Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Kayke

Fontes: As piores são as mais vendidas

Recommended Posts

A loja Kabum tem quase 400 fontes à venda e a única que ultrapassou mais de 1000 "avaliações", numa indicação bem clara de que é a mais vendida na loja, foi a Ice Age modelo IA500HP80 de 500W.

Com mais de 500 avaliações está a Corsair CMPSU-500CXV2, que ainda tem a preferência de muita e muita gente sobre a atual Corsair CX500. A desinformação é tanta e tamanha é a falta de atualização, que até muitos frequentadores de fóruns de informática pensam tratar-se, aquela, do modelo atual e "bom" da Corsair CX.

A Duex modelo DX500SE de 500W é também uma campeã de vendas. E olhe que essa fonte, além de não fornecer mais do que 218W de maneira minimamente decente, sem riscos, também trabalha fora dos valores permitidos com cargas abaixo de 100W. Risco dobrado, já que a maioria dos computadores permanecem em idle com consumo inferior a 100W.

Apesar de caríssima (na Kabum pelo menos), a OCZ OCZ500MXSP de 500W também tem grande saída. Não é uma bomba, mas é uma das fontes mais medíocres da OCZ. E no entanto, tal como a Ice Age e a Seventeam BKV no passado, permanece no "inconsciente coletivo" do brasileiro.

E como o povão brasileiro ama fonte de "500 watt Real", qualquer porcaria dessas é lucro garantido. Me pergunto às vezes se não devo colocar uma delas de minha marca no mercado. É encomendar uma fonte de 200W no mercado chinês, já nomeada como "500W Real" e com minha marca, e botar no mercado. Depois esperar os elogios típicos dos usuários leigos: "Ótima fonte, está aguentando meu Phenom II e uma Geforce GT520. Nem esquenta. Recomendo".

Mas fontes de potência menor também enganam e enganam bem:

A Cooler Master Elite Power 400W vende um tanto mais que a Elite Power 350W, embora engane um tanto mais, seja pior e mais cara.

Leadership ATX 400W - 4740 e C3Tech 450W vendem muito. Duas porcarias que não valem 50 reais.

A Fortrek DR-B450ATX, que não serve para alimentar nem rádio-relógio, tem nada menos que 266 avaliações.

Há fontes que passam a perna facilmente até nos usuários americanos, como é o caso da Thermaltake TR-600 com "Cable Management", "SLI Ready" e "CrossFire Ready". Nada menos de 2008 pessoas deram 5 estrelas ("ovos") para esse produto. Existem até os que se dão conta da realidade, mas somente após a compra: "A worthless piece of junk that didn't even last a week without random power surges, shutting the computer down". Aí é tarde. E como até mesmo nos Estados Unidos tem tanta fonte que engana e geralmente fornece de 100 a 150W a menos do que promete, fabricantes de placas de vídeo exageram nos requisitos mínimos de energia para suas VGAs, ajudando a alimentar ainda mais a potencialite aguda não só dos americanos como dos brasileiros. Afinal, são essas fontes-que-enganam que estão nos computadores do usuário médio americano, mas quando eles optam por uma Corsair ou Seasonic não lhes passa pela cabeça nem pela compreensão que os requisitos mínimos mudam, já que estes são fabricantes honestos e que suas fontes têm o que prometem.

O mais desanimador de tudo, nesse mercado, é que nem sempre adianta procurar esclarecer, instruir ou abrir a mente das pessoas. O que não falta por aí é gente que se sente psicologicamente mais confortada com uma bomba de 500W que fornece 250W numa configuração que consome 230W do que com uma boa fonte de 300W. Ou gente que se assusta com algo como: "Só uma Corsair CX430 para minha GTX550TI? Tem certeza?" Aí passa a refazer depois a mesma postagem pedindo indicação de fonte umas dez vezes, para depois concluir: "Comprei uma Thermaltake 600W e ao contrário dos que falaram que não era boa está aguentando tranquilo. E nem esquenta". Ou ainda aqueles: "Será que uma Corsair TX850 aguenta? Porque minha Thermaltake 600W não aguentou, está travando o computador".

  • Curtir 7

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Realmente muito boa à matéria.

Apenas dois comentários, se eu for comprar uma fonte, sem qualquer pesquisa prévia (apenas uma suposição), e na embalagem da mesma estiver escrito Fonte ATX 1000 Watts reais, sem dúvida fugirei desta fonte, temos que acabar com esse péssimo costume dos brasileiros comprarem fontes por terem Watts real. Pergunto, se não tiver na embalagem a informação de “Watts real” então a fonte tem "watts virtuais"? Watts é Watts em qualquer lugar do mundo, menos no Brasil que temos o tal "Watt real". Lembro-me de quando aparelhos de som eram vendidos como watt PMPO, tinha facilmente aparelhos com 2000 PMPO mas que não tinha nem 20 watts rms. Ainda bem que isso não ocorre mais, espero que o mesmo venha a acontecer com as fontes de alimentação para pc.

Outro ponto que vejo muito é o pessoal vir pedir ajuda, todos dizem ...uma corsair cx-430 é o suficiente para sua configuração..., e no fim o campeão vai e me compra uma fonte de 850 Watts real pois o mesmo acredita que a configuração dele exija mais do que a fonte recomendada possa fornecer. Por que o cara pede ajudo, temos um consenso nas opiniões e a pessoa faz totalmente o inverso? Realmente não entendo.

Mais uma fez, meus parabéns Kayke

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante

Eu fui uma das vitimas da C3, uma delas queimou do nada e a outra literalmente explodiu dentro do gabinete, desde então invisto apenas em fontes com o mínimo de capacidade e qualidade comprovada.

Parabéns pelo post, como sempre muito bem trabalhado, principalmente a parte final, e com você e o Faller aprendi muito sobre fontes, e tento passar adiante esse conhecimento, pois percebe-se que são poucos (conta-se nos dedos) os que tentam passar para o usuário que dispõe de qualquer conhecimento qual a melhor fonte.

O problema que ando percebendo é o mercado brasileiro, por exemplo a Seasonic 520w e a primeira das mais citadas por você como melhor opção estão quase que extintas do mercado nacional, está sobrando na faixa de 500w somente a CX500 v3 e CX500m como boas opções, precisamos realmente de mais reviews pela equipe do fórum.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Por mais que a gente bata na mesma tecla, por mais que se oriente acerca das tais fontes de Watts REAIS, por mais que se faça tópicos simplificados, de fácil acesso para entendimento global, com as 10 dicas para isso ou para aquilo, da nada adianta.. O pessoal cai nas falcatruas e o vendedor, para garantia do leite das crianças, faz de tudo para vender seja qual for a FF (fonte furúnculo).

Parabéns pelo apanhado, Kayke, embora saibamos que é enxugar gelo...

Mas a gente torce o pano e volta a tentar..

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Por mais que a gente bata na mesma tecla, por mais que se oriente acerca das tais fontes de Watts REAIS, por mais que se faça tópicos simplificados, de fácil acesso para entendimento global, com as 10 dicas para isso ou para aquilo, da nada adianta.. O pessoal cai nas falcatruas e o vendedor, para garantia do leite das crianças, faz de tudo para vender seja qual for a FF (fonte furúnculo).

Parabéns pelo apanhado, Kayke, embora saibamos que é enxugar gelo...

Mas a gente torce o pano e volta a tentar..

Po Faller, os seus tópicos e o trabalho épico de muita gente, tanto aqui no CDH quanto em outros fóruns, tem ajudado muitas pessoas que ou trabalham no setor ou fazem por hobby, a entender melhor as questões elétricas de um computador.

É lógico que com a inclusão digital, com mais gente ganhando computadores novos, ingressando no mundo da informática, sempre aparecerão os newbies nesse sentido. Mas depois de tanto tempo, já podemos considerar que nasceu uma massa de users bastante críticos e entendidos no assunto, graças ao esforço de vocês neste esclarecimento e eu sou um deles.

Não fosse isso, o pessoal ia escolher as fontes pela marca e olhe lá..

É muito importante esse trabalho porque os tópicos vão ficar aí como base de conhecimento e amanhã e depois, quando o pessoal que leva essas geringonças pra casa decidir se interessar, eles vão bater o olho e se juntar a nós ^_^

Aos poucos o pano fica maior heuehuheu

abraço!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×