um servidor mais leve do que o Apache como o lighttpd, que é mais leve mas por outro lado tem menos recursos.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
e onde devo proceder com os códigos...onde devo rodalos? sou novo no linux...poderiam me ajudar?

outra duvida tb...

"make

make install"estes comandos não rodam no meu terminal...eu uso kurumin 7 e deveria funcionar porque é derivado do debian! oke eu faço?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

eu tenho uma aplicação que está rodando local em um server 2003 com apache mysql php. eu gostaria de colocar esta aplicação também aberta na rede. tenho uma internet com ip fixo. já tentei de tudo porém não obtive sucesso.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×