Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
albert_emule

Capacitores de 25uF por 450Vac.

Recommended Posts

Prezados bom dia!

Estou a procura destes capacitores com caneca em alumínio, vocês sabem quem possa fornecer?

Estes capacitores vão ser instalados em um transformador de núcleo saturado e portanto irão funcionar 24 horas por dia alimentados em uma tensão de 390 a 400Vac.

Encontrei no mercado livre, mas o cara só tem três unidades. Com três o transformador não funciona, vejam a imagem: http://img2.mlstatic.com/capacitores-ar-condicionado-e-uso-em-geral-25-uf-450-va_MLB-O-4321005125_052013.jpg

capacitores-ar-condicionado-e-uso-em-geral-25-uf-450-va_MLB-O-4321005125_052013.jpg

Encontrei aqui mesmo onde moro, em caneca de PVC, vendidos como capacitores de partida.

Eu havia lido em um site que capacitores de partida não foram projetados para ficarem alimentados permanentemente, que só são alimentados na partida do motor e depois são retirados do circuito. Dizia o texto que se estes ficarem alimentados permanentemente, eles se danificam.

Isso confere?

Agradeço a qualquer ajuda.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá, Albert.

Eu havia lido em um site que capacitores de partida não foram projetados para ficarem alimentados permanentemente, que só são alimentados na partida do motor e depois são retirados do circuito. Dizia o texto que se estes ficarem alimentados permanentemente, eles se danificam.

Isso confere?

Confere sim, mas dentro de um contexto.... O autor está se referindo ao capacitor somente para partida de motores e o capacitor está dimensionado para suportar o tempo necessário para atingir em torno de 65% da rotação síncrona e depois a chave centrífuga desliga o circuito auxiliar.

O que acontece é que se o enrolamento auxiliar ficar alimentado durante muito tempo, aquece e danifica o isolamento do esmalte, além do capacitor não suportar esta temperatura. Muitas vezes já vi capacitor de partida com isolação abaixo de 220V, sendo que a alimentação do motor era de 220V (motor com capacitor apenas para partida, não motor com capacitor permanente). Acredito que de propósito, para quando ocorrer algo errado, preferível queimar capacitor do que enrolamento.

Estes capacitores de partida suportam algumas % a mais de tensão dependendo do tipo fabricado, durante 24h/dia ou alguns minutos.

Nesse link acho que você pode conseguir melhores informações.

http://www.epcos.com/web/generator/Web/Sections/ProductCatalog/Capacitors/ACCapacitors/Page,locale=en.html

Lá no final, faz o download do pdf do

"Applications warning, installation and maintenance instructions" no item "General Tecnical Information"

tem a temperatura que suporta e o tempo que pode ficar acima da tensão de isolação....

Abraço.

Nélio.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Olá, Albert.

Confere, mas o autor está se referindo a tipo de motores com com enrolamento auxiliar apenas para partida, este tem capacitor de partida somente para arranque. Se este enrolamento auxiliar ficar energizado permanentemente, danifica ou o capacitor ou o enrolamento pois não foi projetado para tal. Esses motores são aqueles que tem chave centrífuga, que com o aumento da rotação abre contato que desliga o circuito auxiliar de acordo com o rpm.

Se for motor do tipo "com capacitor permanente", o enrolamento e o capacitor ficam energizados sempre que estiver em operação. Nesse caso, tanto o capacitor como o motor são projetados e dimensionados para esse fim e não tem chave centrífuga.

Abraço.

Nélio.

Entendi sobre o motor com enrolamento auxiliar e chave centrífuga.

Também entendi que no caso do motor o capacitor ou a bobina se danificam pois caso a chave centrífuga não abra, o motor vai aumentar a rotação e a bobina irá gerar algum tipo de sobre tensão em cima do capacitor, é isso?

No meu caso este mesmo capacitor ficará alimentado com 390 a 400V, A tensão que ele ficar alimentado será uma tensão estabilizada com variações máximas de apenas +-2%

Os capacitores originais eram de caneca em alumínio.

Achei um de caneca em PVC semelhante a este aqui:

122_capacitor_caneca_plastica__polipropileno__10_micro_faradey_x_250v.jpg

Que o vendedor diz ser de partida.

A pergunta é:

Este capacitor de partida em caneca em PVC, de 25Uf por 450V AC suporta ficar alimentado constantemente em 400V 60Hz durante 24 horas por dia?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Albert, enquanto estava editando a mensagem, você já tinha postado, desculpe.

Dá uma lida de novo na mensagem minha anterior. Revendo acho que acabei citando coisas que você já sabe...

Vou verificar se o capacitor da imagem vai te atender... já volto.

Editando:

Que o vendedor diz ser de partida.

A pergunta é:

Este capacitor de partida em caneca em PVC, de 25Uf por 450V AC suporta ficar alimentado constantemente em 400V 60Hz durante 24 horas por dia?

Na imagem http://www.maqgutierrez.com.br/image...dey_x_250v.jpg, tem código "B32322 B10", que é de AC film motor run:

(http://www.epcos.com/web/generator/Web/Sections/ProductCatalog/Capacitors/ACCapacitors/Page,locale=en.html)

Pela folha "Instalation_Maintenance..." ela suporta no caso 1,1 x 250V alimentado 24h/d.

No caso 25uF x 450V, suporta sim, porém tem que ser de "AC Film motor run" acho melhor confirmar o código impresso na peça na hora de comprar, ok?

Vi que a epcos tem a de 400V, daí, considerando o que citei acima, 1.1x400V (para 24h/d) também te atenderia, já que a variação da tensão de alimentação é em torno de 2%...

Abraço.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Acho que entendi:

Nos motores com enrolamento auxiliar e chave centrífuga eles são colocados subdimensionados pois só são acionados por um tempo necessário para atingir em torno de 65% da rotação síncrona e depois a chave centrífuga desliga o circuito auxiliar e que é preferível queimar capacitor do que enrolamento quando ocorre algum problema, por isso são colocados subdimensionados.

E se eles estiverem sendo alimentados dentro da sua tensão nominal, não há nenhum problema em ficar 24 horas por dia, certo?

Vou usar eles num equipamento semelhante a este da foto abaixo, só que de potência menor. Este é de 5Kva. onde eu vou usar é de 3Kva.

http://imageshack.us/a/img406/6161/p6170021.jpg

Observe estes capacitores da foto... Eles são do tipo de partida para motores?

Estes parecem servirem muito bem para a minha aplicação pois antes deste equipamento apresentar defeito na parte eletrônica, os capacitores ficavam alimentados noite e dia dentro do regime de tensão já citado.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Albert.

Olhando a imagem, eu creio que seja capacitor de partida (as brancas).

A de cor laranja, não sei te dizer, pode até ser eletrolítico.

Mas para ter certeza, somente com o código. Dei zoom na imagem mas não consegui ler o código.

Esse equipamento da foto é semelhante ao que você está trabalhando, mas nesse que você está trabalhando, tem que ver que tipo de capacitor está sendo usado. Tem código, fabricante, etc?

Esse equipamento, qual a aplicação dela? seria fonte AC? Pergunto, pois dependendo da aplicação, não sei se o capacitor de partida traria problemas futuros ou não...

Na imagem, vi que o capacitor está ligado em série, é isso mesmo?

T+

Nélio.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Albert.

Olhando a imagem, eu creio que seja capacitor de partida (as brancas).

A de cor laranja, não sei te dizer, pode até ser eletrolítico.

Mas para ter certeza, somente com o código. Dei zoom na imagem mas não consegui ler o código.

Esse equipamento da foto é semelhante ao que você está trabalhando, mas nesse que você está trabalhando, tem que ver que tipo de capacitor está sendo usado. Tem código, fabricante, etc?

Esse equipamento, qual a aplicação dela? seria fonte AC? Pergunto, pois dependendo da aplicação, não sei se o capacitor de partida traria problemas futuros ou não...

Na imagem, vi que o capacitor está ligado em série, é isso mesmo?

T+

Nélio.

São os capacitores brancos mesmos que me interessam.

O laranja é filtro DC. É eletrolítico de grande valor.

Os brancos trabalham em série. A tensão entre os bornes de cada um varia entre 390V a 400V, Exemplo: se em um você lê 390Vac no outro vai estar 400Vac. Varia pois os capacitores não possuem capacitâncias exatas. As capacitâncias variam dentro de uma determinada tolerância.

Os valores de tensão que eu citei é considerado normal.

Este equipamento é um no-break, senoidal interativo sem tempo de transferência de bateria para inversor, com variações máximas de saída de +-1% a +-2% da tensão nominal de saída.

Seu transformador é núcleo saturado, uma tecnologia antiga que praticamente caiu em desuso mais ainda é usado em aplicações especiais.

O modelo que eu estou trabalhando o sistema de transformadores é igual a este, porém de menor potência, de 3Kva. Este é de 5Kva.

Os capacitores fazem parte de uma espécie de circuito ressonante que torna a forma de onda senoidal, pois os transformadores de núcleo saturados, após a saturação do núcleo a tensão não sobe, ficando estabilizada, mas em contra partida os picos das senoides vão sendo ceifados.

O capacitor reconstrói o pico da senoide com um circuito ressonante.

A teoria é mais complexa, mas basicamente é isso.

Daí os capacitores ficam alimentados nestas tensões 24 horas por dia.

Não importa se é no-break ou não. A informação importante aí é que se trata de um transformador de núcleo saturado, também chamado de transformador ferro-ressoante ou mesmo de transformador de tensão constante.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Entendi a aplicação, Albert.

Ficou complexo para mim, pois foge da minha área, mas se capacitor de partida resolve, tenho alguns links, o colega Mor já citou um.

- WEG - http://www.weg.net/br/Produtos-e-Servicos/Controls/Capacitores-e-correção-do-Fator-de-Potencia/Capacitores-de-Polipropileno

(São todos capacitores permanentes, escolhendo de 400 ou 440V deve te atender)

Neste link- http://www.weg.net/br/Contato/Representantes , escolhe "controle e proteção de circuitos elétricos, Bahia, Salvador - vai encontrar o representante WEG na sua cidade, entra em contato e ele vai te dizer a loja mais próxima.

A Epcos só achei este contato: http://www.clcomercial.com.br/site/default.asp?TroncoID=730524

Eu costumo enviar e-mail para fabricantes diversos, e eles tem indicado representante ou a loja mais próxima.

Espero ter ajudado em algo.

T+

Edit: Na imagem, vi solda nos terminais, acredito que com o capacitor em questão não tenha problema, mas a da WEG é recomendado nunca utilizar solda, pois o aquecimento pode provocar disparo do dispositivo de proteção interno ao capacitor.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá!

Mandei a seguinte mensagem:

Preciso de 4 unidades de capacitores de 25uF por 450Vac.

Estes capacitores que vocês tem aí, com caneca em PVC, são de partida?

Ouvi dizer que capacitores de partida não suportam ficar alimentados continuamente, recebendo tensão elétrica.

Não vou instalar em motores. Vou instalar em um transformador saturado igual a este da foto do link a seguir: http://imageshack.us/a/img406/6161/p6170021.jpg

Este transformador ira alimentá-los constantemente, 24 horas por dia numa tensão de 390 a 400Vac. (Corrente alternada).

Preciso destes capacitores para substituir 4 capacitores que estão ruins neste transformador que regula tensão (estabilizador).

Os originais são de caneca em alumínio, semelhante a estes da foto no link a seguir: http://img2.mlstatic.com/capacitores-ar-condicionado-e-uso-em-geral-25-uf-450-va_MLB-O-4321005125_052013.jpg .

É um tipo de transformador chamado de transformador ferro-ressonante e estes capacitores irão trabalhar numa tensão de 390 a 400Vac. Os capacitores que estão lá no transformador funcionavam assim e estão ruim por fim de vida útil, pois já estão lá desde 2007.

Eles possuem descrição na carcaça como sendo de 25uF 440V/450V 50Hz / 60Hz. Só quero saber mesmo se estes que vocês estão vendendo é apropriado para funcionar constantemente alimentados.

Olha que disseram o pessoal da karimex.com.br:

Primeiro algumas considerações para o que você coloca abaixo:

- Os capacitores em caneca plástica que você mencion,a não são de partida. Os de partida (eletrlíticos) são para aplicação em motor e são polarizados, i.é., podem ficar ligados em regime AC por um curto período, sendo desligados por uma chave centrífuga. Assim funcionam nos motores.

Os capacitores mencionados abaixo são conhecidos como capacitores motor run (de marcha). Podem estar permanentemente ligados em um regime AC, pois são construídos para este fim. São fabricados com filme plástico (polipropileno) metalizado.

- Para sua aplicação, compensação da energia reativa do Trafo, o capacitor ideal é construído em caneca de alumínio e tem dispositivo de interrupção (dispositivo de segurança – safety device). Séries B32340 (monofásico) ou B32344 (trifásica) da EPCOS. O uso deste componente proporciona um maior tempo de vida e uma maior segurança para a instalação.

O pessoal da www.indelt.com.br

Bom dia, Sr. Albert.

Grato pela consulta e grato à Andressa, da Indelt, pelo encaminhamento.

O capacitor consultado não é de partida, é de uso permanente, ou melhor, de correção do fator de potência (aproveitamento de qualquer carga reativa (perdas). Eis o orçamento:

4 pçs. ou mais - Capacitor PPM, marca WEG-cód. CMRW25D36PO, 25uF+-5%, 440VAC(equivale a 450VAC), 50/60Hz, etc., caneca PVC de 43x93mm de altura, terminais de fio ou de encaixe duplos (escolher).

Eu resolvi comprar deste modelo em 25uF por 450V visto que a foto de um equipamento que mostrei aqui possuía destes modelos e estavam funcionando sem problemas no local onde o no-break estava instalados:

122_capacitor_caneca_plastica__polipropileno__10_micro_faradey_x_250v.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Albert, acredito que seu problema esteja solucionado.

Mas o que aprendi em termos de capacitor de partida e motores divergem das informações fornecidas.

- Os capacitores em caneca plástica que você mencion,a não são de partida.........

Em que ele se baseou para tirar essa conclusão?

É necessário consultar o código gravado na peça junto com o catálogo do fabricante. Somente assim é possível especificar a aplicação a que se destina o componente com total certeza.

Conforme citei na mensagem anterior minha, não consegui identificar o código mesmo ampliando a imagem.

.........Os de partida (eletrlíticos) são para aplicação em motor e são polarizados, i.é., podem ficar ligados em regime AC por um curto período, sendo desligados por uma chave centrífuga. Assim funcionam nos motores.

Não, não é assim que funcionam nos motores de indução:

O motor de indução é alimentado em corrente alternada. Se acoplar um eletrolítico com polaridade, na inversão do ciclo da corrente alternada, o capacitor sofrerá polarização invertida. Pelo que sei, isso danifica o capacitor nem que seja por pouco tempo, e como fica para motores que sofrem várias partidas ao longo do tempo?

A função do capacitor sem polaridade no motor monofásico é criar uma fase auxiliar defasado de 90 graus em relação ao enrolamento principal, pois sem ela, o rotor não tem condições de acompanhar o campo girante do estator que gira a 1/60 de segundo no momento que o motor receber alimentação e com rotor parado. Tem que defasar tanto no ciclo positivo como no negativo, o que é função do capacitor AC sem polaridade.

Motores com partida auxiliar (não aqueles com capacitor permanente) possuem enrolamento auxiliar alimentado por uma fase defasado pelo capacitor apenas para vencer a inércia do rotor parado até atingir uma rotação pré determinada, em torno de 65%.

Este enrolamento auxiliar não suporta regime contínuo, não foi projetada para isso, daí a chave centrífuga ligada em série com este enrolamento e capacitor de partida corta assim que não for mais necessário o auxílio e não do jeito que foi citado: "desliga para proteger o capacitor polarizado da tensão AC".

Todo capacitor eletrolítico polarizado tem a identificação do pólo negativo.

Os capacitores AC para partida ou permanente não tem nenhuma indicação de polaridade, pois não tem polaridade.

- Para sua aplicação, compensação da energia reativa do Trafo, o capacitor ideal é construído em caneca de alumínio e tem dispositivo de interrupção (dispositivo de segurança – safety device). Séries B32340 (monofásico) ou B32344 (trifásica) da EPCOS. O uso deste componente proporciona um maior tempo de vida e uma maior segurança para a instalação.

Na net encontrei um diagrama de transformado saturado ferro ressonante. Pelo que entendi, no secundário há dois enrolamentos, e em um desses enrolamentos está ligado o capacitor cuja função é através da sua bobina provocar indução no núcleo e recompor a parte da onda que a saturação ceifou. Acredito ser isso, caso eu estiver errado, favor corrigir. Mas o que quero dizer com isso, a função deste capacitor em questão não é para corrigir o fator de potência. A correção do fator de potência está relacionada à cos fi da carga (que não sabemos de quanto é o cos fi) e não à fonte que alimenta a carga.

Albert, esse capacitor que você adquiriu vai solucionar o problema. Confirmei novamente no catálogo da Epcos.

T+ . Nélio

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Albert, acredito que seu problema esteja solucionado.

...

Albert, esse capacitor que você adquiriu vai solucionar o problema. Confirmei novamente no catálogo da Epcos.

T+ . Nélio

Só complementando.

Se for para substituir o capacitor, deve-se substitui-lo pelo mesmo valor do original. Mesma capacitância e tensão igual ou maior.

Esses capacitores formam um circuito sintonizado em um pouco mais ou pouco menos da frequência da rede. Não me lembro mais, mas tenho ainda meu projeto de 25 anos atrás. O detalhe é que se o novo capacitor ressonar no outro lado da frequência da rede, o dispositivo tende a ficar instável.

Mais um detalhe. Apenas alterando-se os valores dos componentes, o mesmo circuito pode ser uma fonte de corrente constante, uma fonte de potência constante ou fonte de tensão constante.

A função do capacitor é de, além de sintonizar na frequência próxima dos 60Hz, manter uma alta energia circulando 0,5*C*V*V. Desta forma, mantém o trafo saturado, o que mantém a regulagem na saída para maiores variações de tensão de entrada.

MOR_AL

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Só complementando.

Se for para substituir o capacitor, deve-se substitui-lo pelo mesmo valor do original. Mesma capacitância e tensão igual ou maior.

Esses capacitores formam um circuito sintonizado em um pouco mais ou pouco menos da frequência da rede. Não me lembro mais, mas tenho ainda meu projeto de 25 anos atrás. O detalhe é que se o novo capacitor ressonar no outro lado da frequência da rede, o dispositivo tende a ficar instável.

Mais um detalhe. Apenas alterando-se os valores dos componentes, o mesmo circuito pode ser uma fonte de corrente constante, uma fonte de potência constante ou fonte de tensão constante.

A função do capacitor é de, além de sintonizar na frequência próxima dos 60Hz, manter uma alta energia circulando 0,5*C*V*V. Desta forma, mantém o trafo saturado, o que mantém a regulagem na saída para maiores variações de tensão de entrada.

MOR_AL

Eu dava manutenção em um outro equipamento onde o trafo não possuía aqueles indutores extras externamente.

Usavam 15 capacitores de 15uF por 650Vac .

Ficavam todos ligados em paralelo numa bobina de 600Vac, ou seja alimentados quase no limite.

As vezes o cliente reclamava de tensão alta demais, por exemplo 130Vac ou baixa demais, por exemplo 110Vac, eu então adicionava mais capacitância e a tensão de saída aumentava ou retirava e a tensão de saída abaixava.

Podia-se adicionar capacitores de 5uF para ter ajustes mais precisos.

Era recomendação do fabricante.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Eu dava manutenção em um outro equipamento onde o trafo não possuía aqueles indutores extras externamente.

Usavam 15 capacitores de 15uF por 650Vac .

Ficavam todos ligados em paralelo numa bobina de 600Vac, ou seja alimentados quase no limite.

As vezes o cliente reclamava de tensão alta demais, por exemplo 130Vac ou baixa demais, por exemplo 110Vac, eu então adicionava mais capacitância e a tensão de saída aumentava ou retirava e a tensão de saída abaixava.

Podia-se adicionar capacitores de 5uF para ter ajustes mais precisos.

Era recomendação do fabricante.

Eu não faria isso.

MOR_AL

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Eu não faria isso.

MOR_AL

Eu entendo. Mas sempre funcionou sem problemas.

Outra curiosidade é que este último que citei, o circuito eletrônico fazia partida em rampa com um tiristor. Caso conectasse a rede diretamente desligava disjuntores gerais no quadro. Certa vez parti um de 6Kva em 220v sem a rampa e ele desarmou um disjuntor de 50A.

Aquele que mostrei na foto não usa o recurso do tiristor em rampa. Ao invés desso ele parte primeiro em bateria, sincroniza a freqüência do inversor com a da rede e em seguida fecha um relé.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×