Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Entre para seguir isso  
WillianSilva

Transistor x capacitor

Recommended Posts

Boa tarde, li alguns artigos a respeito dos transistores e capacitores dos PC, pra ser mais específico, capacitores da memória RAM e transistores do processador. Vi que a vantagem do transistor em cima do capacitor é a sua velocidade. As desvantagens que vi foram que os transistores são maiores que os capacitores, consomem mais energia e são mais caros. Porém, o artigo é de 2007. Li um outro artigo de 2014 dizendo que os transistores chegam a 20 nanômetros. Quero saber se essas desvantagens do artigo de 2007 ainda se mantém ou não. 

 

Obs.: artigo de 2007 que mencionei https://www.clubedohardware.com.br/artigos/como-o-cache-de-memoria-funciona/1410/2

 

Muito obrigado pela atenção.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
5 minutos atrás, aphawk disse:

@WillianSilva ,

 

voce está confundindo muita coisa nesse post...

 

Transistor não tem nada a ver com capacitor !

 

Paulo

eu não disse que eles são a mesma coisa, o que eu quero saber são as vantagens e desvantagens entre ambos. Eu li num artigo do portal deste forum que a memória RAM usa capacitores e que processadores usam transistores e há uma tabela mostrando as vantagens e desvantagens entre estes componentes: https://www.clubedohardware.com.br/artigos/como-o-cache-de-memoria-funciona/1410/2 mas o artigo é de 2007, como eu disse li em outro artigo de 2014 que os transistores possuem 20 nn. Quero saber se as vantagens e desvantagens permanecem as mesmas deste artigo de 2007.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

melhor você reler o artigo pra remontar as ideias. (li só o título)

off on topic. Lá nos anos 1900 e bolinha... me lembro que as rams dinânicas realmente tinham um capacitorzinho que devia ser recarregado com frequência. Posso até me lembrar quando o prof explicou. ou melhor tentou kk

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@WillianSilva ,

 

As memórias RAM podem ser de várias tecnologias : SRAM, que é a que utiliza transistores ;  DRAM, que utiliza efeitos capacitivos para manter o dado, e tem várias outras tecnologias menos conhecidas, como a memória utilizando ferrite.

 

Problemas continuam os mesmos desde 2007. O fato de a tecnologia permitir transistores menores faz com que consumam menos energia, mas os custos de produção são maiores também, e os fabricantes de microprocessadores perceberam que não basta querer rodar clocks mais rápidos, porque quanto mais complexo fica o microprocessador, maior é a quantidade de componentes que falham em velocidades maiores, portanto perdem-se muito mais microprocessadores no teste final, o que acaba encarecendo demais o produto.

 

Assim, hoje opta-se por vários núcleos, em vez de aumentar a velocidade do clock.

 

Quanto às memórias cache, desde antes de 2007 elas são mais rápidas do que os microprocessadores podem rodar, e acho que não teremos novidades nesse sentido. No cache dos microprocessadores, sempre se usa memória SRAM. Para o restante, por exemplo nos 16 Gb de RAM que tenho no meu computador, é sempre DRAM.

 

Paulo

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
6 minutos atrás, aphawk disse:

@WillianSilva ,

 

As memórias RAM podem ser de várias tecnologias : SRAM, que é a que utiliza transistores ;  DRAM, que utiliza efeitos capacitivos para manter o dado, e tem várias outras tecnologias menos conhecidas, como a memória utilizando ferrite.

 

Problemas continuam os mesmos desde 2007. O fato de a tecnologia permitir transistores menores faz com que consumam menos energia, mas os custos de produção são maiores também, e os fabricantes de microprocessadores perceberam que não basta querer rodar clocks mais rápidos, porque quanto mais complexo fica o microprocessador, maior é a quantidade de componentes que falham em velocidades maiores, portanto perdem-se muito mais microprocessadores no teste final, o que acaba encarecendo demais o produto.

 

Assim, hoje opta-se por vários núcleos, em vez de aumentar a velocidade do clock.

 

Quanto às memórias RAM, desde 2007 elas são mais rápidas do que os microprocessadores podem rodar, e acho que não teremos novidades nesse sentido. No cache dos microprocessadores, sempre se usa memória SRAM. Para o restante, por exemplo nos 16 Gb de RAM que tenho no meu computador, é sempre DRAM.

 

Paulo

 

 

 

Obrigado Paulo, mas aqui "Quanto às memórias RAM, desde 2007 elas são mais rápidas do que os microprocessadores podem rodar", não seria o processador mais rápido que a RAM por isso que criaram a CACHE?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@WillianSilva ,

 

Opsss, pensei uma coisa e escrevi outra... vou corrigir !

 

A memória cache é feita para rodar no clock real do processador, e é a mais rápida de todas. Já nos idos de 2000, os Pentium  já rodavam a 3.4 Ghz, e o cache acompanhava !

 

As SRAMS atuais estão com tempos de acesso de 8 nanosegundos, que ainda são umas 30 vezes mais lentas do que a cache.

 

As DRAMS já devem estar perto dos 2 Ghz.

 

Paulo

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora
Entre para seguir isso  





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×