Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Entre para seguir isso  

Como Otimizar um Servidor MySQL

       
 89.379 Visualizações    Tutoriais  
 1 comentário

Aprenda neste tutorial a otimizar um servidor MySQL de modo a fazer o seu site ficar mais rápido.

Como Otimizar um Servidor MySQL
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

A Configuração de Rede

Ao encomendar servidores dedicados em uma empresa de hospedagem sem fornecer instruções especiais, eles provavelmente configurarão os servidores da maneira mostrada na Figura 2.

Configuração típica de servidores dedicados
Figura 2: Configuração típica de servidores dedicados

Usando esta configuração, a interface de rede do servidor web será utilizada para o tráfego público (web) e para as comunicações entre o servidor web e o servidor MySQL. Esta não é a melhor configuração possível por inúmeras razões.

Geralmente, o switch da empresa de hospedagem opera a 100 Mbps, portanto, mesmo que os servidores tenham portas Gigabit Ethernet, a interface de rede ficará limitada a 100 Mbps, valor que pode ser facilmente alcançado nas comunicações entre o servidor web e o servidor MySQL de um site movimentado. Ao alcançar este limite, o site ficará muito lento.

Além disso, como as interfaces de rede estarão rodando a 100 Mbps, a latência (tempo de ping) entre os dois servidores será mais alta que se as interfaces fossem configuradas como Gigabit Ethernet.

Outro problema é que você terá tráfego de dados circulando no switch da empresa de hospedagem, que pode significar risco de segurança.

A melhor maneira de conectar um servidor web a um servidor MySQL é usar uma conexão Gigabit Ethernet ligando a segunda interface de rede (eth1) dos servidores. Nós mostramos esta opção na Figura 3. Como quase todos os servidores têm duas portas Gigabit Ethernet, esta configuração pode ser facilmente realizada; no entanto, você deverá pedir para que a empresa de hospedagem faça isso para você. Você deverá usar um cabo “cross-over” para a conexão mostrada na Figura 3. Outra opção seria usar um switch Gigabit Ethernet conectando os dois servidores.

Enquanto que a primeira interface de rede (eth0) terá um endereço IP público, a segunda interface de rede (eth1) deverá usar um endereço IP privado (como 192.168.0.x). Após conformar a configuração física, não se esqueça de reconfigurar suas aplicações de rede (por exemplo, editar o arquivo config.php da aplicação) para usar o endereço IP eth1 do servidor MySQL (192.168.0.2 em nosso exemplo), caso contrário ele continuará usando o endereço IP público.

Melhor configuração para o servidor MySQL
Figura 3: Melhor configuração para o servidor MySQL

Com esta configuração, a interface eth0 do servidor web será usada apenas para o tráfego público; o tráfego entre o servidor web e o servidor MySQL será transferido para uma conexão Gigabit privada que será mais rápida e mais segura. O endereço IP público do servidor MySQL deverá ser usado apenas para acesso remoto ao servidor, usando uma conexão SSH.

Alguns administradores paranoicos com segurança simplesmente desconectam a interface eth0 do servidor MySQL do switch da empresa de hospedagem; assim o servidor MySQL não poderá ser acessado publicamente. Neste caso, para acessar o servidor MySQL remotamente usando SSH, você deverá primeiro abrir um conexão SSH com o servidor web e em seguida, de dentro do servidor web, você poderá abrir um conexão SSH com o servidor MySQL usando seu endereço IP privado (192.168.0.2, por exemplo).

Editado por Gabriel Torres

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Artigos similares


Comentários de usuários




Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×