Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Controlando a corrente de dreno de um mosfe


Posts recomendados

eae galera to precisando de ajuda, to co um projeto de um inversor senoidal, mas para o circuito de potencia, vou precisa controlar corretamente a corrente nos mosfet atraves de pwm, mas sempre que eu procuro na internet aparece um constante k que ninguem explica, poderia me ajudar?????

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Em inversores, a corrente máxima pulso a pulso no dreno dos mosfets pode chegar a valores imiscíveis.

 

Pretende controlar a corrente RMS em AC ou pretende limitar a corrente máxima pulso a pulso do PWM? 

 

É só uma proteção contra curto-circuito, ou é algum controle específico de corrente em tensão AC?

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Em circuitos com PWM, o MOSFET opera principalmente como chave, ou seja, o ponto de operação desloca-se entre as regiões de corte e triodo. No corte, a resistência entre dreno e fonte aproxima-se de um circuito aberto (ID = 0), e, no triodo, a resistência entre dreno e fonte aproxima-se de um curto-circuito (ID = VDD/(RD + RS)) F5Rua4D.gif.

 

 

 

Apesar de o ponto de operação atravessar analogicamente a região ativa (região de amplificação) quando a carga do circuito chaveador é reativa (um ventilador, por exemplo), não é tão necessário entender em detalhes a relação entre a tensão porta-fonte e a corrente de dreno nesse intervalo de tempo. É suficiente somente usar circuitos de proteção contra reações de cargas (um diodo de roda livre é um exemplo desse tipo de proteção).

 

 

 

Espero ter ajudado GbhmuXl.gif.

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

valeu galera, mas eu vou usar os mosfets (ao todo 4) para chavear uma tensão de 450vdc x 5.56A, (na configuração push pull, cada transistor chaveara+ ou - 2,8A), e por isso tenho que controlar sua corrente com certa precisao, para nao danificar a fonte nem causar superaquecimento, ou seja ele também serve de proteçao. A constante que eu falei esta nesse sit; http://www.demic.fee.unicamp.br/~elnatan/ee640/aula%20mosfet.pdf

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

valeu galera, mas eu vou usar os mosfets (ao todo 4) para chavear uma tensão de 450vdc x 5.56A, (na configuração push pull, cada transistor chaveara+ ou - 2,8A), e por isso tenho que controlar sua corrente com certa precisao, para nao danificar a fonte nem causar superaquecimento, ou seja ele também serve de proteçao. A constante que eu falei esta nesse sit; http://www.demic.fee.unicamp.br/~elnatan/ee640/aula%20mosfet.pdf

 Agora que entendi.

A tal constante K refere-se à matemática que define a tal Região de Triodo (ou região linear) do mosfet.

 

 

 

eae galera to precisando de ajuda, to co um projeto de um inversor senoidal, mas para o circuito de potencia, vou precisa controlar corretamente a corrente nos mosfet atraves de pwm, mas sempre que eu procuro na internet aparece um constante k que ninguem explica, poderia me ajudar?????

 

Se tratando de um controle PWM (Inversor senoidal), esta região triodo do mosfet (Região linear) não vai ser importante para você. 

 

É totalmente proibitivo você fazer o controle de corrente de forma linear no mosfet. 

Mosfets que são usados em controle PWM não foram feitos para trabalharem no modo linear. O mosfet irá explodir imediatamente se você fizer isso. 

 

O mosfet deve trabalhar como uma chave. 

O driver de mosfets deve levar o mosfet ao modo "ON" emitindo pulsos no gate, com tempo de subida de zero V até 15V em uns 50 a 100 nano segundos. 

 

O driver deve levar o mosfet ao modo OFF descarregando a tensão do gate no source, zerando a tensão de gate num tempo aproximado de 50 a 100 nano segundos. 

 

O controle da corrente é feito variando-se o Duty cycle do mosfet.

O que acontece é que você terá um filtro na saída do seu inversor, formado por um indutor e por um capacitor:

11873449_760432294084746_296374426594286

 

Observe que nas teorias, quando se chaveia uma tensão num indutor, a corrente não sobe instantaneamente.

Sobe em rampa.

 

O que se faz é por um resistor Shunt alí nos source dos mosfets, ou usar um TC.

Daí quando o pulso PWM é aplicado, conforme a rampa de corrente no filtro for aumentando.... vai surgindo uma tensão no resistor Shunt.

Daí você define em que corrente você quer que o PWM fique limitado. 

 

 

Eu sugiro que você tire uma RMS da corrente AC de saída. Daí você limita a corrente, fazendo medições com resistor Shunt.

Toda vez que a corrente for alcançada, o Duty cycle do PWM deverá ser diminuído para manter a corrente sempre nos limites aceitáveis. 

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@albert_emule

 

 

 

Só uma observação: em MOSFETs, a região para projetos de amplificadores lineares é denominada região ativa ou de saturação. Já as regiões de operação como chave são a de triodo (também chamada de linear ou ôhmica) e a de corte F5Rua4D.gif.

 

 

 

A lógica das denominações é diferente da dos transistores de junção bipolar.

 

 

 

Espero ter ajudado GbhmuXl.gif.

  • Curtir 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP

eae galera to precisando de ajuda, to co um projeto de um inversor senoidal, mas para o circuito de potencia, vou precisa controlar corretamente a corrente nos mosfet atraves de pwm, mas sempre que eu procuro na internet aparece um constante k que ninguem explica, poderia me ajudar?????

Poderia falar portugues?

Este é um fórum técnico.

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Visitante
Este tópico está impedido de receber novas respostas.

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas comunidades sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

 

GRÁTIS: ebook Redes Wi-Fi – 2ª Edição

EBOOK GRÁTIS!

CLIQUE AQUI E BAIXE AGORA MESMO!