Ir ao conteúdo
  • Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
alexandre.mbm

Uso de multímetro em fonte de alimentação

Recommended Posts

No caso de uma fonte de microcomputador, os únicos testes básicos que se pode fazer com multímetro, se o componente eletrônico não foi dessoldado, são os de tensão com o circuito energizado?

 

Abro este tópico não tanto pela pergunta acima, mas porque percebi que, para testar um simples varistor, eu teria de retirá-lo da placa. Para testar um dos resistores ou diodos também, não é? Ou bastaria descarregar todos capacitores?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Para os testes de componentes, o multímetro gera corrente para o componente em particular. Agora, pense no que aconteceria ao gerar corrente para fazer o teste de um resistor, mas estando ele conectado a um circuito não energizado. Se, por exemplo, houvesse componentes em paralelo com o resistor, a corrente se dividiria fazendo com que a resistência medida fosse a resistência equivalente em paralelo, não a resistência individual do resistor F5Rua4D.gif.

 

 

 

O indicado, em se tratando do uso de um multímetro, é seguir o método padrão de testes de componentes, removendo-os sempre que as características a ser avaliadas forem independentes do restante do circuito. Isso não significa que não se possa saber, por exemplo, a resistência de um resistor qualquer sem removê-lo do circuito. Se, quando o circuito está energizado, o resistor apresenta simultaneamente uma tensão V e uma corrente I, então sua resistência é simplesmente R = V/I.

 

 

 

Espero ter ajudado GbhmuXl.gif.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • Talvez eu esteja em busca de um manual de manutenção de fontes, algo mais específico. Agradeço sua disponibilidade, mas eu já sabia do que você comentou, que é um conhecimento mais genérico e menos prático.

    Editado por alexandre.mbm

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Ola Alexandre!! escreva que te mando um livro de 33 paginas sobre consertos de fontes. captjayme@yahoo.com.br


    Ola Alexandre!! escreva que te mando um livro de 33 paginas sobre consertos de fontes.


    Ola Alexandre!! escreva que te mando um livro de 33 paginas sobre consertos de fontes.

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Crie uma conta ou entre para comentar

    Você precisar ser um membro para fazer um comentário






    Sobre o Clube do Hardware

    No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

    Direitos autorais

    Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

    ×