Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Entre para seguir isso  
jsilva_mvx

Criação De .bat

Recommended Posts

Galera, alguem sabe site com .bat pronto para devidos fins.

Quero aprender editar .bat para diversas funções, com o material na mão fica melhor para associar os comandos.

:-=)

:bandeira:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

huauha arquivos .bat sao legais.

Quando aprendi fiquei o dia todo fazendo para sacanea uns amigos depois, ahahahaha.

mas tipo, uam vez tentei para um para win98se para deleta cookies e os arquivos temporarios, deu tudo certinho, mas levo uns dll's junto, não sei como as pastas q eles estavam não tinham nada a ve com onde eu marquei la e ai desencanei.

mas diga, qual a finalidade do seu .bat?

valeu! :-BEER:-BEER:-BEER

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Site vai ser meio difícil achar, mas você pode ver os comandos no help do DOS 6.22, eu acho q ainda tenho aqui, se você quiser, me mande uma mensagem que eu procuro e mando ele para você.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

falou galera pela atenção,

Mas respondendo as perguntas, as minhas intenções são muitas..

Quero criar diversos .bat's para automação de tarefas e outras coisas mais..

falou galera

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Salve jsilva_mvx,

Olha só, todos os comandos internos do DOS (aqueles que são intrínssecos ao command.com) são válidos como uma instrução de arquivo de lote ex: MD, CD, Copy, DEL, Erase, REN etc...

Os comandos externos do DOS para funcionar devem estar ou na mesma pasta do arquivo de lote ou estar no PATH do Autoexec.bat (DOS, WIn3.1, WIN95/98) ou no autoexec.nt (NT, 2000, XP)

Alguns comandos eu me lembro, e a sintaxe lembrava algo aproximado ao MS-QuickBasic.

REM - Usado para comentários , ignora a linha após este comando

GOTO - Dá um pulo de linha (as) indo direto a instrução declarada

Ex: GOTO TESTE1

:TESTE1

prog1

:TESTE2

prog2

@ECHO. - Exibe um texto na linha declarada ( o arroba "@" serve para ocultar o comando ECHO)

Ex: @ECHO. Este é o exemplo de um Texto.

IF ERROR LEVEL X Instrução de execução para um pulo de linha à uma instrução declarada, este é usado em conjunto com o comando CHOICE para reagir a uma tecla digitada, (Apenas no DOS 5.0 ao 6.22) ou a resposta de valor de ERROR LEVEL de algum comando externo do DOS.

Por exemplo o comando format retorna o ERROR LEVEL 0,1 e 2 para exibir se o comando foi executado com sucesso, fracasso ou foi interrompido.

Para obter estas tabelas de ERROR LEVEL de cada comando, você vai precisar de um manual do MS DOS 5.0 ( as versões 6.0 em diante não mais traziam isso) ou um livro de DOS do Ramalho, porque é muita coisa...

NULL - Usado para ocultar a exibição do resultado de um comando na tela, que pode alertar o usuário ou seja mais conviniente oculta-lo.

Ex: Copy c:\*.bat c:\tempo >null O texto que seria exibido na tela é gravado em ASCII em um arquivo chamado null.

Cara tem mais uma meia dúzia de comandos como o SET e outros, porém, valeria a pena buscar isso em um livro, ou buscar o Help do DOS 6.0.

Boa sorte!

Jorge Barros - B)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Postado Originalmente por jorgembarros@08 ago 2004, 01:29

Salve jsilva_mvx,

Olha só, todos os comandos internos do DOS (aqueles que são intrínssecos ao command.com) são válidos como uma instrução de arquivo de lote ex: MD, CD, Copy, DEL, Erase, REN etc...

Os comandos externos do DOS para funcionar devem estar ou na mesma pasta do arquivo de lote ou estar no PATH do Autoexec.bat (DOS, WIn3.1, WIN95/98) ou no autoexec.nt (NT, 2000, XP)

Alguns comandos eu me lembro, e a sintaxe lembrava algo aproximado ao MS-QuickBasic.

REM -  Usado para comentários , ignora a linha após este comando

GOTO - Dá um pulo de linha (as) indo direto a instrução declarada

Ex: GOTO TESTE1

:TESTE1

prog1

:TESTE2

prog2

@ECHO. - Exibe um texto na linha declarada ( o arroba "@" serve para ocultar o comando ECHO)

Ex: @ECHO. Este é o exemplo de um Texto.

IF ERROR LEVEL X Instrução de execução para um pulo de linha à uma instrução declarada, este é usado em conjunto com o comando CHOICE para reagir a uma tecla digitada, (Apenas no DOS 5.0 ao 6.22) ou a resposta de valor de ERROR LEVEL de algum comando externo do DOS.

Por exemplo o comando format retorna o ERROR LEVEL 0,1 e 2 para exibir se o comando foi executado com sucesso, fracasso ou foi interrompido.

Para obter estas tabelas de ERROR LEVEL de cada comando, você vai precisar de um manual do MS DOS 5.0 ( as versões 6.0 em diante não mais traziam isso) ou um livro de DOS do Ramalho, porque é muita coisa...

NULL - Usado para ocultar a exibição do resultado de um comando na tela, que pode alertar o usuário ou seja mais conviniente oculta-lo.

Ex: Copy c:\*.bat c:\tempo >null O texto que seria exibido na tela é gravado em ASCII em um arquivo chamado null.

Cara tem mais uma meia dúzia de comandos como o SET e outros, porém, valeria a pena buscar isso em um livro, ou buscar o Help do DOS 6.0.

Boa sorte!

Jorge Barros -  B)

Beleza camarada vou ver se eu pegoum livrona biblioteca para dá uma lida..

E as dicas abaixo deu uma iluminada aqui !

falou

:bandeira:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

você n precisa usar o goto para fazer um looping, pode usar o if também, e quanto ao editor, você pode usar o bloco d notas ou ate mesmo o word, open officee...... bom para abrir e normal, basta abrir o qualquer editor de testo e dentro dele abrir o arquivo, e para sanvar, e so deixar no *.* e escrever exemplo: "a.bat", o arquivo vai ser o a, mas e um ponto bat.

boa sorte...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

B) Cara, coloca o cd do Windows 98 SE e entra na pasta \tools\oldmsdos e executa o arquivo help.com, ali tem todos os comandos pro ms-dos 6.22

:devil: Só não sai fazendo Badcoms por ai...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Salve Pessoal!

Aproveitando os tópicos de arquivos-de-lotes (que por sinal é super-interessante!) dêem um clique no tópico Backup Pelo Dos! que foi abordado como fazer um backup em ambiente DOS, usando o Pkzip e um programa criado pelo Debug para identificar o dia da semana e assim fazer o backup em dias diferentes em pastas diferentes.

Basicamente é um arquivo-de-lote com uma inteligência agregada para executar uma tarefa diferenciada. Vale a pena verificar as rotinas e daí partir para novos desafios.

Para quem gosta de arquivo de lote, tá aí um sugestão:

Vamos publicar mais arquivos aqui, e discutir rotinas e tarefas que podem ser efetuadas e automatizadas com arquivos de lote. :-BEER

Abraços.

Jorge Barros - B)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Aproveitando oportunidade peço uma ajuda aos amigos p/ Bat p/ conectar uma maquina c/ SCO UNIX via ftp e copiar uns arquivos p/ meu pc c/ windows 98se...

ja fiz até aqui:

@echo off

ftp 172.xx.xx.x

usuario

senha

cd /u1/ftp

put arquivo.txt

put arquivo1.txt

O problema é o seguinte eu consigo conectar mas o usuario e senha não esta acessando porque a tela para esperando q o usuario mesmo digite seu user e senha.

Outro problema na hora de copiar os arquivos, qual o comando q devo colocar no Bat para responder y(yes) ???

Desde ja valeu pela ajuda....

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ae, não sei se vai servir pra algo, mas é que recentemente criei algo para fazer meus ftps

____________________________________________

@echo off

### Declara variáveis

SET TMP=tmp_ftp_script

SET BASE=[base_acesso]

SET USR=[usuário]

SET PAS=[senha]

### loga na base

echo open %BASE%>%TMP%

echo %USR%>>%TMP%

echo %PAS%>>%TMP%

### Aqui pode ser ascii ou bin, de acordo com o tipo de arquivo que será enviado

echo ascii>>%TMP%

### Aqui você coloca a basta onde você quer colocar os arquivos

echo cd /pasta/qualquer/alisson>>%TMP%

### Estas linhas são opcionais, só coloquei, porque serve para o tipo de ação que eu queria tomar

### Eu vou para a pasta que eu quero ir no meu computador

cd c:\pasta\seila

### Faço um loop para pegar todos os arquivos, na pasta rais (indicada anteriormente) que atenda ao critério dir *.inp

for %%i in (dir *.inp) do echo put %%i>>%TMP%

### Sai do FTP

echo quit>>%TMP%

### Aqui começa a magia, que explicarei abaixo

ftp -s:%TMP%

### Deleta o arquivo tmp_ftp_script

del %TMP%

.....

O comando ftp -s:%TMP%, chama o arquivo %TMP%, que contem as linhas de comando que o FTP irá fazer. o -s: é o que permite que isso seja feito.

Note que todas as linhas de ação no ftp, terminam com >>%TMP%. Isso faz com que seja passado para o arquivo da variável %TMP%, o que a linha indica.

Ex: echo TESTE>>temp.txt

dentro do arquivo temp.txt está escrito teste

A linha do for, nela será criada uma lista com o resultado do DIR e o for irá correr linha-a-linha para este caso.

É simples de uso, caso necessário, entrar em contato.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora
Entre para seguir isso  





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×