Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Flavia Dutra

Boletim 1.526 – 24/06/2016

Recommended Posts

Boletim do Clube do Hardware | www.clubedohardware.com.br

Boletim 1.526 – 24/06/2016

Editado por Flavia Dutra

boletim@clubedohardware.com.br

Proibido Copiar ou Republicar - www.clubedohardware.com.br/pagina/legal

 

Índice

1. Educação a distância Inatel – Cursos de Tecnologia

2. Nova versão mais em conta do livro "Redes de Computadores", de Gabriel Torres

3. Artigos da semana

4. Oi pede recuperação judicial para quitar dívida de R$ 65,4 bilhões

5. Pesquisadores da UC Davis e IBM criam processador com mil núcleos

6. Tecent compra a empresa criadora do jogo Clash of Clans por US$ 8,57 bilhões

7. Anatel informa que preço médio da internet fixa no Brasil caiu para R$ 5,98 desde 2010

8. Twitter adquire a empresa de “machine learning” Magic Pony Technology

 

------------------------------------------------------------

 

1. Educação a Distância Inatel - Cursos de Tecnologia

 

O Inatel é uma faculdade com mais de 50 anos de história. É referência nacional em Engenharia e Tecnologia. Conheça nossas opções de cursos a distância, nas áreas de: Comunicação por Satélite, Redes de Dados, Sistemas Celulares, Sistemas de Computação, Sistemas de Distribuição de Sinais de TV e Sistemas de Telecomunicações. Vagas limitadas! www.inatel.br/ead ou (35) 3471-9292

 

[Informe publicitário, texto de responsabilidade do anunciante]

 

------------------------------------------------------------

 

2. Nova versão mais em conta do livro "Redes de Computadores", de Gabriel Torres

 

Acabamos de lançar uma nova versão, mais em conta, do livro "Redes de Computadores", de Gabriel Torres. O conteúdo é o mesmo da 2ª edição (capa dourada), porém com tamanho físico reduzido para diminuição do preço final. Leitores do Clube do Hardware podem adquirir este livro por apenas R$ 99, usando o cupom "CDH45" (válido até 18/07/2016) na hora de efetuar a compra através do link abaixo:

 

http://loja.editoranovaterra.com.br/livro-redes-de

 

Para informações mais completas sobre esta nova edição, assista ao vídeo em https://www.youtube.com/watch?v=JlbOaTADSDc

 

[Informe publicitário, texto de responsabilidade do anunciante]

 

------------------------------------------------------------

 

3. Artigos da semana

 

Teste do cooler Wraith da AMD

https://www.clubedohardware.com.br/artigos/teste-do-cooler-wraith-da-amd/3245

 

-----------------------------------------------------------

 

4. Oi pede recuperação judicial para quitar dívida de R$ 65,4 bilhões 

 

A operadora de telefonia Oi entrou, no dia 20 de junho, com pedido recuperação judicial (antiga concordata) de R$ 65,4 bilhões, com o objetivo de garantir sua operação normal e honrar o pagamento da dívida obtida com credores nacionais (30%) e estrangeiros (70%).

 

Há alguns meses, a Oi tentou apresentar um plano de reestruturação para liquidar R$ 55 bilhões, misturando o pagamento em ações e parcelamento em seis anos. No entanto, essa opção foi vetada porque com a estratégia o quadro de acionistas mudaria e os sócios perderiam a influência no conselho da empresa.

 

Além disso, a Oi já utilizou R$ 8 bilhões do caixa e R$ 1,2 bilhão conseguido com a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) para tentar amortizar a dívida.   

 

O pedido de recuperação judicial será analisado por um juiz da 7ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro e pelos credores, após acesso a todos os dados de balanço e prestação de contas mensais. Caso a solicitação seja aceita, os credores terão um mês para acatar os termos ou negarem o plano. Como a operadora ainda tem fluxo de caixa, já que em 2015 faturou mais de R$ 40 bilhões, o auxílio judicial pode ser a única alternativa para que credores recebam seu dinheiro de volta. A recuperação judicial é prevista pela Lei de Falências e Recuperação de Empresas (LFRE) e tem como objetivo evitar que a empresa declare falência e tenha seus bens desfeitos. 

 

Diante disso, a Anatel anunciou a aplicação de medida cautelar para garantir que a Oi não interrompa a prestação de serviços aos clientes. 

 

Atualmente, a dívida da Oi chega a R$ 50 bilhões, mais R$ 14 bilhões em multas e R$ 1,5 bilhão de encargos com fornecedores.  

 

Mais informações:

http://bit.ly/28Lbxwu

 

-----------------------------------------------------------

 

5. Pesquisadores da UC Davis e IBM criam processador com mil núcleos

 

Cientistas da UC Davis, na Califórnia, Estados Unidos, e a IBM desenvolveram o primeiro processador kilo-core, que possui mil núcleos.

 

O processador tem processo de fabricação de 32 nanômetros de litografia, capacidade de desligar cada um dos núcleos individualmente e para lidar com 115 bilhões de instruções por segundo consumindo 0,7 W de potência. Além disso, ele necessita apenas de duas pilhas AA para ser abastecido.

 

Segundo o professor de engenharia elétrica e da computação da universidade, Bevan Baas, esse processador possui poder computacional máximo de 1,78 trilhões de instruções por segundo e contém 621 milhões de transistores.

 

Não há estimativa para a fabricação em massa do novo processador kilo-core.

 

Mais informações:

http://bit.ly/1QeaMQq

 

-----------------------------------------------------------

 

6. Tecent compra a empresa criadora do jogo Clash of Clans por US$ 8,57 bilhões 

 

A Tecent proprietária do aplicativo WeChat, comprou a desenvolvedora Supercell, criadora do jogo Clash of Clans, por US$ 8,57 bilhões.

 

Conforme informações, a Tecent deve adquirir até 84% da Supercell, antes pertencente à SoftBank, que possuía 73% dela.

 

Com isso, a Supercell, que continuará a funcionar independentemente, incluindo sua sede na Finlândia, terá seu valor aumentado para US$ 10,2 bilhões.

 

A negociação deve ser concretizada durante o terceiro trimestre de 2016.

 

A Tecent já é proprietária da Riot Games, desenvolvedora do jogo League of Legends, e tem algumas ações da Activision Blizzard.

 

Mais informações:

http://bit.ly/28NqC3j

 

-----------------------------------------------------------

 

7. Anatel informa que preço médio da internet fixa no Brasil caiu para R$ 5,98 desde 2010

 

A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) apresentou seu relatório anual referente ao ano de 2015 mostrando, entre outras informações, que o preço médio da internet fixa no Brasil diminuiu 71,7% desde 2010, passando de R$ 21,18 para R$ 5,98. 

 

O estudo apontou ainda que a Vivo foi a empresa que mais diminuiu os preços, que as ligações entre telefones celulares ficaram 22% mais baixas e que houve ascensão de 276% da rede 4G.

 

O relatório foi feito com base no cálculo do número de usuário, na velocidade média da internet oferecida pelas empresas e na receita total gerada.

 

Mais informações:

http://bit.ly/28SV0bV

 

-----------------------------------------------------------

 

8. Twitter adquire a empresa de “machine learning” Magic Pony Technology

 

O Twittter anunciou a compra da companhia inglesa Magic Pony Technology, especializada na utilização de técnicas de “machine learning” (inteligência artificial) para melhorar em tempo real a nitidez de vídeos borrados e em baixa resolução, por valor não revelado.

 

Segundo o cofundador da Magic Pony Technology, Rob Bishop, os algoritmos de inteligência artificial da empresa escaneiam e rotulam automaticamente imagens de amostra, conseguindo preencher lacunas dos vídeos de forma similar à atuação do Photoshop nas fotografias, melhorando sua qualidade. 

 

Entretanto, rumores indicam que a negociação envolveu o pagamento de US$ 150 milhões.

 

A rede social Twitter já havia adquirido outras duas empresas de inteligência artificial: a Whetlab, em 2015, e a Madbits em 2014.

 

Mais informações:

http://bit.ly/28Jbum8

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante
Este tópico está impedido de receber novos posts.





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×