Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
AndréBorges

10GBASE-T VS Fibra Ótica 10GB

Recommended Posts

Qual a melhor relação custo/benefício entre a 10GBASE-T e a Fibra Ótica 10GB?

Tirando a diferença dos custos de dispositivos, cabos, instalação e manutenção da fibra que é bem mais dispendioso é claro.

Se o tópico já foi explorado, me ajude a encontrá-lo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vai depender do seu projeto.

Levando em consideração que 10GBaseT você consegue lançar um cabo a 100metros, máximo teórico, sem um switch ou repetidor no meio, talvez a fibra seja mais interessante, pois você vai gastar menos em equipamentos e terá menos pontos de falha, gastar menos energia, dependendo da fibra e dos equipamentos, consegue lançar ela de 2 a 10KMs sem repetidor, etc...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Obrigado pela sua resposta.

Vamos lá. É conversando que a gente vai esclarecendo os fatos.

- Creio que gasto de energia não seja problema;

- Distancia, está condicionada ao switch, portanto, a distância não conta pontos na escolha.

- Temos que obrigatoriamente fazer uso de um switch com largura de banda para trafegar no limite do 10GBase-t.

- O plano é conectar computadores que editam em HD a um storage, passando por um switch, utilizando toda a banda do padrão 10GBase-T.

Agora a disputa ficou mais justa.

Se puder me responder, me ajudaria. Acho que conhecimento você tem.

Abraço.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bom vamos lá...

10G nas estações pode esquecer, não vale a pena.

Atualmente só é usado 10G para uplink ou para ligar em storage fiber channel.

Para você ter uma ideia, você até consegue ter 10G nas estações, porém a placa de rede é muito cara (por volta de R$ 2500,00), e passar cabo de fibra para ligar estas placas é inviável.

O que você precisa fazer é cabeamento cat6 para as máquinas (vão conectar a 1G).

O switch que você vai usar será um 10/100/1000 com 2 ou 4 portas gbic, a maioria dos switches suportam 10G nestas portas.

Cada gbic 10G é algo em torno de R$ 600,00 e o patch cord de fibra (1,5 metros) é R$ 50,00, o que vale muito a pena se pensar que a fibra tem tempo de resposta e vazão melhor.

Espero ter esclarecido, qualquer coisa manda mais ai que respondo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Na verdade preciso mais que 1G por estação, para conectar-se ao storage passando por um switch. Quando se pensa em Fibra, fica dispendioso pensar em cabear cada estação, mas pensando Ethernet... Tire suas próprias conclusões.

- Quanto às placas, segue o endereço de uma das que penso que serve:

http://www.bhphotovideo.com/c/product/857579-REG/ATTO_Technology_FFRM_NT12_000_FSTFRM_2_CH_10GB_S_NIC.html

- Quanto ao Switch segue uma possibilidade de 24 portas com 10G cada.

http://www.bhphotovideo.com/c/product/819872-REG/Netgear_XSM7224S_100NAS_ProSafe_XSM7224S_24_PORT_10GB.html

- Quanto ao cabo, para esse padrão, o recomendado pela Furukawa, é o CAT6-A.

Quando puder, responda por favor.

Abraço.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Se for usar este switch, precisa de gbic para conectar as estações nele, neste mesmo site que pesquisaste, eu não encontrei.

O problema de ter as estações em 10g, é que o seu storage também estará em 10g, e quando estiver mais de uma máquina transferindo ao mesmo tempo, de nada adiantará que elas sejam 10g, pois terá gargalo.

Qual o tamanho médio destes trabalhos em HD?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Quanto ao gargalo, há banda suficiente para um controle por parte do switch para limitar cada porta.

Quanto a demanda, cada ilha trabalha com data rate de 50Mb/s, considerando uma trilha de vídeo em HD. Só que nunca trabalhamos com apenas uma trilha de vídeo por projeto. Em média trabalhamos com 2 trilhas de vídeo por projeto, o que somaria 100Mb/s. Acima disso, já teríamos problemas casso utilizassemos ethernet 1GB.

A grande questão que estou levantando, não é para forçá-lo a admitir padrão A ou B, apenas para faze-lo conhecer a tecnologia(10GBase-T que poucos conhecem e a minha demanda que só eu conheço.

Depois de conhecer bem, se me der um argumento, aceitarei e agradecerei, com certeza.

Hoje o nosso gargalo está no storage que tem limite de até 1Gb/s. Ou seja atenderia apenas uma ilha de edição.

Abraço e boa noite.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu desconheço a sua aplicação e como ela funciona, já vi uma ilha de edição, mas os vídeos eram editados localmente.

Se uma ilha trabalha com 100Mbps e seu storage tem o limite de 1Gbps, teoricamente você conseguiria atender mais 8 ou 9 ilhas a 100Mbps, sem levar em consideração o processamento e acesso aos discos do storage, que pode ter este desempenho diminuído.

Se hoje você está limitado pelo seu storage a 1Gb, sendo que as ilhas operam em 100Mbps, quando tiver as ilhas a 10Gb e o storage a 10Gb, isso será muito pior.

É só você fazer um teste no seu cenário atual, colocar o storage para trabalhar a 100Mbps, a mesma velocidade das ilhas (que é o que você está pretendo fazer com as ilhas a 10G e o storage também a 10G). O switch e as interfaces vão controlar isto, mas o desempenho da rede será pífio.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Então.

Entendo perfeitamente a sua teoria e apoiaria se não fosse alguns fatos vividos nessa rotina diária, que é a minha.

Quando conecto 2 ilhas de edição, creio que o fato atinge o limite da banda entre o Storage e o switch. Quando tento conectar a terceira, não consigo, dá erro de desempenho.

Na teoria, poderia conectar ao Storage, até 8 ilhas de edição, mas na prática, a realidade é outra.

2 máquinas usando 50Mbit/s, deveria usar no máximo 400Mbit/s teóricos. A medição da banda acusa 80MBytes/s entre as ilhas e o Storage, coerente com 1Gbit/s, mas na prática, como já disse, a realidade é outra.

E essa conta já foi confirmada pelo representante aqui no Rio, da fabricante do programa usado na edição(Avid Media Composer).

Caso tivesse um switch com 24 portas a 10GBit/s, limitaria a banda de cada porta do switch para 1Gbit/s.

Posso teoricamente conectar 10 máquinas.

Quanto às 10 máquinas acessando o mesmo storage, creio que um array de 48 discos em raid 5, não seria problema, fazendo uso de recursos de link agregation fazendo conexão do storage com o switch, totalizando 40Gbit/s.

Vou pesquisar mais, pra encontrar mais informações a respeito da melhor opção.

Se puder comentar a respeito...

Abração.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Estranho ele não usar toda a banda da interface do storage.

A explicação pode estar no cabo, o cat5 é para redes 100Mbps, para redes 1Gbps, pode ser 5e, mas o recomendável é que seja cat6.

O cat5 é certificado para trabalhar de 100 a 150 Mhz, já o cat6, é certificado para operar a 250MHz.

Faça um teste com um patch cord cat6, possivelmente irá melhorar esta situação, e se você está pensando em usar 10G futuramente, certamente terá que trocar todo o cabeamento para cat6 ou 6a.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sim, é verdade. Se optarmos por ethernet 10Gb/s, teremos que trocar os cabos dos dispositivos, bem como os adaptadores de rede. Os cabos serão cat6A, com blindagem. Ainda não tenho muito conhecimento sobre o CAT7, que é eletrônico, tem blindagem interna e externa. Ou seja o cabo tem blindagem nos fios e no cabo. Por enquando, a Furukawa, recomenda o cabo CAT6-A.

Mentira, fui confirmar com o nosso registro de certificação e os cabos são todos CAT6.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×