Ir ao conteúdo
  • Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
amaro_ramos

Dúvida - processador i7 lento

Recommended Posts

Boa noite,

tenho um notebook da Avell com as seguintes configurações: i7 2670QM 2.2 GHz; 8GB DDR3; placa-mãe Clevo P15xEMx; Placa de vídeo GeForce GTX 670m. Tenho ele há algum tempo e sempre achei ele meio lento para algumas tarefas. Ele enrolava pra abrir word, chrome, PowerPoint, e outros programas, mas nunca chegou a travar. Entretanto, já joguei alguns games nele com os gráficos no máximo e nunca tive nenhum problema.

O lance é que infelizmente ele atualizou pro Windows 10 e ai a lerdeza ficou mais evidente. (Eu pretendo voltar pro Windows 7, mas antes quero saber se tem alguma coisa de errada nele.) Daí comecei a cutucar pela internet e vi algumas pessoas relatando problemas com o i7. Chequei tudo o que pude e não achei nada de errado com drivers, reconhecimento, etc.

A única coisa que encontrei de "errado" é que meu processador tá sempre operando com frequência acima do especificado. Eu estava esperando ver ele trabalhando em 2.2 e o CPU-Z me mostra que ele tá sempre entre 2.8 e 3.0 GHz.

Queria saber se isso é um problema e pode estar relacionado com essa "lerdeza" do computador.

Sou leigo no assunto, mas pelo o que andei lendo por aí isso é um overclock?

Porque se for, pelo o que entendi pode atrapalhar a "comunicação" com os outros hardwares, correto?

 

Pra complementar, vou deixar um screenshot do HWmonitor e CPU-Z pra vocês analisarem também (anexo).

 

PS: as temperaturas máximas foram obtidas durante teste de 2h com o Prime95.

 

Agradeço desde já,

Abraços

cdh.tif

Editado por amaro_ramos
Imagem não abriu.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sua imagem não está abrindo.

 

O clock desse processador poe normalmente chegar a 3.1. Embora o clock padrão dele (ocioso ou com pouco uso) seja de 2.2 quando é necessario maior desempenho (diversas aplicações abertas, jogos) ele ativa o turbo clock e pode subir até 3.1. Super normal, é assim que deve ser.

http://ark.intel.com/pt-br/products/53469/Intel-Core-i7-2670QM-Processor-6M-Cache-up-to-3_10-GHz

 

Sua imagem não abriu. Como esse notebook parece ser um pouco antigo (levando em conta o ano de lançamento da placa de vídeo e processador) talvez seja algum problema no HD, faça alguns testes para ver se há algo de errado neles. O pessoal geralmente recomenda usar o HD tune para isso.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
19 horas atrás, amaro_ramos disse:

Tenho ele há algum tempo e sempre achei ele meio lento para algumas tarefas. Ele enrolava pra abrir word, chrome, PowerPoint, e outros programas, mas nunca chegou a travar. Entretanto, já joguei alguns games nele com os gráficos no máximo e nunca tive nenhum problema.

 

Você diz meio lento em comparação a algum outro computador que você usa? Porque esse i7 é antigo, mas é bom. Ele é um quad core com HT, o que é raro em notebooks. Geralmente são i5 dual cores com HT. 

 

Ou o HD está com problemas ou o problema é o HD mesmo. Esse i7 é mais forte do que um Phenom 1100T. Processamento o suficiente para rodar tudo. A questão é que o HD é um enorme gargalo nos sistemas de hoje em dia.

 

Se o HD estiver bom, sem defeitos, compre um SSD Samsung 850 EVO de 120GB para instalar o sistema (se tiver baia para instalar). Mantenha o HD para arquivos. Você vai ver o que vai acontecer com o seu notebook... Só não vai sentir diferença em games, como você reparou. Mas para abrir programas, instalar o Windows, inicializar, instalar atualizações, passar antivirus, fica muito mais rápido. Com HD você precisa separar dois dias só para instalar o Windows e o básico. 

Editado por Contiusa
  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Zucchini

Entendi. De fato o computador é um pouco antigo, de 2012. Mas acontece o seguinte, mesmo quando ele tá ocioso o processador opera entre 2.8 e 3.1 GHz, fica parecendo que ele tá sempre no turbo. Tem uns 10 minutos que liguei ele, só abri o navegador e o processador já tinha batido 3.1 GHz.

Em relação ao HD, seria possível ele tá "defeituoso" desde 2012? Por que como mencionei, sempre reparei nessa lerdeza, mas como sempre me atendeu bem em aplicações mais pesadas, achei que era neura minha.

Ps: adicionei a imagem de novo como anexo.

Da pra observar que na hora que tirei o print os processadores estavam sem tarefas e mesmo assim batendo 3.0

 

@Contiusa

Até comparo com outras maquinas, como a do meu trabalho (i3 - não sei dizer qual modelo ao certo, posso verificar) e, por incrível que pareça, com meu notebook antigo (core 2 duo 1.5Ghz) que pra algumas coisas atende melhor que o i7.

Em relação ao HD, qual é a problemática envolvida? Seria em relação a diferença de processamento entre eles?

E um problema no HD não afetaria na performance dos games? Porque tudo que instalei de game nessa máquina ela rodou 100% no full.

 

De qualquer forma vou rodar o teste que o @Zucchini aconselhou e depois posto o resultado.

 

@Contiusa

eu só não entendi o que você quis dizer no último parágrafo. Seria tipo comprar SSD para trabalho e deixar o arquivamento só no HD?

 

Grato.

 

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Um HD de notebook é mais lento que um HD de desktop, pois o como o tamanho dele é reduzido e pela necessidade de um menor consumo de energia (por causa da bateria do notebook principalmente) a velocidade de rotação deles é menor e geralmente o cache também. O uso de um SSD para sistema operacional e programas resolve este problema pois um SSD é extremamente mais rápido que um HD e também consome menos energia.

 

Processadores de notebook e de desktop são completamente diferentes, nem tente comparar o desempenho desse seu I7 com um processador I alguma coisa de desktop.

 

E não se preocupe com o clock do processador, a unica coisa que você deve se preocupar é essa temperatura chegando perto de 100ºC, não sei qual a temperatura aceitável para notebook, mas com certeza isso ai não é bom.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bom, de maneira breve, o computador é composto de:

 

Driver de armazenamento (HD, SSD, etc)
Processador
Memória RAM
Placa de vídeo

 

Quando você abre um programa, o processador manda um comando para o HD despejar o programa na memória virtual (memória RAM). Depois que o HD jogar o programa na memória RAM, o HD cruza os braços e quem faz o trabalho é o processador, a memória virtual e a placa de vídeo. Fica tudo ali no seu micro como um holograma ao vivo, interagindo com as peças de hardware.

 

Na verdade, tudo o que você vê na tela do micro está nos seus pentes de memória, interagindo ao vivo. Sim, quando você joga GTA5, está tudo acontecendo e pulando de lá para cá naquele pente mixuruca que fica espetado no slot de memória :):) O processador é uma espécie de wizard que fica manipulando os dados e criando imagens em tempo real, como um mágico de circo.

 

Por isso que HD não influencia em jogos, porque depois que o jogo ou a missão "carrega", ela foi carregada na memória RAM, que é muito mais rápida. O jogo cria vida no seu micro, literalmente. Quando você desliga o jogo, a memória RAM esvazia e volta tudo a ficar armazenado no HD.

 

Os  processadores, memória RAM e placa de vídeo evoluíram muito, porque não são peças mecânicas, mas chips e controladores. Mas o HD ficou limitado pelo braço mecânico de leitura e a rotação do disco.

 

Resultado, o processador, a memória e a placa de vídeo tem capacidade de processar dados várias vezes mais rápido do que o HD, mas eles ficam atrelados ao limite do HD em operações de transferência de dados permanentes, tais como abrir programas que ficam instalados no HD, acessar arquivos no HD, instalar programas e arquivos no HD, etc, etc. Como o SSD não é mecânico - são chips de memória com controlador - chega a ser 4-5 vezes mais rápido do que a taxa de transferência de um HD. Todas as operações de leitura de dados permanentes fica muito mais rápida.

 

Como algumas operações precisam acessar a memória cache do programa, que fica no HD, mesmo quando está tudo carregado na memória RAM você pode ter gargalos ocasionais.

 

O SSD também não consegue acompanhar o processador, a memória RAM e a placa de vídeo, mas enquanto um HD tem velocidades de 90-140mb/s, um SSD pode chegar a 540mb/s. Alguns drivers PCI, como o Revo Drive, pode chegar a várias vezes a velocidade de um SSD.

 

Ou seja, às vezes vale mais a pena um i3 com SSD do que um i7 com HD. Para jogos o SSD não importa tanto, mas é um porre ligar o micro e ter tempo de pegar um café até o Windows carregar. Ou pior, ver o desktop carregar e você ter que esperar vários segundos até poder acionar o navegador (de doer o coração). Com o SSD, o desktop carrega e você pode acionar o que quiser imediatamente.

 

Enfim, para quem pode, o ideal é comprar um SSD para instalar o Windows e os programas e deixar o HD só para guardar arquivos pessoais, de filmes, músicas, etc, coisas que não precisam da velocidade do SSD. Por isso eu falei que é bom ter um SSD e um HD.

 

Obs: falei algumas besteiras técnicas, mas em geral é isso aí.

Editado por Contiusa
  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Zucchini @Contiusa

Muito obrigado pela ajuda. Vou dar uma checada nas temperaturas se são normais pra padrão de notebook, se não for vou ver qq posso fazer.

Vou pesquisar também o preço do SSD, dei uma olhada na internet e realmente o PC fica muito mais rápido. Só não sei se meu computador é compatível com esse dispositivo. Ele tem alguma entrada específica por fora ou fica por dentro? Tem como adaptar caso não tenha entrada?

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
28 minutos atrás, amaro_ramos disse:

Ele tem alguma entrada específica por fora ou fica por dentro? Tem como adaptar caso não tenha entrada?

 

O SSD é ligado em uma porta SATA normal, preferencialmente SATA 3 para rodar na capacidade máxima. A sua placa-mãe tem uma entrada principal SATA 3.

 

A instalação precisa ser interna, pois você vai colocar o sistema operacional (Windows) no SSD. Você precisa ter espaço no note para o SSD e o HD. Se o sei note só tem espaço para instalar ou o HD ou o SSD, você pode comprar um SSD de 500GB e usar para o sistema e arquivos, mas sai mais caro. Pode até comprar um SSD de 240GB e usar um HD externo para o grosso dos arquivos de vídeo, som, etc. 

 

Só vendo nas especificações, manual. Como você não entende de micro, teria que pedir para uma pessoa fazer a instalação do SSD e do sistema operacional. Isso se der para colocar um SSD e um HD juntos.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Se seu notebook possui leitor de CD/DVD você pode tirar ele e coloca o SSD no lugar, basta usar um adaptador chamado Caddy se não me engano. Pretendo fazer isso no meu em breve.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×