Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
kifirefox

Comprar placa eletronica usada vale a pena?

Recommended Posts

Já comprei hd ide usado, e realmente é um hd que dá muito defeito, já os primeiros hds de 4 gb ide nunca deu defeito, mas os de 40, 80 gb ide, eles dão defeito rapidinho.


Parece que não vale a pena comprar eletrônicos usados, que eles já estão todo desgastado por dentro e por fora.

Peças novas, estão novinhas em folha e dá até para ver o brilho de que nunca recebeu nenhuma poeira e nenhuma parte encardida, já as velhas já estão cheio de poeira e encardida.

 

Parece que cheguei a conclusão que vale mais apenas comprar uma placa-mãe nova, do que 10 placas mães usadas.

Eu sei que comprar usado as vezes pode parecer mais barato, mas pode não ser.

 

As peças usadas, muitas vezes estão tão desgastada que não tem nada na peça que se aproveite.

Já comprei uma peça e tinha rachaduras, debotamento, fungos, etc na placa eletrônica,

já vi placas eletrônicas em alto estado de decomposição, que já nem precisa testar, só pelo visual, já dava para saber que estava péssimo e sem nenhuma condição para uso.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, Isadora Ferraz disse:

pra quê mesmo comprar o novo? e o usado?

 

estou falando em comprar, isso mesmo. exatamente isso. não importa o motivo da compra e o que voce vai fazer depois de comprá-lo. o estou me focando nisso, se vale a pena mesmo comprar produtos usados...

 

parece que cheguei a conclusão que vale mais a pena comprar uma placa-mãe nova do que comprar 10 placas mães velhas e usadas.

 

se for comprar um produto mecânico, vale a pena comprar usado.

ja produto eletrônico, so vale a pena comprar novo!

 

parece que essa questão nos leva a ver como é ruim produto eletrônico usado, não se tem nem noção de quanto pode estar desgastado, rachado, micro queimado por danos de descargas esd, secos por dentro, capacitores secos, quimica de componentes desgastadas pelo tempo e que os componentes químicos já não estão fazendo a mesma operação quando estavam novos.

 

ou seja a placa-mãe está um lixo, mas apenas visivelmente bonita por fora.

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
4 horas atrás, kifirefox disse:

não importa o motivo da compra e o que voce vai fazer depois de comprá-lo.

bem.. pelo menos pra mim isso não faz sentido. Sem variáveis definidas não dá pra resolver uma equação.. e olha que não vou com a cara da matemática

 

4 horas atrás, kifirefox disse:

parece que essa questão nos leva a ver como é ruim produto eletrônico usado,

isso sim parece razoável

 

5 horas atrás, kifirefox disse:

parece que cheguei a conclusão que vale mais a pena comprar uma placa-mãe nova do que comprar 10 placas mães velhas e usadas.

isso me fez lembrar... Um cara em experiência numa empresa fazia o trabalho de 10 pessoas. O patrão percebeu isso e demitiu os 10 ficando só com ele. "ótima economia que eu fiz!". Tal cara ficou doente e teve que se afastar. .. conclua.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

estou falando de placa eletrônica, geralmente uma placa-mãe nova você usa até dar defeito e depois comprar outra.

já para quem gosta de comprar uma placa-mãe usada, acaba em pouco tempo dando algum defeito ou já vem com pequenos defeitos, e pode queimar menos de 1 ano, pois já estava antiga, então o tempo de duração vai ser sempre menor do que a placa-mãe nova.

 

placa-mãe nova geralmente estão novas e tem estimativa de vida de 5 anos, já placas mães velhas não tem nenhuma garantia, e não tem garantia de nenhum componente 100% bom.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tudo isso tem a ver com o fator "depende".

Comprei uma placa-mãe nova em 2007, uma ASUS, quase Top de linha pra época, processador 2 núcleos, 64bits, Off Board e por aí vai.

Durou exatos 6 anos, não foi raio, nem ligação errada, simplesmente começou a apresentar uns problemas estranhos e de uma hora pra outra parou de funcionar.

Pórem como eu precisava do PC urgente e estava meio "duro" na época comprei uma placa usada (por 100 conto) de mesmo tipo da que estragou (para continuar usar todos componentes disponíveis no PC). Essa placa foi fabricada em 2006 e está funcionando agora, pois estou escrevendo a seguinte mensagem.

Então qual dura mais? A nova ou a usada?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

E o que você me diz sobre produtos novos em folha que chegam a casa do comprador com defeito???

 

Ou seja essa discussão é no mínimo extremamente relativa...

Qualquer resposta é completamente válida...

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sim. Exatamente o que eu quis dizer, tudo é relativo. Depende de como o novo foi fabricado, depende da marca, depende de onde veio de como veio.

O usado a mesma coisa:

Como foi usado?

Quanto foi usado?

Aonde foi usado?

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Comprar equipamento usado ????

 

A resposta depende de que equipamento, se for um equipamento usado de audio de primeira linha (eletrônica e alto-falantes), eles costumam durar décadas se bem tratados e são extremamente caros (quem conhece sabe se ele está bom de ouvido, literalmente). Isto também vale para instrumentos de medição caros e de alta qualidade, eles duram também muitos anos, já comprei algumas coisas interessantes usadas, que se fosse comprar novas iria pagar muito dinheiro, elas foram por exemplo: um Mutímetro Fluke 87 (fiz uma ótima economia), comprei um padrão de 10Mhz GPSDO da Picosync por 200USD (eles são caríssimos). Comprei um Frequencímetro HP (não lembro o modelo agora), mas ele apesar de antigo (mais de 20 anos de idade) está ótimo e tem muita precisão além de ter recursos muito interessantes, não lembro o preço mas a economia foi brutal quando comprei há alguns anos atrás. Tudo está até hoje funcionando muito bem e com jeito de que vai funcionar por muitos anos mais.

 

Mas placa-mãe usada só se for de primeira linha e a mesma coisa vale para placa de vídeo, o risco de dar problema é muito maior, mas tudo depende do tempo de uso e de onde foi utilizado (aqui em Salvador é de alto risco por causa da maresia), se não tiver muito tempo de uso pode valer a pena. Tem muito produto eletrônico descartável hoje em dia, tem-se que tomar muito cuidado. Material de informática hoje é quase tudo descartável.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

dizem que capacitores tem duração de 5 anos de vida.

 

não sei se tratando de peças eletronicas, isso pode varias, se for um componente eletrônico de aquelas coisas de fios de cobre enrolados, tem componente que é fisico.

já como eu disse, tem componente que a química interna se dissolve com o tempo.

peças eletronicas tem um prazo de validade.

 

não sei sobre peças eletronicas de pianos e equipamentos de som. mas pelo que vi peça eletronica relacionada a informatica, pcs e notebooks, elas são muito descartaveis e prazo de validade muito pequeno, fácil de queimar.

 

eu não entendo de eletrônica, só quem trabalha a muitos anos com conserto de informática ou outras áreas mais antigas como conserto eletronicos de tv, radio, ou eletrônico musico que conserta equipamentos de som.

 

é difícil saber o que é eletrônico vagabundo, descartavel e peças antigas que é só trocar um componente e ela voltar a funcionar.

 

peças antigas de 100 anos atras, era só trocar um componentes, peças moderninhas de smartphone, é só você jogar tudo no lixo e comprar um novo.

 

 

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×