Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Flavia Dutra

Boletim 1.519 – 31/05/2016

Recommended Posts

Boletim do Clube do Hardware | www.clubedohardware.com.br

Boletim 1.519 – 31/05/2016

Editado por Flavia Dutra

boletim@clubedohardware.com.br

Proibido Copiar ou Republicar - www.clubedohardware.com.br/pagina/legal

 

Índice

1. Os mitos do dinheiro

2. Curta o Clube do Hardware no Facebook!

3. Cientistas criam o projeto OpenZika para identificar antivirais através de computadores

4. Microsoft anuncia demissão de 1.850 trabalhadores e nova reestruturação de hardware

5. Huawei processa Samsung por violação de patentes de hardware e software de smartphones

6. Fabricante Foxconn substitui 60 mil trabalhadores da linha de montagem por robôs

7. Microsoft e Facebook construirão cabo submarino ligando Europa e Estados Unidos

 

------------------------------------------------------------

 

1. Os mitos do dinheiro

 

Conheça o mais novo livro de Gabriel Torres, "Os mitos do dinheiro", repleto de histórias pessoais, onde ele conta a sua maneira de pensar e agir que o permitiram atingir sua independência financeira.

 

Apenas R$ 9,99.

 

Confira:

https://www.clubedohardware.com.br/pagina/livro25

 

[Informe publicitário, texto de responsabilidade do anunciante]

 

------------------------------------------------------------

 

2. Curta o Clube do Hardware no Facebook!

Página do Clube do Hardware: http://www.facebook.com/clubedohardware

Página pessoal de Gabriel Torres: http://www.facebook.com/gabrieltorresoficial

 

[Informe publicitário, texto de responsabilidade do anunciante]

 

------------------------------------------------------------

 

3. Cientistas criam o projeto OpenZika para identificar antivirais através de computadores 

 

Doze cientistas da Universidade Federal de Goiás (UFG), da Rutgers New Jersey Medical School, da Collaborations Pharmaceuticals, Inc., da University of Califórnia, nos Estados Unidos, e da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Brasil, em parceria com o World Community Grid, da IBM, lançaram o projeto OpenZika, com o objetivo de identificar medicamentos antivirais para combater o vírus Zika através de rede de computadores voluntária para conduzir experimentos virtuais, chamados de “ancoragem ou docking molecular”.

 

Para participar do projeto, basta que os voluntários instalem em qualquer computador ou dispositivo móvel o aplicativo, compatível com Windows, Mac, Linux e Android, para realizar experimentos virtuais para os cientistas sempre que os aparelhos estiverem inativos. O aplicativo rastreará bancos de dados já existentes e, com base nos cálculos, os pesquisadores poderão prever quais substâncias têm mais probabilidade de apresentar resultados positivos, como fármacos em testes in vitro de laboratório. 

 

A professora da Faculdade de Farmácia da UFG, Carolina Horta, que também coordena o projeto OpenZika, explicou que são necessários entre 10 a 15 anos para um novo medicamento chegar às farmácias.

 

No momento, mais de três milhões de voluntários colaboram com o projeto. Sem essa rede de computadores, que permite a avaliação de mais de 20 milhões de compostos na fase inicial e até 90 milhões de compostos em fases futuras, a triagem demoraria cerca de dois a três anos.

 

Os cientistas estimam que essa etapa do projeto esteja concluída em seis meses, quando o estudo deve prosseguir em laboratório com os compostos promissores.

 

Além disso, o projeto é de ciência aberta, com resultados divulgados imediatamente, possibilitando que outros pesquisadores contribuam com o trabalho.

 

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou o vírus Zika como emergência mundial de saúde pública por causa da rápida disseminação e possível ligação a doenças neurológicas em fevereiro de 2016. Em abril deste ano, o Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos (CDC) confirmou a ligação entre o vírus Zika em mulheres grávidas e casos de microcefalia em fetos e recém-nascidos.  

 

Mais informações:

http://bit.ly/1OWss2l

 

------------------------------------------------------------

 

4. Microsoft anuncia demissão de 1.850 trabalhadores e nova reestruturação de hardware

 

A Microsoft anunciou a demissão de 1.850 funcionários, a maior parte da Finlândia, e a reavaliação do setor de hardware, que custará para a empresa cerca US$ 950 milhões.

 

Segundo Terry Myerson, chefe da divisão de produtos e Windows da Microsoft, a empresa continuará a atualizar e apoiar parceiros de fabricação e os telefones Lumia, além de desenvolver novos dispositivos. "Nossa companhia será pragmática e vai abraçar outras plataformas móveis com nossos serviços de produtividade, gerenciamento de dispositivos e ferramentas de desenvolvimento. Independente da escolha do celular da pessoa, queremos que todos tenham direito à experiência do que a Microsoft tem a oferecer", explica Myerson.  

 

Além disso, em comunicado interno, a Microsoft informou que produtos como o Windows 10, o Xbox One, a linha Surface e a tecnologia do HoloLens permanecerão intocados.

 

No comunicado, a Microsoft diz ainda que “continuamos determinados em perseguir inovação entre os dispositivos Windows e nossos serviços para criar experiências novas e prazerosas. Nosso melhor trabalho para consumidores vem da combinação entre dispositivo, plataforma e serviço".

 

Em maio de 2016, a Microsoft anunciou a venda da sua divisão de feature phones (telefones celulares básicos e de baixo custo) para as empresas FIH Mobile Ltd., subsidiária da Foxconn, e HMD Global, por US$ 350 milhões.

 

Mais informações:

http://bit.ly/1TE07g8

 

------------------------------------------------------------

 

5. Huawei processa Samsung por violação de patentes de hardware e software de smartphones

 

A Huawei entrou com processos na China e nos Estados Unidos contra a Samsung, alegando violação de patentes de hardware e software de smartphones.

 

De acordo com Ding Jianxing, presidente do Departamento de Direitos de Propriedade Intelectual da Huawei, a empresa solicita uma compensação pelo uso não autorizado de tecnologias relacionadas à rede 4G, a sistemas operacionais e à interface do usuário. No entanto, Jianxing pleiteia apenas intercâmbio de tecnologias, permitindo que a Samsung use as soluções da empresa.

 

Até o momento, as patentes infringidas pela Samsung não foram detalhadas pela Huawei.

 

A Huawei registrou até dezembro de 2015 mais de 50 mil patentes.

 

Mais informações:

http://reut.rs/1NQQOdK

 

------------------------------------------------------------

 

6. Fabricante Foxconn substitui 60 mil trabalhadores da linha de montagem por robôs 

 

De acordo com fontes ligadas à Foxconn, a empresa dispensou cerca de 60 mil trabalhadores da linha de montagem em uma fábrica na China, substituindo-os por robôs.

 

Além disso, foi divulgado que a Foxconn substituirá parte da força de trabalho repetitivo, permitindo que os funcionários foquem seus esforços em trabalhos com maior valor agregado.

 

O corte foi responsável por mais da metade do efetivo dessa fábrica, que possuía 110 mil funcionários e agora 50 mil.

 

Atualmente, a Foxconn emprega mais de um milhão de pessoas na China e é responsável pela produção do iPhone, do iPad, do PlayStation 4 e dos smartphones da Samsung.

 

Mais informações:

http://bbc.in/1NMnfK6

 

------------------------------------------------------------

 

7. Microsoft e Facebook construirão cabo submarino ligando Europa e Estados Unidos

 

A Microsoft e o Facebook firmaram parceria para construir o novo sistema de cabeamento Marea, medindo 6.600 quilômetros, ligando o sul da Europa aos Estados Unidos, com o objetivo de aliviar a demanda por internet de alta velocidade e armazenar arquivos em nuvem.

 

Segundo informações divulgadas pela Microsoft, o cabo submarino contará com oito pares de fibra óptica, foi projetado para funcionar com velocidade de 160 Tbps e ligará Bilbao, na Espanha, a Virginia Beach, nos Estados Unidos.

 

A construção do Marea está agendada para agosto de 2016, com expectativa de término em outubro de 2017. O sistema de conexão será operado pela Telxius, subsidiária da Telefônica S.A.

 

As empresas não revelaram o valor gasto para construir o cabo Marea.

 

Mais informações:

http://bit.ly/1sB3jzT

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante
Este tópico está impedido de receber novos posts.





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×