Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Internet: limitar ou não limitar, eis a questão!


     31.414 visualizações    Redes    57 comentários
Internet: limitar ou não limitar, eis a questão!

Introdução

Desde fevereiro de 2016, quando as operadoras de telefonia decidiram adotar a cobrança de franquias nas conexões de banda larga fixa, o assunto tem gerado muita polêmica e incertezas.

O sistema de franquia de dados, já comum em planos de internet móvel, prevê a redução da velocidade e até mesmo o corte do serviço quando a franquia contratada é atingida.

O órgão regulador desse tipo de serviço, a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), havia publicado em 18 de abril de 2016 medida cautelar determinando abstenção das operadoras de banda larga fixa de "práticas de redução de velocidade, suspensão de serviço ou de cobrança de tráfego excedente após o esgotamento da franquia" por 90 dias, sob pena de multa diária de R$ 150 mil a R$ 10 milhões, e alterou, no dia 21 de abril, mantendo a proibição por um prazo indeterminado. Segundo comunicado divulgado através da página do Facebook da agência, o presidente João Rezende propôs que o tema das franquias na banda larga fixa seja examinado com base nas manifestações recebidas pelo órgão. Até lá, a fixação de limites estará suspensa, independentemente de esse tipo de ação estar ou não previsto nos contratos. O comunicado da Anatel foi feito através do Facebook porque hackers invadiram a página da instituição no dia 21 de abril, tirando-a do ar por alguns dias.

Além disso, no dia 3 de maio de 2016, Rodrigo Zerbone, conselheiro da Anatel, afirmou, durante audiência pública no Senado Federal, que o Governo não pode proibir que as operadoras adotem as franquias de dados na internet fixa, por se tratar de um serviço privado.

Neste artigo, falaremos sobre a forma de cobrança da internet banda larga fixa em diversos países, a postura dos órgãos de defesa do consumidor e da sociedade civil, das operadoras de telecomunicações e a visão dos consumidores. Além disso, comentaremos sobre o futuro da internet no Brasil.


Comentários de usuários

Respostas recomendadas



  • Membro VIP

@Zucchini não, tem 220 GiB de franquia no Fibra 100, mas, não está claro o que vai acontecer se eu bater esta meta, digo, consumir a franquia. :D

Na NET eu sei o que acontece e posso viver com a redução de velocidade, agora, se me cortarem a internê, aí não dá. Estou estudando a transição, por isso estão tentando me ludibriar.

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP

Eu tenho o plano da GVT de 50mbps, segundo a vivo teoricamente minha franquia seria de 170GB, não sei se acho isso muito justo não... Há algum programa que vocês recomendam para que eu possa monitorar o fluxo de dados?

 

Capturarsdfgdsfg.PNG

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP
1 hora atrás, Zucchini disse:

Eu tenho o plano da GVT de 50mbps, segundo a vivo teoricamente minha franquia seria de 170GB, não sei se acho isso muito justo não... Há algum programa que vocês recomendam para que eu possa monitorar o fluxo de dados?

 

Capturarsdfgdsfg.PNG

 

170 GiB é coisa pra caramba.

Veja se o "meu vivo" serve pra este caso. Eu sei que serve pra telemóvel.

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP

É coisa pra caramba dependendo do mês, se for um mês em que eu decidir começar a assistir uma nova série que já tá na terceira temporada lá se vão 30gb em um dia sem contar o uso normal.

 

Sem dizer que eu não sou o único que usa o computador, minha irmã passa os finais de semana aqui e ela usa loucamente o YouTube e netflix além de baixar filmes pra ver sozinha ou com o namorado.

 

A questão é que eu tenho uma internet rápida e não pago barato por ela, não quero "ter medo" de no final do mês não poder usar ela. Acho injusto.

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP

Tô nesse pacote ae, mas não vi nada de limitação ainda. Renovei o contrato no inicio do ano. 

170GB é pouco. 

 

Aqui se eu fosse reinstalar o BF4 e o The Witcher3 já comeria uns 100GB (meu HDD morreu com os principais jogos instalados ::( ) fora o uso normal de todo mundo de casa. Tenso. 

 

 

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

1 hora atrás, ApoloBrz disse:

Tô nesse pacote ae, mas não vi nada de limitação ainda. Renovei o contrato no inicio do ano. 

170GB é pouco. 

 

Aqui se eu fosse reinstalar o BF4 e o The Witcher3 já comeria uns 100GB (meu HDD morreu com os principais jogos instalados ::( ) fora o uso normal de todo mundo de casa. Tenso. 

 

 

@Zucchini o senado ficou de concluir esta fase da internet limitada. 

A de vocês já está sendo franqueada?

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP
3 minutos atrás, alissomrex disse:

@Zucchini o senado ficou de concluir esta fase da internet limitada. 

A de vocês já está sendo franqueada?

Não que eu saiba, e meu contrato é de 2015. Mas sei que tão logo for aprovada a limitação eles vão dar um jeito para limitar os contratos antigos, nem que demore 6 meses ou 1 ano após a aprovação, sei que eles vão dar um jeito.

  • Curtir 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP

Segundo falaram na época deste reboliço, a operadora iria fornecer o meio de acompanhar em tempo real o consumo da franquia. Na GVT eu não sei como faz para verificar isso.

  • Curtir 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP

Só acho essa franquia muito retardada. Para velocidade de 50Mbps deveria ser pelo menos uns 400GB, pelo menos! Os limites no mínimo deveriam começar com 200GB, acho ridiculo do jeito que está.

  • Curtir 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Melhor forma de monitorar o consumo, vai ser pegar um modem e colcoar dd-wrt / openwrt / etc nele e monitorar por aí.

Parece frescura, mas se a gente lembrar das franquias nos EUA, onde o medidor da AT&T diz que vários usuários estouram a franquia de 300GB, mas no modem deles o consumo (de upload e download somados) não passa de 140GB.

 

Por isso não confiem muito no medidor fornecido pelas operadoras e instalem um medidor próprio ( NÃO COMETAM A BUR***A DE INSTALAR O MEDIDOR NO PC QUE NÃO ADIANTA NADA, TEM QUE INSTALAR NO MODEM PRINCIPAL DE SUA CASA [ aquele que liga seus equipamentos com a rede da operadora] ).

  • Curtir 3
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP

@Correr você poderia por gentileza criar um tópico na área de redes explicando como se faz essas paradas no roteador? Tenho certeza que ajudará muitos nesses tempos difíceis. Eu particularmente não faço a menor ideia do que você está falando e de como se faz esse procedimento, serei muito beneficiado caso compartilhe seu conhecimento.

  • Curtir 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@Zucchini

Quando você assina um plano de internet, a operadora fornece um modem correto ?

Você pegaria esse 'modem da operadora' e deixaria guardadinho. No lugar você usaria algum modem/roteador compatível com isso https://www.openwrt.org/ http://www.dd-wrt.com/site/index https://www.gargoyle-router.com/ (3 sugestões que conheço).

 

O que esses sites fazem ? (pegando o openwrt como exemplo)

Eu posso comprar um TP-LinkTL-WR1043ND e ao invés de usar o firmware da TP-link, eu posso formatar ele com o firmware da openwrt.

Eu perco várias funções que o modem da operadora fornece, perco várias funções que o modem/roteador da TP-link fornece. Mas ganho outras funções (e muito mais controle sobre o modem/roteador) que são fornecidas pelo openwrt.

 

 

Ou em outras palavras.

Comprei um celular com android, formatei e coloquei CyanogemMOD.

Comprei um computador/notebook que já veio tudo pré-instalado, formatei e fiz uma instalação limpa do windows.

No caso que falei em cima, eu formataria o roteador/modem :P

  • Curtir 5
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Administrador

Só para acrescentar algo à discussão. Aqui na Austrália há essas limitações, só que os limites são bem maiores, como 100 GB+100 GB, 200 GB + 200 GB e 500 GB + 500 GB. Esse "+" indica horário de pico + horário normal. Então um plano de 100 GB é na verdade de 200 GB. Estou achando todos esses limites que vocês postaram extremamente baixos. 

 

Em tempo: a Internet na Austrália é um lixo. Espero que não passem a fazer esse limite de dados no Brasil, pois caso contrário a Internet daí ficará um lixo também. O problema no Brasil é que em vez de investirem em infraestrutura, ficam colocando limites. É o caso das estradas esburacadas que, em vez de consertarem, colocam uma placa "Cuidado: buracos na pista".

 

A propósito, eu fiz um vídeo falando da situação da Austrália em meu blog pessoal: http://www.terremoto.com.br/seis-coisas-que-eu-nao-gosto-na-australia/

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Se bem que os limites aqui no brasil estão sendo impostos só por 1 motivo.

Netflix.

 

Hã? Como assim ?

Simples.

Net atua no mercado de internet e TV por assinatura (e faz parte do mesmo grupo que a operadora Claro).

Sky não atua no Brasil de forma direta. Então a Globo licenciou os direitos para poder usar o nome Sky aqui para vender TV por assinatura (segundo vi em diversos locais, o grupo Globo é o 2º maior grupo de mídia do mundo...).

Telefônica (dona da Vivo, GVT) atua no mercado de internet e quer que as pessoas usem seu péssimo serviço de TV por assinatura (que consegue ser pior que o vivo speedy).

 

Ou seja, não conseguem competir em qualidade (e por tabela, lucro) com o Netflix na parte de TV por assinatura portanto estão limitando a internet.

  • Curtir 3
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP

O problema é que nem todo roteador aceita o DD-WRT, além da chance de "bricar" o equipamento.

 

O ideal seria as fabricantes lançarem atualizações do seu firmware com esse contador incluído. Assim seria mais fácil poder reclamar no procom por exemplo. 

  • Curtir 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Live Tim só não vai entrar nessa onda porque a empresa é pequena no ramo de internet fixa. Só está no SP e RJ. Se entrarem nessa, vai ser uma onda de cancelamento e a Live Tim vai a falência. Se fosse grande como os outros provedores, a história seria diferente. Tudo se resume a oportunismo. Aqui no Brasil tudo pode mudar de um minuto para o outro, é tudo questão de oportunidade para os empresários.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

O grande problema é: o negócio é cartelizado.

Dificilmente um provedor iria se arriscar a impor franquias se tivesse concorrência séria. Mas no geral você dificilmente tem mais do que 2 opções. Não raras vezes você só tem 1 opção, que é ninguém mais e ninguém menos do que os picaretas da sua concessionária de telefonia fixa.

Então fica muito mais fácil impor franquias. O grande desafio aqui é criar um modelo que traga uma concorrência decente.

O mais curioso da história é que as franquias em si não são ilegais. Mas a forma como elas estão colocadas, tanto nos contratos da Morto, quanto nos da NETriste e da Boi estão em desacordo até mesmo com o que a Anacartel coloca na regulamentação. Provavelmente também não batem com o que está posto no CDC.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

A franquia só irá acabar e a internet só irá melhorar, quando todos os clientes (sem exceção) começarem a meter porrada através dos meios jurídicos.

Hoje, a maioria nem liga para o SAC das empresas tentando resolver os problemas de internet ruim / Traffic Shapping / Franquias estúpidas.

Dos que ligam e não tem o problemas resolvidos, poucos reclamam na ouvidoria.

E ainda menos abrem um processo para resolver os problemas.

 

Por mais demorado que seja resolver por através do SAC -> Ouvidoria -> vias jurídicas, devemos ter paciência e ir tentando resolver. Porque se parar para pensar que (exemplo) 1 em cada 10000 clientes fazem todo esse processo e ganha na justiça, as operadoras / Anatel nem irão se mexer.

Mas e se essa proporção passar para 1 em cada 1000 clientes? Ou 1 em cada 100 clientes? Meus amigos... todos sabemos que quando o bolso é afetado, qualquer pessoa / empresa começa a "fazer menos besteiras" e atender muito melhor.

 

 

Como exemplo pessoal (mas fora do assunto do tópico). A CEF (caixa) começou a cobrar algumas coisas indevidas, eram apenas 100 reais mensais a mais que eu tinha que pagar. Fiquei 4 meses brigando na agência, removi a cobrança indevida, agora estou brigando para receber de volta o dinheiro que paguei indevidamente. E nenhum conhecido meu achava que eu teria sucesso na empreitada, mas agora vários deles estão indo nas agências bancárias e conseguindo resolver muitos problemas "impossíveis de serem resolvidos".

Paciência, persistência e saber o que falar na hora da reclamação ajudam muito.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites




Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisa ser um usuário para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas comunidades sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

 

GRÁTIS: ebook Redes Wi-Fi – 2ª Edição

EBOOK GRÁTIS!

CLIQUE AQUI E BAIXE AGORA MESMO!