Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Contiusa

Teste water coolers vs air coolers - resultado

Recommended Posts

Obs.: para o melhor acompanhamento deste tópico, todos os testes que foram feitos depois, relativos ao tópico, estão listados e linkados ao final deste post.

-------------------------------------------------------

 

Então, pessoal, terminaram os testes. Doze dias de muito trabalho, aprendizado, alguns cabelos brancos e uma gripe - depois de eu ficar vários dias com a janela aberta para manter a temperatura no mínimo possível (em torno de 23-26ºC). No entanto, todos os coolers surpreenderam e passaram no teste de estresse do OCCT a 4.6GHz, sem baterem nos 90ºC (*). Realmente notável.

 

*O Corsair H60 tem uma reviravolta interessante nisso aí.

 

Do que foi inicialmente planejado, foram adicionados dois coolers aos testes - Corsair H45, que foi lançado agora, é mais barato e prometia um grande ganho em relação ao H60. E também o Lucifer V2, que não é muito conhecido, mas eu vinha indicando esse cooler faz um tempo e ele parecia ser uma boa opção para substituir o NH-U14S, que só é vendido em uma loja no Brasil.

 

Ou seja, foram testados:

 

Noctua NH-U14S
Zalman 9900 NT

DeepCool Lucifer V2
Raijintek Themis Evo
Corsair H60 
Corsair H45

 

Os testes tiveram várias surpresas, sustos e quebras de mitos, além de eu ter pegado a manha de algumas coisas. Isso eu vou postar no final. É provável que nos próximos meses eu faça testes com o H110i V2 (bomba da CoolIT) e talvez o Hyper 212X para comparar com o Raijintek. Talvez até um cooler de entrada mesmo, como o Blizzard T2, já que o cooler box da Intel sequer passou no primeiro teste em stock, mas isso são apenas projetos. Não sei se eles vão se realizar.

 

-------------------------------------------------------

 

O sistema utilizado:


Windows 7 64bits
i7-3770K
GA-Z77X-D3H
GTX 770 Lightning

G-Skill 2X4GB (rodando a 1333Mhz nos testes)
Samsung 850 Pro 256GB
Dois HDDs
Corsair RM 750W
Carbide 300R
com dois fans Cougar-X 140 na frente, dois Corsair AF140 no teto e um Corsair SP120 High Performance atrás. Todos os fans controlados pelo controlador. Todos no mínimo (400-600rpm) exceto o SP12, que, como exaustor, ficou no máximo (2350rpm). Nos testes de ruído eu abaixei todos os coolers, e eles são inaudíveis em baixa rotação.

 

Os testes foram feitos com o gabinete deitado nos air coolers, ao estilo de bancada de testes, e o gabinete em pé nos water coolers (pela posição das mangueiras, que precisam ficar para baixo para evitar bolhas na bomba). Como visto nas fotos.

 

bancada-de-testes.jpg

 

Para não haver favorecimento em função da posição do gabinete ou da ventilação dos fans nos diversos cenários, a temperatura do ar foi medida com uma sonda posicionada na entrada de ar do air cooler ou do radiador do water cooler. O objetivo é apresentar o desempenho real do air cooler / water cooler. Cabe a cada usuário tomar conta da própria refrigeração do seu gabinete, que pode variar de tamanho, entradas de fans, posição da fonte e circulação de ar.

 

Abaixo, dois exemplos da sonda. À esquerda, diante do radiador do H45. À direita, em frente ao fan do Lucifer V2.

 

sonda.jpg

 

Como referência, eu testei o Zalman 9900 NT com o gabinete deitado (aberto) e em pé (fechado) e a diferença foi de um grau a mais no gabinete fechado. Mas está no inverno, o Carbide 300R é muito bem ventilado e eu estou usando cinco fans.

 

Não vou colocar os valores dos coolers rodando a 12V ou com configurações de push pull porque a diferença é quase inexistente, de mais ou menos 0,5ºC no push pull e 1ºC em 12V. Mas alguns coolers não apresentam mudança visível.

 

Não vou colocar os valores do cooler box da Intel simplesmente porque ele sequer passou no teste em stock (subiu acima de 90ºC) no OCCT com temperatura ambiente de 23ºC. Eu ouvi o "clique" na hora de instalar as presilhas e os pinos pretos estavam da mesma altura das abas transparentes na parte de trás da placa-mãe. Ou seja, instalação bem sucedida. Para completar o mico, duas presilhas travaram na hora de desinstalar. Fiquei duas horas tentando tirar. Por fim, descobri o macete de segurar a base preta da presilha e puxar no tranco. Nunca mais demovo ninguém da intenção de trocar o cooler box. A instalação é precária, a fixação é duvidosa, ele faz um barulho dos diabos e na hora de tirar é um Deus nos acuda.

 

Note que os testes foram feitos com um i7-3770K, um processador de baixo TDP se comparado às CPUs de 130W e 140W. Por outro lado, os testes vão representar a maior parte do mercado brasileiro, que geralmente só compra processadores Intel da plataforma LGA 115X.

 

Todos os coolers tiveram uma montagem bem sucedida, como comprovam as fotos da distribuição da pasta térmica. A última foto, a do H60, eu explico mais à frente, pois ele veio com folga no backplate.

 

CPUs_pasta.jpg

 

Não existe variação significativa de temperatura da gota menor para a maior, como atestam alguns testes posteriores que eu fiz, mas, na dúvida, eu apliquei uma gota um pouco maior do que a amostra de referência que eu fiz e usei como medida em todas as aplicações (que está na foto, em cima do acetato). 

 

aplicação-da-pasta.jpg

 

Todos os testes mantiveram o padrão dos quad core da Intel, com os dois núcleos externos mais frios do que os internos - indicação de que os coolers foram uniformemente fixados.

 

-------------------------------------------------------

 

Nota importante: o Corsair H60 apresentou uma folga grande no backplate, como poderão ver pelos dois primeiros valores do gráfico de temperaturas, pois não havia contato suficiente do dissipador com a CPU. Após várias instalações eu peguei o jeito e o bloco ficou bem centralizado, o mais uniforme possível, e o ganho foi significativo, empatando com o Raijintek. Mas a folga existe e é grande. A pasta não espalha totalmente, como podem ver pelas fotos abaixo.

 

H60_03.jpg

 

Como comparativo, abaixo está a fixação do H45, bem mais firme. Reparem que fica a marca quadrada da CPU no bloco, o que não acontece com o H60.

 

H60_02.jpg

 

Depois eu fiz a modificação com as arruelas no H60 (com buchas de acetado para não dar curto) e ele passou a fixar corretamente, como podem ver abaixo.

 

H60_01.jpg

 

Então eu coloquei os três valores. O primeiro teste que eu fiz com o H60 sem arruelas, o último teste sem arruelas, após várias instalações, e o último com arruelas. Notem que eu acho muito difícil a fixação de fábrica melhorar além da última instalação. Eu acabei pegando o jeito de fixar o bloco e as duas últimas fixações apresentaram as mesmas temperaturas - como eu disse, empatado com o Raijintek. Ou seja, considero o limite dele com a fixação de fábrica na minha placa-mãe. Depois eu comento sobre montagem na conclusão de cada cooler.

 

Exemplo de H60 com folga no backplate encontrado aqui no fórum. Existem vários outros casos e alguns vídeos ensinando a colocar as buchas, só postei esse porque o colega tirou foto do backplate e mencionou a queda brusca de temperatura (Corsair, se liga aí, por favor).

 

-------------------------------------------------------

 

Sobre as temperaturas:

 

As temperaturas estão com os valores "delta", ou seja, a temperatura atingida no teste menos a temperatura intake do ar. Isso isola o desempenho do cooler, independentemente da temperatura ambiente. Quem quiser saber como o teste se sairia na sua casa, basta somar a temperatura delta com a temperatura ambiente da sua casa que o valor será bem aproximado.

 

Foram computadas três temperaturas:

 

Temperatura média em tempo real - uma função que só tem no HWinfo64 (do que eu sei). Não é um valor médio como resultado da temperatura mínima somada com a máxima e dividida por dois, é uma média que vai sendo computada conforme as temperaturas oscilam, em tempo real. Ou seja, os picos ocasionais não tem tanta importância assim. Eu fiz testes de amplitude térmica a respeito. Eu pessoalmente considero a temperatura mais representativa e precisa, pois a repetição do teste tende a apresentar os mesmos valores com uma variação irrelevante, de 0,1ºC a 0,4ºC como mostram os testes de oscilação de temperatura. Isso não acontece com a máxima, que varia bastante de teste para teste, embora a temperatura máxima seja importante para determinar o limite de um overclock, por exemplo.

 

Temperatura máxima média - temperatura máxima média de todos os núcleos registrada nos programas HWmonitor e Real Temp, ou seja somatório de oito valores divididos por oito. Por ser a média, é mais precisa, mas só leva em conta os valores máximos, então também não considero uma temperatura representativa.

 

Temperatura máxima - temperatura máxima registrada nos programas HWmonitor e Real Temp. Não é muito precisa, pois ela se baseia em picos de temperatura que podem variar de um a três graus se o teste for repetido, dependendo da pasta térmica ou do cooler. Fiz testes a respeito com a Fusion X1. Nos resultados dá para ver algumas inconsistências entre os coolers, possivelmente de picos inesperados.

 

As medições de temperatura foram feitas com o teste de estresse de CPU do OCCT durante 13 minutos, com o reset da média do HWinfo64 no primeiro e terceiro minuto, deixando com isso uma "fatia" de dez minutos da CPU já em carga para tirar a média em tempo real. Foram medidas as temperaturas do ar (intake) no início do teste, aos cinco minutos e ao final, tirando então a média. Foram medidas as temperaturas de cada núcleo pelo Real Temp e HWmonitor (máxima) e HWinfo64 (média em tempo real) e a rotação dos fans.

 

Abaixo tem um exemplo de planilha que eu usei para anotar os valores.

 

sample_testes.jpg

 

Foi usado o termômetro Minipa MT-240.

 

termometro_minipa.jpg

 

Foi feito uma calibragem profissional no termômetro (com certificado), e a precisão é de sempre -0,2ºC no sensor interno (temperatura ambiente) e de sempre -0,4ºC no sensor externo (intake). 

 

Anotei o resultado final em planilhas do Excel, editado no Photoshop. Os gráficos estão anexados abaixo. No próximo post eu vou comentar o resultado de cada cooler / water cooler, e as vantagens e desvantagens de cada um deles. Depois eu vou postar sobre os mitos, verdades e aprendizados e as conclusões finais.

 

-------------------------------------------------------

 

Abaixo a média em tempo real do HWinfo64.
Nota: o primeiro teste do H60 não conseguiu passar de 4.2GHz. O segundo teste (última fixação) tem um valor aproximado nos 4.6GHz, pois eu parei aos dez minutos por excesso de temperatura (a temperatura ambiente estava alta, por volta dos 27ºC).

 

Os valores abaixo correspondem à temperatura delta, ou seja, o valor acima da temperatura ambiente (no caso dos testes, temperatura intake). Exemplo, a CPU chegou a 80ºC com temperatura ambiente de 23ºC. A temperatura delta é de 57ºC.

 

tabela-delta-media-em-tempo-real.jpg

 

Abaixo a média da máxima de todos os núcleos do Real Temp e do HWmonitor combinados.

 

tabela-delta-maxima-media.jpg

 

Abaixo o valor máximo atingido pela CPU - quer seja pelo Real Temp ou HWmonitor.

 

tabela-delta-maxima.jpg

 

-------------------------------------------------------

 

Em anexo os gráficos com as curvas de temperatura de todos os coolers / water coolers. 

 

Os valores abaixo correspondem à temperatura delta, ou seja, o valor acima da temperatura ambiente (no caso dos testes, temperatura intake). Exemplo, a CPU chegou a 80ºC com temperatura ambiente de 23ºC. A temperatura delta é de 57ºC.

 

delta_media_em_tempo_real.jpg

 

 

delta_maxima_media.jpg

 

 

delta_maxima.jpg

 

 

-------------------------------------------------------

 

Resultado em ordem de desempenho / ruído / custo benefício / qualidade e montagem.  Do melhor para o pior.

Foi levada em conta a temperatura média em tempo real, simulando a média em uso.

 

Disclaimer:

Os comentários abaixo sobre ruídos dos water coolers / air coolers leva em consideração a unidade (water cooler / air cooler) ser inaudível, impossível de ouvir ou não. Não foram feitas medições em dBA (muito imprecisas e relativas), simplesmente a minha percepção se o fan / bomba é audível ou não no ambiente testado, que é muito silencioso à noite, mesmo durante o dia. Os comentários também não são específicos ou estritamente comparativos, apenas se a unidade tem uma operação aceitável em termos de silêncio ou não.

 

Também não levo em consideração se o fan é "agradável" ou satisfaz determinado nível de conforto, até porque o nível de conforto de uma unidade verdadeiramente entusiasta é não ouvir os fans ou a bomba, esta última no caso dos water coolers. Ou seja, começou a se tornar audível por sobre o ruído do sistema já está fazendo barulho.

 

Como contexto, o mercado entusiasta mundial tem o mesmo tipo de consideração, e water coolers closed loop como o Seidon, Corsair, Maelstrom e assim por diante são considerados "de entrada", mesmo unidades grandes como o Deepcool Captain 360 ou Corsair H110i / H115i, em boa parte porque são water coolers com radiador de alumínio, com contagem alta de fins por polegada (FPI) e fans de alta rotação. Isso justamente para compensar o fato de o alumínio não ter a mesma condução térmica dos radiadores de cobre dos water coolers custom. Especialmente pelo FPI e os fans de alta rotação, a unidade se torna audível mesmo em cargas mais leves por causa da turbulência que os fans causam no radiador de trama fechada. Já os water coolers custom tem radiador de cobre, bem mais condutivos, e isso permite que os fabricantes de deem ao luxo de fabricarem radiadores com FPI baixo, que produzem menos turbulência, e fans de perfil menos agressivo. Por exemplo, um EK-XLC Predator 280 com radiador de cobre tem fans Vardar de 1600rpm, de rotação muito menor e bem mais silenciosos, quando a maioria dos water coolers closed loop tem fans que vão de 2000rpm até 2700rpm, produzindo com isso muito mais barulho, não só pela rotação dos fans mas pelo FPI alto dos radiadores. Por outro lado, mesmo air coolers como Hyper 212X, com fan de 2000rpm, são silenciosos porque o heatsink tem aletas / fins mais espaçados, o que cria menos turbulência.

 

Em geral, por causa dos fatores acima citados, os water coolers closed loop e alguns air coolers com fans mais agressivos tendem a não operar de forma silenciosa, mesmo que uma parcela dos usuários considere o barulho "normal", "não intrusivo", etc. Por outro lado, para quem se incomoda, existe o artifício de manter os fans dos water coolers closed loop a uma velocidade constante, no nível que o usuário considerar aceitável, ou então trocar os fans por outros de melhor qualidade, mas mesmo um Noctua Industrial de 2000rpm vai se tornar audível acima de certa rotação, mesmo em stock.

 

O que não impede que esses air coolers / water coolers tenham um bom desempenho e sejam populares no mercado. Mas é importante entender que "operação silenciosa" significa "inaudível" em quase todas as situações.

 

-------------------------------------------------------

1º lugar - DeepCool Lucifer V2

 

coolers_luciferv2.jpg


Talvez o cooler que mais me impressionou pelo acabamento, pela operação silenciosa e pelo desempenho honesto. Ele vem muito bem embalado e passa a impressão de um produto premium. O desempenho é parecido com o do H60 com arruelas, mas o V2 não incorre no risco de vazamento, de falha na bomba, de danificar a CPU com a gambiarra e ele é mais silencioso em carga e é mais barato. Não teria o problema de cobrir memórias baixas como as HyperX Fury e Savage, muito populares hoje em dia.

 

Não chega a se destacar, mas não faz feio. Inaudível em repouso. A montagem é supersimples e se ajusta a qualquer espessura de placa-mãe (sem problemas de folga). A única ressalva é na hora de montar o backplate. Ao apertar os parafusos de dedo, eu apertei demais e o micro não deu boot. Ficou fazendo loop. Eu achei que fosse memória mal encaixada, mas depois eu vi que os standoffs de plástico devem ter apertado algum circuito da placa-mãe (ganhei alguns cabelos brancos com isso). Mas a placa estava em perfeitas condições. Eu dei uma afrouxada e voltou tudo ao normal. Para quem tem dedos pesados ou usa chave de fenda, muito cuidado. O Noctua e o Raijintek também tem esse sistema, mas eu acho muito eficiente, pois, se bem fixado, você sabe que a altura da montagem é exatamente aquela mensurada pelo engenheiro do cooler.

 

Considero um ótimo cooler para quem quer um pouco mais de potência e uma operação praticamente inaudível em todas as situações.

 

2º lugar - Noctua NH-U14S

 

coolers_NH-U14S.jpg

 

O mais silencioso de todos (praticamente inaudível em load no teste do OCCT em stock) e com um desempenho satisfatório para o preço em dólar. Pelo fato de não ter as complicações de um water cooler, considero uma ótima opção. Mas ele não se saiu tão bem como eu esperava. Chegar em 3º lugar contra coolers intermediários não é o marketing que se vê na internet. Perdeu o status de "lenda". É um bom cooler, com bom custo benefício, do tipo "instalar e esquecer". Obviamente está caro no Brasil, então o Lucifer V2 se torna uma opção mais sensata. A montagem é muito simples, mas os fans da Noctua são muito caros. O fan da DeepCool custa 1/3 do preço e é praticamente tão eficiente e tão silencioso quanto,e são mais bonitos também. Sobre as memórias, o NH-U14S cobre o primeiro slot, mas caberiam memórias do tipo HyperX Fury e Savage. Em geral, um cooler interessante para o soquete LGA 115X, mas não tanto como vendem por aí. Ficou em 2º pelo conjunto da obra. Mas, pelo preço, era para entregar bem mais.

 

3º lugar - Corsair H60

 

coolers_h60.jpg

 

Muito silencioso em repouso, mas o fan - que eu considero uma versão OEM para water coolers - não parece ter a mesma qualidade da linha SP e AF da Corsair. Ele faz ruído nas trocas de rotação e é audível em load. Eu o testei com o meu SP120 HP e ele é mais silencioso em todas as cargas. Mas eu considero o barulho aceitável, mas o ideal seria substituir o fan por um de melhor qualidade. Isso parece se aplicar a toda linha de water coolers da Corsair. Dizem que os fans do H110i são barulhentos, e eles se parecem com os fans do H45, que também são barulhentos. Como eu testei dois, a impressão é de que o fabricante concentra as atenções no bloco e no radiador e economiza no fan.

 

A bomba, para minha surpresa, é imperceptível. Só colocando o ouvido próximo para escutar. De acordo com o suporte da Corsair Global, ela gira por volta de 2200-2400rpm. Algumas placas-mãe podem duplicar essa leitura e mostrar de 4000 a 4400rpm. Talvez pelo pulso por revolução diferente. Pela operação silenciosa o H60 ganha um potencial enorme. O bloco é muito bonito e bem acabado, com a borda imantada para segurar a braçadeira de metal. Muito bem bolado, pois ajuda na hora da instalação. Depois de algumas tentativas a instalação se torna bem simples. Não vi diferença de desempenho entre o fan stock e o SP120 HP, que é mais forte.

 

O problema é que o H60 tem um desempenho medíocre se for montado como ele veio de fábrica - na minha placa-mãe em específico (GA-Z77XD3H). Foi o pior de todos os coolers testados, sequer passando dos 4.2GHz de overclock na primeira montagem. Depois de várias instalações eu cheguei ao limite da fixação e ele empatou com o Raijintek, mas ainda considero um resultado medíocre para um water cooler que custa mais do que o dobro do Raijintek. Esse resultado vai de acordo com alguns benchs e comentários de usuários nos fóruns. Talvez por isso ele tenha má fama. Realmente inaceitável para o preço, e parece que os sites de reviews em geral não mencionam isso. Mas eu já conhecia a gambiarra das arruelas e fui fazer.

 

Como podem ver pela foto, e isso já foi mencionado, o H60 antes e depois de colocar a arruela. Reparem que sem a arruela (à esquerda) o bloco não espalha totalmente a pasta térmica. Essa foi a última instalação, a que eu considero a mais bem sucedida depois de várias tentativas.

 

H60_04.jpg

 

Na foto acima e à direita, eu só coloquei uma arruela (isolada com acetato) e ainda ficou um pouco frouxo, mas a pasta térmica espalhou satisfatoriamente desta vez (talvez nem tanto como no H45) e as temperaturas caíram em mais de 10ºC da primeira instalação. Só ficou 2ºC atrás do H45 (que tem uma montagem superfirme), só que ele é muito menos barulhento em operações simples de Office e Internet. Se eu colocasse mais uma arruela, talvez ele ganhasse mais alguns graus e passasse o H45 (ou pelo menos empatar), mas eu não sei como os engenheiros da Corsair dimensionaram o parafuso standoff (se eles contam com alguma folga) e eu poderia estar colocando o meu soquete / CPU em risco.

 

Esse water cooler foi sempre muito mal falado, mas foi só fazer a gambiarra que ele passou de cavalo paraguaio a puro sangue. Ele também é bonito, com um bloco bem clássico. O problema é a folga no backplate - que vai variar dependendo do modelo de placa-mãe. Também vai variar de fixação, pois, como ela é frouxa, qualquer desalinho pode significar temperaturas bem piores do que as do Raijintek. Não é todo mundo que vai ter a manha de colocar as arruelas ou improvisar isolantes. Especialmente com o problema do Skylake, o risco de você exagerar na mão e afundar a CPU é grande.

 

O H60 é uma opção bem interessante, especialmente para quem já tem um bom fan de 120 para substituir o fan stock, mas é obvio que, pelos problemas já citados, o Lucifer V2 se torna bem mais recomendado se ele couber no gabinete e não bater nas memórias.

 

Ficou em terceiro por causa do potencial com as arruelas, mas direto da caixa ele ficaria em último pelo custo benéfico medíocre. A grande parte dos usuários com placas mais finas (B75 - H61 - H81 - B85 - H97 - H110 ou Z77, Z97, Z170 de entrada) correm o risco de ter esse desempenho medíocre e sequer vão saber que existe uma gambiarra - coisa de entusiasta, que corresponde a uma fatia ínfima do mercado. Quem tiver uma placa-mãe mais grossa, topo de linha, terá temperaturas mais baixas. Como os soquetes LGA 2011 e 2011-V3 não requerem backplate na fixação, acredito que a montagem seja firme, mas nos soquetes LGA 115X existe a possibilidade de o resultado não ser adequado para o preço.

 

4º lugar - Zalman 9900 NT

 

coolers_9900nt.jpg

 

Outra surpresa. Ficou de 0,6 a 1,5ºC de diferença do supostamente "lendário" NH-U14S até os 4.4GHz de overclock. O 9900 NT é muito silencioso em repouso ou carga leve e também não incomoda em load. Além disso, ele não cobre nenhum slot de memória, diferentemente da maioria dos air coolers. O lado negativo é que ele parece ter sido descontinuado do mercado. Também era um cooler caro, mas, por ficar entre o Lucifer V2 e o NH-U14S, o preço justifica. 

 

O sistema de montagem é bem complicado de acertar, especialmente para aparafusar as braçadeiras e manter o heatsink alinhado, mas ele fica bem firme. Não é muito pesado, é um dos coolers intermediários mais baixos do mercado (152mm) e o considero muito bonito, com um estilo muito futurista. Ainda se vendem os modelos MAX, mas eu não conheço o sistema de montagem, que é novo.

 

Pelo conjunto da obra, pelo tamanho compacto e o desempenho surpreendente, poderia ter ficado em 3º lugar, mas eu levo em consideração que o H60 possa chegar próximo ou passar o H45 com uma modificação mais agressiva. No final das contas, aqueles graus a menos fazem a diferença para os overclockers.

 

5º lugar - Corsair H45

 

coolers_h45.jpg

 

Esse water cooler é muito forte, ficando à frente de todos os coolers do teste e batendo o H60 modificado em 2ºC, provavelmente pelo sistema de montagem, que é bem firme, e pela bomba, que nos meus testes chegou a 4200rpm, contra os em geral 2200rpm dos water coolers de 120mm. O suporte da Corsair Global disse que o padrão é 3500rpm. Mas o H45 faz barulho mesmo em repouso. A bomba também faz barulho. Nesse caso, se torna um cooler específico, para usuários específicos, por isso ficando em 5º lugar.

 

O fan é bem mais barulhento do que o do H60, provavelmente pelas 11 pás (não é uma solução muito silenciosa em geral) e pela rotação maior (2300rpm). Também considero como da família de fans OEM dos water coolers da Corsair. A bomba também é audível. Eu testei os dois (H60 e H45) fora do gabinete, conectados na placa-mãe, e o H45 faz um ruído agudo perceptível na bomba. Não é vibração, coil whine ou defeito. Parece ser o barulho natural da bomba. Não sei qual é o fabricante da bomba, mas muito diferente da bomba do H60, que só é audível se você levar o ouvido bem próximo. Um usuário no fórum da Corsair disse que o barulho da bomba diminui bastante se colocar o controle em Silent (em placas-mãe com controle de tensão opcional ou default), mas as bombas foram feitas para rodar a 12V, então essa solução pode comprometer a bomba em longo prazo.

 

-------EDIT-------

ATUALIZAÇÃO SOBRE O BARULHO DA BOMBA DO CORSAIR H45

 

Pela experiência que eu tive com o H60 e a gambiarra das arruelas, eu dou crédito ao desempenho do H45 não em função do fan de alta performance ou em parte pela bomba nova, que é mais forte, mas em função da fixação do bloco, então o H45 perde um pouco do sentido se levarmos em consideração apenas o desempenho e esses 2ºC a mais. Para quem tem condições, é melhor gastar um pouco mais, comprar o H60 e fazer a gambiarra se necessário.

 

Existe um paliativo para o barulho do fan. Eu fiz os testes com o CPU-fan na opção "Silent" e a rotação do fan caiu bastante, o barulho também, mas a temperatura só subiu um grau. Ou seja, não faz sentido manter o PWM em Normal. Mas ainda assim eu não o considero ideal para quem usa o micro em um ambiente silencioso ou trabalha à noite. Eu só o indicaria para ambientes barulhentos, como departamentos, escritórios, etc., ou para quem usa fans de três pinos rodando a 12V no gabinete, pois aí o barulho dos fans cobriria o barulho do water cooler.

 

Instalação supercomplicada, pois é preciso fazer pressão para encaixar o parafuso no backplate - tudo isso sem bagunçar a pasta térmica. Como o bloco está preso às mangueiras, a operação se torna muito difícil. Foram várias tentativas com pasta térmica e umas duas sem, para treinar. Ficou legal, pois as temperaturas dos núcleos estão no padrão (os dois de fora mais frios, os dois de dentro mais quentes), e a pasta espalhou corretamente, mas a pessoa só vai saber mesmo se a pasta espalhou direito na hora de tirar o bloco, pois você mexe e balança muito o bloco para prender os parafusos. Nem o Zalman é tão antiquado em termos de instalação. Deveria ter um sistema um pouco melhor, mais moderno.

 

6º lugar - Raijintek Themis Evo

 

coolers_raijintek.jpg

 

Surpreendeu por custar 150 reais no Brasil e ficar apenas a 3-4ºC de diferença de coolers como o Lucifer V2, NH-U14S e o H60 modificado. Tem o mesmo desempenho de um H60 de fábrica na minha placa-mãe, que é uma Z77. Sem contar que o usuário comum provavelmente não vai montar o bloco da melhor forma, então o provável é que em 80% dos casos o Raijintek se saia melhor.

 

Os testes feitos pelos sites de reviews colocam o Raijintek Themis Evo 2ºC atrás do H60, mas vai depender da espessura da placa-mãe e da fixação, como eu disse. Muito silencioso em repouso e até em carga, o que surpreende, já que ele tem um fan sleeve, só que muito bem acabado e silencioso. O heatsink do Raijintek inspira qualidade, mas o radiador parece ser de um material mais barato, leve, mas ele só é um pouco mais caro do que um Hyper TX3 e tem quatro heatpipes de 8mm. Ou seja, ótimo custo benefício. A instalação é muito simples e ele usa o mesmo sistema do NH-U14S e do Lucifer V2, que considero o ideal. É um cooler muito bom para a faixa de preço. Daria para rodar um overclock de 4.3GHz no meu i7-3770K no verão carioca.

 

-------------------------------------------------------

 

Conclusões

 

Os water coolers mostraram ter potencial nos blocos / dissipadores, diferentemente do que se vê na internet. Mas a reviravolta é que isso se deve muito à montagem. Mas, como também existem outras marcas, especialmente Cooler Master e DeepCool (série Maelstrom) no Brasil, o teste deixou mais perguntas do que respostas, porque cada fabricante terá um sistema de fixação diferente. Outro fator importante é que o usuário comum jamais vai suspeitar que a unidade dele possa estar operando bem abaixo da capacidade. Talvez nem todas as reclamações de water coolers da Corsair (ou de outras marcas) sejam em função da fixação do bloco, mas, agora que aconteceu comigo, eu fui pesquisar na internet e várias pessoas têm esse mesmo problema, que parece também afetar os modelos H80i / H80i GT / H100i / H100i GTX / H110i GT / H110i GTX. Isso de acordo com o próprio site da Corsair, que diz que essa folga é normal*. Eu também percebi, pelo manuseio, a fragilidade do water cooler. São muitas peças, algumas com potencial de falha, como as mangueiras e a bomba. Os fans também parecem ter menos qualidade. Não passa a mesma sensação dos air coolers, que são virtualmente indestrutíveis e os fabricantes costumam dar uma atenção especial aos fans. É comum sugerirem um water cooler nos fóruns e indicar fans novos, então talvez seja uma tendência os water coolers virem com fans de pior qualidade, mais barulhentos. O que não tira o brilho do H60 modificado, pois ele é muito forte e pode se tornar muito silencioso se usado com um fan melhor.

 

*Não consegui ver nada de normal no meu caso.

 

Se eu tivesse que escolher um dos coolers testados, eu ficaria com o Lucifer V2, já que o Zalman não vende mais (voltei a usar o meu, que foi testado). Eu o achei muito bonito e bem acabado, de fácil instalação, barato para o que entrega, silencioso e tem a vantagem de não correr risco de dar defeito. Se eu fosse puramente um gamer, eu escolheria o H60, colocaria um fan novo e brincaria com a gambiarra das arruelas para ver até onde ele vai.

 

A decepção vai para o NH-U14S. Supervalorizado para o que entrega - pelo menos na plataforma LGA 115X. Mas, do que eu vi, não acredito que ele abra diferença em testes na plataforma LGA 2011 contra water coolers. O Raijintek Themis Evo também surpreendeu para o preço que tem. O H45 eu deixo na categoria "casca-grossa". Muito potente logo de saída, mas ele é barulhento, então não serve para todo usuário.

 

-------------------------------------------------------

 

Mitos, verdades e aprendizados para a plataforma LGA 115X - considerando a média em tempo real e levando em conta a minha experiência pessoal.

 

Mito ou verdade - PWM versus 12V?

 

Mito. Não encontrei diferença visível entre as duas opções. Eu já tinha notado isso com o NH-U14S, mas agora, após testar seis coolers / water coolers, não vejo nenhum sentido em manter em 12V ou opções "turbo" ou similares. Por exemplo, o H45 é meio barulhento. Se eu colocar o PWM em "Silent", a queda de RPM é significativa (o barulho também), a diferença também é imperceptível, mais ou menos de um grau. Ou seja, sequer faz sentido deixar o PWM em "Normal" no caso do H45. Eu não testei o modo Silent nos outros coolers porque não foi necessário - o barulho é perfeitamente aceitável.

 

Mito ou verdade - folga no backplate de alguns modelos de water cooler da Corsair?

 

Verdade. No meu caso, sem as arruelas, a pasta sequer chega a espalhar completamente no H60, como visto anteriormente. Pode ser defeito da minha unidade, mas parece que várias pessoas passam pela mesma experiência, o que surpreende. Dependendo da fixação, as temperaturas são proibitivas. Com as arruelas ele vira uma fera, ficando 2ºC acima do H45, mas com um ruído menor, sem contar que a bomba é inaudível.

 

Mito ou verdade - configuração em push pull (dois fans em linha) dá ganho?

 

Mito.  Em geral, o ganho é de menos de um grau no soquete LGA 115X, tanto em air coolers como water coolers com radiador. Serve como estética, ou em alguns gabinetes talvez ajude a direcionar o ar para o exaustor traseiro, mas, de forma geral, o ganho é zero.

 

Mito ou verdade? Fans mais potentes resfriam mais?

 

Nem sempre. O fan do H45 é mais potente e tem mais pressão estática. Em um review, creditou-se parte do desempenho do H45 sobre o H60 pelo fan, mas o ganho é zero se eu colocá-lo no H60. Alguns fans se destacam pela potência, como os Viper da Akasa, mas eu troquei o fan de 120mm do Zalman 9900 NT pelo Viper 140, bem mais potente, e não tive ganho, então vai depender da eficiência do radiador / heatpipes.

 

-------------------------------------------------------

 

Aprendizados.

 

Fixação dos coolers / water coolers

 

Na verdade, os testes que eu fiz com o H60 com arruelas desmentem o ganho que o H45 aparentava ter nos reviews. A diferença entre os dois não é de bomba (em parte, já que a bomba do H45 tem rotação maior), fan ou engenharia do water cooler, mas do sistema de montagem. Alguns fabricantes têm usado o sistema de standoff de plástico e parafuso de dedo para segurar as braçadeiras, mas corre o risco de a pessoa apertar demais e fazer o sanduiche da placa-mãe, podendo até danificar os circuitos. Ou seja, o sistema de fixação não é tão simples assim. A diferença entre um cooler e outro pode estar na montagem ou no elastômero, que nem sempre é de qualidade, e não no cooler em si. Talvez por isso os reviews de sites especializados muitas vezes não façam o menor sentido. Podemos ter diversos sistemas de montagem interagindo com placas-mãe de espessuras variadas. Nos sistemas de montagem com standoff fixo no backplate, a diferença entre um sistema e outro pode ser absurda. Coolers com standoffs ajustáveis levam boa vantagem nisso.

 

Aplicação da pasta térmica.

 

Após aplicar a pasta dezenas de vezes e gastar quase cinco tubos de pasta (uns antigos que usei para teste), cheguei a um método bem simples. Apoiar a seringa em ângulo agudo e injetar a pasta até a gota crescer no tamanho correto. Não precisa mexer o tubo, aplicar em círculo, nada. Apenas aperte a seringa até a gota se formar totalmente. A pasta usada no vídeo (Xi-3 HDT) é muito viscosa e forma fio no final, então nem sempre a aplicação é limpa. Na hora de tirar o cooler ela também costuma formar fio e sujar o soquete.

 

 

Diferença entre pastas térmicas.

 

Durante os testes foram feitas dezenas de aplicações, entre testes e reaplicações, e ainda tem pasta no segundo tubo da Fusion X1. A pasta é de aplicação muito fácil e pouco viscosa. Eu passei a considerá-la ideal. Depois de vários testes eu comecei a achar a pasta com pouca viscosidade e fiquei na dúvida se as temperaturas poderiam estar sendo comprometidas. Então eu fiz alguns testes com a Xigmatek Xi-3 HDT, que tem ótima viscosidade, bem mais líquida (muito parecida com a MX-4). Também pode ser considerada uma das melhores marcas vendidas no Brasil, com excelente transferência térmica de 9.1 W/mK.

 

Eu fiz os testes com o Lucifer V2 a 4.4Ghz (1.212v) e os resultados foram os seguintes:

 

Fusion X1 que estava aplicada há mais ou menos 24H (eu já tinha usado o micro várias vezes)
temperatura média a 4.4Ghz (HWinfo64) = 35,1ºC (delta)
Temperatura máxima média a 4.4Ghz (Real Temp / HWmonitor / HWinfo64) = 42.5ºC (delta)

 

Xigmatek Xi-3 HDT aplicada e testada na hora
temperatura média a 4.4Ghz (HWinfo64) = 35,1ºC (delta)
Temperatura máxima média a 4.4Ghz (Real Temp / HWmonitor / HWinfo64) = 42.2ºC (delta)

 

Fusion X1 que foi reaplicada e testada na hora (para comparar com a que foi aplicada há 24H)
temperatura média a 4.4Ghz (HWinfo64) = 34,95ºC (delta)
Temperatura máxima média a 4.4Ghz (Real Temp / HWmonitor / HWinfo64) = 41.8ºC (delta)

 

Ou seja, diferença nenhuma.

 

Como nota, achei a Xi-3 HDT muito viscosa. Por diversas vezes ela formou fio / língua e sujou o soquete e a placa-mãe. O mesmo acontece com a MX-4. É preciso cuidado na hora de aplicar e de tirar o cooler para não ter que abrir o soquete para limpar e refazer tudo de novo. Isso não aconteceu em nenhuma das dezenas de vezes que eu apliquei a Fusion X1. Resta saber se ela resseca com o tempo no tubo, já que o tubo de MX-4 que eu tinha há quase cinco anos ainda estava perfeita para ser usada.

 

Memórias fazem diferença na temperatura.

 

Por último, as memórias fazem diferença nos testes entre air coolers e water coolers. Os testes foram feitos com dois pentes de memória rodando em dual channel. O segundo pente fica bem em frente do intake dos air coolers. Se eu fizer o teste dos air coolers com só uma memória no primeiro slot, a temperatura cai por volta de cinco ou seis graus. Se eu fizer isso com o H45 que eu testei, e ele fica longe das memórias, a temperatura cai três graus. Ou seja, acredito que três graus sejam do calor gerado pela memória no intake do air cooler (a sonda fica no meio do fan, portanto provavelmente não pegando o fluxo que vem da memória, que é mais baixo) e três graus sejam gerados nos circuitos do soquete / northbridge, esquentando a CPU, dessa forma afetando tanto os air coolers como water coolers (que ficam mais distantes). Mas eu não fiz testes suficientes para provar isso, mas, do que eu vi, o water cooler leva uma vantagem de três graus nessa história.

 

-------------------------------------------------------

 

Acho que é isso. Eu me diverti e aprendi bastante. Se eu me lembrar de mais alguma coisa eu posto depois. Vou ver se publico também os vídeos de cada cooler. Eu filmei por volta de 8-9 minutos dos testes em stock e 4.4GHz de todos eles (como prova).

 

Se encontrarem algum erro ou tiverem alguma sugestão me avisem, por favor. Eu corrijo ou tento modificar. Se algumas fotos estiverem grandes (eu mantive o limite de 800dpi) eu diminuo o tamanho.

 

Espero que gostem,

 

--------- PARA O MELHOR ACOMPANHAMENTO DO TÓPICO ---------
Posts de importância, relacionados aos testes, e que foram postados depois neste tópico
(clique nos links abaixo)

 

 

Aplicação da pasta térmica, melhores métodos / métodos de aplicação (quantidade de pasta) com a Xigmatek XI-3 HDT (9.1 W/mK). Complementado com testes com a Arctic MX-4 (final do post).

 

Avaliação do Corsair H75 / comparação com o H60

 

Desafio Implastec / comparativo entre a Implastec branca e Silver contra pastas entusiastas - Fusion X1, DeepCool Z5.

 

Oscilação de temperatura no Real Temp, HWMonitor, HWiNFO64 / Doze testes com o cooler Raijintek Themis Evo.

 

Segunda rodada de testes - Hyper 212X, Maelstrom 120, Thermaltake L32

 

Teste do air cooler Xigmatek Loki II

 

Teste de amplitude térmica em programas como o HWiNFO64 e HWmonitor

 

Aplicação de pasta térmica e desafio Fusion X1 / GC-Extreme / MasterGel Nano / Arctic MX-4

 

Recomendações antes de instalar um water cooler

Meu tutorial pessoal em função das experiências que tenho tido.

 

Tensão correta das bombas de water cooler / com ou sem aplicativo de firmware

Dúvida interessante que eu nunca tinha encontrado a resposta.

 

Teste de Capacidade de Aquecimento Específica dos water coolers

Editado por Contiusa
  • Curtir 20
  • Obrigado 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Como nota sobre as modificações no H60, é preciso ter jeito, paciência e bom senso (preferencialmente experiência) para saber se cabe uma modificação ou não e como fazê-la. Então façam sabendo que é a seu próprio risco.

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Contiusa colega, parabens pelo excelente trabalho e muito obrigado por compartilhar tantas informações. 

Gosto do desempenho dos cpus cooler da deepcool. Parecem ser os melhores custo/beneficio. Por isso, acabei colocando um gammaxx 400 no meu fx 6300. Minha temperatura no stress do Prime95 nao passa de 51o, com temp ambiente a 26o. Em jogos, com temp de 31o ele nao deixa passar dos 47. Tudo medido no amd overdriver e speedfan.

Depois de toda essa trabalheira, saira uma lista com indicacao de pasta termica em razao de desempenho e longevidade?!

Um grande abraço.

Editado por drcyberjr

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Contiusa amigo, parabéns pelo empenho e obrigado por compartilhar conosco.

 

Não sei se é só pra mim, mas as imagens que você se refere durante o texto não estão aparecendo, apenas os gráficos.

 

Adorei a parte de mitos e verdades, deu pra aprender bastante.

 

Abraço!

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, drcyberjr disse:

@Contiusa colega, parabens pelo excelente trabalho e muito obrigado por compartilhar tantas informações. 

Gosto do desempenho dos cpus cooler da deepcool. Parecem ser os melhores custo/beneficio. Por isso, acabei colocando um gammaxx 400 no meu fx 6300. Minha temperatura no stress do Prime95 nao passa de 51o, com temp ambiente a 26o. Em jogos, com temp de 31o ele nao deixa passar dos 47. Tudo medido no amd overdriver e speedfan.

Depois de toda essa trabalheira, saira uma lista com indicacao de pasta termica em razao de desempenho e longevidade?!

Um grande abraço.

 

Valeu! Realmente, gostei muito da DeepCool. O cooler mais bem acabado dos testes. O lance da pasta térmica é que só esperando passar o tempo (os anos :lol:) para saber a longevidade. Das que eu usei até hoje, Zalman TG2, Noctua NT-H1, MX-4, Fusion X1 e Xi-3 HDT, a Fusion X1 ganha com folgas. Como as pastas modernas duram mais, eu acredito que todas elas vão ter uma duração parecida. E a Fusion X1 está barata (dá para encontrar por menos de 40 reais) e vem uma boa quantidade. É a minha preferida.

adicionado 2 minutos depois
2 horas atrás, R0cha disse:

@Contiusa amigo, parabéns pelo empenho e obrigado por compartilhar conosco.

 

Não sei se é só pra mim, mas as imagens que você se refere durante o texto não estão aparecendo, apenas os gráficos.

 

Adorei a parte de mitos e verdades, deu pra aprender bastante.

 

Abraço!

 

Valeu! Vou ver se alguém mais não está abrindo as fotos. Eu não entendo muito essa parte de navegador. Vou tentar testar e carregar algumas pela interface do CDH, mas eu não sei se elas vão carregar fora do lugar ou menores. Depois eu te falo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Contiusa

 

Parabéns pelo tópico e pela dedicação.. Dá pra usar como referência, pro pessoal que precisa de um bom cooler.. Não só por todos os testes, mas por toda a experiência que você relatou.. Excelente..

 

Minha dica seria mostrar como você fez a "gambiarra" com o H60.. É um Water Cooler bem popular e essa correção na folga no backplate, pelo que mostrou, dá uma diferença sentida..

 

E fiquei interessado nessa Fusion.. Tava querendo algo bom pra substituir minha MX-4.. Sei lá quanto tempo tenho ela aqui...

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Contiusa excelente tópico meus parabéns, planeja adicionar algum  Cooler/Water Cooler à mais futuramente?

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
18 minutos atrás, RS Faria disse:

@Contiusa

Minha dica seria mostrar como você fez a "gambiarra" com o H60.. É um Water Cooler bem popular e essa correção na folga no backplate, pelo que mostrou, dá uma diferença sentida..

 

E fiquei interessado nessa Fusion.. Tava querendo algo bom pra substituir minha MX-4.. Sei lá quanto tempo tenho ela aqui...

 

Putz... Eu até pensei em coloocar os passos da gambiarra, mas eu só encontrei arruela de metal e precisei adaptar uns isolantes de acetato. Eu vou tentar encontrar arruelas de borracha. De repente eu coloco depois um tutorial, até porque é fácil. É só colocar as arruelas no backplate antes de fixar na placa-mãe. Mas tem que ver a medida também.

 

Eu gostava muito da MX-4, mas já precisei limpar o soquete várias vezes quando precisava aplicá-la. O bom da Fusion X1 é que ela tem uma consistência boa e não faz fio. também deve ser mais difícil de fazer bolha na fixação, pois ela vai bagunçar menos se você balançar o heatsink / disspipador durante a instalação. Eu também fiz várias aplicações com um tubo. Só o tempo vai dizer, mas por enquanto eu não vejo outra pasta melhor. Eu só não conheço a Gelid GC-EXTREME, mas está muito cara e vem pouca quantidade. Os testes também colocam ela mais ou menos empatada com a Fusion X1 e a Xigmatek Xi-3 HDT.

adicionado 11 minutos depois
22 minutos atrás, GabrielLP14 disse:

@Contiusa excelente tópico meus parabéns, planeja adicionar algum  Cooler/Water Cooler à mais futuramente?

 

O ideal seria testar o H110i, pois teríamos do mais fraco (h60, parecido com o H55) até o mais forte. O que tiver no meio, H75, H80, H90, H100, a gente imagina que vai ficar espalhado. Vamos ver nos próximos meses. Talvez eu me anime. E um cooler para comparar com o Raijintek também, especialmente o Hyper 212X, que é bem popular.

 

O problema desses testes é que eles são um saco sem fundo! Depois tem a linha Seidon, Nepton, Kraken, Maelstron... Já viu né? :D Infelizmente os sites de reviews não fazem um comparativo detalhado. Acho que eles tentam ser imparciais e abrem a caixa, instalam o cooler e fazem os testes sem muitos questionamentos. Um site como o AnandTech poderia testar os water coolers mais representativos e fazer uma análise das montagens, se alguns precisam de gambiarra, etc. Mas eu acho que eles ficam presos aos NDA. Por isso a gente vê tanta desinformação. Também acho que alguns sites colocam os valores de push pull na marra, tipo: "vamos imaginar que o push pull vai dar um ganho de 1 a 2ºC". Aí eles saem tacando 2ºC a menos em todos os coolers "teoricamente" com push pull. Só pode ser, ou então eles fazem os testes pelo valor máximo, que não é representativo. Se você fizer o mesmo teste duas, três vezes, o valor máximo varia muito.

 

Eu também abri o RMA do H60, porque existe a possibilidade de ser um backplate mal dimensionado. Mas eu acho que é assim mesmo. Veremos o que eles têm a dizer.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Contiusa entendi heheh 

eu to com 2 h100 aqui se tu quiser eu lhe envio um pra testes, só me devolver depois inteiro se quiser

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
6 minutos atrás, GabrielLP14 disse:

@Contiusa entendi heheh 

eu to com 2 h100 aqui se tu quiser eu lhe envio um pra testes, só me devolver depois inteiro se quiser

 

Legal, cara, ideia interessante. Seria o modelo H100i? Ou mais antigo? Se for um modelo ainda representativo eu faria os testes, sim. Com o maior prazer.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Contiusa é o modelo H100i GTX só que tenho q ver uma coisa, por que não sei onde diabos coloquei a caixa dele kkkk

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 minutos atrás, GabrielLP14 disse:

@Contiusa é o modelo H100i GTX só que tenho q ver uma coisa, por que não sei onde diabos coloquei a caixa dele kkkk

 

Hahahahaha... Joia, o modelo é novo! Vê aí. Se encontrar a caixa me dâ um toque que eu te passo o meu endereço e telefone em PM.

 

E obrigado pela ajuda, porque o H100 é bem mais popular do que o H110. Vai ser um bom water cooler para testar.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Contiusa sim  sim fechou, eu nunca vi um teste sequer do H110, eu queria ver do H115i Extreme da corsair, acho lindo esse WC mas n acho um teste na web

o duro dele é o preço q é bem salgado

um air cooler legal é aquele Cooler master masterair maker

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
7 minutos atrás, GabrielLP14 disse:

@Contiusa sim  sim fechou, eu nunca vi um teste sequer do H110, eu queria ver do H115i Extreme da corsair, acho lindo esse WC mas n acho um teste na web

o duro dele é o preço q é bem salgado

um air cooler legal é aquele Cooler master masterair maker

 

Joia! Fechado. Vou te passar o endereço mais tarde com algumas notas, porque às vezes eu recebo muito trabalho e fico uma ou duas semanas pegado, sem tempo.

 

Eu cheguei a pensar nesse da Cooler Master quando comprei o Noctua (que usei nos últimos meses). Acho que ele passaria o NH-U14S :P O H115 dizem ser muito parecido com o H110, mas que faz mais barulho pelos fans de 120mm. Ele é mais alto também, então não cabe na maioria dos gabinetes.

Editado por Contiusa
  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Contiusa então deve fazer sim porque são 2x140mm

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@GabrielLP14 ah, fiz confusão com o H105. O H115i é a revisão do H110i GTX. Ou seja, é um H110 com bomba da Asetek. O desempenho será igual. Eles estão mudando as nomenclaturas toda hora, provavelmente por causa da briga judicial entre a CoolIT e a Asetek.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Muito legal o tópico, parabéns pela dedicação. :thumbsup:

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Zucchini valeu! Trabalheira, mas foi divertido. Vou ver se aos poucos adiciono um cooler ou outro, já que o teste base está feito. Agora fica mais fácil.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
4 horas atrás, Gabriel Mariano disse:

Cara estou em 2016 tentando comprar um Lucifer V2 e penei em milhares de sites e teste para encontrar hoje seu teste ! Maravilhoso !!!! Vou de Lucifer agora sem pestanejar !!!!!

 

Muito bom cooler para essa faixa, pode comprar sem medo. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Aplicação da pasta térmica, melhores métodos

 

Então, pessoal. Mais testes. Eu postei sobre a folga do H60 em um fórum internacional e alguém disse que tinha muita pasta térmica. Eu já tinha usado metade da quantidade no NH-U14S e não tinha sentido diferença nenhuma. Na verdade eu já tinha aplicado gotas pequenas, médias, e acabei me decidindo por uma gota maior para os testes.  Eu fiquei com medo de os water coolers não se saírem bem, pois eles têm o bloco bem mais largo do que os heatsinks de air coolers. Eu queria que a pasta espalhasse até o final do heatspreader da CPU. Então eu usei a quantidade certa para a Fusion X1 espalhar até o final do heatspreader.

 

Mas, enfim, o questionamento do sujeito me deixou com a pulga atrás da orelha e eu fui fazer testes. Usei o NH-U14S por ser o mais "eficiente" e mais simples de instalar, pois eu fiz várias instalações. Resultado surpreendente em alguns aspectos.

 

Usei a mesma metodologia dos testes com os coolers. 13 minutos de OCCT CPU, com a sonda do termômetro e tudo. Usei a Xigmatek Xi-3 HDT porque ela é bem líquida e espalharia melhor as gotas pequenas.

 

setup01.jpg

 

Primeira aplicação: gota minúscula.
4.4GHz / Vcore: 1.212v.
Máxima média (delta) = 42,3ºC
Média em tempo real (delta) = 34,7ºC

 

NOTA: a última foto é do dissipador do NH-U14S.

 

gota_minima.jpg

 

--------------------------------------------

 

Segunda aplicação: gota pequena.
4.4GHz / Vcore: 1.212v.
Máxima média (delta) = 41,6ºC
Média em tempo real (delta) = 34,5ºC

 

gota_pequena.jpg

 

--------------------------------------------

 

Terceira aplicação: gota média.
4.4GHz / Vcore: 1.212v.
Máxima média (delta) = 41,5ºC
Média em tempo real (delta) = 34,2ºC

 

NOTA: esqueci de tirar a foto do dissipador do cooler.

 

gota_media.jpg

 

--------------------------------------------

 

Quarta aplicação: gota grande.
4.4GHz / Vcore: 1.212v.
Máxima média (delta) = 41,3ºC
Média em tempo real (delta) = 33,6ºC

 

gota_grande.jpg

 

--------------------------------------------

 

Aí eu fiquei na dúvida, pois as duas primeiras gotas espalham mais para os lados. Como eu tinha deixado o backplate bem justo eu pensei em soltar um pouco as tarraxas (não a presilha do radiador). Coloquei outra gota pequena e fiz outro teste.

 

Quinta aplicação: gota pequena / backplate menos apertado.
4.4GHz / Vcore: 1.212v.
Máxima média (delta) = 42,3ºC
Média em tempo real (delta) = 34,3ºC

 

gota_ultima.jpg

 

--------------------------------------------

 

Mesma coisa. Aí eu pensei: "E se eu espalhar a pasta?" Eu usei um plástico para colocar no dedo e espalhar uma gota pequena em toda a CPU. Resultado surpreendente.

 

Sexta aplicação: gota pequena / espalhada na CPU.
4.4GHz / Vcore: 1.212v.
Máxima média (delta) = 40,8ºC
Média em tempo real (delta) = 33,8ºC

 

gota_espalhada.jpg

 

--------------------------------------------

 

Minha conclusão: não importa a quantidade. É só não colocar demais, pois vaza no soquete. Se a pasta for de boa qualidade e espalhar com a aplicação, é melhor usar mais pasta na gota para que, na hora da instalação, a pressão do cooler faça com que a pasta cubra toda a extensão da CPU. Pode usar uma gota menor e espalhar com o dedo (enrolado em plástico) ou uma gota maior e deixar o dissipador espalhar a pasta até o final do heatspreader da CPU. Se o cooler for bom e tiver pressão, a quantidade na superfície será a mesma de uma gota pequena espalhada com o dedo ou de uma gota maior espalhada pelo dissipador do cooler. Os dois métodos empatam em termos de temperatura e se destacam das outras aplicações. Só acho que espalhar com o dedo teria que ser com uma pasta bem viscosa. Uma pasta mais consistente poderia criar bolhas.

 

Resultado interessante.

 

--------------------------------------------

ATUALIZAÇÃO DO TESTE DE APLICAÇÃO DE PASTA TÉRMICA

 

Foi feito uma atualização do teste com a Arctic MX-4, uma pasta de melhor viscosidade, ideal para esse tipo de teste, mas o padrão se manteve - quanto menor a gota, pior o desempenho.

Editado por Contiusa
  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Espalhar a pasta antes de colocar o cooler, foi o que resolveu pra mim, com um Hyper T4.. Do método normal, dava uma diferença gritante, entre os núcleos..

 

Até a forma de instalação do cooler, influencia um pouco nisso.. O Hyper T4 é meio desajeitado, ainda mais se tiver dissipador no VRM da MOBO..

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
4 horas atrás, RS Faria disse:

Espalhar a pasta antes de colocar o cooler, foi o que resolveu pra mim, com um Hyper T4.. Do método normal, dava uma diferença gritante, entre os núcleos.

 

Realmente faz sentido, porque é bem melhor cobrir toda a CPU do que só o meio, pois a gota pequena vira uma loteria. Se ficar um pouco para o lado, alguns núcleos não terão tranferência térmica direito.

Editado por Contiusa

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Então, pessoal. Recebi um H75 depois de fazer o RMA do H60 (por causa da folga do backplate). Fiz os testes e aqui estão os resultados.

 

H75_03.jpg

 

Indo logo ao que interessa, o H75 não sofre do mesmo problema de folga no backplate que o H60. Mas os dois water coolers são de "famílias" diferentes. O H75 tem bomba da Asetek e o H60 tem bomba da CoolIT. Então a fixação é diferente, o bloco é diferente, etc. De primeira, eu cheguei a imaginar que o H75 sofria do mesmo problema, pois ele ainda tem uma folga, mas na prática isso não se confirmou. A pasta espalha corretamente e as temperaturas estão de acordo.

 

H75_00.jpg

 

Eu também aproveitei para testar o elastômero (pasta térmica pré-aplicada) contra a Fusion X1 da Cooler Master. A diferença foi de 0,2 a 0,9ºC de stock até 4.6GHz de overclock (vantagem para a Fusion X1). Então dá uma diferença melhor para a Fusion X1, mas ela é marginal e a maioria dos usuários não vai saber aplicar a pasta corretamente, o que tende a dar vantagem para o elastômero. Na verdade, gostei da viscosidade e da forma que o elastômero espalhou. Achei bem melhor do que o que veio com o cooler box do i7-3770K. Ou seja, na dúvida é melhor usar a pasta pré-aplicada, pois é mais garantido para o usuário inexperiente. Obviamente que os modelos mais baratos de water coolers e coolers podem ter elastômeros de qualidade mais baixa. Então eu digo isso em relação ao H75, que tem uma apresentação melhor do que o H60 e o H45.

 

Abaixo estão as fotos das montagens - primeiro a instalação com o elastômero (reparem como ele espalha muito bem e tem uma aparência de qualidade):

 

H75_01.jpg

 

Depois com a pasta térmica Fusion X1 da Cooler Master. À esquerda sem as arruelas, no centro com as arruelas e à direita o dissipador da instalação com arruelas. Eu me esqueci de tirar a foto do dissipador sem as arruelas, mas ele só é ligeiramente menos espalhado.

 

H75_02.jpg

 

Mas não existe diferença de temperatura com ou sem arruelas e a pasta espalha com os dois métodos. Pela experiência que eu tive com o H60, eu diria que a fixação do H75 é mais ou menos igual a do H60 com arruelas. Como eu já tinha dito antes, daria para colocar mais uma arruela (total de duas) no H60, mas no H75 não sobra espaço para outra. Ou seja, eu me arrisco a dizer que o H75 sem modificação tem a mesma medida do H60 com arruelas e ainda sobra uma folga para placas-mãe mais grossas, como na plataforma LGA 2011. Então dá para afirmar que os resultados do H75 são com o water cooler funcionando em sua capacidade máxima. O que também daria para afirmar que colocar mais uma arruela no H60 não faria diferença.

 

Abaixo o comparativo entre o H60 modificado com as arruelas e o H75. Foram anotadas a máxima, a máxima média (dos quatro núcleos) e a média em tempo real (já explicado no primeiro post). Eles tem as mesmas temperaturas. Reparem que, como eu já tinha mencionado, as temperaturas máximas não são muito precisas e começam a oscilar a partir da máxima média e chegam a pular na máxima, quando o H60 tem uma queda abrupta nos 4.4GHz e depois volta a encostar. Por isso que eu tenho me baseado pela média em tempo real, que, pela imagem, é bem homogênea, sem oscilações fora do padrão.

 

Foram computadas três temperaturas:

 

Temperatura média em tempo real - uma função que só tem no HWinfo64 (do que eu sei). Não é um valor médio como resultado da temperatura mínima somada com a máxima e dividida por dois, é uma média que vai sendo computada conforme as temperaturas oscilam, em tempo real. Ou seja, os picos ocasionais não tem tanta importância assim. Eu pessoalmente considero a temperatura mais representativa e precisa, pois a repetição do teste tende a apresentar os mesmos valores com uma variação irrelevante, de 0,1ºC a 0,4ºC como mostram os testes de oscilação de temperatura. Isso não acontece com a máxima, que varia bastante de teste para teste, embora a temperatura máxima seja importante para determinar o limite de um overclock, por exemplo.

 

Temperatura máxima média - temperatura máxima média de todos os núcleos registrada nos programas HWmonitor e Real Temp, ou seja somatório de oito valores divididos por oito. Por ser a média, é mais precisa, mas só leva em conta os valores máximos, então também não é uma temperatura representativa.

 

Temperatura máxima - temperatura máxima registrada nos programas HWmonitor e Real Temp. Não é muito precisa, pois ela se baseia em picos de temperatura que podem variar de um a três graus se o teste for repetido. Nos resultados dá para ver algumas inconsistências entre os coolers, possivelmente de picos inesperados.

 

As medições de temperatura foram feitas com o teste de estresse de CPU do OCCT durante 13 minutos, com o reset da média do HWinfo64 no primeiro e terceiro minuto, deixando com isso uma "fatia" de dez minutos da CPU já em carga para tirar a média em tempo real. Foram medidas as temperaturas do ar (intake) no início do teste, aos cinco minutos e ao final, tirando então a média. Foram medidas as temperaturas de cada núcleo pelo Real Temp e HWmonitor (máxima) e HWinfo64 (média em tempo real) e a rotação dos fans.

 

Os valores abaixo correspondem à temperatura delta, ou seja, o valor acima da temperatura ambiente (no caso dos testes, temperatura intake). Exemplo, a CPU chegou a 80ºC com temperatura ambiente de 23ºC. A temperatura delta é de 57ºC. Qual a importância disso? Para saber como o cooler se comportaria no seu computador (desconsiderando CPUs diferentes, gabinetes diferentes, etc), é só somar o valor delta dos testes com a temperatura da sua casa que o valor será aproximado.

 

delta_H60_H75.jpg

 

Ou seja, pelos testes daria até para dizer que o H75 seria um H60 com boa fixação.

 

Observações gerais, montagem, qualidade, nível de ruído.

 

O water cooler é bem acabado e tem um bloco / mangueiras mais leves. Isso facilita muito na hora de instalar. O H60 requer força e muito jeito para alinhar o bloco na CPU, mas o H75 é bem mais fácil. Praticamente dá para colocar o primeiro parafuso no bloco e segurar para apertar o outro diagonal. No H60, a rigidez da mangueira vai fazer com que o bloco deslize e puxe para um lado. É preciso força e jeito para manter o bloco no lugar com o H60. A bomba tem uma rotação menor do que a do H60, rodando a 1500rpm com 12V - informação confirmada por um representante da Corsair. A bomba do H60 roda a 2200rpm. Isso faz com que o H75 'dependa' do fan extra para se igualar ao H60. Com apenas um fan, ele é por volta de 1,5ºC a 2,5ºC mais quente. Mas as duas bombas (H60 / H75) são silenciosas e os dois water coolers têm um desempenho igual direto da caixa.

 

Os fans do H75 mostram a diferença logo de saída. Eles são mais silenciosos do que os fans do H60 e do H45 (e são dois, não um). Rodando em stock, o H75 é muito silencioso. Em repouso eles ficam a 800rpm, o que dá uma operação inaudível. Em load vai para 1400, mas ainda são muito silenciosos. Já o H60 fica em torno de 1000 e 1600. Mas o fan do H60 é de pior qualidade. Em over de 4.6GHz o H75 roda com os fans entre 1700 e 1900rpm, mas nada parecido com a turbina do H45. O ruído é bem aceitável.

 

Como eu já falei, o H75 tem o mesmo desempenho do H60, com a vantagem de ter fans mais silenciosos. Eu pessoalmente acho que o ideal seria um H60 com um fan topo de linha, por só ter um fan (mais compacto) e por eu gostar do estilo do bloco do H60. Mas aí começa a se tornar uma brincadeira cara (comprar um H60 e um fan topo de linha) e seria melhor comprar um H80i. Realmente, os fans OEM do H45 e do H60 não animam, mas o fan do H60 eu considero "passável". Mas está longe de justificar o preço, até porque, no caso de o H60 apresentar folga no backplate e o usuário for inexperiente (que são a maioria), ele terá um desempenho de Raijintek Evo. Melhor então comprar um bom air cooler, que são supersilenciosos e mais baratos. Mas o H75 já não sofre desses problemas.

 

Veredito: o H75 se justifica dependendo do preço (e do gabinete e das memórias se for competir com um air cooler), porque ele pode ser usado stock, direto da caixa, com os fans OEM e sem gambiarra. Mas não foi o suficiente para tirar a má impressão que eu tive dos water coolers pelo conjunto da obra. Se ele tivesse passado o H45 com a modificação das arruelas ou empatado, eu teria ficado mais animado, pois isso daria margem para o H60 melhorar também. Mas o desempenho do H45 parece ser o limite dos water coolers de entrada, pelo menos os da Corsair. Só que ele é atipicamente barulhento.

 

De qualquer forma, esses water coolers estão trocando golpes com air coolers topo de linha. Isso por si só me surpreendeu. Mas a gambiarra do H60 me deixou com uma vã esperança que não se concretizou no H75. Eles parecem ter chegado ao limite. O que tira um pouco da expectativa que eu tinha em relação ao H80i e ao H110i, que não devem abrir tanto assim em relação a esse grupo.

 

Para fechar, o H75 foi uma brisa de ar fresco depois de tanto trabalho e amolação com o H60 e o H45. Eu consegui fazer os testes com o H75 em uma noite, sem dor de cabeça, sem barulho, sem choro e nem vela. Abri, instalei, testei, guardei na caixa. Sem mais, sem menos. E o desempenho é muito bom. O conjunto da obra foi um ponto a favor dos water coolers.

 

Depois eu vou entrar em contato com o RMA da Corsair para discutir o barulho da bomba do H45. Qualquer novidade eu atualizo aqui.

 

-------------- edit --------------

 

Para complementar, fiz mais alguns testes do H75 com um ou dois fans e a posição de push ou pull (à frente ou atrás do radiador). Esta última não faz diferença, e o H75 tem o mesmo desempenho de resfriamento com um fan como push (empurrando o ar) ou pull (puxando o ar). Mas com só um fan, ao invés de dois, a diferença é significativa: de 1,5ºC (stock) até 2,6ºC mais quente em overclock de 4.6GHz. Quase três graus em overclock é bastante coisa para a média em tempo real, que oscila muito pouco. No meu entendimento, pela bomba ser mais lenta do que a bomba do H60, portanto fazendo com o que o líquido permaneça mais tempo no ciclo do radiador, a pressão, fluxo de ar pode influenciar mais na troca de calor no radiador, já que o H60 (e os outros air coolers) apresenta uma diferença marginal com dois fans em push pull. Mas em PWM versus 12V o H75 apresenta a mesma margem média de menos de um grau dos outros coolers.

 

Também testei o H75 fora do gabinete, plugado na minha fonte reserva. A bomba faz mais barulho do que a bomba do H60, talvez pela baixa rotação, mas só dá para ouvir de perto, mais ou menos um metro, e com o micro ligado e atrás da placa do gabinete ela é inaudível. Talvez só em um micro aberto e sem fans no gabinete, e com uma VGA silenciosa, seria possível ouvir alguma coisa. De qualquer forma, durante as duas vezes que eu testei o H75 eu não percebi nenhum barulho.

 

Mito ou verdade - deixar as mangueiras do radiador para cima cria bolha na bomba?

 

Verdade. Percebi isso com o H75. Devido à maneira que eles embalaram o H75, o bloco / bomba fica em um "berço" acima do radiador e das mangueiras, como mostra a foto abaixo. Com o manuseio da caixa, as bolhas, e todo radiador closed loop terá alguma bolha, sobem para a bomba.

 

H75_06.jpg

 

Com isso, nas duas vezes que eu tirei o H75 da caixa e o instalei, ele ligou e demorou alguns segundos para eliminar as bolhas do radiador. O barulho é característico e assusta a princípio, mas, após alguns segundos, a bomba começa a operar da maneira característica, silenciosa. Obviamente que elas não voltam se o radiador estiver instalado corretamente, então esse barulho só acontece na primeira vez que você instala o water cooler.

 

Portanto, até onde sei, não é aconselhado instalar o radiador com as mangueiras para cima ou de alguma forma que facilite com que as bolhas subam para o bloco / bomba. Mas depende da posição. Se o bloco ficar abaixo da conexão das mangueiras no radiador, as bolhas não devem descer para o bloco. Também é bom dar uma sacudida antes da instalação, mas, se o radiador for instalado no lugar e posições corretas, as bolhas serão eliminadas permanentemente segundos após a inicialização do micro.

Editado por Contiusa
adição de informação
  • Curtir 6

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pessoal, editei o post acima (do review do H75) com a tabela de temperaturas do H60 (com arruelas) contra o H75.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante
Este tópico está impedido de receber novos posts.





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×