Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Paulo Romanino

Baixar Tensão bateria

Recommended Posts

Boa tarde.

 

Tenho uma parafusadeira, 4.8v e que já viciou a bateria. tenho uma bateria de lithium de 7.4, e queria baixar a tensão delas para poder usar na minha parafusadeira, me falaram que usar um redutor de tensão 7805 ele vai esquentar muito, alguém sabe um jeito que eu possa baixar a tensão da bateria para uns 5v.

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Aí depende da corrente de carga dessa tua parafusadeira. A corrente máxima que um 7805 consegue "gerenciar" é 1 A. Se tua parafusadeira consome mais de 1 A, é melhor partir para outro dispositivo que faça essa redução. Um LM317 TO3 talvez mas sem saber a corrente de consumo da parafusadeira, fica complicado fazer tal circuito.

 

Informe qual a corrente de carga do aparelho que a turma terá gosto em te ajudar.

 

Lembrando que parafusadeira tem motor e portanto, tem características indutivas. Portanto, não é somente por um regulador de tensão e pimba.

 

Abração

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Em primeira instância eu aconselharia a comprar uma bateria nova na tensão certa.

 

Más você também pode desmontar as baterias e trocar as  células.

 

Uma bateria recarregável de parafusadeira é geralmente composta por células igual a pilhas comuns interligadas entre sí.

você poderia desmontar a bateria de 7,4v e pegar as células para colocar na outra bateria, se as duas encaixarem na parafusadeira, é só calcular e retirar as células que estiverem sobrando.

 

Caso a de 7,4v não encaixe, calcule quantas células é preciso para chegar a 4,8v e coloque na outra.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tive que jogar fora minha parafusadeira.

A bateria pifou e uma nova custava cerca de 70% da parafusadeira nova.

Comprar as células individuais para fazer a montagem também ficaria caro.

Sem falar que essas baterias são compostas por células conectadas por uma fina fita metálica soldadas por pontos. A rápida corrente funde a lâmina pontualmente no corpo da célula, sem aquecer a peça.

Para fazer a bateria tem que lixar bem a parte a ser soldada, estanhar e soldar. Isso aquece muito parte da célula, podendo até causar uma explosão.

Comprar células novas é meio problemático, porque é difícil você encontrar células de boa qualidade.

Já comprei células AA informando uma capacidade enorme, mas na verdade além de não durar nem um ano, sua capacidade era bem menor.

Acho que é melhor comprar outra parafusadeira de marca reconhecidamente boa. Assim o fabricante se preocupa em manter a qualidade da bateria.

Fiz isso e não me arrependi.

MOR_AL

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Boa tarde.

Tenho uma parafusadeira, 4.8v e que já viciou a bateria. tenho uma bateria de lithium de 7.4, e queria baixar a tensão delas para poder usar na minha parafusadeira, me falaram que usar um redutor de tensão 7805 ele vai esquentar muito, alguém sabe um jeito que eu possa baixar a tensão da bateria para uns 5v.

Informe marca e modelo da parafusadeira. Dependendo da potencia que ela consome, tera que fazer um pequeno circuito, pode ser um CI 7805 com dois capacitores ou ate um circuito usando mosfet, dois resistores e diodo zener.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Informe marca e modelo da parafusadeira. Dependendo da potencia que ela consome, tera que fazer um pequeno circuito, pode ser um CI 7805 com dois capacitores ou ate um circuito usando mosfet, dois resistores e diodo zener.

É uma makita 6723dw 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

De acordo com o manual http://www.makita.com.br/manuais/6723DW.pdf, da pra usar o CI 7805


7805datasheet.gifSegue a montagem

Só seria bom fazer isso se tiver como fixar a bateria no corpo da furadeira ou usar com um fio paralelo de 2 metros entre a bateria e a furadeira se não der pra fazer a primeira ideia.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Para atingir os 15W com 1A, é necessário que a tensão de entrada não ultrapasse os 15V. Caso contrário o CI limitará a corrente para limitar a potência. Exemplo:

Se alimentar com 25V, o CI só terá capacidade de entregar apenas 0,6A.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Quero somente lembrar que o nosso colega deseja apenas reduzir a tensão de uma bateria de lítio que ele informa possuir.

 

Vamos em primeiro lugar lembrar de alguns detalhes...

 

A bateria que acompanha esse kit da Makita, segundo o manual do produto, é de NiCD(níquel/cádmio), sua tensão é de 4,8 volts e sua capacidade é 600 mA/h.

Em nenhuma parte do manual se tem informação da corrente de consumo desse motor e para quem conhece motores CC, sabe que a corrente de partida inicial é bem grande.

 

Tendo em vista o problema de "vício" desse tipo de bateria(NiCD), o nosso colega teve a ideia de usar uma bateria de lítio que ele informa possuir e no mínimo deve ser recarregável mas...

 

1 - Essa bateria de lítio, conforme informou o nosso colega criador do tópico, tem uma tensão de 7,4 volts mas não se tem informação da capacidade dessa bateria.

 

2 - Usar um 7805 com esse tipo de bateria talvez não dê certo por causa da mínima tensão de entrada do regulador que deve ser no mínimo, 7,5 volts. Ou seja, se usar o 7805, a bateria uma vez carregada, estará trabalhando no mínimo da tensão de entrada. E aí eu pergunto... E quando a bateria começar a descarregar?

 

3 - 7805 trabalha com no máximo com 1 A de corrente de carga e não se sabe qual a corrente inicial quando o motor inicia o giro e a corrente é elevada. Quanto eu não sei pois não tenho a furadeira em questão. Além disso, é um pico de corrente para depois o motor sem carga, ou seja, não fazer uso do sistema de parafusar, ter um certo valor de corrente de consumo mas quando se faz uso da parafusadeira, o consumo é outro.

 

 

Gostaria de dar uma sugestão...

 

Já que a bateria viciada tem uma capacidade de corrente de 600 mA/h, por que não usar pilhas recarregáveis de NiMH? Há muitas no mercado e de várias capacidades e melhor facilidade de uso do que a pilha de NiCd por não terem o problema do "vício". É só observar os modelos, tamanhos e bastam apenas 4 pilhas para se ter os 4,8 volts e se usar as de 1200 mA/h já está de bom tamanho. De qualquer forma, vai ter que usar um suporte de pilhas para acondicionar as 4 pilhas. Se puder acondicionar as novas pilhas dentro da parafusadeira, melhor ainda. Caso não consiga, vais ter que usar as pilhas fora mas eu acho bem melhor que usar regulador sem ter determinados parâmetros para fazer tal circuito e se vai funcionar. Além disso, não se pode afirmar se o regulador vai funcionar corretamente por causa da comutação da corrente nos comutadores do motor além do problema da corrente inicial. Com um LM317, a tensão de entrada é menor mas ainda existirá problemas referentes a tensão de entrada além do problema da corrente de partida, corrente de uso sem carga e com carga.

 

Mesmo que usasse um transformador abaixador de tensão para usar, com no mínimo, o LM317, tem o problema dessa corrente do motor.

 

 

Fica aqui minha sugestão. Usar pilhas de NiMH de no minimo 1200 mA/h.
Poderia até usar de 600 mA/h mas são difíceis de achar pois são antigas.

 

Observem que o nosso colega quer uma sugestão simples, eficaz e que não traga problemas futuros. Se a compra dessas pilhas não estiverem ao alcance do nosso colega criador do tópico, mesmo assim, minha sugestão ainda é... prática e eficaz. Só não pode comprar pilha fuleira, senão o trabalho cai por terra ou vai tudo pro saco!

Abração

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×