Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
alexandre.mbm

RESOLVIDO Largura de banda sem fio no AP cliente WISP

Recommended Posts

Como fica?

 

Estou pensando um roteador 802.11n 150 Mpbs ser cliente WISP (por DHCP) de um roteador 802.11g que faz PPPoE em modem ADSL com Internet 10 Mbps ou 25 Mbps. Para junto deste haver uma CPU conectada em porta LAN 10/100. Aquele roteador cliente servirá toda a casa, por ter muito mais potência.

 

Pelo menos não haveria todas as questões que existem com WDS.

 

Valerá à pena?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

1. Não fique criando 9353948674839675490765409 tópicos para o mesmo problema. Isso causa muita confusão na hora de responder, você nem imagina.

2. Seu roteador 802.11g na melhor das hipóteses vai ser capaz de entregar uns 20-25 Mbps de banda, então a conexão de 25 Mbps já não ia funcionar direito.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

1. Não fique criando 9353948674839675490765409 tópicos para o mesmo problema. Isso causa muita confusão na hora de responder, você nem imagina.

Não é o mesmo problema. É uma mesma problemática. São várias perguntas porque são vários problemas. Pelo contrário, se eu colocasse tudo num tópico só é que ia ficar confuso. Cada problema pequeno não está confuso. É mais fácil eu mesmo encontrar as respostas maiores. Gerencia e compartilha mais conhecimento.

 

2. Seu roteador 802.11g na melhor das hipóteses vai ser capaz de entregar uns 20-25 Mbps de banda, então a conexão de 25 Mbps já não ia funcionar direito.

Além de não ter QoS.

 

Mas eu pergunto se o cliente, mais potente, é quem iria "buscar o sinal" e assim conseguiria estabelecer uma conexão ótima entre os dois.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O roteador MULTILASER RE073, quando funcionando como cliente WISP, não provê wireless. Passa a funcionar apenas como HUB cabeado.

 

Acho que, se ele tivesse duas antenas, daria ter uma no modo cliente WISP e outro no modo AP; ao menos com um firmware customizado tal como o DD-WRT.
 

Mas eu [me] pergunto se o cliente [WISP], mais potente, é quem iria "buscar o sinal" e assim conseguiria estabelecer uma conexão ótima entre os dois.


Alguns adaptadores sem fio podem ter sensibilidade maior, só que não parece haver prática de se relacionar isso com potência. O que eu sei é que um Sony XPERIA X10i capta menos sinal wifi do que um Moto G...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O próprio nome diz: "cliente". Cliente não retransmite o sinal do AP, IEEE 802.11 não é um protocolo de redes mesh. Esse é o comportamento esperado. Se fosse o contrário, cada PC/celular/etc (clientes) que você adicionasse à rede iria aumentar consideravelmente o uso de banda e a latência da rede.

APs com duas antenas não são a mesma coisa que APs com dois rádios. Você não pode usá-los da maneira que você propôs. pois isso é uma limitação de hardware. Com dois rádios, teoricamente você poderia repetir o sinal enquanto usa as portas Ethernet, mas claro, os clientes ligados nesse repetidor terão metade da banda disponível.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

APs com duas antenas não são a mesma coisa que APs com dois rádios. Você não pode usá-los da maneira que você propôs. pois isso é uma limitação de hardware.

 

DD-WRT possibilita escolher umas coisas com as antenas. Não sei o quê porque nunca usei.

 

Com dois rádios, teoricamente você poderia repetir o sinal enquanto usa as portas Ethernet, mas claro, os clientes ligados nesse repetidor terão metade da banda disponível.

 

Isso não é o WDS? Enfim, estou fazendo isto.

 

O DD-WRT viabiliza alguns outros modos de repetição.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×