Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
ilkyest

Pergunta sobre inversor de frequencia em motores AC

Recommended Posts

Amigos.. pergunta

 

Dado um motor AC. A velocidade de rotação dele é 2000rpm

 

Se for colocado em um inversor de frequencia, e subindo a frequencia acima dos 60HZ, bem acima, vamos lá, 70, 80, enfim... 

 

Esse motor gira mais rápido que os 2k nativos dele?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante

Sim, giraria, mas os inversores tem limitação de freqüência, corrente e temperatura. Quando se configura um, é colocado os dados do motor que constam na etiqueta. Isso fará com que funcione em até 60 Hz. Normalmente é possível aumentar o torque, mas tem limitação de tempo e/ou de corrente em função do aumento desta temperatura. O máximo que consegui aumentar foi para 75 Hz. Do lado do motor, que estava acoplado a uma bomba, houve aumento de temperatura do motor, mas não houve melhoras significativas no bombeamento.

 

http://professorcesarcosta.com.br/upload/imagens_upload/5ª%20Aula_PRATICA%20COM%20INVERSOR%20DE%20FREQUENCIA.pdf

http://ecatalog.weg.net/files/wegnet/WEG-inversores-de-frequencia-10525554-catalogo-portugues-br.pdf

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Dom Bonilla e @albert_emule. 

 

Claro que torque não quer dizer, necessariamente, rotação. 

 

E no caso de baixa de frequencia, no caso, freios. Essa regra também é valida? qual seja, cada motor tem sua forma de trabalhar, então, um motor de 1000rpm, 3/4 cv que pode ser freiado em 0Hz poderá não ter o mesmo efeito de um mesmo motor 1000// 3/4?

 

O primeiro poderia freiar e o segundo queimar/explodir/feder?

 

Cada caso então é variável?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante

Sim, depende do projeto do motor. Freio CC acarreta temperatura. O inversor trabalhará em função do projeto. Inversor não faz milagre. O que a etiqueta do motor disser, o inversor fará.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Dom Bonilla e existe o inversor DC? qual seja, seria o pwm mesmo?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante

Sim, exite em DC. Os comuns pegam 220 V (fase e neutro) e entregam 380 V (até um limite de potência). Entra AC, é feita conversão para DC e na saída, invertido novamente em AC. Existe também drivers específicos usados em energia solar, que fazem conversão de DC para AC, pegando na saída das baterias e entregando nas tomadas.

 

http://w3.siemens.com.br/drives/br/pt/conversores/conversores-cc/pages/conversores-corrente-continua.aspx

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Dom Bonilla e @albert_emule. 

 

Claro que torque não quer dizer, necessariamente, rotação. 

 

E no caso de baixa de frequencia, no caso, freios. Essa regra também é valida? qual seja, cada motor tem sua forma de trabalhar, então, um motor de 1000rpm, 3/4 cv que pode ser freiado em 0Hz poderá não ter o mesmo efeito de um mesmo motor 1000// 3/4?

 

O primeiro poderia freiar e o segundo queimar/explodir/feder?

 

Cada caso então é variável?

http://www.tecem.com.br/wp-content/uploads/2013/03/EL04-motores-eletricos-numero-de-polos-rotacao-e-deslizamento-tecem.pdf

O RPM do seu não se enquadra em nenhum padrão de números de polos: 2, 4, 6, 8, nem em 50Hz e nem em 60Hz.

Há não ser que o seu seja de 4 polos que gira a uns 1800 em 60Hz, e você tenha arredondado para 2000. 

Pelos cálculos, se colocasse 75hz, iria girar a 120 vezes 75Hz dividido pelo número de polos (4) = 2250 RPM

Leve em conta que ainda existe um fenômeno chamado de "escorregamento do rotor", que faz o motor girar um pouco menos do que o calculado na teoria. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@albert_emule na verdade a dúvida é didática mesmo... valores altamente supostos....

 

queria era saber quanto ao uso do inversor mesmo.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Leve em conta também que ao aumentar o a velocidade, o torque deve diminuir.

Se aumentasse a velocidade e mantivesse o torque, você estaria aumentando a potência do motor.

 

Para a potência permanecer a mesma, ao aumentar a velocidade o torque deve diminuir proporcionalmente. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@albert_emule @Dom Bonilla

 

Então vamos explicar um pouco mais... há muito tempo eu fui numa empresa que vendia motores. Eles trabalham em motores industriais, até 60hp. 

 

Dai o cara tinha uma caixinha com um inversor, um motor ligado lá. 

 

Ele foi até 125hz... o motor ficou, digamos assim, "só no vento", porque praticamente não se ouvia a rolagem do motor, mas o vento na ventoinha dele.

 

E pouco a pouco o cara cuidava do aquecimento do motor

 

Mas isso tem muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuito tempo. Daí eu remexendo meus guardados vi algo desse dia, por isso que a situação é hipotética, mas a pergunta é para esclarecer

 

 

Mais uma pergunta então? qualquer motor pode ser colocado em um inversor de frequencia? ou ele deve ter um desenho especial? Esclarecendo melhor

pelo que postou o @albert_emule eu chego a calculos que, mesmo majorando em 10% o escorregamento do motor, eu tenha as grandezas que eu quero, quais sejam... uma rotação X, a uma frequencia Y. O torque não é tão necessário visto que o projeto não requerá muita força do motor.

 

Neste caso, considerando-se que o motor seja um de 1000rpm/1cv 220V monofásico.Eu calculei e calculei e o que eu preciso é isso.

 

Para ligar em um inversor eu tenho de pegar algum motor com uma classe de isolamento diferente? temperatura? existe uma etiqueta específica que "este motor pode ser usado em inversor'? Ou em tese todo e qualquer motor pode ser colocado em um inversor?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante

O único senão é que o motor tem que ser trifásico. Não há inversor monofásico. Dá para ter entrada mono, mas a saída será, obrigatoriamente, tri. Considerando algum motor de fabricação mais antiga, que ainda em funcionamento, pode não ser possível aplicar um inversor. Porém, nas fabricações dos últimos anos, praticamente todo motor pode receber um inversor. Sempre haverá uma geração maior de calor quando for setado frequências abaixo de 60 Hz.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Dom Bonilla quanto à geração de calor eu entendo.

 

O motivo quanto à esta pergunta é que tenho visto muitos hoteis, nos elevadores por exemplo, trocando o sistema de freio comum (soquinho) pelo inversor de frequencia. Os donos dos hotéis relatam que trocaram só a placa, mantendo o motor, daí que me ocorreu sobre esse "ter algum selo atestando o uso de inversor"

 

O único senão é que o motor tem que ser trifásico.

 

ooooops... bom saber.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×