Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Augusto.Cesar

Dúvida com relação à latência e à frequência

Recommended Posts

Olá, pessoal.

 

Dei uma garimpada no fórum tentando sanar essas minhas dúvidas, mas não achei nada suficientemente pontual. Enfim, vamos ao que interessa.

 

Recentemente eu comprei para o meu desktop dois pentes de memória RAM Corsair 4GB DDR3 1600 MHz pra fazer dual channel, totalizando 8GB. Embora a frequência máxima seja 1600 MHz, elas estão trabalhando em 1333 MHz por algumas razões, entre elas o fato de o meu processador suportar no máximo 1333 MHz. Mas tem algo me deixando encucado... Usando o CPU-Z e o Aida64, em alguns momentos eles apontam uma frequência 665,2~667 MHz, e em outros apontam 1333 MHz de fato. Eu até acessei a BIOS e tirei uma foto dos dados referentes à memória. Li algumas pessoas dizerem que o clock real (como aponta o Aida64) é sempre a metade da frequência que a memória oferece (o que nesse caso seria algo próximo de 666,5) e que o clock efetivo é o valor proposto pela memória, ou seja, 1333 MHz. Pode ser óbvio e eu tenho quase certeza disso, mas como eu sou neurótico eu gostaria de confirmar com vocês: minhas memórias estão realmente trabalhando em 1333 MHz, correto?

 

Além disso, li algumas pessoas dizerem que não há módulo de RAM que trabalha nativamente em 1600 MHz e que este valor só pode ser obtido por meio de overclock. Por outro lado, li pessoas dizerem que 1600 MHz pode ser obtido nativamente, dependendo da capacidade do processador, placa-mãe, habilidade do usuário etc. Na página do fabricante da minha placa-mãe consta que esta suporta, sim, 1600 MHz; a página do processador afirma que modelos Sandy Bridge têm capacidade de até 1333 MHz. Na página da fabricante da memória consta que a frequência testada é de 1600 MHz e que a frequência SPD é de 1333 MHz. O que vocês podem me dizer quanto a isso? Sob condições adequadas, eu poderia configurar minha memória RAM para trabalhar a 1600 MHz ou isso já seria um overclock?

 

Por fim, a última dúvida é com relação às latências. A página da fabricante diz que as latências SPD são 9-9-9-24, e que as testadas são 11-11-11-30. Os valores SPD são configurações de fábrica que teoricamente seriam acessadas e utilizadas imediatamente, correto? Andei olhando no Aida64, CPU-Z e na BIOS e consta que as memórias estão rodando na velocidade testada, ou seja, 11-11-11-30, quando teoricamente a padrão seria 9-9-9-24. Por que isso acontece? Eu posso alterar as latências sem problemas na BIOS ou isso envolve muito mais fatores?

 

Segue a página da memória em questão no site da fabricante:

http://www.corsair.com/en-us/corsair-memory-4gb-ddr3-memory-cmv4gx3m1a1600c11

 

A página da placa-mãe no site da fabricante:

http://www.ecs.com.tw/ECSWebSite/Product/Product_Detail.aspx?DetailID=1228&MenuID=1&LanID=12

 

As imagens com as informações que eu dei acima (frequências, latências etc.):

post-666470-0-77463200-1396127741_thumb.

post-666470-0-22124600-1396127760_thumb.

post-666470-0-66355800-1396127762_thumb.

post-666470-0-08888200-1396127764_thumb.

post-666470-0-13243100-1396127765_thumb.

 

 

 

Obrigado desde já. Se eu deixei de lado alguma informação ou se a minha dúvida não estiver clara é só falar.

 

 

Computador:

 

SO: Windows 7 Home Premium 64-bit

Placa-mãe: ECS H61H2-M2

HD: Seagate Barracuda ES.2 1000340 - 1 TB

RAM: 2x4GB Corsair 1600 MHz

Processador: Intel Core i5-2310 Sandy Bridge (2,90 GHz)

Placa de vídeo: Radeon HD 7850

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

 

Recentemente eu comprei para o meu desktop dois pentes de memória RAM Corsair 4GB DDR3 1600 MHz pra fazer dual channel, totalizando 8GB. Embora a frequência máxima seja 1600 MHz, elas estão trabalhando em 1333 MHz por algumas razões, entre elas o fato de o meu processador suportar no máximo 1333 MHz. Mas tem algo me deixando encucado... Usando o CPU-Z e o Aida64, em alguns momentos eles apontam uma frequência 665,2~667 MHz, e em outros apontam 1333 MHz de fato. Eu até acessei a BIOS e tirei uma foto dos dados referentes à memória. Li algumas pessoas dizerem que o clock real (como aponta o Aida64) é sempre a metade da frequência que a memória oferece (o que nesse caso seria algo próximo de 666,5) e que o clock efetivo é o valor proposto pela memória, ou seja, 1333 MHz. Pode ser óbvio e eu tenho quase certeza disso, mas como eu sou neurótico eu gostaria de confirmar com vocês: minhas memórias estão realmente trabalhando em 1333 MHz, correto?

 

Memórias DDR (Double Data Rate) transferem dois dados por pulso de clock. 1333 roda na verdade a 667MHz, 1600 roda na verdade a 800MHz e assim sucessivamente. Os fabricantes rotulam com o clock efetivo por este ser mais chamativo.

 

 

Além disso, li algumas pessoas dizerem que não há módulo de RAM que trabalha nativamente em 1600 MHz e que este valor só pode ser obtido por meio de overclock. Por outro lado, li pessoas dizerem que 1600 MHz pode ser obtido nativamente, dependendo da capacidade do processador, placa-mãe, habilidade do usuário etc. Na página do fabricante da minha placa-mãe consta que esta suporta, sim, 1600 MHz; a página do processador afirma que modelos Sandy Bridge têm capacidade de até 1333 MHz. Na página da fabricante da memória consta que a frequência testada é de 1600 MHz e que a frequência SPD é de 1333 MHz. O que vocês podem me dizer quanto a isso? Sob condições adequadas, eu poderia configurar minha memória RAM para trabalhar a 1600 MHz ou isso já seria um overclock?

 

Não lembro os detalhes de cabeça, mas o clock padrão da maior parte das DDR3 é 1333MHz segundo as normas JEDEC, padrão de mercado. Porém, há o perfil XMP, criado pela intel, onde os fabricantes põem suas memórias a prova em diversos níveis de overclock. Algumas rodam bem a 1600MHz, 1866MHz, 2133MHz e assim sucessivamente. Recebendo assim o "selo" XMP para maiores frequências. Pra configurar as memórias a 1600MHz, verifique se a mesma e a sua placa-mãe dispõem do recurso XMP, se sim, basta habilitar, se não, configure manualmente no bios o clock, timings e tensão.

 

 

Por fim, a última dúvida é com relação às latências. A página da fabricante diz que as latências SPD são 9-9-9-24, e que as testadas são 11-11-11-30. Os valores SPD são configurações de fábrica que teoricamente seriam acessadas e utilizadas imediatamente, correto? Andei olhando no Aida64, CPU-Z e na BIOS e consta que as memórias estão rodando na velocidade testada, ou seja, 11-11-11-30, quando teoricamente a padrão seria 9-9-9-24. Por que isso acontece? Eu posso alterar as latências sem problemas na BIOS ou isso envolve muito mais fatores?

 

Ajuste para 1600MHz (800MHz real) 11-11-11-30 1,5v conforme suportado pelo padrão JEDEC e mostrado no print do CPU-Z e seja feliz! Se quiser, pode tentar subir ainda mais o clock e/ou baixar ainda mais as latências / timings. ;)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Basicamente e tudo o que ele disse acima, por padrão as memórias vem a 1333MHz e geralmente com uma latência alta.  Nenhuma memoria alcança 1600-1866-2133-2400-2800-3000-3100 sem overclock. Vou tentar explicar de uma maneira simples, e como se todos as memórias trabalhassem a 1333MHz, porém algumas tem a capacidade de atingir 1600 ou mais. Por exemplo a sua memória e 1333MHz, porém o fabricante garante que ela trabalha a 1600Mhz  com latência de 11-11-11-30, ou seja ela funciona normal assim sem oferecer riscos.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Obrigado pelas respostas.

 

 

Ajuste para 1600MHz (800MHz real) 11-11-11-30 1,5v conforme suportado pelo padrão JEDEC e mostrado no print do CPU-Z e seja feliz! Se quiser, pode tentar subir ainda mais o clock e/ou baixar ainda mais as latências / timings. ;)

 

 

Por exemplo a sua memória e 1333MHz, porém o fabricante garante que ela trabalha a 1600Mhz  com latência de 11-11-11-30, ou seja ela funciona normal assim sem oferecer riscos.

 

 

Isso tudo oferece algum risco? E pelo que eu entendi, o ideal é manter a latência em 11-11-11-30, certo? Mas a primeira resposta diz que eu posso "tentar" alterar as latências também. É perigoso aumentar o clock pra 1600 MHz e juntamente abaixar a latência pra 9-9-9-24?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O risco é praticamente nulo. Na pior das hipóteses provavelmente tomará umas BSODs na cara ou coisa do gênero. Se acontecer, basta acessar o bios novamente e tentar algo pouco menos agressivo ou subir um pouco a tensão, não ultrapassando 1,65v, já que é pra uso diário o PC.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×