Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Equipe Clube do Hardware

ASRock Anuncia Placas-Mãe Para Exploração de Bitcoin

Recommended Posts

A ASRock anunciou o lançamento das placas-mãe H81 Pro BTC e H61 Pro BTC, projetadas especificamente para exploração de bitcoin, mas que podem ser também usadas para outros projetos baseados em computação distribuída, como o Folding@Home.

O bitcoin é uma moeda virtual usada para transações online. Um diferencial desta forma de pagamento é que usuários podem “minar” bitcoins colocando suas máquinas para executar cálculos intensivos (há várias restrições, por exemplo, a cada 210.000 blocos minados a recompensa cai para a metade, para evitar a criação da moeda em excesso).

O diferencial destas placas-mãe é suportarem a instalação de até seis placas de vídeo para a “mineração” de bitcoins (ou para outros cálculos baseados em computação distribuída, como é o caso do Folding@Home), com conectores de alimentação na placa-mãe para suportar essa configuração. Visto que essas placas não serão usadas para vídeo, o fato de esses slots serem x1 não é um problema.

A H81 Pro BTC é baseada no chipset H81 e no soquete LGA1150, segue o padrão ATX, usa capacitores sólidos, possui dois soquetes de memória DDR3 suportando até 16 GiB (até DDR3-1600), um slot PCI Express 2.0 x16 e cinco slots PCI Express 2.0 x1, duas portas SATA-600, duas portas SATA-300, duas portas USB 3.0, seis portas USB 2.0 (quatro frontais e duas traseiras), porta Gigabit Ethernet e conectores HDMI e VGA. Além disso, ela tem áudio de seis canais baseado no codec Realtek ALC662.

Já a H61 Pro BTC é baseada no chipset H61 e no soquete LGA1155 e, portanto, voltada a processadores Core i “mais antigos”, de segunda e terceira gerações. Ela também segue o padrão ATX, faz uso de capacitores sólidos, possui possui dois soquetes de memória DDR3 suportando até 16 GiB (até DDR3-1600), um slot PCI Express 3.0 x16 e cinco slots PCI Express 2.0 x1, quatro portas SATA-300, 10 portas USB 2.0 (quatro frontais e seis traseiras), porta Gigabit Ethernet e conectores HDMI e VGA. Ela traz ainda áudio de seis canais com codec VIA VT1705.

A ASRock ainda não divulgou preços e disponibilidade das placas-mãe.

\"ASROCK\"ASROCK


View full notícia

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Nada mal, nada mal mesmo...6x PCIexpress já dá para montar uma bela fazenda e sendo chipset mais barato, imagino que o preço dela não seja um absurdo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

eu fico pensando, apenas, se temos SO compatível com tudo isso. Sequer conseguimos extrair todo potencial de uma USB 2.0, quiçá essas novidades.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Chegou tarde.

No nível de dificuldade de mineração atual, só com equipamentos especializados (como as ASICs) somando pelo menos uns 200 Gh/s de cálculo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Chegou tarde.

No nível de dificuldade de mineração atual, só com equipamentos especializados (como as ASICs) somando pelo menos uns 200 Gh/s de cálculo.

Exatamente, por isso estou com "um pé atrás " em compra-la.

Acho que vou ficar com os meus Erupter's

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

A iniciativa dessa placa-mãe é boa, mas no final não deve compensar...

Imagina o quanto que 6 placas de vídeo vão consumir de energia... pra gerar o quanto de Bitcoins? Gerar cerca de 1.5 Gh/s (um exemplo) e usando placas de vídeo top?

O problema é deixar o computador ligado direto com tantas placas de vídeo em SLI/Crossfire, o consumo de energia elétrica será alto e a mineração de bitcoins não irá pagar essa conta, sem dizer na cotação atual, a dificuldade de mineração está alta e o bitcoin também (cerca de R$ 1800 apenas 1 bitcoin).

O ideal mesmo, pelo que vi, é usa esses USB block erupters (feitos pela ASIC Miner), pois minerando, consomem muito menos energia do que placas de vídeo, além de serem mais baratos e renderem uma taxa boa de Mh/s (1 erupter desse calcula cerca de 333 Mh/s). Já vi alguns desses dispositivos sendo vendidos no MercadoLivre.

Apesar que pra minerar bem, seria bom ter uns 10 erupters dele no mínimo com uma hub USB decente e claro, uma fan (ventoinha) pra tirar o calor desses, porque eles esquentar muito mesmo. Ah sim, e grana inicial pra investir nos erupters e na máquina onde irá rodá-los.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
A iniciativa dessa placa-mãe é boa, mas no final não deve compensar...

Imagina o quanto que 6 placas de vídeo vão consumir de energia... pra gerar o quanto de Bitcoins? Gerar cerca de 1.5 Gh/s (um exemplo) e usando placas de vídeo top?

O problema é deixar o computador ligado direto com tantas placas de vídeo em SLI/Crossfire, o consumo de energia elétrica será alto e a mineração de bitcoins não irá pagar essa conta, sem dizer na cotação atual, a dificuldade de mineração está alta e o bitcoin também (cerca de R$ 1800 apenas 1 bitcoin).

O ideal mesmo, pelo que vi, é usa esses USB block erupters (feitos pela ASIC Miner), pois minerando, consomem muito menos energia do que placas de vídeo, além de serem mais baratos e renderem uma taxa boa de Mh/s (1 erupter desse calcula cerca de 333 Mh/s). Já vi alguns desses dispositivos sendo vendidos no MercadoLivre.

Apesar que pra minerar bem, seria bom ter uns 10 erupters dele no mínimo com uma hub USB decente e claro, uma fan (ventoinha) pra tirar o calor desses, porque eles esquentar muito mesmo. Ah sim, e grana inicial pra investir nos erupters e na máquina onde irá rodá-los.

Sim, porém você tem de estar disposto a Arriscar.

Eu por exemplo faço 6660 mh/s , enquanto com meu pc (7950 OC que é Perfeita pra minning) eu tiro 550 em media.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Hoje em dia (escrevo em 02/12/2013), 10 Ghash/s (o que é equivalente a quase 30 USB Erupters) mineraria 0.21 BTC por mês (isso sem contar o gasto com a energia elétrica).

E com o aumento da dificuldade a tendência é minerar cada vez menos com o mesmo Gh/s.

http://www.coinwarz.com/calculators/bitcoin-mining-calculator/

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Hoje em dia (escrevo em 02/12/2013), 10 Ghash/s (o que é equivalente a quase 30 USB Erupters) mineraria 0.21 BTC por mês (isso sem contar o gasto com a energia elétrica).

E com o aumento da dificuldade a tendência é minerar cada vez menos com o mesmo Gh/s.

http://www.coinwarz.com/calculators/bitcoin-mining-calculator/

Por isso nao minero mais, estou apenas esperando uma oportunidade para pegar um Butterfly Labs.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×