Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Teste da placa de vídeo Sapphire NITRO+ Radeon RX 590 Special Edition

       
 14.798 Visualizações    Testes  
 14 comentários

Testamos a Sapphire NITRO+ Radeon RX 590 Special Edition, placa de vídeo baseada no chip Radeon RX 590, que tem 2.304 núcleos e 8 GiB de memória GDDR5. Confira!

Teste da placa de vídeo Sapphire NITRO+ Radeon RX 590 Special Edition
Rafael Coelho Editor-chefe do Clube do Hardware

Desempenho em jogos - parte 2

Mad Max

O Mad Max é um jogo de ação em mundo aberto lançado em setembro de 2015, utilizando o motor Avalanche. Para medir o desempenho utilizando este jogo, rodamos a introdução do mesmo, medindo o número de quadros por segundo usando o FRAPS três vezes na sequência. Rodamos o jogo com a qualidade gráfica em “muito alto”.

Os resultados abaixo estão em quadros por segundo e são uma média aritmética dos três resultados coletados.

RadeonRX590-g08.gif

No Mad Max, a Sapphire NITRO+ Radeon RX 590 Special Edition foi 5% mais rápida do que a GeForce GTX 1060 FE de 6 GiB e 34% mais lenta do que a GeForce RTX 2060 FE.

Rainbow Six Siege

O "Tom Clancy's Rainbow Six Siege" é um jogo estilo FPS tático lançado em dezembro de 2015, baseado no motor AnvilNext, que é DirectX 11. Para medir o desempenho utilizando este jogo, nós rodamos o teste de desempenho embutido no mesmo, com  qualidade gráfica “ultra”.

Os resultados abaixo estão em quadros por segundo.

RadeonRX590-g09.gif

Neste jogo, a Sapphire NITRO+ Radeon RX 590 Special Edition foi 31% mais rápida do que a GeForce GTX 1060 FE de 6 GiB e 24% mais lenta do que a GeForce RTX 2060 FE.

Shadow of the Tomb Raider

O Shadow of the Tomb Raider é um jogo de aventura e ação lançado em setembro de 2018, baseado em uma nova versão do motor Foundation. Para medir o desempenho utilizando este jogo, rodamos o teste de desempenho embutido no mesmo, com DirectX 12 habilitado, qualidade gráfica “máxima” e TAA habilitado.

Os resultados abaixo estão em quadros por segundo.

RadeonRX590-g10.gif

No Rise of the Tomb Raider, a Sapphire NITRO+ Radeon RX 590 Special Edition foi 27% mais rápida do que a GeForce GTX 1060 FE de 6 GiB e 25% mais lenta do que a GeForce RTX 2060 FE.

The Witcher 3: Wild Hunt

O The Witcher 3: Wild Hunt é um RPG em mundo aberto, lançado em maio de 2015 e baseado no motor REDengine 3. Para medir o desempenho usando este jogo, ficamos andando pelo primeiro cenário do jogo, medindo três vezes o número de quadros por segundo usando o FRAPS. Rodamos o jogo com a qualidade de imagem configurada em “ultra”.

Os resultados abaixo estão expressos em quadros por segundo e são a média aritmética dos três resultados coletados.

RadeonRX590-g11.gif

Neste jogo, a Sapphire NITRO+ Radeon RX 590 Special Edition foi 17% mais rápida do que a GeForce GTX 1060 FE de 6 GiB e 34% mais lenta do que a GeForce RTX 2060 FE.

Compartilhar

  • Curtir 10


  Denunciar Artigo

Artigos similares


Comentários de usuários


Achei o consumo de energia desta placa inaceitável, especialmente por ser em processo de fabricação mais acançado que a 580/570.

 

O desempenho também não empolgou, considerando-se o preço.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Não me empolguei com ela também não. Mais desempenho que a 1060 porém mais preço e consumo também. No final, só se estiver com o preço muito próximo da 1060. Ok que tem o preço das memos das Vegas e tal, mas a AMD já deveria aposentar as Polaris, e não ficar requentando.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Review muito interessante, mas não achei justo comparar com a RTX2060; nem em preço nem em desempenho.

Hoje ela está competindo com a GTX1070 ti e 1080.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@Jean Américo tem que mostrar algo acima e abaixo, pra termos um referencial, ademais, a 2060 eles acabaram de testar, as duas que você citou é bem capaz de não terem mais "em estoque".

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

O ideal teria sido incluir a GTX 1070 no comparativo, mas infelizmente este modelo nós só recebemos emprestado quando publicamos o teste, então não tínhamos no laboratório para a comparação. Assim, incluímos a GTX 1080 (que tem praticamente o mesmo desempenho da 1070 Ti) e a RTX 2060, que obviamente está em outro patamar.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Boa noite, você pararam de testar as placas de vídeo deste segmento (mid-high end) em QuadHD (2K) ou UltraHD (4K)?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, Roberto91 disse:

Boa noite, você pararam de testar as placas de vídeo deste segmento (mid-high end) em QuadHD (2K) ou UltraHD (4K)?

Até hoje nós só rodamos os testes em 4K nas placas topo de linha, mas parece que vamos ter de mudar a metodologia...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Mas se as topo já ficam quase de joelhos em 4k, estas mids ai não vão sair do chão...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, Kleber Peters disse:

Mas se as topo já ficam quase de joelhos em 4k, estas mids ai não vão sair do chão...

Ultrawide e 2K é um mercado que está crescendo, acho válido os testes.

Placas como a 1070TI e Vega 56 caem como uma luva nestes cenários.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Exato! A RX590 está entre a 1060 6GB e a 1070. O problema é o preço, que não escalou muito bem, e esse consumo que demanda fontes melhores.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
17 horas atrás, Rafael Coelho disse:

Até hoje nós só rodamos os testes em 4K nas placas topo de linha, mas parece que vamos ter de mudar a metodologia...

Entendi.

Nem tinha reparado nisso. 4K pra elas talvez seja demais mesmo, contudo 2K funciona muito bem, digo isso porque tinha uma RX 580 8GB da PowerColor e usava ela para jogar nessa resolução (na configuração alta ou média). Existem jogos que rodam em 4K no Ultra nelas, mas são mais antigos, como estes que eu rodava: Cavaleiros do Zodíaco Alma dos Soldados, Mortal Kombat XL e Street Figther V.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Se o preço ajudasse ela tinha vingado, agora acho pouco provável. Consumo de 1080 com desempenho de 1070 pra baixo...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Em 21/01/2019 às 13:26, Evandro disse:

Achei o consumo de energia desta placa inaceitável, especialmente por ser em processo de fabricação mais acançado que a 580/570.

 

O desempenho também não empolgou, considerando-se o preço.

@Evandro

 

***OBS

***Não sei se pode postar outros testes aqui, mas não são referentes a jogos, mas sim consumo e média no gpu clock, qualquer coisa retira o post. Obrigado!

 

Não é tão inaceitável assim, esta vga tem praticamente o mesmo consumo de uma RX 580 Nitro, porém, ela tem clock maior, se for compara uma rx 590 vs rx 580 gpu clock vs clock com certeza a 590 consome menos por usar litografia 12nm.

 

Agora o preço tá alto mesmo, essa placa só ficaria uma boa opção na faixa dos 1.200 reais.

 

Uma RX 580 Nitro tem em média o gpu clock 1.400 mhz, enquanto a rx 590 nitro 1560 mhz:

GPU-core-speed.png

 

Agora repara no consumo, a rx 590 Nitro stock 1560 mhz consome só 8 watts ou em torno de 2% a mais que rx 580 stock 1400 mhz gpu clock, antes que repare, no review completo o autor relatou que houve queda no gpu clock durante o overclock para 1600 mhz na rx 590, por isso no gráfico o consumo dela em oc foi um pouco menor.

Power-Consumption.png

 

 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×