Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
brunocparra

Tensão 24 volts pode varia ate quanto?

Recommended Posts

Ola pessoal fiquei na duvida de onde postar mas achoq eu e aqui.

 

E o seguinte fabrico fontes atraves de fontes de pc aqui para vender, e um amigo quer comprar 2 fontes de 24volts, para usar na alimentação de patchs painel.

 

so que quando fabrico as fontes normais as de 12 deixo em 13,5 a 13,8 volts que e a tensão normal de um carregador de bateria ou de uma bateria carregada. os equipamentos 12volts geralmente suportam blzzz.

 

ai para fazer as fontes para ele liguei em serie dois carregador então elas ficaram com 27 volts, tensão a qual carrega baterias ligadas em 24 volts.

 

a duvida e que se para usas em patchs paineis de 24 volts essa fonte nao dara problema funcionando a 27 volts?? 

Li em um lugar na net que aparelhos eletronicos assim suportam ate 30% a mais da energia pedida pelo fabricante. 24+ 30% = 31 volts. Isso esta certo mesmo?

Posso ligar as fontes no patch painel dele sem problema?

Alguem ja usou patchs painels em duas baterias ligadas em serie?/ (em series elas liberam por volta de 26 volts carregadas).

 

Desde ja obrigado pela atenção.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Exato, deixe em 24V. O caso de automóveis é muito específico pois a bateria precisa dos 13,8V para recarregar. Existem normas técnicas que definem a variação de tensão para alguns equipamentos e aplicações, mas não vale para todos. Por exemplo na energia elétrica comercial a variação admissível é ±10%. Verifique se no manual do equipamento tem alguma informação sobre  isso.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu consigo deixar ela em 24 volts sem problemas amigos. acontece o seguinte. ja vi na internet alguns falando que usam 2 baterias em series nesses aparelhos, mas nao sei se usam direto ou com algum conversor, então queria saber se ele suportava pelo menos 26 volts para se meu cliente quisesse colocar 2 baterias as fontes ja as carregaria, entenderam.

 

Ma td bem vou colocar em 24 volts mesmo, mas se alguem por ai ainda poder me dar mais informação agradeceria, pois informação nunca e demais. Desde ja obrigado pela atenção.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Porque você não pergunta para o seu cliente se ele usa baterias? Não custa nada e resolve o problema... esqueça os achismos, "ouvi falar na net" e pergunte para o cliente o que ele precisa, para não ficar assumindo situações que talvez não se apliquem ao seu cliente.

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Porque você não pergunta para o seu cliente se ele usa baterias? Não custa nada e resolve o problema... esqueça os achismos, "ouvi falar na net" e pergunte para o cliente o que ele precisa, para não ficar assumindo situações que talvez não se apliquem ao seu cliente.

 

Ok amigos eu ja voltei a fonte para 24 volts mesmo, agora so tava querendo tirar a duvida mesmo. Se conseguir a resposta posto aqui de volta, t+

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@brunocparra

OK...Meu amigo

A questão não é o quanto a tensão da bateria ou fonte pode variar, e sim o

quanto o que está sendo alimentada por ela pode "aguentar".

 

Tem circuitos que tem tensão mínima e máxima de dezenas de vezes maior.

Tem circuitos que exigem faixas de tensões específicas.

Tem circuitos que exigem uma tensão específica.

 

Andei pesquisando, e o seu caso em qualquer destes casos.

Não se preocupe muito com tensão (VOLTS) , mas com corrente (AMPERES).

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@brunocparra

OK...Meu amigo

A questão não é o quanto a tensão da bateria ou fonte pode variar, e sim o

quanto o que está sendo alimentada por ela pode "aguentar".

 

Tem circuitos que tem tensão mínima e máxima de dezenas de vezes maior.

Tem circuitos que exigem faixas de tensões específicas.

Tem circuitos que exigem uma tensão específica.

 

Andei pesquisando, e o seu caso em qualquer destes casos.

Não se preocupe muito com tensão (VOLTS) , mas com corrente (AMPERES).

 

Bom as fontes liberam mais de 20 amperes. Pois são duas placas de 12 volts por 20 amperes ligadas em serie, (como meu multímetro não mede mais de 20 amperes, não tem como saber exatamente quanto elas liberam, mas sei que libera mais), e só liberam a corrente que o aparelho exigir delas, então acho que nem tem risco de sobrecarregar e nem de faltar corrente.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Como eu disse antes, não importa muito o quanto a fonte dispõe de corrente, e sim o quanto o equipamento exige dela. O que não pode é o equipamento, por exemplo, exigir 25A e a fonte só ter a capacidade de fornecer 20A.

Pelo que pesquisei também, ´neste caso, a fonte nãe é um fator crítico.

Pode alimentar com certeza.

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

vlwww     xykote

 

 

Fechei as fontes com 24,5 volts e vou entregar para o cliente. quanto a corrente acho que elas vão suportar tranquilo pois cada fonte foi feita com duas fontes que deram pouco mais de 20 amperes cada uma medida no 12 volts e no 24 volts quando ligadas em series elas dão mais de 20 amperes sem duvida. Só que não consegui medir pois meu multímetro só mede ate 20 amperes.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Quando lidada a fonte ao equipamento, dá pra medir o quanto ele consome?

 

 Eu sempre uso o multimetro ligado em serie na função amperes, mas ele infelizmente so mede ate 20 amperes ai ja aparece medida infinita. Vou arrumar um amperimetro maior.

 

Para testar as fontes que faço aqui utiliso uma resistencia de chuveiro para forçar a fonte :) gambiarras da vida kkkkkkk

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Você pode fazer um shunt.

Supondo que este shunt seja composto de 10 resistores de 0,22ohm cada, ligados em paralelo. A resistência equivalente será de 0,22/10 = 0,022 ohm.

Supondo que a corrente seja exatos 20A, medindo a tensão neste shunt, a tensão será de (o,022 x 20) 0,44V e esta queda não deve influenciar no funcionamento do equipamento.

 A potência total dos resistores será de: P=RxI2 ou P=0,022 x 20 x 20 = 8,88W.

Em cada resistor deve passar 2A, portanto a potência de cada será: P=0,22 x 2 x 2 = 0,88W. Resistores de 1,5W ou 2W devem servir perfeitamente.

Dessa forma não precisará comprar um amperímetro.

Claro que existe a questão da tolerância dos resistores, mas já dá pra ter uma boa ideia do consumo do aparelho alimentado.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Você pode fazer um shunt.

Supondo que este shunt seja composto de 10 resistores de 0,22ohm cada, ligados em paralelo. A resistência equivalente será de 0,22/10 = 0,022 ohm.

Supondo que a corrente seja exatos 20A, medindo a tensão neste shunt, a tensão será de (o,022 x 20) 0,44V e esta queda não deve influenciar no funcionamento do equipamento.

 A potência total dos resistores será de: P=RxI2 ou P=0,022 x 20 x 20 = 8,88W.

Em cada resistor deve passar 2A, portanto a potência de cada será: P=0,22 x 2 x 2 = 0,88W. Resistores de 1,5W ou 2W devem servir perfeitamente.

Dessa forma não precisará comprar um amperímetro.

Claro que existe a questão da tolerância dos resistores, mas já dá pra ter uma boa ideia do consumo do aparelho alimentado.

 

valeu cara vou testar aqui para ver se da certo.

 

o meu problema e que nem sempre sei o quantos a fonte consome pois faço fontes de 12 16 18 e 20 amperes então precisava de um regulador para poder variar a corrente da fonte ate ela desarmar e então saber a corrente maxima liberada pela fonte.

 

Tentei fazer um power com 5 transistors mosfet com um esquema que me passarama qui no forum, e com uma resistencia no final. Ate que deu certo o problema e que nao ficou regulavel, quando voce liga a corrente vai subindo e nao para mesmo zerando o potenciometro.  então deixei o projeto de lado por enquanto. ( Nao deu mais tempo de mexer)rsrs  valeu pela ajuda

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tudo bem, dei o exemplo de 20A porque é a corrente máxima da fonte.

Agora, se medir 0,22V em cima do "SHUNT", a corrente será de 10A. Se medir 0,11V será de 5A.

É a LEI DE OHM onde I=V/R, e sabendo-se o valor da resistência e lendo-se a tensão sobre ela, pela fórmula obtêm-se a corrente que passa através da mesma.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

valeu cara vou testar aqui para ver se da certo.

 

o meu problema e que nem sempre sei o quantos a fonte consome pois faço fontes de 12 16 18 e 20 amperes então precisava de um regulador para poder variar a corrente da fonte ate ela desarmar e então saber a corrente maxima liberada pela fonte.

 

Tentei fazer um power com 5 transistors mosfet com um esquema que me passarama qui no forum, e com uma resistencia no final. Ate que deu certo o problema e que nao ficou regulavel, quando voce liga a corrente vai subindo e nao para mesmo zerando o potenciometro.  então deixei o projeto de lado por enquanto. ( Nao deu mais tempo de mexer)rsrs  valeu pela ajuda

Para uma carga puramente resistiva, aconselho usar lâmpadas de 24V (ou 2 de 12 em série).

http://www.induspar.com/lampada-jc-bipino-10w-20w-100w-150w-250w-6v-12v-24v-pr-32768826-101201.htm

Fazendo associação em paralelo e chaveando-as com interruptores comuns, pode fazer tal carga resistiva.

Exemplo:

25W, 50W, 100W, 200W (2 de 100).

Começe ligando a primeira que consome (aprox) 1A.

Desligando a 1a e ligando a 2a terá aprox. 2A de consumo.

Ligando a 1a e segunda, aprox. 3A.

Só a quarta, aprox. 4A. ..

e assim sucessivamente, sempre dobrando a potência da próxima lâmpada.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×