Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Paultx

Nobreak • Usar ou não usar? Eis a questão!

Recommended Posts

Desde meu primeiro contato com o uso de PCs, ali por 1992, soube que é recomendável usar sistemas de energia extra, ou fontes de energia ininterrupta (UPS, em inglês), mais conhecidos como nobreaks.

 

Pois eis que hoje, tentando solucionar um problema com meu nobreak doméstico, entrei em contato com a fabricante do meu PC, solicitando informação para enviar à fabricante do nobreak, tive uma grande surpresa. Vou relatar o caso o mais resumidamente possível.

 

Meu nobreak atual, um SMS New Station de 700 VA, começou a disparar o alarme de potência excedida ou sobreaquecimento no transformador (conforme manual) sempre que eu iniciava um processo de ripagem de meus DVDs ou BDs. Importante notar que meu nobreak anterior era um SMS Net Winner também de 700 VA e nunca apresentou qualquer problema com esse tipo de tarefa. Sendo que os únicos dispositivos que ligo ao nobreak sempre são somente o PC e o monitor (mais mouse e teclado, indiretamente); o resto (caixas de som, modem, roteador, impressoras) fica ligado direto num filtro de linha. Ocasionalmente, insiro um player de mp3, uma câmera, um drive USB, smartphone, tablet etc., mas quase nunca em simultâneo a uma ripagem. Ou seja, a meu ver, não haveria motivo para esse nobreak novo "arregar" na mesma situação em que seu antecessor segurava a onda...

 

Aí levei pra assistência técnica, expliquei o cenário, mas acabou que me retornaram o nobreak com o simples resultado de "ausência de defeitos".

 

Decidi então contatar o fabricante, que me respondeu pedindo informações específicas que não enviei inicialmente, a saber: a tensão utilizada para alimentar o nobreak e o consumo elétrico, em watts, dos equipamentos que foram/estão conectados ao nobreak.

 

Como não tenho essa informação sobre o consumo em watts, contatei a First Place, fabricante do PC em questão. Eis que chegou a surpresa que referi antes. Acompanhem:

 

Minha solicitação:

 

Para ajudar na solução de um problema com um nobreak, o suporte do fabricante deste me pediu para enviar "o consumo elétrico dos equipamentos em watts". Por isso, solicito da First Place esse dado, relativo ao PC que adquiri desta empresa, conforme o número do pedido acima. Informo que, em relação à configuração original, fiz dois upgrades: aumentei a memória de 6 para 12 GB e troquei o gravador de DVD por um gravador de Blu-Ray. Grato pela atenção.

 

Resposta da First Place:

 

Não recomendamos o uso de Nobreak. O computador pode ser ligado direto na tomada.

 

Aí eu parei e pirei...

 

O que me dizem, colegas de fórum?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Desde meu primeiro contato com o uso de PCs, ali por 1992, soube que é recomendável usar sistemas de energia extra, ou fontes de energia ininterrupta (UPS, em inglês), mais conhecidos como nobreaks.

 

Pois eis que hoje, tentando solucionar um problema com meu nobreak doméstico, entrei em contato com a fabricante do meu PC, solicitando informação para enviar à fabricante do nobreak, tive uma grande surpresa. Vou relatar o caso o mais resumidamente possível.

 

Meu nobreak atual, um SMS New Station de 700 VA, começou a disparar o alarme de potência excedida ou sobreaquecimento no transformador (conforme manual) sempre que eu iniciava um processo de ripagem de meus DVDs ou BDs. Importante notar que meu nobreak anterior era um SMS Net Winner também de 700 VA e nunca apresentou qualquer problema com esse tipo de tarefa. Sendo que os únicos dispositivos que ligo ao nobreak sempre são somente o PC e o monitor (mais mouse e teclado, indiretamente); o resto (caixas de som, modem, roteador, impressoras) fica ligado direto num filtro de linha. Ocasionalmente, insiro um player de mp3, uma câmera, um drive USB, smartphone, tablet etc., mas quase nunca em simultâneo a uma ripagem. Ou seja, a meu ver, não haveria motivo para esse nobreak novo "arregar" na mesma situação em que seu antecessor segurava a onda...

 

Aí levei pra assistência técnica, expliquei o cenário, mas acabou que me retornaram o nobreak com o simples resultado de "ausência de defeitos".

 

Decidi então contatar o fabricante, que me respondeu pedindo informações específicas que não enviei inicialmente, a saber: a tensão utilizada para alimentar o nobreak e o consumo elétrico, em watts, dos equipamentos que foram/estão conectados ao nobreak.

 

Como não tenho essa informação sobre o consumo em watts, contatei a First Place, fabricante do PC em questão. Eis que chegou a surpresa que referi antes. Acompanhem:

 

Minha solicitação:

 

Para ajudar na solução de um problema com um nobreak, o suporte do fabricante deste me pediu para enviar "o consumo elétrico dos equipamentos em watts". Por isso, solicito da First Place esse dado, relativo ao PC que adquiri desta empresa, conforme o número do pedido acima. Informo que, em relação à configuração original, fiz dois upgrades: aumentei a memória de 6 para 12 GB e troquei o gravador de DVD por um gravador de Blu-Ray. Grato pela atenção.

 

Resposta da First Place:

 

Não recomendamos o uso de Nobreak. O computador pode ser ligado direto na tomada.

 

Aí eu parei e pirei...

 

O que me dizem, colegas de fórum?

De modo geral, considero necessário o uso de nobreaks apenas para equipamentos cujo funcionamento não podem ser interrompidos. Servidores, equipamentos hospitalares, sistemas de edição de video/imagens e equivalentes. Vale lembrar que a queda de energia não danifica o PC. O que pode danificar o seu equipamento são os surtos de energia que podem ou não acompanhar uma queda de energia. Exemplificando: um equipamento totalmente voltado pra jogos não apresenta nenhum motivo para se usar nobreak. O equipamento correto para proteção contra surtos de energia é este: http://www.lojaclamper.com.br/index.php/clamper-multi-protec-o-transparente.html

 

Sabendo disso, entramos em outro problema: os shortbreaks. Esses nobreaks que você disse que possui/possuiu são meros shortbreaks, nobreaks de baixo custo, estabilizadores com baterias, que geram onda retangular, nem um pouco apropriadas para alimentar seus equipamentos. Se já não bastasse isso, possuem estabilizadores internos. Tudo isso junto os transformam em bombas, que danificam seu PC o tempo inteiro. Um nobreak de boa qualidade, que não danifica seu equipamento, precisa ser online, de dupla conversão e com onda senoidal Pura. O problema é que nobreaks deste tipo custam mais de R$1000.

 

Outro problema sério é o dimensionamento do nobreak. Você por acaso sabe que esse seu nobreak atual, o SMS New Station de 700 VA, é um shortbreak de 300w? Supondo que você ligue seu gabinete nele, juntamente com o monitor, este nobreak só será "apropriado" se sua fonte for de 250w. Qualquer valor acima disso torna esse shortbreak subdimensionado.

 

Para saber mais:

 

http://forum.clubedohardware.com.br/topic/613646-raz%C3%B5es-pelas-quais-os-estabilizadores-atrapalham-a-fonte-do-pc/

http://forum.clubedohardware.com.br/topic/1047895-entenda-os-diferentes-tipos-de-no-break/

http://forum.clubedohardware.com.br/topic/836111-watts-e-vas-porque-isso-%C3%A9-t%C3%A3o-confuso/

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ademais, dá só uma olhada nas restrições que o próprio fabricante aconselha e dai tira um tempo...

Veja na aba características e leia lá, bem no final, vai estar escrito, dito pelo fabricante:

"MPORTANTE:
Não utilize o nobreak para alimentar motores AC (refrigeradores, furadeiras, ventiladores, liquidificadores, aspiradores de pó, entre outros), reatores eletromagnéticos, computadores que possua fontes com PFC ativo, impressoras laser, copiadoras e equipamentos de sustentação a vida."

 

Isso pode ser lido ai: http://www.sms.com.br/produtos/Nobreak-SMS/Net-4

 

Se esse seu computador for minimamente decente sim ele terá uma fonte com PFC ativo..

 

Dentre escolher um short-break desse tipo dai, mal dimensionado, com estabilizador interno e com geração de forma de onda retangular, 100 vezes mais vale colocar o PC direto na tomada...

 

Se quiseres um no-break decente procure por um que seja On-line do ponto de vista da operação (Não interativo) e que gere forma de onda senoidal pura, como o é a energia da rede elétrica comercial, no mínimo.. seu custo estará acima de R$ 1.000 com certeza absoluta.. Esse sim vale cada centavo que nele for gasto, mas tenha uma boa razão para investir tamanha grana num equipamento assim..

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pessoal, muito grato pelos esclarecimentos. Honestamente, eu não fazia a mínima ideia sobre esses problemas todos. Aliás, sou "pé-duro" quando o assunto é hardware e assemelhados, sou mais ligado a software como usuário... Bom, mas vamos avançar um pouco no meu caso.

 

A minha necessidade de ter UPS em casa é a básica mesmo: ter uma reservazinha só para salvar o que for possível, em caso de falta de energia, do que estiver fazendo, como, por exemplo, arquivos do Word, PowerPoint, alguma ilustração no CorelDRAW etc. No caso específico citado antes, ripagem de DVDs e Blu-Rays, a coisa pega mesmo é na frustração de ter a farefa – normalmente um tanto demorada – perdida por falta de energia, e ter de começar tudo de novo... Claro, não faço isso todo dia, é mais ou menos uma ou duas vezes ao ano, mas que é chato, é!

 

Além da minha ignorância no tema, também fui levado a sempre ter UPS por conta daquela paranoia do Windows: tem de desligar o PC pelo menu Iniciar etc. etc., sob pena de ferrar o sistema, ter de aguentar aquelas telas de recuperação, "o sistema não foi desligado corretamente", blábláblá... Então, sempre busquei ter algo para me livrar dessas coisas. Atualmente, com o Windows 8/8.1, parece que esse tipo de problema sumiu ou diminuiu bastante.

 

No meu trabalho, vários PCs (com Windows 7) são acompanhados desse modelo de UPS abaixo. Pensei antes em comprar um desses, mas no site do fabricante agora está como descontinuado.

 

25gs3s7.jpg

 

Então, seguindo suas dicas, estou propenso a comprar esse campler indicado, aproveitando e botando outro na TV, BD player etc.

 

Quanto a nobreak, só para informação: vocês têm alguma sugestão sobre esses com preço que pode ser acima de 1.000 reais? Quem sabe se eu não alopro e acabo comprando um... =)

 

Grato de novo e abração.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×