Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Dr. Guima

Terminal telefônico analógico.

Recommended Posts

Galera do bem. Boa noite!!!

 

Tenho um terminal telefônico analógico (igual ao da foto ) que, conectado numa linha convencional, funciona perfeitamente para receber chamadas.

Entretanto, quando disco um número qualquer para fazer uma chamada, ele não completa a ligação e recebo uma mensagem dizendo que o tempo de discagem se esgotou.

Ocorre de modo similar quando conecto numa linha do Netcombo.

Imagino que isso ocorra porque as linhas modernas só aceitam discagem DTMF e recusam a discagem por pulso.

Como para mim esse terminal telefônico é muito valioso (era da minha avó e é bastante decorativo), gostaria de obter um conversor  que permitisse seu funcionamento normal.

Pesquisando na Internet, conclui que uma possibilidade talvez fosse o Adaptador ATA. Entretanto só vi explicações que indicavam o ATA para telefonia VoIP.

Pergunto:

  1. Seria o ATA o conversor adequado?
  2. Se sim, qual o modelo/fabricante melhor para essa função? Como são feitas as conexões com o Netcombo e/ou com a linha convencional?
  3. Se não, haveria um conversor próprio no mercado? Qual seria? Como são feitas as conexões com o Netcombo e/ou com a linha convencional?
  4. Não havendo um próprio no mercado, seria possível e viável economicamente construir um?

Agradeço, antecipadamente, a ajuda de vocês.

 

post-764484-0-87943800-1430363006.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não conheço um conversor para isso, mas acredito que se tiver como fazer um, na área da eletrônica o pessoal te ajudará melhor...

 

Tópico movido para Eletrônica.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

.como acabei de vir de uma prova de múltipla escolha ainda estou  com  muitas opções  na cabeça  portanto não repare  la vai

 

qui  bem aqui   esta a solução  no entanto existe  4  opções ,

opção 1  você vai  precisar  de alguém para  te auxiliar 

opção 2   vai depender se  você  tem conhecimento de como gravar um pic

opção 3 deixar apenas como enfeite 

opção 4 guardar  o telefone com carinho

 

se escolher a opção 2  é uma  boa  escolha porém fará  sozinho pois  o site  já esta dando  tudo de mão beijada boa sorte !!

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Galera do bem. Boa noite!!!

 

Tenho um terminal telefônico analógico (igual ao da foto attachicon.gifTelefone Antigo - Ericsson.jpg) que, conectado numa linha convencional, funciona perfeitamente para receber chamadas.

Entretanto, quando disco um número qualquer para fazer uma chamada, ele não completa a ligação e recebo uma mensagem dizendo que o tempo de discagem se esgotou.

Ocorre de modo similar quando conecto numa linha do Netcombo.

Imagino que isso ocorra porque as linhas modernas só aceitam discagem DTMF e recusam a discagem por pulso.

Como para mim esse terminal telefônico é muito valioso (era da minha avó e é bastante decorativo), gostaria de obter um conversor  que permitisse seu funcionamento normal.

Pesquisando na Internet, conclui que uma possibilidade talvez fosse o Adaptador ATA. Entretanto só vi explicações que indicavam o ATA para telefonia VoIP.

Pergunto:

  1. Seria o ATA o conversor adequado?
  2. Se sim, qual o modelo/fabricante melhor para essa função? Como são feitas as conexões com o Netcombo e/ou com a linha convencional?
  3. Se não, haveria um conversor próprio no mercado? Qual seria? Como são feitas as conexões com o Netcombo e/ou com a linha convencional?
  4. Não havendo um próprio no mercado, seria possível e viável economicamente construir um?

Agradeço, antecipadamente, a ajuda de vocês.

 

attachicon.gifTelefone Antigo - Ericsson.jpg

 

 

Meu terminal telefone é um Solid Ibratele, conforme foto abaixo:

1412450.jpg

Manual:

http://www.ibratele.com.br/manuais/Solid.pdf

 

Por curiosidade fui dar uma olhada nele, e achei atrás uma chave com duas posições:

Uma posição com a letra P e outra posição com a letra T. 

 

Estava na posição T. Transferi para a posição P.

Quando disquei, a discagem se deu por pulsos, e por crivável que parece, funcionou perfeitamente.

 

No caso do seu terminal, deve estar com algum defeito.

A discagem por pulso ainda funciona hehehe

Ainda digo mais:

Se você for rápido o suficiente, consegue fazer uma chamada apenas apertando a chave liga desliga do telefone moderno, sem usar o teclado.

O número zero são 10 pulsos.

Os outros números, levam a quantidade de pulsos conforme o número. Por exemplo:

Para discar o número 8 são 8 pulsos.  

Ao discar, observe se é possível ouvir uns estalidos no Phone São os Pulsos.

Se não ouvir os estalidos é que alguma chave interna está com defeito.  

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

As centrais das concessionárias, até onde eu saiba, aceitam pulso ou tom, sem nenhum problema.. Tente checar se seu telefone está cortando os pulsos e de modo correto..

  • Curtir 3

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Chamar o meu velho telefone de "terminal telefônico analógico" é uma nomenclatura que não consigo digerir sem me incomodar.

E pensar que logo em alguns países europeus o velho "rádio AM/FM analógico" também só vai pegar ruídos estranhos, e que o mesmo vai acontecer com a "televisão analógica" , tudo isso que deveria me alegrar acaba por me deixar um sentimento nostálgico estranho, que me faz sentir um pouco mais o peso da idade. E aliado ao fato de que quando ligo meu rádio-amador escuto cada vez menos pessoas... É como se a vida, quando olho para trás, pareça mais brilhante do que quando olho para a frente, sei lá...

Não sei o que outros colegas que já passaram dos 50 anos de idade sentiram ao ler o título deste Post e ver a foto do "terminal analógico" do autor... Acho que muitos sentiram isso como eu !

Enfim, isto é a evolução tecnológica em ação.

Paulo

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

eu tenho saudade do zumbidinho entre um estação e outra dum rádio a válvula que tinha. Meu pai ouvindo a rádio relogio (nem sei se ainda existe) acertando seu relogio de bolso... (nó na garganta). Coisas que o tempo enterra... literalmente.

Mas isso é só desabafo e não ajuda o amigo. uma opção no seu caso é usar um telefone "normal" como extensão do seu e usá-lo pra "discar" e o seu velhinho pra receber e ouvir o saudoso trimmmmmm

A propósito, o toque do meu celular é trimmmmmm.. sério

abç

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Chamar o meu velho telefone de "terminal telefônico analógico" é uma nomenclatura que não consigo digerir sem me incomodar.

E pensar que logo em alguns países europeus o velho "rádio AM/FM analógico" também só vai pegar ruídos estranhos, e que o mesmo vai acontecer com a "televisão analógica" , tudo isso que deveria me alegrar acaba por me deixar um sentimento nostálgico estranho, que me faz sentir um pouco mais o peso da idade. E aliado ao fato de que quando ligo meu rádio-amador escuto cada vez menos pessoas... É como se a vida, quando olho para trás, pareça mais brilhante do que quando olho para a frente, sei lá...

Não sei o que outros colegas que já passaram dos 50 anos de idade sentiram ao ler o título deste Post e ver a foto do "terminal analógico" do autor... Acho que muitos sentiram isso como eu !

Enfim, isto é a evolução tecnológica em ação.

Paulo

 

O único benefício das transmissões de rádios AM e de ondas curtas era ir bem longe hehehe.

 

O do radioamadorismo era facilitar a comunicação entre pessoas comuns, embora tenha outras questões mais nobres envolvidas. 

 

Com a chegada da internet e do celular... Só restaram os saudosistas.

Outra questão é que os que hoje são saudosistas é porque viveram a época destas tecnologias. Os que estão nascendo hoje não vão querer saber muito destas tecnologias, logo isso tudo vai cair no quase esquecimento heheh.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×