Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
DevilMovies

Gerador caseiro feito de alternador trifasico automovel

Recommended Posts

Boas, fiz este projeto de um gerador caseiro . Quero sugestoes e melhorias de forma que funcione e consiga alimentar uma maquina ou algo de forma que nao me gaste corrente da residencia onde moro pois eletrecidade esta cara :P

 

Até agora este projeto parece bem?

 

Motor utilizado- maquina de lavar 800 rpm a 1200 rpm 220v ~ 50 60 hz

alternador trifasico adaptado com imans dentro do rotor retirados de magnetrão de microondas o rotor é original e sem diodos para DC.

correia maquina lavar roupa

2 botões on e off.

 

Preciso deste projeto com urgencia, ja tenho todo material inclusive suportes dos mesmos. post-722286-0-13533000-1409688586_thumb.

 

Se eu me enganei no local do post, agradeço a moderação que o coloque no sítio correto do mesmo. Muito obrigado.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Só não entendi o porque do motor de máquina de lavar rsrsrs.

 

Está faltando aí um motor de combustão. Sugiro um motor a gasolina estacionário multi-uso destes de moer cana, vendido em lojas agrícolas.

 

Se não quer gasta energia da residência, terás que usar algum combustível "gratuito".

 

Poderá usar Biodigestor para gerar o gás que alimentará o grupo motor-gerador ou usar gasogênio. 

 

No caso do biodigestor precisará de muitas fezes kkkkk

 

No caso do gasogênio, precisará achar madeira velha, de demolição, de entulho e de um gerador de gasogênio é claro.



Segundo o dono lá do carro, ele testou lá na universidade e o motor perdeu 22% da potência usando gasogênio.

 

http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-583667322-motor-estacionario-branco-b4t-65hpcv-motor-barco-buggy-_JM

 

Este aí rodando no gasogênio deve render uns 5HP, o que já é bom...

Vai rodar tranquilamente seu alternador.

O melhor é que vai gerar energia de graça com madeira velha do lixo 


Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pelo que eu entendi, o que você deseja é o "moto perpétuo". Produzir energia sem transforma-la.

Até hoje ninguém conseguiu e todos os físicos dizem que não é possível criar energia.

"No universo nada se cria, tudo se transforma".

Caso eu tenha entendido mal sua colocação, peço que me desculpe e desconsidere minha postagem.

MOR_AL

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá amigo...

 

Partilho da mesma opinião e portanto, compreendi da mesma forma que o usuário anterior "MOR", ou seja, você deseja desenvolver um projeto de Moto Contínuo, o que infelizmente é no mínimo inviável ou até mesmo, impossível.

 

O que você deseja fazer é utilizar a energia disponível na rede elétrica para dar partida no seu sistema e continuar alimentando-o utilizando a energia gerada pelo alternador, o que neste caso, é impossível, já que a energia gerada será sempre menor do que a necessária para se alimentar o motor principal.

 

Se este realmente for sua intenção, sinto muito, mas terá que procurar outras maneiras para economizar energia elétrica da rede, utilizando fontes de energia alternativas.

 

Um grande abraço e boa sorte com seu projeto.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

vocês todos estão ! "pra descontrair" enganados   pão com manteiga  amarrado  nas costas de um gato pode sim gerar energia infinita veja

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Boas, agradeço muito a todos as propostas e ideias que me deram, espero que este post continue por assim adiante, eu sou conhecido por fazer o impossivel kkkkkk.a minha ideia é dar partida no sistema e fazer com que depois o sistema se alimente a si proprio e ainda retirar mais alguns watt's para alimentar algo nao muito pesado .  Se tiverem sujestoes de forma a que o sistema se alimente a si proprio apos dado a partida inicial agradeço. 

 

De resto agradeço todas as ideias como tinha dito e se ninguem se aproximar do circuito que eu quero irei experimentar as ideias de muitos que estão aqui. Depois posto resultados como fotografias da construção de tudo. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Boas, agradeço muito a todos as propostas e ideias que me deram, espero que este post continue por assim adiante, eu sou conhecido por fazer o impossivel kkkkkk.a minha ideia é dar partida no sistema e fazer com que depois o sistema se alimente a si proprio e ainda retirar mais alguns watt's para alimentar algo nao muito pesado .  Se tiverem sujestoes de forma a que o sistema se alimente a si proprio apos dado a partida inicial agradeço. 

 

De resto agradeço todas as ideias como tinha dito e se ninguem se aproximar do circuito que eu quero irei experimentar as ideias de muitos que estão aqui. Depois posto resultados como fotografias da construção de tudo. 

 

 

É preciso primeiramente compreender o porque de não dar certo.

Se eu simplesmente lhe dizer que não dá certo você não vai acreditar e com toda a razão. A ciência é assim. Não deve haver crenças.

 

Mas vamos lá:

 

Primeiramente você deve ter em mente que o próprio motor da máquina de lavar já tem eficiência baixa. Deve girar em torno de 80%. Neste momento estou supondo, mas você pode confirmar acessando o site do INMETRO em eficiência de motores de indução. Lá tem os valores exatos que foram testados.

 

Só aqui já perdemos 20% da energia que injetamos no motor da máquina de lavar.

 

Segundo que o alternador veicular possui eficiência semelhante.

Aqui iremos perder uns 20% da energia mecânica que entrou no eixo do alternador.

 

Bom... Se perde 20% no motor e 20% no alternador... a conta não bate nunca rsrsrs.

Você vai pôr o sistema para funcionar e logo o sistema perderá rotação.

 

Funcionará mais parecido com um volante pesado.

Aliás esta tecnologia do volante pesado já é largamente usada.

Em grandes fábricas, um super motor gira constantemente um volante pesado cujo eixo é ligado num alternador.

 

Isso alimenta a fábrica.

O eixo com volante pesado ainda tem uma embreagem que atraca um super motor a diesel quando falta energia. 

 

 

Quando falta energia, o super motor elétrico que impulsiona o volante pesado deixa de ser alimentado. óbvia. Mas o volante é bem pesado. Pesa várias toneladas e continua a girar em alta rotação.

 

Esta rotação é suficiente para manter o alternador por uns 15 segundos, segurando toda a fábrica funcionando normalmente.

 

Este tempo de 15 segundos é o suficiente para que o super motor movido a óleo diesel entre em ação. Daí por diante a embreagem atraca o eixo do motor a diesel no volante pesado, que então se mantem girando com toda força, rotacionando o super alternador que por sua vez alimenta toda a fábrica e suas máquinas.

 

 

Ninguém percebe que faltou energia hehehe

A minha ideia dá mais certo, desde que você tenha uma destas duas matéria primas:

 

Muitas vezes para alimentar o biodigestor que irá gerar o biogás, que alimentará seu conjunto motor-gerador.

 

Ou muita madeira, que dentro de um forno de gasogênio irá gerar o gás que alimentará também seu conjunto motor-gerador

 

 

Eu aconselho que neste caso você já compre um gerador destes de 1500 watts de 4T, pois será mais prático, além de sair mais barato.

Uma curiosidade é que mesmo que tanto o alternador, quanto o motor tivessem eficiência de 100% (O que é impossível no nosso mundo) ainda assim seu sistema não funcionaria.

 

Para funciona, pelo menos o motor da maquina de lavar teria que ter eficiência maior que as perdas do alternador. 

Teria que ter eficiência de uns 130 a 150%.

Mas assim você estaria criando energia. Isso é impossível.  

 

Só assim funcionaria.

Mas ao que parece não se pode criar energia.

Toda a energia já foi criada (não se sabe como) no começo do universo.

 

E quem as libera no nosso universo, são as estrelas.

Por exemplo: Toda a nossa energia vem do sol.

Se o sol se apagar, adeus planeta, adeus seres humanos hehehehe.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sim mas no caso de eu aplicar uma especie de transformador que recebe corrente e a duplique para o motor da maquina de lavar? assim a corrente que o alternador fornece-se seria duplicada para o motor e estaria sempre a duplicar ate certo ponto x tensão e depois perde-se rotação e quando atingi-se rotação y ele voltaria a dar tensão duplicada e voltaria a x por assim diante?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sim mas no caso de eu aplicar uma especie de transformador que recebe corrente e a duplique para o motor da maquina de lavar? assim a corrente que o alternador fornece-se seria duplicada para o motor e estaria sempre a duplicar ate certo ponto x tensão e depois perde-se rotação e quando atingi-se rotação y ele voltaria a dar tensão duplicada e voltaria a x por assim diante?

 

Pelo jeito você não se convence apenas com uma explicação. Isso é louvável, já que muitas invenções e descobertas ocorreram devido a "teimosia" de poucos. Galileu, Copérnico e muitos outros. Até mesmo o próprio Einstein, quando formulou a Teoria Especial da Relatividade, não foi levado a sério. Tanto que o premio Nobel que ele recebeu foi devido ao movimento Browniano e não pela teoria que colocou Newton em xeque e revolucionou o mundo.

 

Como, pelo visto, nenhum de nós aceita sua ideia revolucionária, não acho que você conseguirá algum auxílio em sua empreitada.

Por isso, apesar de não contribuir com nenhuma ideia, eu incentivo você em seu empreendimento.

Monte seu intento e consiga mostrar para nós que sua ideia é verdadeira.

Mesmo que você não consiga provar nada, vai evoluir em experiência e, quem sabe, amanhã poderá nos surpreender com novas ideias.

MOR_AL

  • Curtir 5

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@albert_emule muito obrigado pelo seu apoio, mas surgirma alterações no projeto. Boas amigo obrigado por me ajudar eu ja tinha feito as contas e realmente é verdade o que diz. Agora eu estou a alterar meu projecto para um que utilize uma roda com imans de discos rigidos bem potentes ate um amigo meu ficou entalado num deles ahahahahah  :P . ou seja free energy , conssite em um estator feito de dos mesmos imans a volta do rotor com os mesmo imans, tudo em acrilico. Basta dar um torque inicial com a mao ou com um motor de elevada rotação que os imans irão manter a rotação ou até mesmo aumenta-la ate certo limete de suas capacidades magneticas. Depois irei construir uma especie de trnasmição que convertera alguma rotação em força embora pouca força de 100% de rotação ira remover 15 % da rotação e transformar em força para fazer rodar o alternado e um motor assincrono trifásico pois os dois juntos irão servir para gerar energia. assumindo que motor trifasico trabalha a 380 v estrela ou triangolo, a rodar a 700 rpm juntamente com o alternador será os 14 v a sair do alternador , e do motor assicrono trifasico saira quantos volts? já me perdi nessas contas xD 

 

@MOR obrigado por sua ajuda e a ajuda dos presentes nesse topico, claro que nao irei desistir do projeto inicial, irei aprefeiçoa-lo para funcionar pois só assim é que se aprende, primeiro tem de se ir ao fundo para voltar ao de cima :P eheheh . Entretanto a ideia dos imans não está mal. :P Quero que continuem a ajudar, pois ja tenho materiais e tudo apostos. ah motor trifasico tem cerca de 8.94 A e kw consumidos H são 3 kw/h força motriz de 20 HP (era de um elevador antigo ehehehe) . marca do motor Welling . 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@albert_emule muito obrigado pelo seu apoio, mas surgirma alterações no projeto. Boas amigo obrigado por me ajudar eu ja tinha feito as contas e realmente é verdade o que diz. Agora eu estou a alterar meu projecto para um que utilize uma roda com imans de discos rigidos bem potentes ate um amigo meu ficou entalado num deles ahahahahah  :P . ou seja free energy , conssite em um estator feito de dos mesmos imans a volta do rotor com os mesmo imans, tudo em acrilico. Basta dar um torque inicial com a mao ou com um motor de elevada rotação que os imans irão manter a rotação ou até mesmo aumenta-la ate certo limete de suas capacidades magneticas. Depois irei construir uma especie de trnasmição que convertera alguma rotação em força embora pouca força de 100% de rotação ira remover 15 % da rotação e transformar em força para fazer rodar o alternado e um motor assincrono trifásico pois os dois juntos irão servir para gerar energia. assumindo que motor trifasico trabalha a 380 v estrela ou triangolo, a rodar a 700 rpm juntamente com o alternador será os 14 v a sair do alternador , e do motor assicrono trifasico saira quantos volts? já me perdi nessas contas xD 

 

Está aí vale o ditado popular rsrsrs.

Quando o santo vê muita esmola, ele desconfia kkkkk

 

Você já se perguntou porque nunca ninguém conseguiu fazer isso, já que colocar imãs em um rotor é tão simples????

 

A resposta é:

Não funciona.

Tudo cai na lei da física que diz que não se pode criar energia rsrsrsrs. Logo não pode ser feito.

 

Ninguém fez as leis da físicas. Nenhum ser humano fez estas leis. Elas se formaram a formação do universo rsrsrs

 

 

Em mais de 100 anos ninguém nunca conseguiu bular as leis da física, nem com bilhões de dólares em investimentos de alta tecnologia.

 

 

Mas voltando ao assunto do imã 

Sei que se eu lhe disser que não funciona você não vai acreditar rsrsrs e você tem toda a razão em não acreditar. A ciência é assim. Não existem crenças... Existem provas.

 

Mas aqui a explicação ainda é mais simples:

Da mesma forma que um imã empurra, também poxa na mesma proporção.

 

Num exemplo de rotor usando só um imã para impulsionar um rotor, Durante um giro de meia volta deste rotor você pode ter um forte empuxo. Durante a outra metade do giro, o mesmo imã que deu o forte empuxo irá frear com a mesma força.

 

A soma das forças dará um resultado de potência zero.

Tudo isso acontece porque um imã, da mesma forma que empurra, também puxa.

 

É muito diferente de uma turbina pelton:

Image38.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

sim mas nao estou falando de um so iman estou falando de varios seguidos que irao manter a rotação do rotos que por sua vez ira nas engrenagens que ira fazer rodar o alternador e o motor de forma a produzirem energia, existe muita materia no youtube a provar que funciona logo tambem irei postar num sistema assim . o que lhe parece?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

sim mas nao estou falando de um so iman estou falando de varios seguidos que irao manter a rotação do rotos que por sua vez ira nas engrenagens que ira fazer rodar o alternador e o motor de forma a produzirem energia, existe muita materia no youtube a provar que funciona logo tambem irei postar num sistema assim . o que lhe parece?

 

Só citei um só imã para que você pudesse compreender.

Pelo visto não compreendeu.

 

Da mesma forma que um imã empurra, também poxa na mesma proporção.

Não importa a quantidade de imãs que você esteja usando hehehe.

Pode usar milhares de imãs e o efeito será o mesmo.

 

É que muitos confundem a força de um imã com energia. O que é muito errado. 

 

Em termos de energia, analogamente falando, a força de um imã é como a força da gravidade, ou mesmo como a força de uma mola. 

Não tem energia nenhuma.

 

O que você pode fazer é apenas acumular uma energia potencial:

Tanto no caso do imã, como na mola e também na gravidade.

Mas funcionaria como uma espécie de bateria precária.

Veja:

Gerador de energia não existe. Nada gera energia neste nosso universo.

 

Para fazer um imã gerar eletricidade é preciso injetar energia mecânica nele rotacionando-o perto de uma bobina.

Ou seja: É só uma transformação de energia mecânica em energia elétrica.

Geração de energia não existe hahaha.

 

 

Os vídeos do youtube tem o objetivo de gerar audiência. Fazer com que muitas pessoas assistam. 

 

Isso dá muito dinheiro.

Quando milhões de pessoas assistem por dia, o cara chega a ganhar mais de 120 mil dólares por mês.

 

Daí o cara faz de tudo para que o vídeo tenha audiência. Até mesmo contratar produtora profissionais de video.

Chega a ser um bom investimento.

 

É tudo efeito gráficos muito bem feito. Ou mesmo truques baratos.

 

Em vídeo tudo pode acontecer.

Na vida real, com a máquina a disposição para quem quisesse investigar, estas trantanas jamais funcionariam. 

É meu amigo hehehehe. Você deixou de fazer ciência. Agora você tem crenças, especialmente em vídeos da internet, o que é uma pena.  

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Possuo diversos amigos que depositam credibilidade nestes vídeos encontrados no Youtube, onde uma determinada pessoa diz ter criado um dispositivo capaz de gerar energia, ou melhor, criar energia a partir do nada e convertê-la em energia utilizável, como por exemplo, energia elétrica.

 

Existem conversores de energia elétrica, que utilizam energia disponível em outras formas e a convertem em eletricidade. Este tipo de dispositivo obviamente existe, o que não existe é uma maquina capaz de criar energia, até porque o desenvolvimento de tal aparato é teoricamente impossível.

 

Energia não se cria, nem se destrói, apenas se converte.

 

Procure entender a lei da conservação da energia.

 

http://pt.wikipedia.org/wiki/Lei_da_conserva%C3%A7%C3%A3o_da_energia

 

Também existe a questão da eficiência que certamente deve ser levada em consideração, pois toda vez que uma determinada quantidade de energia é convertida, para ser utilizada em uma aplicação especifica, existem perdas. O que ocorre é que parte da energia é convertida para formatos não utilizáveis na aplicação, ou seja, energia indesejável.

 

Um exemplo prático disso é um sistema de áudio, onde energia elétrica deve ser convertida em energia sonora. Neste processo são necessários diversos tipos de dispositivos eletrônicos e mecânicos e infelizmente, não é possível tal conversão com 100% de eficiência.

 

Um amplificador Classe D, por exemplo, possui eficiência muito superior aos demais tipos de amplificadores, então neste caso, você consegue mais energia sonora utilizando uma determinada quantia de energia elétrica do que conseguiria com amplificadores Classe AB.

 

Meu amigo, como dito pelo usuário “MOR”, não desista de seu sonho, apenas adapte-o para a realidade, dentro das leis da física e usando do conhecimento científico atual, assim quem sabe, você consegue inventar um novo método de gerar energia elétrica com maior eficiência e aproveitando-se de fontes com grande disponibilidade, mas tenha em mente que parar gerar energia elétrica você precisa primeiro, ter outra fonte de energia e convertê-la em eletricidade. Se não conseguir, garanto que irá adquirir conhecimento que certamente será útil em futuros projetos.

 

Sério, grande parte do que sei atualmente, tanto em eletrônica quanto em informática, na área de software e hardware, aprendi errando e com projetos mirabolantes em mente, os quais infelizmente não deram certo, mas aprendi muito com eles. Assim é a vida. :D

 

Um grande abraço e boa sorte com seu projeto. :)

 

Edit...

 

albert_emule

 

Esse tal de gravity light é exatamente o que eu pensava em construir há alguns anos, com uma única diferença, eu pretendia usar um peso de 50kg ou mais. :D Dava pra acumular bastante energia.
 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não tem jeito. Essa 'ideia' do moto-perpétuo gerador infinito mágico quântico revolucionário nunca morre de uma vez por todas.

 

Tenho que admitir que já considerei essa ideia quando tinha por volta de 11 anos, mas isso era devido a minha ignorância científica.

 

Meu conselho é: Não disperdisse seu tempo tentando quebrar leis da física, tente usar elas ao seu favor e você terá boas chances de desenvolver algo útil.

 

O ceticismo e criatividade andam de mãos juntas para que seja possível o progresso.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu não sei porque esses tópicos rendem tanto... rs. Deviam trancar eles assim que fossem postados, sempre é a mesma coisa.

Armazenamento de energia usando energia potencial gravitacional é meio inviável para grandes quantidades de energia (massa e altura ficam muito grandes), nesse caso usam-se volantes (energia cinética). A lâmpada de gravidade é legal porque você puxa uma cordinha, a lâmpada sobe, e acende enquanto desce, a quantidade de energia necessária é pequena e isso torna a operação mais fácil do que ter que, por exemplo, girar uma manivela por alguns segundos.

 

240 Wh = 840 kJ, agora use as conhecidas fórmulas de energia potencial gravitacional/energia cinética para determinar o que você precisa para armazenar essa energia, colocando alguns % a mais nisso para compensar as ineficiências dos processos envolvidos.   :P Só uma dica, só para armazenar os 240 Wh você precisaria de um peso de 2800 kg percorrendo 30 m de altura.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Usando a fórmula da energia potencial gravitacional... Ep = mgh onde m é a massa, g é a aceleração gravitacional local (assumi 10 m/s² para facilitar os cálculos) e h é a altura (fixei um valor de 30m). Como falei anteriormente, isso assume nenhuma perda no sistema, também para facilitar os cálculos.

A fórmula para a energia cinética armazenada em um objeto em movimento angular (como o volante girando em torno de seu próprio eixo) é Ec = (I*omega^2)/2, onde omega é a velocidade angular (rotação) em radianos por segundo e I é o momento de inércia, que depende do formato do volante. Para um cilindro sólido (uma aproximação de um objeto real) I = (mr^2)/2 onde m é a massa e r é o raio. Dessa forma, temos que, para armazenar os 240 Wh (840 kJ), precisaremos de, por exemplo, um cilindro sólido de 1m de diâmetro, 100kg de massa, girando a aproximadamente 366,61 rad/s (3500,82 rpm), números muito mais plausíveis para a construção de um sistema real.

Outra opção seria usar um objeto com massa menor, nesse caso, 10kg e 0,5m de diâmetro, girando a 22141 rpm, ainda plausível no mundo real.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu tive uma ideia similar a sua mas nunca o fiz, como você transformou o alternador de carro virar trifásico de 220v, eu pensava em instalar um inversor 12v para 220v em um alternador de 12v, com motor de tanquinho, mas tb estive pensando em colocar um motor de 12v de um limpador de para brisa de carro modificado

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

tenho uma queda por usina. só não tenho uma grande queda dágua.

Chovendo no molhado, ao inverter de 12 pra 220 perde energia. Uma sugestão seria aproveitar o 12 direto. P.ex. iluminação a led, carga de bateria, alimentar notebook, celular, etc. Claro isso exige outra rede, mas... tentei somar né.

Motor de parabrisa teoricamente não precisa modificar (pelo menos a parte elétrica). Girou, gerou.

abç

  • Curtir 3

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Porém o que este pessoal quer é fazer um motor contínuo: Motor gira alternador, que alimenta inversor e que por sua vez alimenta o motor novamente.

 

Segundo eles isso vai criar energia do vácuo e alimentar toda a casa. 

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu pagaria uns R$ 100.000,00 num desse, Albert.

 

 

tenho uma queda por usina. só não tenho uma grande queda dágua.

 

Esse cara deveria ser comediante Stand up, na minha cabeça, a leitura dessa frase foi seguida de uma bateria (instrumento musical). hehehe

 

 

Chovendo no molhado, ao inverter de 12 pra 220 perde energia. Uma sugestão seria aproveitar o 12 direto. P.ex. iluminação a led, carga de bateria, alimentar notebook, celular, etc.

 

É o que eu sempre digo: Tente gerar a maior tensão possível para baixar o máximo da corrente de consumo, depois tente usar essa tensão no valor original gerado.

 

Lembrando a lei do tilzão (Ohm)  "Quanto maior a tensão, menor é a corrente."

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×