Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
alexandre.mbm

Dessolda difícil

Recommended Posts

Conheço dicas como esta, apesar de ainda não as ter implementado. Hoje fui dessoldar um protetor eletrônico Clone e tive muita dificuldade com o sugador de solda. O bico não achava posição frente aos pinos que saiam fora da placa. Sempre ficava um "chão" de solda.

 

Só mesmo com a malha dessoldadora? Não há outra dica?

 

Obviamente eu não posso comprar uma estação com sucção. Serviço impossível?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não tentei algo especial. Só um sugador simples. E cheguei apenas nisto:

 

post-435193-0-91970000-1431194714_thumb.

 

Originalmente as soldas são assim:

 

post-435193-0-26082500-1431194743_thumb.

 

Perceba pinos altos e grossos. O bico do sugador não se acomoda.

 

Parece que vou ter de comprar malha de dessolda, não é?

A propósito, com que eu limpo essa sujeira? Com álcool isopropílico? Breu?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vamos lá!

1 - Verifique se o seu sugador de solda está reduzindo a pressão. Obstrua a ponta com o dedo e acione o gatilho. Se estiver reduzindo a pressão, o cursor se movimentará bem mais lentamente que sem a obstrução.

Tem um procedimento para aumentar a vida útil da ponta do dessoldador e de melhorar o acoplamento com a solda. Compre um pedaço de tubinho de borracha. Aqueles para tirar sangue e coloque cerca de 1 a 2 cm na ponta do dessoldador.

 

2 - Você estanhou a ponta do ferro? Se a ponta do ferro não estiver estanhada a temperatura terá que ser bem maior para dessoldar.

 

3 - Você usa a mistura de Breu com Álcool? Essa mistura é essencial para uma boa soldagem e principalmente, dessoldagem.

 

MOR_AL

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu aqui uso pistola de solda 100w para trabalhos pesados e locais com muita solda como no seu caso. O colega explicou algo que pode te ajudar é a mistura do breu. A solda de baixa fusão pode ser usado também para uma dessoldagem mais rápida.

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Tem um procedimento para aumentar a vida útil da ponta do dessoldador e de melhorar o acoplamento com a soldMOR_ALa. Compre um pedaço de tubinho de borracha. Aqueles para tirar sangue e coloque cerca de 1 a 2 cm na ponta do dessoldador.

 

Quando essa borracha encosta nos componentes e no ferro quentes, não vira meleca?

 

2 - Você estanhou a ponta do ferro? Se a ponta do ferro não estiver estanhada a temperatura terá que ser bem maior para dessoldar.

 

É verdade... não estava bem estanhado.

 

3 - Você usa a mistura de Breu com Álcool? Essa mistura é essencial para uma boa soldagem e principalmente, dessoldagem.

 

O colega explicou algo que pode te ajudar é a mistura do breu.

 

Quais são as proporções dessa mistura?

 

A solda de baixa fusão pode ser usado também para uma dessoldagem mais rápida.

 

Em termos técnicos, qual seria a solda normal e qual seria a solda de baixa fusão?

 

Pareceu-me que a solda nesse protetor exigiu um aquecimento maior...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Solda "salva SMD" ou "salva chip" - É uma solda de baixíssimo ponto de fusão usada para facilitar a retirada do CI do circuito impresso


http://www.mreferramentas.com.br/solda-baixa-fusao-salva-chip-soft-tubo-50grs/


Curiosidade, leia http://virtuatec-eletronica.blogspot.com.br/2013/08/pasta-de-solda.html


Em relação à mistura de breu, não existe proporção, e sim, como você gosta, mais pastoso ou menos pastoso http://dangerousprototypes.com/docs/Flux,_flux,_flux#Recipe


MOR, em 09 Mai 2015 - 15:43, disse:
Tem um procedimento para aumentar a vida útil da ponta do dessoldador e de melhorar o acoplamento com a soldMOR_ALa. Compre um pedaço de tubinho de borracha. Aqueles para tirar sangue e coloque cerca de 1 a 2 cm na ponta do dessoldador.
 
Quando essa borracha encosta nos componentes e no ferro quentes, não vira meleca?
 
Existe um proprio apelidado de "camisinha" de sugador que pode ser comprado em qualquer loja de eletronica ou usar a tubo de borracha mensionado acima. Resiste bem ao calor da solda mas não do ferro de solda.
  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

 

O que entendi desse vídeo foi que a solda salva chip depois agarra-se à solda normal, então eu posso vim com esta, criar um bolo das duas, e sacudir o ferro para descartar o bolo.


Existe um proprio apelidado de "camisinha" de sugador que pode ser comprado em qualquer loja de eletronica ou usar a tubo de borracha mensionado acima. Resiste bem ao calor da solda mas não do ferro de solda.

 

A camisinha de sugador, em resistência ao calor, é a mesma coisa da borracha de injeção?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Aguenta bem mais do que o recurso do tubinho de plastico de seringa.


 

O que entendi desse vídeo foi que a solda salva chip depois agarra-se à solda normal, então eu posso vim com esta, criar um bolo das duas, e sacudir o ferro para descartar o bolo.

Sim, é desse jeito. com areas de grandes soldas, é um recurso para derreter a solda com mais facilidade.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Quando essa borracha encosta nos componentes e no ferro quentes, não vira meleca?

Se demorar, quase vira, mas se não usar a borracha a ponta do seu dessoldador, que custa bem mais, dura pouco. Um metro do tal tubinho custa pouco e você consegue entre 50 a 100 pontas. Estragou, joga fora e corta outra ponta. Com o tempo você otimiza o processo. Coloca um pouco de breu com álcool na solda da placa, dá uma leve soprada, aqueça a solda. Quando ela ficar prateada como um espelho e em formato uniforme, sem pontas ou grumos, aí você encosta a ponta de borracha e rapidamente aciona o gatilho. Dê preferência ao álcool de maior grau GL. Nos supermercados estão vendendo agora álcool com muita água..

 

É verdade... não estava bem estanhado.

 

 

 

Quais são as proporções dessa mistura?

Álcool e breu?

Roube um vidrinho de esmalte de sua namorada ou esposa. Esvazie o vidrinho e limpe o interior. Moa (do verbo moer) displicentemente cerca de um a dois grãos do tamanho de feijão de breu. Coloque dentro do vidrinho de esmalte e complete com o álcool. feche o vidro  (óbvio) e sacuda durante dois minutos. O álcool ficará impregnado de breu e o excesso decantará. Está pronto para usar. Com o pincel da tampa, unte o líquido e na borda do vidro retire o excesso do líquido. Normalmente o pincel sai do líquido com mais do que suficiente para o uso. Dê uma pincelada na solda e dê uma soprada ou aguarde o líquido quase secar. Não é crítico. Apenas que quando o ferro for de baixa potência, o líquido restante tende a reduzir a temperatura da ponta do ferro. Depois é só ficar observando o fundo. Vá acrescentando álcool enquanto houver breu no fundo. Eu particularmente coloco mais breu para não me preocupar em observar o fundo regularmente. O líquido do frasquinho dura muito e o consumo de breu é mínimo. Compre o mínimo de breu em lojas de tintas. Se pedir uma pedrinha com o tamanho de uma nós, vai ter breu por muito tempo e sairá de graça.

 

 

Em termos técnicos, qual seria a solda normal e qual seria a solda de baixa fusão?

A solda deve ter uma composição eutética. Deve ser de uns trinta e poucos % de chumbo e uns sessenta e tantos % de estanho (ou o contrário, não me lembro). Nessa proporção, ocorre que a solda muda do estado líquido para o sólido com menor variação de temperatura. O período de estado pastoso reduz-se ao máximo. Isso é bom, pois permite soldas mais homogêneas. Não use soldas de qualquer marca ou as XingLing. Use a BEST. Sempre usei e é excelente. Além disso já vem, em seu núcleo, um pouco de fluido com as mesmas características do breu. Aliás, só uso o álcool com breu para dessoldar e nunca para soldar. exceção é quando a solda não fica boa. Aí tenho que untar um pouco da mistura para homogeneizar a solda.

 

Pareceu-me que a solda nesse protetor exigiu um aquecimento maior...

Tem umas soldas que são bem difíceis de se liquefazer. Já tive a infelicidade de cruzar com elas. Mesmo usando toda essa técnica, que expus, ela se comporta como uma pasta.

 

Em tempo:

SEMPRE, antes de uns três segundos antes de soldar, passo rapidamente a ponta do ferro em um pano velho. Isso retira a fina camada de óxido que se forma na ponta do ferro e também o resto de solda que sobrou. A camada de óxido não permite uma solda "molhada". Demorando para derreter a solda e aquecendo o local em demasia. Aliás, coloquei um dimer no ferro de soldar e marquei duas posições do potenciômetro. Temperatura ótima e temperatura de descanso; que é um pouco abaixo do ótimo para soldar. Com a potência máxima do ferro, a ponta tende a oxidar mais rápido.

Peguei um recipiente largo e baixo e recortei diversas peças de uma toalha velha do tamanho do recipiente. Coloquei uma sobre a outra, formando cerca de 1 cm. Não precisa daqueles tecidos amarelo e grossos que são vendidos nas lojas de eletrônica.

MOR_AL

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Um metro do tal tubinho custa pouco e você consegue entre 50 a 100 pontas. Estragou, joga fora e corta outra ponta.

Vou fazer assim.

 

Dê preferência ao álcool de maior grau GL. Nos supermercados estão vendendo agora álcool com muita água..

Eu pensei que eu deveria usar álcool isopropílico.

 

Moa (do verbo moer) displicentemente cerca de um a dois grãos do tamanho de feijão de breu. [...] Se pedir uma pedrinha com o tamanho de uma nós, vai ter breu por muito tempo e sairá de graça.

Quer dizer que não é aquele breu que vende como líquido, em lata?

 

Tem umas soldas que são bem difíceis de se liquefazer. Já tive a infelicidade de cruzar com elas. Mesmo usando toda essa técnica, que expus, ela se comporta como uma pasta.

A solda aqui se liquefaz, mas demora.

 

SEMPRE, antes de uns três segundos antes de soldar, passo rapidamente a ponta do ferro em um pano velho. Isso retira a fina camada de óxido que se forma na ponta do ferro e também o resto de solda que sobrou.

Em seguida tem de voltar a estanhar a ponta, para transferir o calor, não é?

 

Aliás, coloquei um dimer no ferro de soldar e marquei duas posições do potenciômetro. Temperatura ótima e temperatura de descanso; que é um pouco abaixo do ótimo para soldar.

Como é o seu dimmer?

Calculei aqui e o ferro tem 22W nos 220V.

Você tem calculadas as potências desses dois pontos do potenciômetro em seu circuito.

 

Peguei um recipiente largo e baixo e recortei diversas peças de uma toalha velha do tamanho do recipiente. Coloquei uma sobre a outra, formando cerca de 1 cm. Não precisa daqueles tecidos amarelo e grossos que são vendidos nas lojas de eletrônica.

Aquelas buchas verde e amarelas, de lavar pratos, com a parte amarela, parecem funcionar.

 

Update

 

A propósito, ontem eu limpei o sugador de solda e o poder de sucção melhorou significativamente. Mas ainda não o testei com o serviço de dessoldagem que motivou este tópico.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

No caso desses terminais de componentes serem muito grossos, eu costumo introduzir a sobra do terminal dentro do sugador, deixando o sugador bem vertical e sem encostar a ponta na placa. depois venho com a ponta do ferro deitada embaixo da ponta do sugador e encosto só na solda.

Mesmo esses pinos serem grossos eles cabem muito bem no orificio do sugador.

 

No caso de soldas muito velhas e sujas, é bom passar um pouco de alcool isopropilico antes para tirar a sujeira, deixa secar bem e em seguida aplica-se uma gota de solda nova no terminal a dessoldar.

Depois é só vir com o sugador do jeito que falei.

 

Obs: se o componente for sensivel a alta temperatura podendo queimar (resistores, capacitores, diodos, etc) é bom usar ferro com potencia não muito alta (uns 25w está bom). 

 

Agora, se a posição do terminal estiver de um jeito que não permita deitar o ferro de solda, ou seja, se o terminal estive no meio da placa com muito componente bem proximo, aí o jeito é derreter solda nova e ir sugando; se sobrar ainda solda no 'chão', derreta mais um pouco de solda e sugue novamente até retirar tudo. Usar fluxo de solda ajuda.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

No caso desses terminais de componentes serem muito grossos, eu costumo introduzir a sobra do terminal dentro do sugador, deixando o sugador bem vertical e sem encostar a ponta na placa.

 

Que eu me lembre, não dá pra fazer isso aqui. Mas, usando as borrachas de soro, vou tentar. Não vai ser logo, pois tenho maiores compromissos durante esses dois dias, até quarta-feira.

 

Obs: se o componente for sensivel a alta temperatura podendo queimar (resistores, capacitores, diodos, etc) é bom usar ferro com potencia não muito alta (uns 25w está bom).

 

Usar um ferro desses, menos potente, pode significar ficar despreocupado com o tempo? Estou perguntando se de modo nenhum a temperatura será elevada a ponto de queimar componentes. O ferro aqui parece ter 22W.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vou fazer assim.

 

Eu pensei que eu deveria usar álcool isopropílico. Não é necessário.

 

Quer dizer que não é aquele breu que vende como líquido, em lata? Nem sei que breu é esse...e na verdade não importa, já que o vendido à granel sai quase de graça.

 

A solda aqui se liquefaz, mas demora.

 

Em seguida tem de voltar a estanhar a ponta, para transferir o calor, não é? Nããããooooo! Quando você seguir como informei vai funcionar. Não inclua nenhum procedimento extra. Acho que você está precisando começar a testar as minhas respostas.

 

Como é o seu dimmer? O mais básico possível. Tem às toneladas na net.

Calculei aqui e o ferro tem 22W nos 220V.

Você tem calculadas as potências desses dois pontos do potenciômetro em seu circuito. Não! Ajustei na prática mesmo.

 

Aquelas buchas verde e amarelas, de lavar pratos, com a parte amarela, parecem funcionar.

Se forem aquelas amarelas de um lado e verdes de outro, não servem. A temperatura que suportam é baixa. Então para funcionar, elas tem que estar umedecidas, o que reduz substancialmente a temperatura da ponta do ferro de soldar. Não é prático. Use diversos pedaços de toalha velha. Suportam melhor a temperatura.

 

Update

 

A propósito, ontem eu limpei o sugador de solda e o poder de sucção melhorou significativamente. Mas ainda não o testei com o serviço de dessoldagem que motivou este tópico.

 

MOR_AL

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×