Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Evandro

AMD Ryzen Série 1000 - Pós-lançamento

Posts recomendados

10 minutos atrás, Evandro disse:

 

você viu o ertigo do CdH sobre o assunto, certo?

 

Exato. 

 

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
40 minutos atrás, AmarildoJr disse:

 

É interessante comparar o Ryzen com o FX, e o FX com os Core i5. Na Windowslândia, só o Hexus fez isso até agora.

 

O que eu vou dizer recende a fanatismo, mas: compare o desempenho desses processadores no Linux com o desempenho deles no Windows. Intel, Windows e Microsoft tem sido um pé no freio de qualquer evolução significativa no desempenho dos computadores. A AMD precisou jogar o jogo deles para ser relevante.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@codavara Pois é, e olhe que para o Ryzen ter suporte completo no Linux isso provavelmente só vai acontecer lá pelo 4.12. Fiquei muito feliz que ele funciona OK com o Kernel 4.10.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Mais dois testes: Gamers Nexus e Techspot

 

Vendo alguns reviews, tem algumas otimizações para serem feitas, quanto as placas-mães.. Coisas que devem ser fáceis de arrumar..

 

De repente, a linha Extreme da Intel, perdeu o sentido..

  • Curtir 4

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
agora, RS Faria disse:

Vendo alguns reviews, tem algumas otimizações para serem feitas

Você diz nos programas?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@AmarildoJr No review do HEXUS, o desempenho em jogos aumenta quando se desativa o SMT, e eles apontam que o VRMark e outros precisam de otimizações para o Ryzen. Mas as placas-mãe também precisam de refinamento, espere muitas atualizações de BIOS depois do lançamento.

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tom's Hardware.

 

Citação

AMD predicts that most customers should see somewhere between 3.9 and 4.1 GHz across all cores, and suggests you stick with a 1.35V ceiling if you want your chip to last. Although core voltages in excess of 1.45V are considered sustainable, they'll have a more pronounced effect on longevity.

 

Mas isso preocupa. Sinal de que o 1800X chegou overclocado até o talo e o Ryzen não tem muito teto para crescer. Faz sentido, pois os rumores começaram na casa dos 3Ghz de clock e só foi subindo com o passar dos meses. Vcore recomendado de 1.35V também é de estranhar, já que eles estão passando de 1.4V nos 4Ghz. Outro artigo cita que o i7-6900K chega aos 4.4Ghz com menos Vcore.

 

O lado bom é que ele está se saindo bem no Cinebench e a Intel vai ter que descer os preços. Mas no soquete 115X e em games a briga vai ser quente, pois o i7-7700K se sai bem em vários testes e eles estão dando um rebate em toda a linha. Também tem os rumores de que vão lançar um Coffee Lake hexacore no 115X.

 

Honestamente, esse lançamento foi só um aperitivo. O cobra vai fumar no meio do ano, depois que a poeira já tiver baixado, os preços já terem sido ajustados, os bugs já terem sido resolvidos e os R5 forem lançados.

 

Mas se os R5 chegarem sem teto para overclock, a AMD não vai ter vida fácil. Do que eu tenho lido, depois de várias gerações da Intel, dizem que é 'fácil' fazer um delid e passar dos 5Ghz com o Kaby Lake em um water cooler. Se o 1800X sequer consegue passar do turbo, se torna um chip quase que bloqueado.

 

Notícia boa, o AMD Overdrive não é compatível com o Ryzen (a-l-e-l-u-i-a). Resta saber se eles ainda medem a margem térmica e se a temperatura é só do package, não dos núcleos independentes.

  • Curtir 6

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Contiusa O processo da GlobalFoundries, que é onde a grande maioria das CPUs é fabricada, ainda é ruim. O Hexus conseguiu 4,1GHz com 1,375V, mas a amostra deles foi fabricada na China (ou seja, pela Samsung, que tem um processo mais maduro).

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
8 minutos atrás, codavara disse:

@Contiusa O processo da GlobalFoundries, que é onde a grande maioria das CPUs é fabricada, ainda é ruim. O Hexus conseguiu 4,1GHz com 1,375V, mas a amostra deles foi fabricada na China (ou seja, pela Samsung, que tem um processo mais maduro).

 

De qualquer forma é apenas 100Mhz acima do turbo. Não estou criticando o chip porque ele veio forte, mas o fato de ele ter vindo overclocado até o pescoço é sinal de que a AMD suou a camisa. E o chip 'não passar' de 4GHz é de estranhar também. Será que os R5 não vão passar de 4.3 / 4.4Ghz? Aí assusta. Depois eles vão levar meses para lançar os R5 e R3, as APUs... Isso já com o Coffee Lake ali na esquina, que talvez venha com um hexacore.

 

Ontem eu estava lendo um artigo falando sobre isso. Se o Ryzen veio com gás para correr a maratona inteira. Mas os resultados do Cinebench impressionam.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Contiusa Suspeito que o atraso do R5/R3 tenha algo a ver com isso.

 

Uma correção: a AMD relegou a Samsung a segundo plano, o que significa que, até palavra em contrário, todos os Ryzen serão fabricados pela GlobalFoundries.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 minuto atrás, codavara disse:

@Contiusa Suspeito que o atraso do R5/R3 tenha algo a ver com isso.

 

Tomara.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

A TPU não fez um review ainda, mas fez um apanhado do que já saiu..

 

https://www.techpowerup.com/231172/amds-ryzen-debut-onwards-to-the-hedt-market-or-the-stumbling-hype-train

 

 

48 minutos atrás, AmarildoJr disse:

Você diz nos programas?

Falei mais a nível de BIOS.. Todos os reviews que vi, tinham alguma nota sobre problemas com as placas-mãe, com diferenças de performance, seja com a troca da mesma ou com atualizações de BIOS..

  • Curtir 3

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

corte intel Olha só, corte de preço da intel HAHAHAHAHAHAHA. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

fiquei decepcionado esperava um pouco mais , o cpu perdeu para o 5960x nos jogos mais pesados , ele se saiu bem em programas que a amd já ia bem , mas teve coisas boas como o baixo consumo e não ficar tão longe do cpu da intel , o que salvara a amd é que jogos já usam bem 6 núcleos e vai colocar os r5 na frente dos i7 115x 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@piterfraga O Ryzen pode ser 10-20% mais lento que um 5960X em jogos, mas custa 50% a menos. Não há nada que me desaponte aí.

 

E, de novo, esta ainda é a primeira geração do Ryzen. Tem muita coisa pra otimizar ainda.

  • Curtir 5

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Acho que a linha Ryzen 7 não ficou uma boa opção para quem quer um PC prioritariamente para jogos, considerando que o I7 7700K tem um melhor desempenho e custa menos atualmente.

Mas para quem vai usar para renderização, edição de vídeo... e também para jogos, é uma excelente opção, já que não deixa de ter um bom desempenho nesses últimos e destrói nos outros.

 

Minha expectativa para um bom custo x benefício em jogos fica por conta dos Ryzen 5. Mas espero que venham com clocks mais altos do que nas tabelas que eu vi.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu reservei uma hora para analisar os benchmarks de vários canais que estão pipocando, cabe algumas observações interessantes, o processador tem performance bruta suficientemente capaz de bater de frente com a geração de CPUs mais poderosa da Intel, quando nós analisamos o rendimento em jogos até o presente momento temos a percepção de que ele não foi capaz de superar a rival, isso não significa que os processadores não sejam competitivos e competentes naquilo que se propõe, pelo contrário, uma análise atenta demonstra o potencial da nova arquitetura quando o assunto é produtividade.

 

O tempo pode relevar algumas surpresas em relação as otimizações, também é possível que não exista muito para se espremer e esse é o cenário sem "enfeites".

 

Eu gostei do que vi mas nos testes envolvendo jogos não fiquei surpreso, é um produto competitivo mas se a Intel assumir uma postura econômica agressiva terá a vantagem de ter CPU's com menor consumo energético e com uma ligeira vantagem em games ... O tempo dirá. 

 

 

  • Curtir 3

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@rodrigops acho que a AMD ta focando no multithread, que é o futuro. Jogos vão ficar mais otimizados ao multithread, e uma pessoa não conseguiria comprar um 6590x para jogar.

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

E um monte de entendidos achando que o problema com o SMT é hardware e não software...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@codavara em um dos testes que li, informaram resultados diferentes com mobos Asus e Gigabyte, tendo os melhores resultados nas Gigabytes. E só dele alcançar uma CPU que custa 7 mil reais no brasil, já vale muito a pena. Eu penso em pegar o R7 1700, ou o 1700x, porém vou esperar as primeiras levas, e da tempo de juntar para fazer o upgrade mais tranquilo.

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Flávio Santana Lima Essa placa-mãe da Asus me parece bem bugada. Não dá pra saber muito bem qual a parcela de culpa que tem a placa-mãe, um BIOS bugado, software otimizado pra Intel ou o kernel do Windows aloprando com o SMT do Ryzen, mas é evidente que, a julgar pelo review do GamersNexus, jogos se encaixam neste último parâmetro.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, codavara disse:

@piterfraga O Ryzen pode ser 10-20% mais lento que um 5960X em jogos, mas custa 50% a menos. Não há nada que me desaponte aí.

 

E, de novo, esta ainda é a primeira geração do Ryzen. Tem muita coisa pra otimizar ainda.

mas me preocupa um pouco é que a diferença de valor nos cpus de 6c/12t parece que não vai ser tão grande ainda mais com a intel reduzindo valores e se lançar um cpu de 6c/12t para o 115x 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

Aprenda_a_Ler_Resistores_e_Capacitores-capa-3d-newsletter.jpg

EBOOK GRÁTIS!

CLIQUE AQUI E BAIXE AGORA MESMO!