Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Entre para seguir isso  
Agent Smith

Mouse Virtual No 486 Dx4-100

Recommended Posts

:D Este caso é verídico, foi vivenciado pela minha pessoa que não trabalho com informática, apenas leio e gosto de fazer pessoalmente a manutenção dos meus micros. Sou Advogado.

Aconteceu no final do ano de 1995, quando eu era estagiário da Procuradoria Jurídica de uma famosa Instituição Federal de Ensino do Nordeste. Estava juntamente com um colega executando nossas tarefas quando, de repente, o Procurador Geral nos chamou pois queria aprender a utilizar o Word para digitar textos (estava cansado na velha máquina mecânica).

Prontamente o atendemos, e passamos as noções básicas - coisa elementar mesmo -, tais como: digitar, justificar o texto, acentuar, abrir documentos cortar e colar etc.

Após ele digitar algumas linhas no então novo 486 DX4-100, como se estivesse catando milho, perguntou-nos:

- Agora como eu faço para salvar esse texto e utilizar depois?

Eu respondi apontando para o ícone "salvar":

- O senhor deve dar um clique com mouse aqui.

Qual não foi a nossa surpresa quando ele pegou o mouse levantou-o até a altura do monitor e ficou clicando com o mesmo em cima do ícone de salvar, quase derrubando o monitor. :muro::stupid:

Pedimos licença e saímos correndo da sala, pois não iriamos conseguir prender o riso por mais 5 segundos.

Vai ver ele pensava que a tecnologia já tinha evoluindo tanto ao ponto de haver monitores "touch screem" da Videocompo.

Pessoal, por favor dêem uma força à minha pergunta no fórum sobre fontes e energia. Estou precisando. Obrigado. :help:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante
Este tópico está impedido de receber novos posts.
Entre para seguir isso  





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×