Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Jonis Maurin Ceará

Osciloscopio na rede eletrica

Posts recomendados

10 horas atrás, ResendeM03 disse:

Mesmo que o eletricista respeite o neutro na tomada, desde de o quadtro elétrico até à tomada, o usuário pode dar meia volta na ficha.

A observação que fiz foi apenas a título de curiosidade mesmo. Cá nossas tomadas são a da esquerda

Qual+a+fun%C3%A7%C3%A3o+dos+3+pinos+da+t

tem um N'zinho semi invisível num buraquinho dela. Com 3 pinos, percebe que não é possível dar meia volta?

Outro detalhe curioso agora obsoleto é a tomada com pinos chatos padrão americano. Perceba um lado ligeiramente maior que outro. O plug também assim o era. Era a ideia naquela era pra não inverter. Me lembro de ter esmerilhado algumas pra encaixar na nossa. Nossa! quantas lembranças!!

 

10 horas atrás, ResendeM03 disse:

E um transf isolador resolve o problema da tomada e do aterramento. Isso?

pensando... ... ...

Melhora mas você ainda não pode manter o fio terra no osc. O terminal do meio ainda deve ser cortado. A explicação é simples: este pino está conectado à garra. Se plugar a garra numa fase, é o mesmo que dar curto entre esta fase e o terra. Isso não é nada bom....

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Isadora Ferraz

Em 10/10/2019 às 14:43, Isadora Ferraz disse:

A observação que fiz foi apenas a título de curiosidade mesmo. Cá nossas tomadas são a da esquerda

Qual+a+fun%C3%A7%C3%A3o+dos+3+pinos+da+t

tem um N'zinho semi invisível num buraquinho dela. Com 3 pinos, percebe que não é possível dar meia volta?

Outro detalhe curioso agora obsoleto é a tomada com pinos chatos padrão americano. Perceba um lado ligeiramente maior que outro. O plug também assim o era. Era a ideia naquela era pra não inverter. Me lembro de ter esmerilhado algumas pra encaixar na nossa. Nossa! quantas lembranças!!

 

pensando... ... ...

Melhora mas você ainda não pode manter o fio terra no osc. O terminal do meio ainda deve ser cortado. A explicação é simples: este pino está conectado à garra. Se plugar a garra numa fase, é o mesmo que dar curto entre esta fase e o terra. Isso não é nada bom....

 

O método mais seguro, mas mais caro é o tranf isolar.

 

O método mais barato será utilizar um tranf isolador e realizar as medições no secundário dele.

 

O método ainda mais barato é desligar o fio de aterramento na tomada. Mas @Isadora Ferraz não entendi quando disse isto. Está se a referir a fazer a alteração no cabo da tomada, ao invés na tomada da parede?

 

Em 10/10/2019 às 03:31, ResendeM03 disse:

do plug do osciloscópio.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
16 minutos atrás, ResendeM03 disse:

Está se a referir a fazer a alteração no cabo da tomada, ao invés na tomada da parede?

Também vale. O que te aprouver.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Isadora Ferraz Não trabalho como eletricista mas eu sempre me atentei a esse detalhe do "N", mas isso por que sou chato, o estranho é que em lugares como Torres/RS (Em SP também é assim, acredito eu), o 220V é obtido por 2 fases, então esse "N" não vale lá, inclusive tem certas tomadas duplas (não é módulo, e sim duas tomadas já juntas), que vem uma com o "N" e um lado e outra com o "N" do lado inverso, então tem que fazer um cruzamento com o fio, coisa de doido.

Mas como já foi dito, ninguém dá a mínima para isso.

  • Curtir 1
  • Haha 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 13/10/2019 às 21:59, Isadora Ferraz disse:

Também vale. O que te aprouver.

Como ainda não tenho dinheiro para um transf isolador vou optar pelo transf abaixador. Assim baixo para 12VAC e consigo fazer a medição da forma de onda como se estivesse na tomada.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...