Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Edilzin

Conhecendo melhor o kit i7 6700 + h170 - undervolting e uma pitada de overclock

Recommended Posts

Saudações,

 

Amigos, desculpem o registro recente, venho de outros fóruns. Há um tempo decidi não criar muitos registros na internet pois não queria ter trabalho pra administrá-los, parece que finalmente dei o braço a torcer pro Clube do Hardware. Vejo que o fórum é um dos mais assíduos nas discussões, isso me agrada. Enfim:

 

 

Há uma semana o PC da assinatura chegou aqui em casa e eu, como de costume, fui fuçar pra poder tirar o máximo possível do setup e conhecer melhor seus pontos fortes e fracos.

Tirei a madrugada de sexta pra sábado pra fazer uns testes, principalmente de undervolting. Baixei do stock 1.14V pra 0.995V e, em horas de testes, nada de tela azul aconteceu. Consegui diminuir exatos 10 Cº do i7 6700 + Cooler Master Hyper 212X + Gigabyte H170 Gaming 3 DDR4, de 58 Cº pra 48 Cº em full load.

Descobri algumas coisas sobre o i7 6700, as mais notáveis são:


1. Ele não pode trabalhar em full load a 4.0 GHz em todos os núcleos, e sim a 3.7 GHz. Creio que seja alguma medida de segurança que a Intel colocou, seja no CPU ou placa-mãe. Essa diferença de 300 MHz em cada núcleo, ao meu ver, justifica comprar um i7 6700K e colocar em uma placa-mãe de chipset B ou H.

2. Ele pode trabalhar em iddle e jogos a 3.9-4.0 GHz, desde que esses não exijam 90-100% de sua força. Em suma, os 3.7 GHz são apenas pra full load, ou seja, benchmarks sintéticos e stress tests.

3. Como em todos os processadores Intel, o Turbo Boost não é totalmente ativado em todos os núcleos. O núcleo 1 é o único que chega por default a 4.0 GHz no Turbo Boost, o 2 a 3.9, o 3 a 3.8 e o 4 a 3.7.

4. É possível fazer todos os núcleos trabalharem a 4.0 GHz via software, é só setar e pronto. O Intel XTU pede pra reiniciar, já o EasyTune da Gigabyte, não.

5. Quando fazemos undervolting por software o processador trava o VCore e desativa automaticamente o SpeedStep e VDroop. Aqui em iddle e com tensão stock o VCore variava entre 0.200V e 1.17V, já com o undervolting ativado o VCore fica 0.010-0.020V a menos que o setado no software, seja em iddle ou em full load.

Nota 1: O software de tuning usado foi o EasyTune da própria Gigabyte, mas também fiz testes com o Intel XTU e obtive resultados parecidos, a vantagem do Intel XTU é poder fazer uma regulagem mais precisa, porém a interface me soou pouco intuitiva (ainda pretendo fuçar mais e me acostumar). Ah, não fiz tudo pela BIOS porque, ao menos na minha Gigabyte H170 Gaming 3, não é possível.

Nota 2: O software de stress usado foi o IntelBurnTest, entre Prime95, AIDA64, Intel XTU, LinX e CineBench ele foi o que mais esquentou. Dando cerca de 6-8 Cº a mais.

Nota 3: Percebam que no gráfico (em spoiler abaixo) do AIDA64 aparecem sempre duas quedas pra uns 30-50% no uso do CPU. O gráfico mostra dados de 10 minutos, então quer dizer que em 10 minutos sempre existem duas quedas. De início, pensei que fosse o undervolting que causasse essa queda, mas como comprovado aí, ela acontece mesmo com tudo em stock. Tendo a pensar que essa queda é proveniente da programação do IntelBurnTest, já que ele não é oficial da Intel e em momento algum deu tela azul, o processador me pareceu rodar sempre no máximo e de boas.
Seguem os prints:

 


Temperatura e estabilidade


Stock voltage e stock clock
72ccgn.jpg

Undervolting e stock clock
2pph82b.jpg

Stock voltage e leve overclock
nn9xg3.jpg

Undervolting e leve overclock
noah6r.jpg

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Configurações no EasyTune

Stock voltage e stock clock
2rm6oh0.jpg

Undervolting e stock clock
bi4j7n.jpg

Stock voltage e leve overclock
2wd6lvt.jpg

Undervolting e leve overclock
23rairb.jpg


Também testei o desempenho do processador em benchmark, usei o CineBench pra ver se a pontuação diminuiria com o undervolting e, ironicamente, os testes com undervolting subiram 1 ponto. Claro, levemos isso como empate técnico. Seguem os prints:

 


Stock voltage e stock clock
5vcaj8.jpg

Undervolting e stock clock
33nkn6h.jpg


Stock voltage e leve overclock
23jmknd.jpg


Undervolting e leve overclock
25tb6sk.jpg


Os benchmarks foram realizados em Windows 10 Pro 64 Bits (diferente do que diz aí) com RAM de 1x8GB a 2133MHz, isso, single channel. O único programa aberto era o CPU-Z, que usei pra ver se os clocks ultrapassariam os 3.7 GHz, e não ultrapassaram. Por isso que os benchmarks com "leve overclock" não obtiveram diferenças. Como dito antes, o i7 6700 só trabalha além dos 3.7 GHz em iddle ou em jogos, testes sintéticos forçam demais e ele se limita aos 3.7.

Em jogos, como eu estou sem placa gráfica dedicada, decidi testar em algo que uso bastante: PCSX2, emulador de PS2. O jogo é Dragon Quest VIII - Journey of the Cursed King e está em 1600x900, resolução que sei que o processador com sua HD Graphics 530 pena pra rodar. Segue em spoiler:

 


Stock voltage e stock clock
2w5txr4.jpg

Undervolting e leve overclock
2ebzayg.jpg

Percebam que em "overclock" o processador não trabalha com todos os núcleos sempre em 4.0 GHz, no print acima está em 3.9 e promoveu um leve ganho de FPS e uso de CPU, o undervolting também diminuiu a temperatura. Lembrando que nesse print eu não reiniciei o PC pra me certificar das alterações, então creio que se consiga sim manter os 4.0 GHz ao menos em dois núcleos (o resto em 3.9) se reiniciar. O EasyTune não pede pra reinciar, apenas o Intel XTU.

OBS: O PCSX2 não consome tudo isso de RAM, em outra área de trabalho estava aberto o Spotify + 3 janelas do Google Chrome com muitas guias. Em stock voltage e stock clock o Windows estava mutado, já em undervolting e leve overclock estava com volume. Reproduzia apenas o Spotify da outra área de trabalho, o PCSX2 estava mutado pois nessa taxa de frames o áudio engasga.


É interessante ressaltar que com uma placa Z170 é possível sim fazer o i7 6700 non K trabalhar em total 4.0 GHz, mesmo em full load. Sei que as ASUS disponibilizam um overclock automático até 4.1 GHz em todos os núcleos, o que é prático, mas não recomendo pois elas setam mais VCore do que necessário. Existem também algumas H170 da ASRock que usando a versão certa de BIOS é possível fazer overclock como numa Z170.

Não tenho números do consumo em Watts, creio que de 1.14 pra 0.995V o consumo tenha diminuído equivalentemente. A fonte usada foi uma CX650M.

Pra quem está pelo celular e não pode ver a config do PC na assinatura, segue em spoiler:

 


i7 6700 + G1 H170 Gaming 3 + 1x8GB HyperX Fury DDR4 2133mhz + Hyper 212X + UV400 120GB + 1,5 TB HDD 5400RPM + CX650M + TP-Link WN751ND + ASUS DVD/RW + Zalman Z12 Plus + LG 22MP55HQ + Kit Microsoft Wired 600 + ASUS ZenEar AHSU001 + Zalman ZM MIC-1 + 2x Microsoft XBOX 360 Wired Controller for Windows


-

Continuarei com os testes aqui, tenho quase certeza que esse chip consegue rodar com 0.975V sem dar tela azul. Qualquer coisa eu posto atualização, e se tiverem dúvidas podem perguntar.

Até mais. o/

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Parabéns pelo tutorial Edilzin , por favor me ajuda ... como faço pra usar meu i7 6700 a 4.00ghz ? minha mobo é a H170 asus pro gaming , o EasyTune não pegou aqui , já o Intel XTU sim . obrigado

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Edilzin Interessante essa questão do undervolt não diminuir o desempenho do processador, mais "tecnicamente" falando os processadores precisam de mais energia em clocks maiores para ficarem mais estáveis.

adicionado 2 minutos depois

Você já tentou fazer um teste com um Vcore maior na mesma condição para ver se aumenta a pontuação? 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 24/10/2016 às 02:22, Edilzin disse:

Saudações,

 

Amigos, desculpem o registro recente, venho de outros fóruns. Há um tempo decidi não criar muitos registros na internet pois não queria ter trabalho pra administrá-los, parece que finalmente dei o braço a torcer pro Clube do Hardware. Vejo que o fórum é um dos mais assíduos nas discussões, isso me agrada. Enfim:

 

 

Há uma semana o PC da assinatura chegou aqui em casa e eu, como de costume, fui fuçar pra poder tirar o máximo possível do setup e conhecer melhor seus pontos fortes e fracos.

Tirei a madrugada de sexta pra sábado pra fazer uns testes, principalmente de undervolting. Baixei do stock 1.14V pra 0.995V e, em horas de testes, nada de tela azul aconteceu. Consegui diminuir exatos 10 Cº do i7 6700 + Cooler Master Hyper 212X + Gigabyte H170 Gaming 3 DDR4, de 58 Cº pra 48 Cº em full load.

Descobri algumas coisas sobre o i7 6700, as mais notáveis são:


1. Ele não pode trabalhar em full load a 4.0 GHz em todos os núcleos, e sim a 3.7 GHz. Creio que seja alguma medida de segurança que a Intel colocou, seja no CPU ou placa-mãe. Essa diferença de 300 MHz em cada núcleo, ao meu ver, justifica comprar um i7 6700K e colocar em uma placa-mãe de chipset B ou H.

2. Ele pode trabalhar em iddle e jogos a 3.9-4.0 GHz, desde que esses não exijam 90-100% de sua força. Em suma, os 3.7 GHz são apenas pra full load, ou seja, benchmarks sintéticos e stress tests.

3. Como em todos os processadores Intel, o Turbo Boost não é totalmente ativado em todos os núcleos. O núcleo 1 é o único que chega por default a 4.0 GHz no Turbo Boost, o 2 a 3.9, o 3 a 3.8 e o 4 a 3.7.

4. É possível fazer todos os núcleos trabalharem a 4.0 GHz via software, é só setar e pronto. O Intel XTU pede pra reiniciar, já o EasyTune da Gigabyte, não.

5. Quando fazemos undervolting por software o processador trava o VCore e desativa automaticamente o SpeedStep e VDroop. Aqui em iddle e com tensão stock o VCore variava entre 0.200V e 1.17V, já com o undervolting ativado o VCore fica 0.010-0.020V a menos que o setado no software, seja em iddle ou em full load.

Nota 1: O software de tuning usado foi o EasyTune da própria Gigabyte, mas também fiz testes com o Intel XTU e obtive resultados parecidos, a vantagem do Intel XTU é poder fazer uma regulagem mais precisa, porém a interface me soou pouco intuitiva (ainda pretendo fuçar mais e me acostumar). Ah, não fiz tudo pela BIOS porque, ao menos na minha Gigabyte H170 Gaming 3, não é possível.

Nota 2: O software de stress usado foi o IntelBurnTest, entre Prime95, AIDA64, Intel XTU, LinX e CineBench ele foi o que mais esquentou. Dando cerca de 6-8 Cº a mais.

Nota 3: Percebam que no gráfico (em spoiler abaixo) do AIDA64 aparecem sempre duas quedas pra uns 30-50% no uso do CPU. O gráfico mostra dados de 10 minutos, então quer dizer que em 10 minutos sempre existem duas quedas. De início, pensei que fosse o undervolting que causasse essa queda, mas como comprovado aí, ela acontece mesmo com tudo em stock. Tendo a pensar que essa queda é proveniente da programação do IntelBurnTest, já que ele não é oficial da Intel e em momento algum deu tela azul, o processador me pareceu rodar sempre no máximo e de boas.
Seguem os prints:

  Mostrar conteúdo oculto


Temperatura e estabilidade


Stock voltage e stock clock
72ccgn.jpg

Undervolting e stock clock
2pph82b.jpg

Stock voltage e leve overclock
nn9xg3.jpg

Undervolting e leve overclock
noah6r.jpg

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Configurações no EasyTune

Stock voltage e stock clock
2rm6oh0.jpg

Undervolting e stock clock
bi4j7n.jpg

Stock voltage e leve overclock
2wd6lvt.jpg

Undervolting e leve overclock
23rairb.jpg


Também testei o desempenho do processador em benchmark, usei o CineBench pra ver se a pontuação diminuiria com o undervolting e, ironicamente, os testes com undervolting subiram 1 ponto. Claro, levemos isso como empate técnico. Seguem os prints:

  Mostrar conteúdo oculto


Stock voltage e stock clock
5vcaj8.jpg

Undervolting e stock clock
33nkn6h.jpg


Stock voltage e leve overclock
23jmknd.jpg


Undervolting e leve overclock
25tb6sk.jpg


Os benchmarks foram realizados em Windows 10 Pro 64 Bits (diferente do que diz aí) com RAM de 1x8GB a 2133MHz, isso, single channel. O único programa aberto era o CPU-Z, que usei pra ver se os clocks ultrapassariam os 3.7 GHz, e não ultrapassaram. Por isso que os benchmarks com "leve overclock" não obtiveram diferenças. Como dito antes, o i7 6700 só trabalha além dos 3.7 GHz em iddle ou em jogos, testes sintéticos forçam demais e ele se limita aos 3.7.

Em jogos, como eu estou sem placa gráfica dedicada, decidi testar em algo que uso bastante: PCSX2, emulador de PS2. O jogo é Dragon Quest VIII - Journey of the Cursed King e está em 1600x900, resolução que sei que o processador com sua HD Graphics 530 pena pra rodar. Segue em spoiler:

  Mostrar conteúdo oculto


Stock voltage e stock clock
2w5txr4.jpg

Undervolting e leve overclock
2ebzayg.jpg

Percebam que em "overclock" o processador não trabalha com todos os núcleos sempre em 4.0 GHz, no print acima está em 3.9 e promoveu um leve ganho de FPS e uso de CPU, o undervolting também diminuiu a temperatura. Lembrando que nesse print eu não reiniciei o PC pra me certificar das alterações, então creio que se consiga sim manter os 4.0 GHz ao menos em dois núcleos (o resto em 3.9) se reiniciar. O EasyTune não pede pra reinciar, apenas o Intel XTU.

OBS: O PCSX2 não consome tudo isso de RAM, em outra área de trabalho estava aberto o Spotify + 3 janelas do Google Chrome com muitas guias. Em stock voltage e stock clock o Windows estava mutado, já em undervolting e leve overclock estava com volume. Reproduzia apenas o Spotify da outra área de trabalho, o PCSX2 estava mutado pois nessa taxa de frames o áudio engasga.


É interessante ressaltar que com uma placa Z170 é possível sim fazer o i7 6700 non K trabalhar em total 4.0 GHz, mesmo em full load. Sei que as ASUS disponibilizam um overclock automático até 4.1 GHz em todos os núcleos, o que é prático, mas não recomendo pois elas setam mais VCore do que necessário. Existem também algumas H170 da ASRock que usando a versão certa de BIOS é possível fazer overclock como numa Z170.

Não tenho números do consumo em Watts, creio que de 1.14 pra 0.995V o consumo tenha diminuído equivalentemente. A fonte usada foi uma CX650M.

Pra quem está pelo celular e não pode ver a config do PC na assinatura, segue em spoiler:

  Mostrar conteúdo oculto


i7 6700 + G1 H170 Gaming 3 + 1x8GB HyperX Fury DDR4 2133mhz + Hyper 212X + UV400 120GB + 1,5 TB HDD 5400RPM + CX650M + TP-Link WN751ND + ASUS DVD/RW + Zalman Z12 Plus + LG 22MP55HQ + Kit Microsoft Wired 600 + ASUS ZenEar AHSU001 + Zalman ZM MIC-1 + 2x Microsoft XBOX 360 Wired Controller for Windows


-

Continuarei com os testes aqui, tenho quase certeza que esse chip consegue rodar com 0.975V sem dar tela azul. Qualquer coisa eu posto atualização, e se tiverem dúvidas podem perguntar.

Até mais. o/

Tem como fazer OC para 4GHz por software mesmo ? tenho uma h170 da asrock, mas são só as Asrock Hyper Series que podem fazer OC como se fossem z170, a minha nao consigo mexer na bios.
Aqui só pega 4Ghz em aplicacoes de 1 núcleo, em jogos é 3.7-3.8

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 10/02/2018 às 16:07, xTripleBR disse:

Tem como fazer OC para 4GHz por software mesmo ? tenho uma h170 da asrock, mas são só as Asrock Hyper Series que podem fazer OC como se fossem z170, a minha nao consigo mexer na bios.
Aqui só pega 4Ghz em aplicacoes de 1 núcleo, em jogos é 3.7-3.8

Acho que o nosso amigo cometeu algum engano ao citar isso. Alterar a frequência para valores maiores do que 40, 39, 38 e 37 não é possível, possuo uma Z270 e mesmo colocando 4Ghz supostamente em todos os núcleos não há alteração alguma, bem como no XTU essa opção não fica habilitada devido ao processador ser bloqueado.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×