Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
MatheusLPS

EBay agora está operando oficialmente no Brasil

Recommended Posts

A plataforma de comércio eletrônico e leilões online eBay anunciou o início de sua operação no Brasil, com site e aplicativos traduzidos para o português e com ofertas localizadas.
 
Até então os consumidores podiam realizar compras pelo website do eBay em inglês, mas não havia ofertas exclusivas para o mercado nacional, acompanhamento das entregas e pagamentos em reais. 
 
“No final do ano passado o eBay lançou no Brasil seu primeiro app, o eBay Moda. Usamos essa plataforma como um teste para sentir a recepção do mercado nacional. Estamos há pouco mais de 9 meses nos preparando para este início de operações no Brasil”, disse Wendy Jones, vice-presidente de expansão global do eBay, em entrevista a INFO.
 
O Brasil será o primeiro país da América Latina a receber uma operação local do eBay. Para isto, em parceria com o PayPal, a empresa contará com uma equipe de 150 pessoas que será responsável pelo atendimento ao consumidor. 
 
Para atender às demandas dos consumidores todos os pagamentos serão realizados por meio do PayPal, que pertence a mesma empresa do grupo eBay. 
 
“Com o PayPal os consumidores podem se sentir mais tranquilos para realizar uma transação, pois trabalhamos com muitas garantias para que a experiência da compra seja a melhor possível como opções de devolução do dinheiro e dupla proteção para o consumidor”, disse a INFO Mario Mello, diretor geral da PayPal na América Latina.
 
Além disso, com a chegada do aplicativo de compras em português, os consumidores brasileiros também podem pesquisar e adquirir itens diretamente pelo seu dispositivo móvel — suporte para aparelhos Android, iPhone e iPad. 
 
“Nós apostamos muito no Brasil. O país é um dos mercados de smartphone que mais cresce no mundo e se encaixa em nosso diferencial que é a venda pelo aplicativo”, afirmou Wendy.
 
Outro destaque para as vendas no Brasil é a inclusão do país no programa de entregas global do eBay, que permite que uma compra feita no exterior seja tratada como uma transação doméstica. 
 
Dessa forma, quando o consumidor comprar um item de algum fornecedor nos Estados Unidos que esteja inscrito no programa, o brasileiro poderá pagar em reais o custo total do produto, incluindo as taxas de importação e de entrega — ou seja, sem uma nova cobrança dos 60% referente ao imposto de importação quando o item entrar no Brasil.
 
“São milhões de produtos disponíveis em todo o mundo, com ofertas sólidas e muitas opções de fornecedores verificados por nós. Junto com o PayPal queremos criar uma experiência única para os consumidores brasileiros”, disse Wendy. 
 
Segundo o eBay, por enquanto somente as compras vindas dos Estados Unidos é que serão incluídas neste programa de entregas global, que terá sua logística feita pela Fedex até a chegada ao consumidor brasileiro em um prazo de 7 a 10 dias. 
 
A empresa não abre o valor dos investimentos no Brasil e nem a posição do país em sua lista de principais consumidores, mas segundo a executiva somente em 2013 o eBay registrou 500 mil novos usuários brasileiros no serviço — atualmente a plataforma conta com 140 milhões de contas ativas em todo o mundo.
 
De acordo com o eBay, os países emergentes ainda não têm uma grande representatividade entre os principais mercados da plataforma. E para mudar este cenário, a empresa pretende a partir da metade de maio investir pesado em campanhas publicitárias e em uma forte presença nas redes sociais. 
 
“É o início da nossa expansão na região e continuaremos a utilizar o feedback dos consumidores para entregar experiências mais relevantes ao idioma e moeda local”, afirmou Wendy.
 

 

 

 

 

 

 

Meu comentário:

 

 

 
Bom, isso me parece promissor. Será que poderemos comprar nossos queridos componentes eletrônicos de forma fácil, ágil e BARATA? 
 
Sei não, me parece muito bom para ser verdade. Se isso ocorrer de verdade, as lojas locais poderão quebrar? Seria possível?
 
O governo deixaria passar todos esses produtos sem cobrar nada?
 
Quem se lembra da Área de Livre Comércio das Américas, a ALCA? http://pt.wikipedia.org/wiki/%C3%81rea_de_Livre_Com%C3%A9rcio_das_Am%C3%A9ricas
 
Pois é..... estou torcendo para que dê certo, mas estou bem cético...
 
flws
  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
ou seja, sem uma nova cobrança dos 60% referente ao imposto de importação quando o item entrar no Brasil.

 

Tem produto mesmo com os impostos de importação/ICMS vale a pena mesmo assim.

 

Sei não, me parece muito bom para ser verdade. Se isso ocorrer de verdade, as lojas locais poderão quebrar? Seria possível?

 

Dona Dilma já deve estar de olho nisso. Se isso realmente acontecer (é difícil) o bom da competitividade é a redução dos valores das lojas virtuais locais.

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@

 

Verdade. Tinha me esquecido que mesmo pagando a importação, pode ser vantajoso mesmo assim.

 

A vantagem nesse caso é que teremos certeza do valor pago e não teremos surpresa com algum valor que o fiscal coloca no produto.

 

Aqui explica mais coisas:

 

http://pages.ebay.com/br/pt-br/help/buy/shipping-globally.html

 

Falou

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante

Pelo que eu entendi o valor é com a taxa já inclusa dos 60%, se não for você pode pedir indenização, já que irá ser 1 serviço que atuará no Brasil, poderá acionar o PROCON ainda assim mesmo que a firma seja estrangeira.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

vamos analisar a longo prazo, mas gostei, por enquanto, da notícia

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pelo que eu entendi o valor é com a taxa já inclusa dos 60%

Hum...

Acho que deve ser o preço do produto em Dóllar convertido para Real, na hora de fechar a compra (que é quando você coloca seu endereço de entrega) ele deve avisar que vai ter a taxa de importação, etc.

 

Mas vou até mandar um e-mail para o suporte do e-bay para poder confirmar isso.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pelo que li por aí, seria algo do tipo:

 

A notícia está mal formulada. Dá impressão que o eBay está fazendo algo para "fugirmos dos 60% de impostos". O que não é verdade. Eles irão "facilitar" a importação pelos brasileiros, pagando os devidos impostos antecipadamente e facilitando a entrada e a velocidade dos pacotes no Brasil, semelhante ao que a Amazon vem fazendo de uns tempos para cá.
 
Não tem mágica nem mistério...
 
O imposto de importação (60%) e o ICMS (em torno de 17%) serão cobrados diretamente na fonte quando fechar a compra. Se pagar no cartão/PayPal vem mais 6 e pouco de IOF.
 
Esse governo  vai fazer isso com todas as grandes empresas responsáveis pela maioria das importações feitas por brasileiros: AliExpress, Dealextreme e por aí vai...
 
Com isso eles querem agilizar e desafogar o sistema de entrada e entrega das encomendas, visto que os impostos já foram recolhidos na fonte e não teria mais o que fiscalizar...
 
Com isso podemos imaginar que NÃO será possível a importação sem pagar as taxas. Conluio do governo sempre gente fina com os vendedores.
 
Na Amazon, eles cobram o imposto antes. Se o valor pago antecipadamente for maior que o imposto real, eles devolvem o dinheiro se não me engano em forma de crédito na loja.
 
Falou

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante
MatheusLPS

 

 

 

 

 

O imposto de importação (60%) e o ICMS (em torno de 17%) serão cobrados diretamente na fonte quando fechar a compra. Se pagar no cartão/PayPal vem mais 6 e pouco de IOF.
 
Com isso podemos imaginar que NÃO será possível a importação sem pagar as taxas. Conluio do governo sempre gente fina com os vendedores.
 
 

 

 

  Interessante, mas o tal dos 60% não é só para compras acima de 50 dólares? Pergunto porque acho que 50 dólares é uma margem interessante para a área de eletrônica

 Digo isso, porque alguns itens específicos aqui no Brasil custam absurdos e lá fora são relativamente baratos... Por exemplo, para quem procura um Kitzinho de ARM, um Mbed simples ou um Arduino Due aqui no brasil custa de 100 a 200 pilas, eu recentemente adquiri uma placa de desenvolvimento para o LPC1768 por uns 20 dólares, MUITO mais baixo do que o preço que custaria aqui no Brasil, sem contar os displays TFT de 240x320 que comprei por 22 REAIS cada .... Sendo que um parecido sai pelo dobro desse preço isso sem falar em Ci's, como os ATtyni85 que pedem quase 10 reais em cada aqui no brasil e lá fora é 1,40 (dólares) cada....  Se o Ebay vai agilizar as compras aqui para o Brasil, acho que quem compra coisas relativamente baratas (tipo o que eu citei acima) vai ter maior beneficio, pois vai fugir de parte do imposto....

Mas de restante é esperar para ver....

 

A) Luiz Gustavo.

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não estou entendendo esse esquema.

 

Simulei um produto qualquer aqui, o Iphone 5S. Vejam:

 

P6SwxLe.png

 

Como assim, além do valor do produto, olha o valor da taxa de importação. Como isso está sendo calculado? Está muito além do normal. Tem algo estranho aí...

 

Falou

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@MatheusLPS,

Não está errado não !!!!!

Não há nenhuma novidade nesse sistema, meu amigo. É o que já acontecia antes quando comprava algum produto fora que tivesse entrega por DHL ou por UPS.

E não está escrito taxa de importação, e sim CUSTOS de importação.... Que são calculados da seguinte maneira :

Soma-se o valor do produto, mais o valor do frete.

Em cima disso, aplica-se 60 % de taxa de importação simplificada.

Agora, soma-se tudo isso, produto + frete + taxa , e chegamos a um novo valor.

Calcule o icms disso , de 18%.

Ou seja, já quase dobrou.....

Mas não acabou, não ! Tem ainda a taxa de entrega, que só Deus sabe como esses serviços internacionais calculam.

Somando a taxa simplificada, o frete, o ICMS, e a famosa taxa de entrega, chegamos ao que eles mostraram como Custos de importação !

Agora a compra já deve ter dobrado de preço !

Esqueçe esse sistema, pois é caríssimo. Pior de tudo é que SEMPRE vai ser calculado sobre o valor real da sua compra !

Prefiro usar o sistema comum, mais demorado, mas tem sempre grande chance de passar sem nenhuma taxação !

@LuizGBarrio,

A própria Receita não interpreta o valor limite de US$ 50, ela ainda usa US$ 10 como valor isento !

Tem muita briga por causa disso, eles sabem que voce compra algo prá usar logo, não para esperar o resultado de uma briga que chega fácil aos 3 anos de espera, fora encheção de saco, advogado, etc.

O pior é que se voce perder ( normalmente voce ganha, mas nem sempre, depende do Juiz... ), ainda vai ter de pagar a TAXA DE ARMAZENAMENTO do Correios, que em 12 meses já ultrapssa fácil os US$ 50 .... E se não pagar o Correio te processa !

Lembre-se que nosso querido governo acha que quem compra algo de fora tem muito dinheiro, e pode pagar mais para ter o produto em mãos....

Paulo

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Muito interessante, vou acompanhar e ler com calma depois, eu também acho muito bom para ser verdade isso rsssss.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Se comprar um produto da china via ebay Brasil, ele vai chegar rápido, ou demorará 3 meses também?

Acho que não.

 

O navio navega sempre na mesma velocidade. 

Os outros processos burocráticos são os mesmos.

O que muda pode ter haver com impostos 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×